Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Como Funciona a Televisão  Voltar

Como Funciona a Televisão

Câmeras

A câmera de televisão se assemelha a uma câmera fotográfica. É equipada com uma ou várias lentes e um mecanismo de focalização da imagem formada pela lente sobre uma superfície sensível. Essas superfícies fazem parte dos chamados tubos captadores de imagem, capazes de transformar as variações da intensidade da luz em variações da carga ou corrente elétrica.

Switcher ou comutador de imagens.

Cada um dos botões tem uma finalidade específica, como:

Transmitir a imagem da câmera escolhida;

Sobrepor imagens;

Dar os efeitos especiais.

Por exemplo: há três câmeras e um de mais vídeos conectados ao switcher, operado por um técnico que escolhe as tomadas da câmera 1,2 ou 3do vídeo com material pré-gravado e editado. Agora vai entrar no ar uma propaganda comercial, é o switcher que dá entrada, cortando de uma câmera para outra ou para o VT do comercial.

Para isso, o técnico tem vários monitores de TV, com imagens diferentes, é ele quem vai escolher a imagem que irá ser transmitida.

Microondas

Recebem as imagens e som do swticher (sinais de vídeo e áudio) e enviam-nos ao transmissor, à antena retransmissora. Cada emissora possui sua própria antena ou aluga espaço na antena de outra emissora e instala seus transmissores.

Transmissores

Os sinais que chegam pelas microondas entram no transmissor para serem transformados em sinais radioelétricos que, por meio da antena transmissora, propagam-se no espaço para serem recebidos pelos receptores. Excetuando-se os circuitos especiais necessários para produzir os pulsos de sincronismo e apagamento da varredura e os diferentes equipamentos especiais que se utilizam para examinar ou controlar os sinais a partir da câmera de televisão, todo o resto do sistema de transmissão de televisão lembra o de uma emissora de rádio de amplitude modulada (AM). O equipamento de som em nada se diferencia do utilizado nas emissões de freqüências modulada (FM).

O gerador de sincronismo é o coração da estação de TV. É um aparelho pequeno que une todos os equipamentos da estação, sincronizando-os para um funcionamento harmônico.

O sinal de televisão se compõe das seguintes partes:

1.Uma série de flutuações da intensidade da luz;

2. Uma serie de pulsos de sincronismo que adaptam o receptor à mesma freqüência de varredura do transmissor;

3.Uma serie adicional dos chamados pulsos de apagamento;

4.Um sinal de freqüência modulada (FM) que transporta o som que acompanha a imagem.

Canais

A gama de freqüências de um único sinal de televisão é de aproximadamente 4 MHz ( megahertz). Esses sinais ocupam um espaço 400 vezes maior que a gama completa de freqüências utilizada por uma estação de rádio nas emissões AM.

Os sinais de alta freqüência possuem um alcance relativamente limitado, devido à curvatura da terra. A cobertura total requer muitas estações de televisão.

O satélite artificial constitui outro meio de transmissão de sinais a grandes distâncias. Um repetidor de microondas a bordo do satélite retransmite o sinal para uma estação receptora terrestre.

O elemento mais importante é o outro tubo de imagens, ou cinescópio, que se encarrega de converter os pulsos elétricos do sinal de televisão em feixes coerentes de elétrons que incidem sobre a tela colocada no final do tubo, produzindo luz, assim como uma imagem contínua.

A televisão em cores é obtida mediante a transmissão além do sinal de brilho (ou luminância), de um outro sinal que recebe o nome de crominância, encarregando de transportar a informação em cor.

As imagens de televisão são produzidas pela varredura de um feixe de elétrons que percorre a teia dos tubos das câmeras, captadoras da imagem ou tubos receptores.

História

O primeiro dispositivo adequado para a obtenção das imagens foi o chamado disco Nipkow, patenteado pelo inventor alemão Paul Gottlieb Nipkow em 1884. Mas os primeiros dispositivos realmente satisfatórios foram o iconoscópio, inventado por Vladimir Kosma Zworykin em 1923, e o tubo dissector de imagens, inventado pelo engenheiro de rádio norte-americano Philo Taylor Farnsworth, pouco tempo depois. Em 1926, o engenheiro escocês John Logie Baird inventou um sistema de televisão que incorporava os raios infravermelhos para captar imagens no escuro.

Fonte: www.mundodatv.com.br

Como Funciona a Televisão

Qual é a Melhor TV? Plasma, LCD, LED, Oled ou tubo?

Tecnologia, evolução, construção

LCD (Liquid Crystal Display) É uma tecnologia onde a tela funciona como um anteparo que controla a passagem da luz, para formar a imagem. No TV de LCD, existe uma iluminação traseira (back light) atrás da tela de cristal liquido, feita por uma lâmpada tipo fluorescente.

Como Funciona a Televisão

TV LCD

A tecnologia LCD permite a exibição de imagens monocromáticas ou coloridas e animações em praticamente qualquer dispositivo, sem a necessidade de um tubo de imagem, como acontece com os monitores CRT.

Como indica o nome, as telas de LCD são formadas por um material denominado cristal líquido. As moléculas desse material são distribuídas entre duas lâminas transparentes polarizadas. Essa polarização é orientada de maneira diferente nas duas lâminas, de forma que estas formem eixos polarizadores perpendiculares, como se formassem um ângulo de 90º.

A grosso modo, é como se uma lâmina recebesse polarização horizontal, e a outra, polarização vertical.

As moléculas de cristal líquido são capazes de orientar a luz. Quando uma imagem é exibida em um monitor LCD, elementos elétricos presentes nas lâminas geram campos magnéticos que induzem o cristal líquido a guiar a luz que entra da fonte luminosa para formar o conteúdo visual.

Todavia, uma tensão diferente pode ser aplicada, fazendo com que as moléculas de cristal líquido se alterem de maneira a impedir a passagem da luz.

Em telas monocromáticas (comuns em relógios, calculadoras, etc), as moléculas assumem dois estados: transparentes (a luz passa), opaco (a luz não passa). Para telas que exibem cores, diferentes tensões e filtros que trabalham sobre a luz branca são aplicados às moléculas.

Conforme o controle eletrônico (corrente elétrica) os pontos brilham ou não, ou seja, a imagem é formada pela permissividade ou não de passagem da luz emitida por trás. Sem corrente elétrica, o cristal liquido é transparente. Na presença da corrente, ele se torna opaco. O melhor TV LCD atualmente são os Full HD por exibir a máxima resolução disponivel atualmente para TV.

Vantagens

Baixo consumo de energia

Melhor eficiência comparando-se com os antigos televisores de tubos (CRT)

Menor desgaste da tela (Display)

Este modelo de TV tem custo de manutenção menor do que os televisores de plasma e CRT

Melhor geometria, Tela fina e leve.

Desvantagens

A TV apresenta baixa resolução principalmente em vídeo composto analógico (TV a cabo)

Ângulo de visão reduzido

Iluminação mínima constante das partes pretas, reduzindo o contraste

Falta de uniformidade da luz traseira provocando deformação da imagem.

TVs LCD com tecnologia IPS

A tecnologia IPS foi introduzida nas telas de TVs LCD no ano de 2007. Nas TVs LCD com IPS, os elementos de cristal líquido estão alinhados horizontalmente (paralelos à tela), ao contrário de outros sistemas, conhecidos como VA (Vertical Alignment = alinhamento vertical).

Essa orientação geométrica permite que o sistema ofereça um suporte de 200Hz até 240Hz para a taxa de atualização (contra os 50Hz a 60Hz dos LCDs convencionais) e tenha uma imagem intensa e clara em função do seu pequeno tempo de resposta, ou seja, bem melhor que as TVs LCD sem esta tecnologia.

Essa tecnologia evita o chamado efeito fantasma, caracterizado por embaçamento ou alteração de cores decorrente do chamado afterimage do objeto em movimento que persistia por alguns instantes na tela. Além disso, telas com IPS permitem ângulos bem abertos de visão, chegando a 178º, com cores e nitidez consistentes.

A tecnologia consome aproximadamente 30% menos energia que as telas LCD comuns, uma vez que sua estrutura TFT (Thin-Film Transistor = transistor de filme fino) aumenta a taxa de transmissão de luz, reduzindo os níveis de energia necessários para a iluminação.

Além disso, a LG Display desenvolveu o algoritmo optimal Power Control (OPC), que ajusta automaticamente o brilho de fundo da imagem. A nota ecológica do lançamento é que os produtos IPS não usam chumbo em seu processo de fabricação.

Como Funciona a Televisão

TV de PLASMA

Tecnologia, evolução, construção

Tela formada por células com gás em seu interior, montadas entre duas partes de vidro, que emitem ondas eletromagnéticas quando excitadas pela corrente elétrica. O gás então ionizado pela presença da corrente elétrica se transforma em plasma, emitindo luz.

O brilho da tela é reforçado pela presença de uma camada de fósforos que brilham, excitados pelo plasma.

Vantagens

Emissão de luz pelas células da tela, proporcionando melhor brilho, contraste e resolução

Cenas escuras, com corte de luz

Melhor ângulo de visão

Melhor uniformidade da luz em todas as partes da tela

Desvantagens

Maior índice de desgaste e defeito, devido às fontes para excitar as células

Maior emissão eletromagnética luz ultra-violeta

Aparelho com maior profundidade e mais pesado

Dificuldade de montagem de telas menores do que 40

Como Funciona a Televisão

TV LCD de LED (Led TV)

Tecnologia, evolução, construção

É o mesmo TV de LCD, com uma modificação importante: a iluminação traseira, que no LCD convencional é feita por lâmpadas; no TV com LED, é feita por um painel de diodos emissores de luz, montado atrás do display de cristal Liquido. A tela é a mesma do TV LCD.

Como Funciona a Televisão

Vantagens

Permanece com Baixo consumo de energia

Maior uniformidade da luz traseira

Melhor resolução em vídeo componente e HDMI

Profundidade ainda mais reduzida os Leds ocupam menor espaço do que as lâmpadas (back light)

Desvantagem

Também apresenta baixa resolução em vídeo composto analógico

Como é uma tecnologia nova, o custo ainda está muito alto

Como Funciona a Televisão

TV OLED (Organic Light-emitting diodo)

Tecnologia, evolução, construção

Tela feita por polímeros, com material tipo orgânico, com emissão de luz própria. Pode-se fazer uma analogia com o vaga-lume, cujo estudo deu vida a essa tecnologia. Sistema ainda adotado somente pela Sony.

Vantagens

Emissão e corte de luz pelas próprias células da tela. Não necessita de backlight adicional

Melhor brilho e contraste

Melhor ângulo de visão

Tela fina e flexível

Maior resolução

Baixíssimo consumo

Desvantagens

Custo ainda muito alto.

As telas ainda são reduzidas, não chegando a 40 .

A durabilidade da tela ainda é baixa e depende da evolução dos processos de fabricação.

Como Funciona a Televisão

TV de tubo (CRT- Cathode Ray Tube)

O tubo de imagem é uma montagem em um bulbo de vidro a vácuo, de três eletrodos (catodos) que aquecidos pela corrente elétrica emitem elétrons que são acelerados em direção a uma tela de fósforos.

É necessário circuitos de alta tensão para fazer os elétrons chegarem até a tela, depois de passarem por uma máscara de convergência que corta a maior parte do feixe.

A convergência significa assegurar que o feixe do canal verde atinja somente os fósforos verdes, e a mesma coisa para os feixes vermelho e azul.

Vantagens

Emissão de luz na própria tela de fósforos

Alto brilho e contraste

Boa resolução

Excelente ângulo de visão

Baixo custo atual dos televisores maiores

Desvantagem

Geometria ocupam muito espaço

Emissão eletromagnética

Erros de convergência nos cantos da tela

Desgaste dos catodos provocando variações nas cores e baixa vida útil do cinescópio.

Maior consumo de energia

Agora que você já sabe as vantagens e desvantagens dos modelos de TV só resta escolher a melhor TV LCD, tubo, Plasma, LED ou as OLEDs para o seu ambiente e curtir.

Fonte: www.castroinfonet.com

Como Funciona a Televisão

Televisores Eletrônica e Esquemas

Televisão Principios de funcionamento, estrutura técnica, Esquemas.

A televisão tem um funcionamento técnico diferente para cada um dos Standards TV atualmente utilizados. Os Sistemas Pal, Ntsc e Secam são os sistemas usados globalmente, com alguns destes sistemas a sofrerem algumas adaptações e derivações locais.

Como Funciona a Televisão

Diagrama de Blocos

Sintonizador - Tuner
CAG - AGC
FI - Freq. Intermédia
FI - Freq. Intermédia Aúdio
Saída Aúdio
Luminância
Crominância
Deflexão
Cinescópio - Tubo de Imagem - CRT
Separador de Sincronismo
Osc Vertical
Osc Horizontal
Fonte de Alta Tensão
Fonte de Alimentação
Microprocessador
Circuitos controle - Comandos

Tubo de Imagem - TRC Tubo de Raios Catódicos - Cinescópio

Como Funciona a Televisão

Para que tenhamos uma ideia das voltagens dos diferentes pinos de um CRT(Cinescópio ou Tubo de Raios Catódicos) de um televisor a cores, funcionando em condições normais, estas voltagens são exemplificativas, podem variar do desenho de cada chassis marca e modelo, mas são muito próximas dos valores apresentados. O TRC na presença de circuitos de fontes magnéticas externas pode sofrer magnetização da máscara.

voltar 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 avançar
Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal