Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  História da Louis Vuitton  Voltar

História da Louis Vuitton

 

História da Louis Vuitton

A história começou em 1854, quando o jovem artesão fundou sua marca de malas para viagens, na França.

Hoje, depois de mais de 150 anos de existência, a grife mantém a sofisticação e a fidelidade de seus clientes.

Mais: independente de moda e tendência, independente de conflitos e queda de impérios, o espírito LV se consagra atemporal.

Não só em bolsas e malas, mas em acessórios, roupas e sapatos que, a cada temporada, escreve sua história no mundo da moda e do vestuário!

Tudo começou na metade do século passado quando Louis Vuitton, então com 14 anos, deixou sua casa, na pequena Anchay, para fazer fortuna na capital.

Sem qualquer dinheiro, o jovem visionário se viu obrigado a realizar a viagem a pé, trabalhando aqui e ali para conseguir comida e acomodação.

Durante o ano que levou a jornada, Louis, filho de um carpinteiro, aperfeiçoou a arte de trabalhar a madeira - habilidade que em alguns anos lhe traria nome e fama.

Como auxiliar de costureiro, aprendeu como ninguém a embalar as suntuosas vestimentas da corte da Imperatriz Eugénie, alcançando reputação entre a nobreza local.

A alta costura francesa acabava de emergir, e os estilistas que colocavam o mundo da moda em ebulição se estabeleciam ao redor da Place de la Madeleine.

E foi exatamente nessa vizinhança que Louis Vuitton, inaugurando sua própria Maison, revolucionou o conceito de viajar com classe.

Numa época em que as bagagens eram ainda rudimentares, Louis rompe com a tradição dos baús arredondados e desenvolve modelos que melhor se adaptavam aos vagões dos trens e aos porões dos navios.

Ele adota formas quadradas - o que permitiu que as malas fossem empilhadas - e adiciona requinte ao recobri-las com uma tela verde.

História da Louis Vuitton

O nível de detalhes, criatividade e devoção por sua arte, renderam a Louis Vuitton um sem fim de encomendas.

Em 1876, cria as primeiras malas-armários, equipadas com cabides e gaveteiro - um sucesso imediato que leva seu nome para além mar, tornando-o o grande criador das malas de luxo.

Seus filhos, Georges e Gaston Vuitton, seguiram os passos do pai, com design e tecnologia: o primeiro criou a famosa logomarca que traz as iniciais entrelaçadas - eternamente presentes nos modelos LV -, enquanto Gaston desenvolveu uma novidade química que proporcionou maior flexibilidade ao couro.

E é justamente essa mesma herança que se perpetua até os dias de hoje.

A Louis Vuitton elevou a arte de viajar a estilo de vida, e fez da qualidade seu passaporte pelo tempo. Hoje, estrelas do cinema e da moda ilustram suas campanhas publicitárias, com direção de arte luxuosa e cachês milionários que perpetuam a imagem da marca.

Marc Jacobs, estilista norte-americano que assina as coleções da grife, une tradição com modernidade, em coleções e desfiles disputadíssimos em Paris.

Por sua sensibilidade, mão firme e estilo, Jacobs é um ícone fashion da atualidade, que injeta frescor na LV, um símbolo do luxo!

Fonte: inteligweb.taste.com.br

História da Louis Vuitton

Louis Vuitton: livro revela bastidores da grife de bolsas mais famoso do mundo

Se você sempre teve vontade de ter um produto da luxuosa marca Louis Vuitton, mas nunca teve dinheiro para comprar, seus problemas acabaram. "Louis Vuitton: Art, Fashion and Architecture" chega às lojas LV do mundo inteiro em setembro.

O livro conta em 400 páginas a história da marca e sua relação com a arquitetura e arte e custa cerca de US$ 130 dólares - bem mais barato que uma bolsa da grife, que pode atingir até US$ 5 mil.

A publicação esmiuça a colaboração de renomados fotógrafos, designers e arquitetos nas coleções e seu envolvimento com a marca.

Fundada há 155 anos por um jovem francês de origem humilde que andou a pé os 400 kilômetros que separavam sua cidade natal, Jura, na Suíça, e Paris em 1835.

Chegando lá, fez vários bicos até começar a trabalhar como embalador. Habilidoso, logo desenvolveu uma maneira mais profissional e inteligente de embalagem.

Daí para criar uma boa mala de viagem, coisa inexistente na época, foi um pulo. Louis ganhou fama e quando viu, era o maleiro oficial de Napoleão III e a imperatriz Eugénie.

Logo a aristocracia francesa já desejava as malas da loja criada pelo tal jovem Louis Vuitton em 1854.

Marc Jacobs intensificou parcerias com artistas. Mais de 100 anos depois, a entrada de Marc Jacobs em 1997 como diretor artístico da empresa revolucionou a centenária marca. Marc Jacobs, um amante das artes, radicalizou a parceria com novos artistas.

Grandes nomes do mundo das artes, como Stephen Sprouse, Takashi Murakami e Richard Prince criaram produtos especiais, chegando a reinventar o monograma.

História da Louis Vuitton

Novos artistas foram convidados para criar vitrines, instalações de arte e exibições no Espaço Louis Vuitton no terraço da loja no Champs-Elysées em Paris.

Top arquitetos como Jun Aoki, Kumiko Inui e Peter Marino criaram lojas; fotógrafos como Jean Larivière e Annie Leibovitz documentaram campanhas; astros da música como Madonna e Pharrell estrelaram anúncios e por aí vai...

Em recente entrevista, Yves Carcelle, chairman e CEO da empresa disse: "Era essencial para nós documentar uma antologia destas mais significantes colaborações artísticas. Nesse livro o foco são nos artistas que impactaram a história da Louis Vuitton".

A edição especial de lançamento tem capa do artista japonês Takashi Murakami. Uma de suas criações com as inesquecíveis flores de cerejeira misturadas ao clássico monograma LV colorido, é uma das bolsas mais vendidas da história da empresa.

Fonte: gnt.globo.com

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal