Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  História do Lançamento de Dardo  Voltar

História do Lançamento de Dardo

O atletismo é um esporte pouco trabalhado na maioria das escolas, durante as aulas de Educação Física. Em pesquisa realizada por Silva (2005) observou-se que um dos maiores motivos apontados pelos professores de Educação Física para que isso ocorra, é a falta de infra-estrutura das escolas.

Entretanto, é preciso salientar o fato de que, na maioria das vezes, o atletismo é visto apenas como um esporte de alto rendimento, que possui regras rígidas, muitas normas a serem seguidas e movimentos técnicos precisos que comprometem, muitas vezes, a participação de alguns alunos, sobretudo daqueles vistos como “menos habilidosos” por parte de alguns professores de Educação Física que, numa atitude preconceituosa, se esquecem do real significado de educar (Silva, 2005).

A história do atletismo é, sem dúvida, um dos aspectos que merecem ser conhecidos, sobretudo em aulas de Educação Física. Nesse sentido, a história de cada uma de suas provas – dentre as quais, o lançamento do dardo - deveriam integrar o plano de atividade dos professores dessa área.

Ainda que pouco conhecida, a história do lançamento do dardo, por exemplo, revela ser essa uma prova muito antiga. Oriunda de atividades que em outros tempos estiveram vinculadas à guerra e à caça, utilizada como arma de combate, o lançamento do dardo foi, pouco a pouco, se tornando uma prova esportiva.

Sabe-se, por exemplo, que a prova de lançamento do dardo era praticada por meio de duas diferentes modalidades: o lançamento do dardo à distância (devendo cair em uma área delimitada) e o lançamento do dardo em um alvo predeterminado (que acontecia geralmente em cima do cavalo, e o cavaleiro deveria acertar o alvo a partir de um ponto ou uma distância).

A prova é uma das mais antigas do atletismo, sendo disputada inclusive nos Jogos Olímpicos da Grécia Antiga. Nesse sentido, o objetivo deste trabalho consiste em revelar o contexto histórico do lançamento do dardo, contribuindo subsídios para o seu ensino na escola, em aulas de Educação Física.

Por meio delas será possível observar, por exemplo, as mudanças na estrutura da prova as quais interferiram, sobretudo, na melhora dos resultados das competições.

Assim, é proposto o ensino do lançamento do dardo a partir de sua história, direcionado ao trabalho do professor de Educação Física, visto que são raros os trabalhos de pesquisa referentes à sua origem e modificações, principalmente, no âmbito escolar.

OBJETIVO

Este trabalho tem como objetivo resgatar a história do lançamento do dardo como subsídio para o seu ensino na escola, onde deveria ser trabalhada como parte do conteúdo de atletismo a ser desenvolvido em aulas de Educação Física.

METODOLOGIA

Com base em pesquisa bibliográfica, pautada em livros e artigos de diferentes acervos, bem como de informações veiculadas por web sites nacionais e internacionais, procuraremos reunir os principais dados acerca da história do lançamento do dardo, organizando um material capaz de contribuir com o ensino desse conteúdo em aulas de Educação Física.

RESULTADOS

Por meio da guerra e da caça, na Antiguidade, surgiu-se a idéia da prova do lançamento do dardo, que mais tarde tornou-se uma prova de lançamento do dardo à distância, com um alvo predeterminado como objetivo principal. Parte integrante da prova do pentatlo nos Jogos Olímpicos da Antiguidade, o lançamento do dardo à distância foi incorporado à programação do atletismo masculino e feminino, nos Jogos Olímpicos da Era Moderna.

História do História do Lançamento de Dardo
Fig. 01: Lançamento do dardo em um alvo predeterminado

Mais precisamente identificamos que o lançamento do dardo masculino foi disputado, pela primeira vez, nos Jogos Olímpicos de Londres em 1908, em que o primeiro campeão foi Eric Lemming, da Suécia.

O lançamento do dardo feminino estreou nos Jogos Olímpicos de Verão de 1932, em Los Angeles, tendo como primeira campeã olímpica Babe Didrikson, dos EUA. O implemento utilizado nesta prova era de madeira e seu tamanho era de aproximadamente da altura de um homem, com uma ponta em sua extremidade.

Na Era Moderna, o lançamento do dardo surgiu pela primeira vez nos Jogos Olímpicos de Londres, em 1908, quando o primeiro campeão foi Eric Lemming, da Suécia. A prova femina só estreou nos Jogos Olímpicos de Verão de 1932, em Los Angeles, sendo que sua primeira campeã olímpica foi a americana Babe Didrikson, com a marca de 43 metros e 68 centímetros.

História do História do Lançamento de Dardo
Fig. 02: Eric Lemming antes da prova do lançamento do dardo.

História do História do Lançamento de Dardo
Fig. 03: Babe Didrikson na prova do lançamento do dardo.

A principal diferença entre o dardo utilizado na Grécia Antiga e o dardo moderno era a ankýle (ancile), uma tira de couro que formava um laço, atado no centro de gravidade do dardo, auxiliando a segurá-lo, conforme ilustra a figura abaixo:

História do História do Lançamento de Dardo
Fig. 04: Imagem da Ankýle (ancile)

Depois de várias modificações, o dardo passou a ser composto por três partes, a saber: cabeça, corpo e empunhadura, conforme a seguinte ilustração:

História do História do Lançamento de Dardo
Fig. 05: Dardos oficiais em carbono ou aço para treinamento.

O atual detentor do recorde olímpico masculino é o ex-atleta tcheco Jan Zelezny, com a marca de 98,48 metros, atingida em 1996, além de ser, também, o detentor do recorde olímpico, conquistado nos Jogos Olímpicos de Sydney de 2000, com a distância de 90,17 metros. Zelezny conseguiu, 52 lançamentos de mais de 90 metros, ao longo de sua carreira.

 

História do História do Lançamento de Dardo
Fig. 06: Jan Zelezny durante o lançamento do dardo

Já a atual recordista mundial feminina é a também tcheca, Barbora Spotáková, com a marca de 72,28 metros, alcançada em 2007. Entretanto, a atual detentora do recorde olímpico, é a norueguesa Trine Hattestad, que, em 2000, atingiu a distância de 68,91 metros.

Esses, entre outros dados, integram a história da prova do lançamento do dardo, a qual, certamente, merece ser conhecida e trabalhada em aulas de Educação Física.

História do História do Lançamento de Dardo
Fig. 07: A atleta Barbora Spotáková, detentora do recorde mundial

História do História do Lançamento de Dardo
Fig. 08: A atleta Trine Hattestad, detentora do recorde olímpico.

CONSIDERAÇÕES FINAI

Com base no resgate da história do lançamento do dardo procuramos realçar algumas de suas modificações técnicas e estruturais ao longo dos anos. Com isso, esperamos subsidiar o trabalho do professor de Educação Física em suas aulas, fornecendo-lhe um registro acerca do desenvolvimento dessa prova, auxiliando-o a ensinar o atletismo a partir de sua história.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE ATLETISMO: REGRAS OFICIAIS DE ATLETISMO
2004-2005, Rio de Janeiro: Sprint 2004
GOOGLE IMAGENS. Eric Lemming Disponível em:
http://72.img.v4.skyrock.com/72e/athleteslegende/pics/326308406_small.jpg Acesso em:
24/08/2009.
GOOGLE IMAGENS. Babe Didrikson Disponível em:
http://www.cbc.ca/gfx/images/sports/photos/2008/05/06/1932_didrickson.jpg Acesso em:
25/08/2009.
GOOGLE IMAGENS. Dardo Disponível em: http://www.aesportiva.com.br/catalogo/imagens/1-
cat-08-atletismo%5CA-5-dardos-G.jpg Acesso em: 31/03/2009.
GOOGLE IMAGENS. Jan Zelezny Disponível em:
http://www.spikesmag.com/Images/460x260_Jan%20Zelezny_200904151158.jpg Acesso em
25/08/2009.
GOOGLE IMAGENS. Barbora Spotáková Disponível em:
http://www.team75plus.com/vvfiles/d/dcb19ea12f10330a9c61629177d7e867.jpg Acesso em
26/08/2009.
GOOGLE IMAGENS. Trine Hattestad Disponível em:
http://www.vg.no/images/2000/9/30/970312375.jpg Acesso em 26/08/2009.
SILVA, A.C.L. O atletismo em aulas de Educação Física: pesquisa com professores da Rede
Pública de Rio Claro. 2005. 67f. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Educação
Física) - Instituto de Biociências, Universidade Estadual Paulista, Rio Claro.
WIKIPEDIA. Jan Zelezny. Disponível em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Jan_Zelezny Acesso em:
24/08/2009.
WIKIPEDIA. Lançamento do Dardo Disponível em:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Lan%C3%A7amento_do_dardo Acesso em: 11/08/2008
YALOURUS, N. Os jogos olímpicos na Grécia Antiga. Atenas: Ekdotike Athenon S.A., s.d., 2004

Fonte: prope.unesp.br

História do História do Lançamento de Dardo

O LANÇAMENTO DO DARDO

A história do lançamento do dardo, pode ter sua origem na pré-história. Empregado, inicialmente na caça e, posteriormente na guerra, como arma de combate.

É uma das provas mais antigas do atletismo, sendo disputada nos Jogos Olímpicos da Velha Grécia.

Nos Jogos Olímpicos da era moderna, a primeira menção que se tem do dardo data de 1886, quando o sueco A. Wiger estabeleceu o primeiro recorde mundial, com a marca de 33.81 metros.

Como esporte internacional seu aparecimento se verificou em 1906, durante os Jogos Olímpicos de Atenas, onde outro sueco, Eric Kleinning, saiu vencedor, com 53,89 metros.

Dentro deste predomínio passou para os finlandeses, com o surgimento de verdadeiros campeões, como Eino Pentila e Matti Jarvineu.

Bud Helder foi o primeiro norte americano a estabelecer um recorde mundial, em 1953, com 80,41 metros.

Ele e seu irmão Dicck em 1952 desenharam um dardo com 27% de comprimento a mais, com relação ao sueco, o qual dava um maior deslizamento.

O vencedor olímpico de 1976, húngaro M. Nemeth, obteve a marca de 94,58 metros (notável em relação aos primeiros recordes) após a normalização do dardo.

Hoje também os soviéticos se destacam, além dos americanos. Tanto isto é verdade que o dardo foi lançado por um russo há mais de 104,00 metros, um feito realmente fantástico ainda mais considerando-se que marca dos 100 metros não seria atingida ainda neste século.

Isto porém trouxe um problema: o perigo que o dardo poderia oferecer, devido a demanda de espaço cada vez mais crescente.

Desta forma, um novo dardo foi desenhado com uma aerodinâmica que lhe permite descer mais rápido, atingindo obviamente uma distância menor com relação ao antigo.

Fonte: adect2.no.sapo.pt

voltar 123avançar
Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal