Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Lançamento de Dardo - Página 2  Voltar

Lançamento de Dardo

REGRAS DO LANÇAMENTO DO DARDO E ARREMESSO DE BOLA

Local da Competição

Lançamento de Dardo

A prova do lançamento do dardo disputa-se na pista de atletismo, numa zona específica que compreende uma pista de balanço com 4 metros de largura e 30 a 36,5 metros de comprimento, assim como um sector para a queda. O lançamento é feito da pista de balanço, atrás de um arco de círculo traçado com um raio de 8 metros.

O Engenho

O dardo é constituído por três partes, a cabeça, o corpo e uma pega de corda. O lançamento do dardo é introduzido no escalão de Infantis, e em sua substituição, os benjamins fazem o arremesso da bola. Os pesos dos dardos são os seguintes:

Lançamento de Dardo

Principais regras de um concurso

O atleta tem de empunhar o dardo pelo encordoamento e tem de o lançar por cima do ombro.

Os estilos não ortodoxos são interditos, não podendo o dardo ser lançado como uma funda, arremessado ou usar técnicas em rotação.

Num concurso de lançamento do dardo cada atleta tem três tentativas, após as quais os oito atletas com melhores marcas têm direito a mais três ensaios pela ordem inversa da classificação. Vence a prova o atleta que obtiver o melhor resultado em qualquer uma das seis tentativas. Em caso de empate, desempata o segundo melhor resultado e assim sucessivamente.

A medição de cada lançamento é feita após o mesmo, desde o local onde a ponta metálica do dardo tocou no solo pela primeira vez, até à margem interna do arco, ao longo de uma linha que vai desde o local do contacto até ao centro do círculo do qual o arco faz parte.

O lançamento é considerado nulo se o atleta após iniciar o seu lançamento tocar nas linhas que limitam a pista de balanço, ou fora desta, se o dardo cair fora do sector de queda, se o dardo não tocar primeiro no solo pela ponta da cabeça de metal, se o atleta abandonar o corredor antes de o engenho cair no solo, se o atleta rodar as costas antes de lançar o dardo ou se o atleta abandonar o corredor de balanço para a frente das linhas brancas existentes lateralmente no final do corredor.

A TÉCNICA DO LANÇAMENTO DO DARDO

Lançamento de Dardo

O Lançamento do Dardo divide-se em quatro fases: PREPARAÇÃO, CORRIDA DE BALANÇO, LANÇAMENTO e RECUPERAÇÃO. Por sua vez a corrida de balanço podese subdividir em corrida frontal e corrida lateral.

Características Técnicas mais importantes

PREPARAÇÃO:

Na fase de preparação o atleta deve dirigir-se para o corredor de balanço e pegar no engenho.

A pega deve ser confortável e descontraída, colocando o dardo na mão na diagonal, com a palma da mão virada para cima e pegando no dardo com o polegar e o indicador ou com o polegar e o dedo médio, pois são as pegas mais usuais.

CORRIDA DE BALANÇO

Corrida frontal

Na primeira fase da corrida de balanço o atleta coloca-se de frente para o sector de queda e inicia uma corrida com ritmo lento, com o dardo sensivelmente paralelo ao solo ou ligeiramente inclinado à frente.

Quando no final da corrida frontal o dardo é colocado atrás inicia-se a corrida lateral.

Corrida lateral

No inicio da corrida lateral o pé esquerdo avança e inicia-se o “ritmo dos 5 apoios”.

O braço que transporta o dardo é estendido para trás ficando à altura do ombro ou ligeiramente acima, com a ponta do dardo ao lado do olho direito.

O braço e o ombro esquerdos devem estar à frente do corpo virados no sentido do lançamento para equilibrar o atleta e possibilitar, posteriormente, uma maior torção abdominal.

A velocidade da corrida deve ser aumentada até ao passo de impulso (3º apoio), sendo esta a base de um ritmo de lançamento correcto.

Num “ritmo de cinco apoios” o terceiro passo da corrida lateral (passo de impulso) é mais intenso e agressivo que os outros, devendo ser rasante, com perda mínima de velocidade e procurando que os pés avancem em relação ao dardo. No fim desta fase o atleta passa pela posição de força dando início ao lançamento.

Lançamento

Ao passar pela posição de força o atleta deve avançar a bacia e o peito na direcção do lançamento e manter o braço lançador estendido até ao último momento. A colocação do pé esquerdo no solo deve ser activa e sólida para promover uma boa acção bloqueadora. Ao executar as acções anteriores o atleta atinge uma posição crucial, designada por posição de arco (ou arco-tenso).

A partir dessa posição (arco tenso) que provoca uma “pré-tensão”, o braço lança de forma explosiva logo após a entrada da bacia, devendo haver a preocupação passar a mão claramente acima da cabeça.

voltar 1234avançar
Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal