Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Laranja - Página 7  Voltar

Laranja

Laranja

O suco é um remédio para muitas enfermidades, pois contém princípios açucarados, estimula o paladar, abre o apetite, acalma a sede, favorece a secreção da bílis e facilita a digestão.

Vitaminas

A, B1, B2 e C.

Medicinal

A laranja consumida na alimentação cura febres, asma, gripes, resfriados, pneumonia, histerismo, nervos, dor de cabeça, escorbuto, ácido úrico, cólera, stress, depurativo do sangue e muitas outras doenças.É um alimento indispensável de nossas refeições. Usa-se a fruta toda. O chá da casca secada na sombra contém vitamina C.

O suco recompõem o corpo todo e elimina muitas doenças. O bagaço é cítrico e regula os intestinos e regenera os outros órgãos do corpo. Inclua a fruta na alimentação diária.

Originária da china

Os cruzados levaram a fruta para a França. Seu nome é derivado do árabe nâranja e do persa nâranj.

Variedades

Laranja-lima, laranja-pêra e laranja-da-baía.

Folhas e flores

Atuam como anti-espasmódico.

A fruta não tem contra-indicação. Vitaminas: A, B e principalmente a vitamina C.

Medicinal

Combater o escorbuto

A fruta é indicada para o tratamento de artritismo, de ácido úrico, gota, obesidade, pressão alta, fraqueza orgânica e febre, além de ser cicatrizante.

Indicações

Dissolve cálculos renais, abre o apetite, é digestiva, cura úlceras e serve contra a prisão de ventre - tomar o chá da casca e o suco da fruta.

O suco

Remédio contra a papeira e a gengivite.

Pode ser consumida pelos diabéticos sem restrições (pouca concentração de açúcar - 5%). Com a casca cristalizada, a laranja se torna um excelente excitante de apetite. A "água-de-flor-da-laranjeira" é bastante conhecida por suas virtudes espasmódicas.

Parte usada

Casca da laranja.

Propriedades: anti-coagulante, antidepressiva, antiespasmódica, carminativa, desintoxicante, digestiva, diurética e sedativa.

Indicações: acidez estomacal, ansiedade, cólicas no aparelho digestivo, flatulência, histeria, má-digestão, nervosismo e taquicardia.

Cuidados: ao usar a essência de laranja na pele, evite se expor ao sol, pode irritar a pele.

Fonte: www.psleo.com.br

 

Laranja

Laranja
Laranjeira, a maior de todas as árvores cítricas, mede de 2 a 9 m de altura.

Fruta cítrica que contém alto teor de vitamina C, além de minerais, como cálcio, potássio e ferro. Originária da Ásia, é cultivada em todos os continentes.

A Laranjeira é a maior de todas as árvores cítricas, medindo em geral de 2 a 9 m de altura. Seu tronco é reto, de cor acinzentada. A copa é densa; e os galhos, simétricos. As folhas da laranjeira são verde-escuras, lisas e brilhantes. As flores, brancas e cerosas, possuem apenas cinco pétalas. Devido ao seu perfume, elas são usadas para preparar a água de flor de laranjeira.

O Fruto da laranjeira é chamado pelos botânicos de hesperídeo. A casca é formada por três partes. A externa (epicarpo) varia de espessura, podendo ser lisa, rugosa ou granulada. Quando a laranja está madura, a cor varia do amarelo ao vermelho-púrpura, passando pelo dourado e pelo laranja. A parte do meio (mesocarpo) é uma massa branca, composta de carboidratos e substâncias ácidas. A camada interior (endocarpo) é uma película que envolve os gomos.

A laranja propriamente dita é constituída de vários gomos, formados por centenas de alvéolos que contêm carboidratos, vitaminas A, B e C, sais minerais e substâncias ácidas. Os alvéolos formam, lado a lado, uma espécie de capa que protege a semente.

As laranjas variam muito quanto ao número de sementes.

Laranja
Laranja, fruta com alto teor de vitamina C, originária da Ásia e cultivada em todos os continentes.

Variedades de Laranjas

Existem dois grandes grupos de laranja: as doces, mais conhecidas em todo o mundo, e as azedas.

Acredita-se que a laranja doce seja originária do sul da China, onde já era conhecida por volta do ano 2000 a.C, e chegou à Europa muito depois. A azeda veio da Índia. No início do séc. XVI, os conquistadores espanhóis e portugueses trouxeram as duas variedades para a América. A introdução da laranja no Brasil remonta à época da fundação das primeiras feitorias no litoral. Em 1540, já havia laranjeiras em Cananéia (SP). Pouco mais tarde, o cultivo dessa fruta estendeu-se à Bahia. No Brasil, os tipos de laranja doce mais conhecidos são a laranja-da-baía, a laranja-pêra e a laranja-seleta. As duas primeiras são as mais exportadas.

A laranja azeda tem outras características. Geralmente, a árvore é pequena, com muitos espinhos nos galhos e folhas perfumadas. O sabor da polpa não é tão agradável, por isso, geralmente não é consumida pura, nem o suco é aproveitado. No Brasil, o mesocarpo, a casca e a polpa da laranja azeda são empregados na fabricação de doces caseiros.

As espécies de laranja azeda mais populares no Brasil são a laranja-da-terra, a laranja-da-china e a laranja-caipira.

Na Europa, principalmente na Espanha, há outra variedade de laranja, conhecida como laranja sangüínea. O nome deve-se ao suco, que tem uma pigmentação vermelha chamada antocianina. Esta variedade possui um teor de ferro superior ao das outras laranjas.

Cultivo

A laranjeira é uma árvore muito sensível ao frio ou ao aumento repentino de temperatura. Por essa razão, vive melhor em climas tropicais ou subtropicais.

Ela se adapta praticamente a qualquer tipo de solo. Entretanto, desenvolve-se melhor em terrenos bem drenados. Em lugares muito quentes, ela amadurece no verão e no inverno. Nos climas mais frios, os frutos ficam maduros na primavera ou no verão posterior ao ano em que as árvores floresceram.

As laranjas devem ser colhidas maduras, pois não amadurecem e não adquirem sabor depois de colhidas. Elas são então enviadas a armazéns onde a temperatura é de aproximadamente 8°C.

Doenças

Embora seja bastante resistente, a laranja é afetada por algumas doenças. Uma das moléstias mais graves é a tristeza, provocada por duas espécies de pulgão. Na base do tronco da laranjeira é comum a ocorrência da gomose, ou apodrecimento de pé, causada por fungos. Nos galhos ocorre a rubelose. Há ainda a ameaça das moscas-das-frutas, que depositam seus ovos na casca ou no interior da laranja.

Desses ovos saem larvas que crescem dentro da polpa.

Usos da Laranja

O suco é o produto mais apreciado e consumido da laranja.

Ele também pode ser utilizado na fabricação de refrigerantes e de sucos em pó instantâneos. A casca da laranja contém uma essência oleosa, muito inflamável.

Quando seca, a casca entra na preparação de geléias e licores. Os óleos das flores e folhas são usados na fabricação de perfumes e essências. Dos botões das flores, dos brotos e das folhas se extraem óleos e essências.

A industrialização desses produtos é uma atividade importante na França, Itália, EUA e Índia. No sul da França, destilam-se as flores da laranja azeda para fabricar perfumes.

Quanto ao bagaço da laranja, é usado na produção de ração para gado.

A produção mundial de laranjas aumentou muito depois da Segunda Guerra Mundial.

São Paulo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul estão entre os principais produtores de laranja no Brasil. O país é um grande exportador mundial de sucos cítricos.

Fonte: www.clickeducacao.com.br

 

voltar 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 avançar
Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal