Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Armas  Voltar

ARMAS do samurai

A espada era a alma do samurai. Muito mais que uma simples arma, era a extensão do corpo e da mente. As espadas dos samurais eram finamente forjadas em seus detalhes, desde a ponta, até a curvatura da lâmina era trabalhadas cuidadosamente . Assim, os samurais virtuosos faziam de sua espada uma filosofia, um caminho para as suas vidas. A espada não era vista simplesmente como um instrumento capaz de matar, mas como um instrumento capaz também de "dar vidas" no sentido em que era uma auxiliar da justiça no governo. A espada ultrapassava seu sentido material; simbolicamente, era como um instrumento capaz de "cortar" as impurezas da mente.

ARMAS do samurai

Havia ainda uma crença entre os samurais: a de que a espada do samurai, com o passar do tempo, ganhava a "personalidade" de seu manejador. Assim, uma espada acostumada a matar pessoas iria ter a necessidade de sempre matar mais e mais; uma espada acostumada com a justiça, não cometeria atos covardes.

Todos os samurais e ronin portavam um "daishô" em suas cinturas, que era um par de espadas composto por uma "katana" e uma "wakizashi". Alguns utilizavam uma faca, mas com um acabamento tão fino quanto o de uma katana, o "tanto", que eram ocultadas em seu kimonos para emergências. Na foto ao lado você pode ver uma katana, a espada mais longa; sua lâmina mede cerca de 60 cm e o cabo cerca de 20 cm, o suficiente para ser empunhada com as 2 mãos. A wakizashi é a espada curta; sua lâmina mede cerca de 40 cm, e seu cabo cerca de 15 cm, para ser empunhada com uma mão apenas.

Mas os ninjas, tinham outra filosofia. Suas armas não eram tão importantes quanto eram para os samurais convencionais, pois eram apenas ferramentas. Além disso, o ninja não tinha treinamento para se defrontar com inimigos de frente. Seu armamento era mais furtivo.

Note que a lâmina das espadas ninjas eram retas, diferentemente das lâminas das espadas normais. Isso era para que o movimento do golpe não fizesse ruído algum e seu ocultamento no corpo fosse facilitado.

Uma grande marca registrada dos ninjas eram as shakens (ou shurikens), as famosas "estrelinhas ninja", popularmente conhecidas. Uma lâmina esférica dos mais variados tipos de formas e muitas vezes decoradas com símbolos, tigres ou seres mitológicos. Os ninjas possuiam uma precisão mortal com shurikens; alguns chegavam a lançar até 3 de uma só vez. Alguns ninjas também as molhavam com veneno, para que o efeito fosse ainda melhor.

Outra arma muito conhecida no ocidente é o Nunchaku. Ele veio da China em navios e caravanas. Assim, eram encontrado frequentemente em portos, utilizados por marinheiros. Apesar de bastante simples, o nunchaku é um instrumento medonho. Sabe-se que um nunchaku normal de 2 kg, é capaz de produzir uma pancada de cerca 700 kg de impacto, o suficiente pra quebrar qualquer osso do corpo humano.

Uma arma japonesa bastante peculiar é o "Sai". Uma arma puramente defensiva: seu manejo visava o desarmamento do inimigo. Utilizada aos pares, podia ser afiada ou não, isso não importava, pois era uma arma curta demais para se tentar um golpe. Era utilizada largamente por camponeses para se defenderem de samurais e bandidos, pois lhes era proibido o uso de espadas (privilégio dos samurais).

Esse é um exótico nunchaku de 3 bastões, muito utilizado no Kung-Fu, que exige mais habilidade do manejador do que o nunchaku comum. Inicialmente, os nunchaku não eram utilizados como armas. Eram utensílios domésticos, destinados a amassar legumes, carnes, etc. Posteriormente descobriu-se nele esse poder bélico.

A arma ao lado é o facão chinês, muito popular entre os praticantes do Kung-Fu. Note os panos, verde e vermelho, amarrados ao cabo da espada. Ao derrotar o seu adversário, o manejador da arma utilizava-se desses panos para limpá-la do sangue. Além dessa função, os panos ajudavam o praticante pois contribuam para a distração do adversário, que se prendia no rápido movimento das cores enquanto levava um golpe fatal.

Os leques sempre foram símbolos da delicadeza e da elegância em várias culturas. Entretanto, esse leques especiais eram feitos com barras de aço, tornando-se assim uma arma peculiar e fatal, que podia servir de bloqueio contra espadas e lanças. Era útil por ser uma arma sem aparência hostil.

Essa é a armadura do samurai. Era formada por placas de aço laqueadas, que se sobrepõem parcialmente umas sobre as outras e são unidas por meio de cordões coloridos. O samurai comum usa um manto sobre a armadura, chamado hitatare. A maioria das pessoas, ao ouvir falar em samurais, já imaginam japoneses vestidos nessas proteções, o que é um equívoco. Os samurais apenas utilizavam essas armaduras quando em guerras, pois elas eram muito pesadas. Eles não as vestiam no cotidiano, sem um motivo especial.

As armaduras usadas durante esses conflitos geralmente traziam em bandeiras, ou estampadas nelas, o símbolo do clã a que pertencia o samurai ou até mesmo a bandeira do Japão. Pela aparência dela era possível distiguir a condição hierárquica de seu usuário. Apesar de serem ótimas para combates individuais, as armaduras não eram propícias para rápidos movimentos de tropas, razão porque elas eram mais utilizadas pelos samurais à cavalo. As "asas" no topo do elmo eram destinadas a desviar golpes de espada. Alguns elmos também possuíam máscaras demoníacas e/ou bigodudas, o que dava um aspecto ainda mais agressivo ao samurai.

Fonte: www.tees.ne.jp

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal