Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  História da Motorola  Voltar

História da Motorola

História da Motorola

Desde a sua fundação em 1928, com a razão social de Galvin Manufacturing Co, a empresa criada pelos irmãos Paul e Joseph Galvin tinha um grande ideal: fazer com que a eletrônica ajudasse a melhorar a qualidade de vida das pessoas.

O primeiro sucesso comercial da empresa acontece em 1930, com o lançamento de um rádio para automóvel, prático e de preço acessível. Paul Galvin deu ao aparelho o nome de Motorola, porque queria associar ao rádio as idéias de carro (motorcar) com Victrola, uma conhecida marca de eletrola. Ainda nos anos 30 outros produtos são colocados no mercado, sempre com inovações importantes.

É, no entanto, nos anos 40 que a empresa ganha maior impulso com o lançamento de uma série de novos produtos.

A marca Motorola se torna tão conhecida que, em 1947, a empresa decidiu mudar, passando a denominar-se Motorola, Inc.

Presente em 1.100 localidades de 45 países, a Motorola é hoje líder mundial em soluções integradas de comunicação e de eletrônica, com uma história que comprova sua vocação para inovar e seu comprometimento com a melhoria de vida das pessoas em todo o mundo.

Cronologia

História da Motorola

Em 1928, é feita a fundação da Galvin Manufacturing Co. Já na década de 30, é lançado o primeiro rádio Motorola para carro.

Em 1936, a empresa fornece o primeiro sistema de "rádio patrulha" (ou Police Cruiser), um rádio AM que era ajustado a uma só freqüência para receber transmissões da polícia.

Em 1940, a Motorola lança o primeiro rádio portátil bidirecional destinado ao Exército dos EUA. O faturamento da empresa alcança US$ 9,9 milhões. O número de empregados já chega a 985.

Em 1943, em plena Segunda Guerra Mundial, a Motorola lança o primeiro sistema portátil bidirecional de radiocomunicação em FM, o Handie-Talkie

Em 1949, a semente de toda a competência da Motorola em microeletrônica é lançada neste ano, quando Dan Noble cria o centro de pesquisa e desenvolvimento de Phoenix, Arizona, destinado a explorar o potencial do transístor - cuja invenção havia sido anunciada um ano antes.

Em 1950, as vendas líquidas da Motorola alcançam a marca de US$ 177,1 milhões. O número de empregados sobe para 9.325.

Em 1955, a Motorola cria o pager.

Em 1956, nasce o primeiro auto-rádio transistorizado da Motorola. A empresa torna-se neste mesmo ano produtora de semicondutores para outras empresas, com a fundação da divisão SPS (Semiconductor Products Sector).

Em 1959, a grande sensação do mercado de eletrônica de consumo é o lançamento do primeiro rádio portátil de bolso totalmene transistorizado da Motorola, o X11.

Em 1967, são lançados pela Motorola os primeiros televisores totalmente transistorizados da América, o Quasar.

Em 1969, quando Neil Armstrong se torna o primeio homem a pisar na Lua, suas palavras são retransmitidas à Terra por um transponder projetado e fabricado pela Motorola.

Em 1971, o veículo de exploração lunar Lunarusa utiliza um rádio FM Motorola para estabelecer a ligação entre a Lua e a Terra. Neste ano, a companhia inicia suas operações no Brasil, com escritório de vendas de Semicondutores e representantes na área de comunicação.

Em 1976, fotografias minuciosas das cores da superfície de Marte, tiradas pela Vicking 2, são retransmitidas para a Terra utilizando equipamentos Motorola.

Em 1977, são realizados testes práticos de um sistema experimental de rádio telefone, desenhado pela Motorola, chamado "celular".

Em 1980, as vendas líquidas da Motorola atingem o patamar de US$ 3,09 bilhões e um contingente de 71,5 mil empregados.

Em 1983, inicia-se a comercialização do primeiro sistema celular da companhia, o DynaTAC.

Em 1992, é criada a Motorola do Brasil. Com a inauguração de novo escritório em São Paulo, a companhia expande suas atividades.

Em 1995, a Motorola lança o primeiro Integrated Dispatch Enhanced Network (iDEN), que integra transmissão sem fios, dados e tecnologia de sistema de mensagens. Neste ano, é tomada a decisão de se instalar uma fábrica no Brasil.

Em 1996, a Motorola lança o StarTAC, o menor e mais leve celular do mundo. No mesmo ano, a companhia anuncia uma rede de satélites chamada M-Star, destinada à transmissão global da voz, vídeo e transmissão de dados em alta velocidade. No Brasil, é construída e inaugurada a fábrica de celular em Jaguariúna.

Definido também o projeto Campus Industrial de Jaguariúna.

Em 1998, são inauguradas a primeira fábrica de Pagers da América do Sul, e a primeira fábrica de iDEN (Sistema Integrado Digital), fora dos Estados Unidos. A Motorola integra o consórcio Global Telecom responsável pela Banda B de telefonia celular digital, nos Estados do Paraná e Santa Catarina.

Em 1999, início das operações do Campus Industrial de Jaguariúna que, hoje, reúne as fábricas de celulares, pagers, estações rádio base para rede celular e equipamentos iDEN, um novo conceito integrado de parque industrial. O Campus está localizado em um terreno de 800 mil metros quadrados e 64.500 mil m2 de área construída. Ainda neste ano, Motorola é eleita empresa do ano pela RNT - Revista Nacional de Telecomunicações.

Em 2001, junho, a Motorola é reconhecida pelo melhor atendimento ao consumidor, pela revista Consumidor Moderno. Em outubro, a Motorola transforma o Campus de Jaguaríuna em um condomínio tecnológico na região. Em novembro, lança celular com tecnologia CDMA 1X . Ainda neste ano, a Motorola lidera as exportaçãoes no setor de telecomunicações, fechando com a marca de R$ 690 milhões.

Em 2002, janeiro, o grupo de desenvolvimento de software para aparelhos celulares, Brazil Design Center (BDC) foi certificado como SEI/ CMM Nível 3. Em junho, a Motorola é eleita novamente o melhor atendimento ao consumidor, pela revista Consumidor Moderno. Também é destaque no Anuário Telecom, como empresa de maior faturamento em 2001. Em agosto, recebe o selo Abrinq. Em setembro, lança o primeiro celular colorido do mercado com tecnologia Java.

Neste mesmo mês é eleita melhor empresa do segmento de infra-estrutura celular pela revista World Telecom. Em outubro atinge a marca de 2 milhões de aparelhos iDEN produzidos no Brasil.

Em 2003, a Motorola lança o primeiro celular no mercado com tecnologia BREW. Em março, totaliza investimentos de US$ 230 milhões no Brasil. Em maio, inicia um programa de treinamento em Eletrônica Embarcada. Em junho é eleita, pela terceira vez consecutiva, empresa com o melhor atendimento ao consumidor pela Revista Consumidor Moderno e anuncia o ínicio da produção de rastreadores automotivos Lojack no Brasil. Ainda este mês, promove a formatura do primeiro curso de imersão tecnológica do Centro de Informática da Universidade Federal de Pernambuco e inaugura o Centro de Desenvolvimento Tecnológico da Universidade Federal de Campina Grande.

Em 2004, a Motorola obteve homologação da ANATEL para a Plataforma de Banda Larga sem Fio - Canopy. O Setor de Produtos de Semicondutores torna-se uma empresa independente e ganha novo nome no mercado - Freescale. No mês de Agosto, o mercado brasileiro recebe o primeiro aparelho celular com sistema operacional Windows Mobile, o Motorola MPx220. Um marco em termos de design, em Outubro, a Motorola lança no mercado o MotoRazr V3.

Com apenas 13mm de espessura, torna-se o aparelho dobrável mais fino do mundo.

A Motorola anuncia a sede mundial do Centro de Desenvolvimento e Integração de Software para celulares - Brazil Test Center, com investimentos de US$ 20 milhões na área de Pesquisa e Desenvolvimento. Como reconhecimento de todas as realizações na área de Responsabilidade Social, a Motorola Brasil recebe o Prêmio de Excelência Corporativa da Secretaria do Estado Norte-Americano.

Em 2005, a Motorola Brasil anuncia um investimento de US$ 5 milhões destinados a implantação de dois centros mundiais de Pesquisa e Desenvolvimento para infra-estrutura de telecomunicações. Em Abril, torna-se possível levar sua música a todos os lugares com o lançamento do E398, celular com MP3 player integrado e som estéreo surround.

Brasil

O MERCADO BRASILEIRO É PRIORIDADE DA MOTOROLA

Com um faturamento global da ordem de US$ 31,3 bilhões em 2004, a Motorola é líder mundial em sistemas e serviços eletrônicos avançados. Em 1996, a Motorola tomou a decisão de fazer do Brasil a sua base industrial na América do Sul. Para concretizar este objetivo, a companhia passou a investir maciçamente na implantação de novas unidades fabris e na contratação de mão-de-obra. Os investimentos da Motorola no Brasil tiveram início em 1995 e, até agora, totalizam US$ 492 milhões. Parte deste montante, US$ 240 milhões, foi destinado à construção do Campus Industrial e Tecnológico de Jaguariúna (SP), um novo conceito integrado de parque industrial com linhas de produção flexíveis. Somente em 2004, foram investidos US$ 11 milhões na ampliação da capacidade produtiva.

O Campus da Motorola abriga todas as atuais operações industriais da empresa (celulares, rádios bidirecionais, estações radiobase para rede celular, equipamentos iDEN e rastreadores de veículos). Também estão lá instalados um Centro de Pesquisa e Desenvolvimento de Terminais Celulares em hardware, software, mecânica e desenho industrial, bem como o Brazil Test Center, centro mundial de verificação e integração de software para celulares, e dois centros de desenvolvimento na área de infra-estrutura de redes de telecomunicações.

Desde 1997, o Programa de Desenvolvimento Tecnológico da Motorola já recebeu investimentos de mais de US$ 175 milhões, e a companhia tem atingido resultados significativos ao estabelecer parcerias com as principais universidades do País.O complexo industrial da Motorola Brasil também é considerado grande centro exportador. Em 2004 foram contabilizados US$ 430,5 milhões em exportações para países como Estados Unidos, Argentina, Venezuela e México.No Brasil, a empresa está ainda fortemente presente na comercialização de acesso à Internet e TV por banda larga, cable modems, sistemas automotivos, soluções de telemática, bem como o sistema de banda larga sem fio Canopy, além de desenvolver muitas outras soluções para os mercados corporativo e de comunicação pessoal.A Motorola tem compromisso com a responsabilidade social, de forma a garantir o desenvolvimento sustentável da companhia e do País. Nesta área, o principal pilar é a educação, mas as ações da empresa também abrangem iniciativas sociais e culturais e de meio ambiente. A concepção arquitetônica do Campus Industrial e Tecnológico de Jaguariúna, por exemplo, está totalmente baseada em soluções de preservação ambiental, de forma a minimizar drasticamente qualquer tipo de impacto causado.Ainda na área de meio ambiente, a Motorola foi pioneira com o Programa de Reciclagem de Baterias. Em cinco anos de existência, o projeto já enviou para a empresa francesa SNAM (Societé Nouvelle D’Affinage Des Métaux), responsável pelo trabalho de reciclagem, 100 toneladas de baterias. A companhia mantém 115 postos de coleta pelo Brasil, com urnas espalhadas em todas as assistências autorizadas, lojas de operadoras e empresas privadas que aderiram à campanha e vêm conscientizando a população brasileira.Para ser uma empresa socialmente responsável, a Motorola conta com a ajuda fundamental de seus funcionários.

Durante o ano de 2004, o programa de voluntariado da empresa atendeu a 23 instituições de Jaguariúna e região, em um total de quatro mil pessoas assistidas. Foram 900 voluntários trabalhando por mais de 13 mil horas para garantir uma vida melhor para esta comunidade.A Motorola também contribuiu com US$ 20 mil, além de doações de seis toneladas de roupas e 6,7 toneladas de alimentos. A empresa oferece quatro horas de trabalho mensal para que os funcionários possam desenvolver atividades de voluntariado.Além disso, dentro de suas ações de incentivo ao desenvolvimento cultural brasileiro realizadas por meio da Lei Rouanet, a Motorola apóia este ano dois importantes projetos nacionais. A empresa patrocina a temporada 2005 da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo, considerada hoje a mais destacada orquestra da América Latina, e o Projeto Guri, uma das iniciativas no campo social da infância e da juventude mais aplaudidas e premiadas do País. A companhia também dará continuidade ao Motomix, evento promovido pela Motorola que oferece ao público uma experiência multimídia única e gratuita, misturando diferentes estéticas musicais e visuais e combinando imagens do cinema com apresentações de artistas nacionais e estrangeiros, DJs e VJs. O Motomix teve início em 2003 e em 2004 chegou a sua sexta edição, tendo passado por São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Porto Alegre, com uma média de público de cinco mil pessoas em cada um.Fonte: cellassist.com.brHistória da MotorolaA Motorola é uma das principais indústrias de telecomunicações do mundo. Ela está localizado na cidade de Schaumburg, no estado norte americano de Illinois.Ela fabrica aparelhos de telefone sem fio, vende aparelhos de infra-estrutura de rede sem fio, por exemplo amplificadores de sinal e estações base de telefonia celular de transmissão.

História da Motorola

A Motorola tem sido um líder mundial no fornecimento de comunicações sem fio, automotiva e de banda larga. Tornou-se um líder de comunicações globais movidos pela paixão de inventar e um compromisso contínuo com o avanço da forma como o mundo se conecta.Comunicação

História da Motorola

A Motorola é conhecida pela tecnologia de comunicação através das suas marcas distintivas e muitos avanços tecnológicos. A Motorola se empenha em reunir novas tecnologias, novos mercados e novos talentos para descobrir soluções tecnológicas de amanhã.

Há 80 anos que tem estado na vanguarda das invenções e inovações de comunicação. O DynaTAC foi um mecanismo que ajudou a realizar a transmissão das primeiras palavras na lua e liderar a revolução da comunicação celular foi tarefa realizada pela Motorola. O HDTV, a televisão digital de alta definição é uma das principais conquistas da Motorola. A Motorola é o prestador de serviços e produtos que fornecem telefones celulares, acessórios, telefones sem fio, redes domésticas e muitas mais telefones, acessórios e walkie talkies, entre muitos outros.

Visão da Motorola

História da Motorola

Uma declaração da missão da companhia afirma exatamente o que o negócio é, com a rápida convergência de internet de banda larga e o crescimento da comunicação móvel, a Motorola projetou sua declaração de missão como: “ser o fornecedor líder de produtos inovadores que atendam as necessidades crescentes dos clientes em todo o mundo .

Ela parece cumprir sua missão através da oferta de carteira de tecnologias, soluções e serviços, incluindo serviços de entretenimento digital, sistemas de acesso sem fio, sistemas de voz, comunicação de dados e soluções de mobilidade empresarial que faz possíveis as experiências móveis.

A Motorola tem estado na linha da frente, a fim de atingir seus objetivos. Para isso, lançou uma estratégia para três anos durante o ano de 2008. As estratégias foram a de fazer o trabalho da empresa, inclusive, no que toca a força de trabalho e a conquista de mercados.

Durante o ano de 2008, eles tentaram se esforçar na preparação de seus objetivos; Foi através da avaliação organanização, definição de metas e estratégias da empresa, e alinhamento com os principais interessados, estabelecer uma linha de base para a integração do processo que envolve o ajuste para diversificar conselhos empresariais; através da responsabilidade compartilhada, modificando as estratégias e revisão de planos de ação, a Motorola tem sido capaz de cumprir os objetivos da sua visão.

Fonte: www.culturamix.com

História da Motorola

História da Motorola

Radiocomunicação - o caminho percorrido

1936

História da Motorola

O rádio policial, criado pela Motorola, foi o primeiro rádio AM móvel, programado para receber comunicações policiais. Primeira aproximação da empresa aos produtos de radiocomunicações.

 

voltar 12345avançar
Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal