Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  História do Computador  Voltar

História do Computador

 

Quem inventou o computador?

História do Computador

Não é uma questão com uma resposta simples. A verdadeira resposta é que muitos inventores contribuiu para a história dos computadores e que um computador é uma peça complexa de máquinas composta de muitas partes, cada uma das quais pode ser considerado uma invenção separada.

O computador como o conhecemos hoje teve o seu início no século 19 com o professor de matemática Charles Babbage.

Ele projetou a Máquina Analítica e foi este projeto que a estrutura básica dos computadores de hoje são baseados.

De um modo geral, os computadores podem ser classificados em três gerações. Cada geração durou durante um certo período de tempo, e cada um deu-nos tanto um computador nova e melhorada ou uma melhoria para o computador existente.

Primeira geração: 1937 - 1946

Em 1937, o primeiro computador digital eletrônico foi construído por Dr. John V. Atanasoff e Clifford Berry. Era chamado de Atanasoff-Berry Computer (ABC).

Em 1943, um nome de computador eletrônico the Colossus foi construído para os militares.

Outros desenvolvimentos continuaram até que, em 1946, o primeiro computador digital de uso geral, o Integrador Numérico Eletrônico e de Computadores (ENIAC) foi construído. Diz-se que este computador pesava 30 toneladas, e tinha 18 mil tubos de vácuo, que foi usado para processamento. Quando esse computador foi ligado para as primeiras luzes fracas em seções de Filadélfia. Computadores desta geração só podia executar uma tarefa, e eles não tinham nenhum sistema operacional.

História do Computador
ENIAC

Segunda geração: 1947 - 1962

Esta geração de computadores transistores em vez de tubos de vácuo, que eram mais confiável usado.

Em 1951, o primeiro computador para uso comercial foi apresentado ao público 0 Computador Automático Universal (UNIVAC 1).

Em 1953, o Internacional Business Machine (IBM) 650 e 700 computadores da série deixaram a sua marca no mundo da informática. Durante esta geração de computadores mais de 100 linguagens de programação de computador foram desenvolvidos, os computadores tinham sistemas de memória e de operação. Mídia de armazenamento, tais como fita e disco estavam em uso também foram impressoras para saída.

Terceira geração: 1963 - presente

A invenção do circuito integrado nos trouxe a terceira geração de computadores.

Com esta invenção tornou-se menor computadores, mais potente e mais fiável que eles são capazes de executar vários programas diferentes ao mesmo tempo.

Em 1980 Disk Operating System Microsoft (MS-DOS) nasceu e em 1981 a IBM introduziu o computador pessoal (PC) para uso doméstico e escritório. Três anos depois, a Apple nos deu o computador Macintosh com seu ícone interface orientada e dos anos 90 deu-nos do sistema operacional Windows.

FUNDAMENTOS DO COMPUTADOR

Um computador é uma máquina eletrônica que aceita dados, armazena e processa dados em informações. O computador é capaz de trabalhar porque há instruções em sua memória dirigindo.

As partes do computador que você pode ver e tocar, como o teclado, monitor e mouse são chamados de hardware. As instruções que direcionam o computador são chamados de software ou programa de computador.

Os dados que são fatos brutos que você o usuário entrar no computador é chamado de entrada. Isso inclui; palavras, números, sons e imagens. Quando os dados são inseridos no computador, o computador processa os dados para a produção de informações que é a saída. Por exemplo, entra-2 + 2 para o computador como dados, o computador processa e o resultado é que é 4 informação.

HARDWARE DO COMPUTADOR

Você já aprendeu que um computador tem peças eletrônicas e mecânicas conhecidas como hardware.

Hardware também inclui dispositivos de entrada, dispositivos de saída, unidade de sistema, dispositivos de armazenamento e dispositivos de comunicação. Sem estes componentes não seria capaz de usar o computador.

1. Um teclado

Você utiliza o teclado para digitar letras, números e símbolos para o computador.

Para entrada de dados através da digitação.

O teclado é dividido em 3 partes: teclado alfanumérico (semelhante ao de uma máquina de escrever), teclado numérico (semelhante à uma calculadora) e teclado de controle (formado por um grupo de teclas, que isoladamente ou em conjunto com outras teclas, executam comandos ou funções específicas, como as teclas <Shift>, <Ctrl>, <Alt>, entre outras...)

2. A Mouse

A mouse é um dispositivo apontador que tem um ponteiro que muda em diferentes formas como você usa o mouse.

Você cliqua com o mouse, pressione e solte o botão.

Esta ação permite que você insira os dados ao usar um mouse.

Também conhecido como dispositivo apontador. Serve para apontar e selecionar uma das opções possíveis que aparecem na tela.

Existem diversos tipos de mouse, mas o modelo mais comum tem o formato de um ratinho, por isso o nome em inglês: "mouse".

Como dispositivo apontador, também encontramos os trackball, (que são um mouse invertido, ou seja, ao invés de rolarmos o mouse pela mesa, simplesmente, giramos sua bolinha com a mão movimentando o cursor na tela), track point, que é composto de um ponto no meio do teclado (geralmente em notebooks), touch pad, ou mouse de toque (onde ao movimentarmos o dedo sobre uma "pequena placa", movimentamos o cursor na tela) e os mouses em forma de caneta que tem o mesmo formato de uma caneta (geralmente encontrado em palm tops).

3. A Scanner

Este dispositivo de entrada de cópias a partir de papel para o computador.

Trata-se de um dispositivo que serve para transferir desenhos, fotos e textos para o computador.

O scanner pode ser de dois tipos: scanner de mão, o qual é parecido com um mouse bem grande e que devemos passar por cima do desenho/texto a ser transferido para o computador e scanner de mesa, muito parecido com uma máquina de xerox, onde devemos colocar o papel e abaixar a tampa para que o desenho seja então transferido para o computador.

4. Microfone

O microfone é normalmente usado para entrada de voz no computador, pois através dele podemos gravar sons, transmitir a nossa voz pela internet ou mesmo "ditar" um texto para o computador, utilizando um dos programas mais recentes de reconhecimento de voz.

5. A Camera Digital

A câmera digital permite que você tire fotos que você pode inserir em seu computador.

6. A Câmara PC Video

A câmera de vídeo do PC permite que você faça vídeo e imagens que você pode inserir em seu computador.

Dispositivos de saída

Um dispositivo de saída é qualquer componente de hardware que fornece informações para o usuário.

Lina do Tempo - Evolução

Ano Inventores Descrição do Evento
1936 Konrad Zuse - Computer Z1 Konrad Zuse - Z1 Computer
Primeiro computador programável.
1942 John Atanasoff e Clifford Berry
computador ABC
Quem foi o primeiro na biz computing
nem sempre é tão fácil como ABC.
1944 Howard Aiken & Grace Hopper
Harvard Mark I Computer
O computador Harvard Mark 1.
1946 John Presper Eckert e John W. Mauchly
ENIAC 1 Computador
20.000 tubos de vácuo mais tarde ...
1948 Frederic Williams & Tom Kilburn
Manchester bebê Computer & The Tube Williams
Tubo turno Williams nas memórias.
1947/48 John Bardeen, Walter Brattain e William Shockley
o transistor
Não é um transistor de um computador, mas esta invenção
grandemente afetada a história dos computadores.
1951 John Presper Eckert e John W. Mauchly
Computer UNIVAC
Primeiro computador comercial e
capaz de escolher os vencedores presidenciais.
1953 Máquinas De Negócios Internacionais
IBM 701 EDPM Banners de computador.
IBM entra em 'A História da Informática'.
1954 John Backus & IBM
Programação Fortran Linguagem Informática
A primeira linguagem de programação
de alto nível de sucesso.
1955
(Nos EUA, 1959)
Stanford Research Institute, Bank of America e General Electric
ERMA e MICR
O primeiro computador indústria bancária - também MICR
(reconhecimento de caracteres de tinta magnética)
para a leitura de cheques.
1958 Jack Kilby e Robert Noyce
O Circuito Integrado
Também conhecido como 'The Chip'
1962 Steve Russell & MIT
Spacewar jogo de computador
O primeiro jogo de computador inventado.
1964 Douglas Engelbart
Computer Mouse & Windows
Apelidado de rato, porque a cauda saiu o fim.
1969 ARPAnet O original da Internet.
1970 Memória Intel 1103 Computer Primeiro chip dinâmica disponível do mundo RAM.
1971 Faggin, Hoff & Mazor
Intel 4004 Computer Microprocessador
O primeiro microprocessador.
1971 Alan Shugart & IBM
O "Floppy" Disk
Apelidada de "Floppy" por sua flexibilidade.
1973 Robert Metcalfe & Xerox
A Redes de Computadores Ethernet
Networking.
1974/75 Scelbi & Mark-8 Altair & IBM 5100
Computadores
Os primeiros computadores de consumo.
1976/77 Apple I, II e TRS-80 e
Commodore PET Computadores
Mais computadores primeiros consumidores.
1978 Dan Bricklin e Bob Frankston
VisiCalc Software Spreadsheet
Qualquer produto que se paga em duas semanas
é um vencedor infalível.
1979 Seymour Rubenstein & Rob Barnaby
Software WordStar
Processadores de texto
1981 IBM
O IBM PC - Home Computer
A partir de uma "Acorn" cresce a revolução
do computador pessoal
1981 Microsoft
Sistema MS-DOS Computer Operating
A partir de "rápida e suja" vem do
sistema operacional do século.
1983 A Apple Computer Lisa O primeiro computador em casa com uma GUI,
interface.r gráfica do usuário
1984 Computador Apple Macintosh O computador de casa mais acessível,
com uma GUI.
1985 Microsoft Windows Microsoft começa a guerra amigável
com Apple.
1989 Microsoft expande A Microsoft fez um programa que é compatível com
computadores IBM. Este deixar as pessoas mais entrar
em contato com o programa agora conhecido.
1991 A internet como a conhecemos Tim Berners Lee surgiu com a World Wide Web.
Ele começou a revolução do computador.
1991 O laptop entra em jogo O primeiro computador portátil do Powerbook 100 saiu.
Havia outros computadores portáteis antes disso, mas
eles foram muito desajeitado e caro.
1996 Ampla Convenção Mundial A primeira convenção internet foi realizada.
1996 Computadores Mini Nokia introduziu um telefone que tem capacidades de
internet. Isto começou uma revolução de dispositivos que
foram pequenos computadores portáteis.

Bits & Bytes

Bit - é a menor unidade de dado do computador, podendo assumir um dos dois valores 0 ou 1, sendo que, se o nível de energia for baixo assumido é 0 e se o nível de energia for alto o valor assumido é 1. Se desejarmos representar números maiores, deveremos cominar bits em palavras.
Byte -
é um conjunto de 8 bits, formando segundo uma seqüência que representa um caracter. Pode-se fazer uma correspondência biunívoca entre cada número decimal (0 a 9), as letras maiúsculas e minúsculas (A até Z), os símbolos matemáticos, a pontuação, etc, com um respectivo byte.
Kilobyte ou Kbyte ou Kb
- um Kbyte corresponde a 210 bytes ou seja, 1024 bytes. Ex.: um microcomputador antigo tipo PC-XT possuía 640 Kbytes de memória, ou seja, 655.360 bytes de memória, porque: 640 Kb x 1024 bytes = 655.360 bytes. Isto quer dizer que ele poderia ter na sua memória até 655.360 caracteres.
Megabyte ou Mbyte ou Mb
- um Mbyte corresponde a 1024 Kbytes, 1.048.576 bytes.
Gigabyte ou Gbyte ou Gb
- um Gbyte corresponde a 1024 Mbytes.
Terabyte ou Tbyte ou Tb
- um Tbyte corresponde a 1024 Gbytes.

Hardware e Software

Hardware: é o nome dado ao conjunto de dispositivos (componente físicos) que formam o computador, isto é, a máquina propriamente dita.
Software:
é o nome dado aos programas de um computador, ou seja, o conjunto ordenado de instruções, expresso em linguagens especiais e compreensíveis para a máquina, para que ela possa executar as operações que desejamos.

Tipos de Computadores Padrão PC

Existem vários tipos de computadores:

"Mainframes", que são computadores de grande ou médio porte, utilizados em grandes empresas;
Minicomputadores;
Microcomputadores, também conhecidos como "desktop", os quais existem de diversos modelos e tipos, como PC, Macintosh e Power PC;
Portáteis, como os laptops, notebooks, mini-notebooks, handhelds, notepads e palm tops.

Profissões de Informática

A área da informática tem se desenvolvido enormemente, quase, como a quantidade de programas e equipamentos existentes no mercado, isto é, as profissões ligadas à area de informática hoje em dia são inúmeras e estão aumentando cada vez mais...

No início da era da computação as profissões eram basicamente 4: analista, programador, operador e digitador.

Vejamos hoje em dia, algumas das profissões que despontam no mercado:

Digitador: Pessoa treinada em digitação de dados, num determinado sistema, com rapidez em datilografia.
Operador de Microcomputador, de Computador ou de Terminal:
Pessoa treinada para operar determinado equipamento de processamento de dados. Formação: 1º Grau.
Programador:
Pessoa habilitada em programação com uma ou mais linguagens de programação.
Formação:
Superior ou Técnico.
Analista de Sistemas:
Pessoa com habilitação em Análise e Programação de Computadores. Dever ter formação superior ou ser especialista em uma determinada atividade da empresa.
Gerente de CPD:
Pessoa escolhida pela diretoria da Empresa, com longa experiência em Análise de Sistemas e conhecedor das atividades principais da empresa. Deve ter aptidão para a liderança e ser profundo conhecedor dos equipamentos e das atividades do CPD - Centro de Processamento de Dados (hoje em dia poucas empresas possuem um CPD).
Técnico:
Pessoa capacitada em eletrônica que monta e conserta computadores (mexe somente com a parte de hardware).
Consultor:
Presta assessoria na área de informática.
Engenheiro de Software:
Conhece amplamente as linguagens de programação de baixo nível (código de máquina) e cria softwares aplicativos de controle e genéricos.
Especialista em Sistema de Informação:
Pessoa capaz de adquirir, organizar, desenvolver e gerenciar serviços, sistemas e recursos da tecnologia de informação para uso em processos organizacionais.
Web Designer:
Desenvolve homepages para a internet.
Web Master:
Cuida da manutenção de sites na internet (trabalha no provedor de acesso à internet).
Desenvolvedor de Sites:
Cabe-lhe desenvolver e tornar um site competitivo no mercado. Precisa ter conhecimento técnico afiado, criatividade e conhecimento profundo do negócio da empresa, deve também saber mudar de acordo com a vontade do cliente.
Programador de Internet:
Cria programas para uso na internet, mas deve ter um conhecimento a fundo das linguagens de programação para a web e também a utilização de objetos distribuídos, para compor uma tecnologia que suporte o crescente aumento de usuários da web.
Produtor Executivo para a Web:
É também conhecido como arquiteto de soluções, projeta sites, alinha os custos e apresenta soluções para construir sistemas para a internet, além de cuidar também do back office.
CIO - Chief Internet Officer:
Nada mais é do que diretor da Web, ou executivo de e-business. Necessita entender como funciona cada tecnologia do mundo cibernético e como transformá-la em diferencial estratégico de negócios. Não precisa ser especialista em nada, mas tem que entender de marketing e planejamento estratégico.
Executivo de Comércio Eletrônico:
Pessoa com tino comercial, conhecimento de tecnologias de internet e de sistemas de ERP, supply chain, CRM, logística e métodos de relacionamento com clientes.
Expert em Segurança de Sites:
Também conhecido como Web Security (são hacker do bem), deve planejar e implantar a política de segurança que será adotada pela empresa para manter seu site longe de hackers e crackers. Precisa entender de várias tecnologias, como os programas de firewall e de criptografia, protocolos de rede, roteadores, switches e programas usados para entrar à força nos sites.
DBA Administrador de Banco de Dados para a Web:
Pessoa especista em banco de dados voltados para a Web, seja para o e-commerce (comércio eletrônico), como para os portais e sietes de busca. Precisa conhecer as novas linguagens tanto do lado do servidor, quanto do lado do cliente.
CKO Chief Knowledge Offecer:
Ou seja, Diretor de Conhecimento, pessoa que administra o capital intelectual da empresa. Precisa entender de tecnologia, de internet, intranet, banco de dados e linguagem SQL, deve também conhecer completamente o negócio e o mercado que a empresa atual.
Especialista em Conectividade:
Pessoa que presta serviços em redes corporativas. Deve verificar sistemas que possam ser programados para mudar de rota ao aparecer um defeito na rede.
Arquiteto de Interface para Internet Móvel:
Cria interfaces para web móvel, ou seja, internet para celulares e palms. Há a necessidade de conhecer a fundo o hardware (no caso, os palms e celulares) e as linguagens de programação para esse equipamento, além de estar sempre por dentro das novas tecnologias.
Especialista em Recuperação de Desastres:
Pessoa capaz de colocar tudo de volta no ar, o mais rápido possível, após um ataque de vírus ou de crackers a um site.
Arquiteto de Interface para Internet Móvel:
Cria interfaces para web móvel, ou seja, internet para celulares e palms. Há a necessidade de conhecer a fundo o hardware (no caso, os palms e celulares) e as linguagens de programação para esse equipamento, além de estar sempre por dentro das novas tecnologias.
Caçador de Piratas e Fraudadores:
Pessoa capaz de encontrar fraudadores e sites piratas.
Programador de TV Interativa:
Pessoa especializada em integrar conteúdo de internet e comércio eletrônico com programas de TV que sejam divertidos e que prendama a atenção do telespectador.

Fonte: people.bu.edu/www.widesoft.com.br

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal