Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Culinária Libanesa  Voltar

Culinária do Líbano

 

Culinária Libanesa

cozinha libanesa é variada e deliciosa, e ademais não é cara.

Pratos que vão desde a carne ao pescado, frango, arroz, saladas e sobremesas.

O mais típico é o kebbe a base de cordeiro, o kharouf minsh e o sayadieh.

Ademais encontrará kebabs e outros pratos típicos da região.

Bebidas

Sucos de fruta e limonadas são populares entre as bebidas não alcóolicas.

Se consome chá e café.

Entre as bebidas alcóolicas a mais popular é "arak".

Os vinhos locais são bons e variados, o mesmo ocorre com a cerveja.

Poderá encontrar do mesmo modo e sem problemas álcool de importação. Lhe aconselhamos que beba água engarrafada.

Fonte: www.rumbo.com.br

Culinária Libanesa

comida libanesa sempre era um das atrações principais do país, e passou agora em grande parte as bordas para ficar extremamente popular no Oeste.

Culinária libanesa vai como um todo debaixo do título "comida de saúde." Está principalmente baseado em cereais, na forma de pão, bourghoul (trigo esmagado) e arroz. Um sortimento grande e variado de legumes e produtos de leite acompanha o anterior, e carne faz um papel relativamente pequeno.

Pão era e ainda é entesourado; nunca é jogado fora. Se ficou verdadeiramente impróprio para consumo, é beijado antes de estar disposto de.

É grelhado pão passado no forno ou frito de forma que isto fica seco e crocante como bolacha; tal grelhou pão é uma variante gostosa que entra na composição de vários pratos.

Culinária Libanesa

Tabbouleh

 Ingredientes 

Tabbouleh Libanaise 1/4 burghul de xícara, multa rachou trigo finamente 2 xícaras cortaram salsa 1/2 kg (16 oz) tomates vermelhos firmes, lavaram e finamente cortaram 1/2 xícara cortada que hortelã fresca parte finamente finamente 1/4 xícara cortou cebola 1/2 suco de limão de xícara 1 colher de chá sal (como desejado) 1/2 xícara azeite de oliva de virgem extra.

Culinária Libanesa

 Como prepara 

Lavagem cortou hortelã e salsa escoam bem então. Lave as várias vezes de burghul e dreno. Sature em tomates cortados durante 20 minutos. Esfrega cortou cebola com sal. Misture todos os ingredientes em uma tigela. Some azeite de oliva e suco de limão, lance bem a mistura. Sirva Tabbouleh com alface encaracolada parte, ou folhas de repolho frescas.

Samkeh Harrah

 Ingredientes 

Samkeh Harrah Traboulseyeh UM prato libanês principal delicioso. Poissons Piquants Tripolitains 1 kg (32 oz) fritaram ou grelharam peixe, escamou finamente 1 xícara cortou cebola finamente 1 xícara cortou pimentão verde finamente xícara de ½ cortou coentro xícara de ½ moeu nozes píneas, amêndoas, e pistacho 3 xícaras gergelim pasta molho louco (Taratour) 1 tbls secaram coentro uma colisão de páprica de chão tspn de ½ moeram pimenta-malagueta (pimenta) tspn de ½ moeram cominho ½ xícara azeite de oliva ½ tspn sal

 Como prepara 

Frite em cebola de óleo quente, pimentão, e coentro até macio. Mexa em temperos, sal e chão louco. Verta molho de pasta de gergelim em cima da mistura, constantemente mexa em calor de médio até que as bolhas do óleo se aparecem e a mistura engrossa. Verta mistura servindo travessa. Guarneça com flocos de peixe, cunhas limão, nozes píneas fritas e alguns cortaram salsa.

Arayess Kafta

 Ingredientes 

Carne de Cordeiro grelhada ½ kg (16 oz) kafta 1 ½ pitta pão, cortado em 12 pedaços 2 manteiga de tbls

 Como prepara 

Esparrame um pouco de manteiga na parte interna de pedaços de pão. Divida kafta em 12 porções. Esparrame em cima de pão untado com manteiga. Ponha pedaços dentro um grelhe ou um forno a 200°C durante 5 minutos ou até que kafta esteja cozido. Sirva quente com iogurte frio.

Falafel

1 lb. 10 oz. infração saturada

10 1/2 oz. grão-de-bicos encharcados

1 lb. cebolas vermelhas e cebolas verdes (tudo cortaram fazendo 1 lb junto.)

4 salsa de grupos

3 grupos coentro verde

3 alho de cravo-da-índias

1 vagem pimentão verde quente

4 tbs. sal

1/2 tbs. branco & pimenta-do-reino

6 tbs. farinha

1 panela que frita óleo

 Como para 

Corte bom todos os ingredientes mencionados acima os correndo por um cortador de comida. Os esfregue com sal, pimenta e farinha e permita descansar durante duas horas. Sobre uma meia hora antes de eles fossem servidos, serão feitos em empanadas pequenas e serão fritados em óleo quente. Organize em uma travessa quando frito e guarnece com salsa cortada.

Kibbi Nayye

2 1/5 lbs. cordeiro pura inclinação e completamente livre de toda a gordura

8 1/2 oz. burghul (trigo de chão)

4 oz. cebolas

2 1/2 tbs. sal

1 tsp. pimenta

 Como para 

Moa carne e coarsely de cebolas em um cortador de comida. Então ponha esta mistura em um "Cortador" e some sal e pimenta. Misture em "Cortador" durante aproximadamente 10 minutos. Como voltas de cortador, some cubos pequenos de gelo ser moido com a mistura. Isto ajuda dê a carne mais consistência. Ao término de dez minutos começam somando o burghul. Continue mistura afinal de contas dez minutos mais longo burghul foi somado. Ponha mistura em uma tigela e guarnição. Sirva frio

Fattouche

1/2 lb. pão de pita brindou e arrombado pedaços pequenos

2 1/5 lbs. pepinos cortados

10 oz. cebolas cortaram finamente

2 lbs. tomates, cortados em pedaços minúsculos

6 oz. azeite de oliva

8 1/2 oz. suco de limão

1 alho de cravo-da-índia triturou com sal

2 tbs. sal

 Como para 

Torrada e pão de fratura em pedaços pequenos. Sprinke água fria em cima disto. Corte todos os legumes e os acrescente ao pão. Misture bem. Some alho triturado, suco de limão e óleo, e lance bem.

Lahme be Ajin

2 1/5 lbs. farinha

1 pt. água

1 1/2 tbs. sal

1/2 oz. fermento (1 bolo fermento americano comercial)

1 lb. manteiga que foi derretida e foi esfriada

2 1/2 lbs. cordeiro magro, cortado bom

2 lbs. cebolas vermelhas, finamente cortou

1 vara de manteiga para fritar a carne cortada

4 oz. snobar (nozes píneas)

2 tbs. salgue para a carne

1 1/2 xícaras de vinagre ou labni

1/2 tsp. pimenta

 Como para 

Peneire farinha, derreta fermento em água e some sal. Verta gradualmente o tempo todo a mistura de fermento na amassadura de farinha. Permita massa para descansar 3 horas. Derreta manteiga e trabalhe isto nos subidos massa. Forme massa em bolas pequenas.

 Prepare recheio 

Fritura cortou cebolas em manteiga até que é um marrom dourado. Some carne, temperos e snobar e movimento ocasionalmente. Depois que alguns minutos somem vinagre e deixaram o cozinheiro um pequeno mais muito tempo. Remova de calor e permita esfriar.

Role fora bolas de massa com um dedo (para permanecer redondo). Ponha algum do recheio nos pedaços aplainados de massa e organize em uma panela assando. Asse em forno quente durante alguns minutos. Sirva quente com iogurte.

Folhas de uva enchidas

1/4 vara de manteiga / marg.

1 colher de chá de sal.

1 arroz de xícara.

1 lb. de carne de boi cortada.

1/4 colher de chá de canela.

3 colheres de sopa de suco de limão

1/2 colher de chá de pimenta-da-jamaica

 Enchendo 

Lave arroz - derreta manteiga. Misture arroz, canela, pimenta-da-jamaica, e sal. Some manteiga derretida e movimento. Dez somam bem carne cortada uma mistura.

Uva de lavagem parte e apartamento secular com lado sombrio para cima. Encha com carne e rolo.(Coloque uma quantia pequena de carne próxima seção de talo de folha. Enrole em cima da folha para cobrir carne, dobre nos lados e rode a folha em uma forma de charuto.)

Ou no fundo de lugar de panela desossa carne ou grapleaves de unstuffed em panela e soma água até que folhas de uva estão cobertas. Some 2 colheres de sopa de manteiga / marg. Cozinhe em alto até que fervuras de água, mais baixo calor e cozinheiro deixado durante outra hora ou até que arroz está cozido. coloque um prato em cima de uva parte enquanto cozinhando para os controlar. Quando folhas de uva estão cozidas some 3 colheres de sopa de suco de limão

LABAN

1 quarto leite

1 Tbsp. autor de laban

Laban (iogurte) é essencial à dieta Oriental Mediana. Vai debaixo de muitos nomes mas tudo que que é chamado, já está presente. Sua acidez faz isto um regulador de dieta. A cultura de laban é mantida ida a toda hora na Leb anese cozinha.

Sócios familiares que normalmente emigram levam uma cultura de laban junto com eles para o país novo deles/delas. Preservar a cultura eles saturam um lenço limpo em laban fresco, deixe secar cuidadosamente, embrulhe em papel limpo e ponha em um bolso seguro.

Ao preparar laban, condições de temperatura devem ser precisamente certas e a cultura não deve ser perturbada enquanto estiver trabalhando.

Escalde leite e esfrie para quase morno. Mexa o autor que foi salvado de um grupo prévio até liso. Emagreça com várias colheres de sopa de leite morno. Mexa o autor em resto de leite. Misture bem.

Tigela de cobertura com um prato de porcelana e embrulha em um pano de lã pesado ou manta. Parta imperturbado dentro um morno, mas não quente, lugar.

Em laban de verão normalmente clabbers em aproximadamente três horas; em inverno requer uma hora mais.

Quando completamente clabbered colocam em refrigerador. Não chocalhe o laban e assim perturbe o coalho. Sirva frio. São descritos muitos modos de servir laban neste livro. É igualmente bom com carne, legumes ou fruta. Nunca é servido com peixe, porém.

LOUBIEH BI ZAYT

1 lb. vagens verdes frescas

1/2 xícara cortou cebolas

3/4 azeite de oliva de xícara

2 médio tomates de tamanho, cortou

2 alho de cravo-da-índias inteiro

1 tsp. sal

1/2 tsp. pimenta

Estes feijões suculentos são servidos tépido ou frio e poderiam estar com antecedência preparado um dia.

Aqueça azeite de oliva em fogão de pressão. Frite nisto as cebolas cortadas e alho inteiro. Quando amarela, some feijões, sal e pimenta, e frite suavemente durante 10 minutos que frequentemente mexem. Some tomates e uma água de xícara (substitua 11 xícaras suco de tomate fresco ou enlatado se desejou). Cozinhe debaixo de pressão 10 minutos. Chie descoberto para permitir feijões para absorver molho completamente. Tempere para provar.

Cozinhe sem pressão se preferiu. Depois que são refogados legumes, chie em suco de tomate até oferta. Saques 4

KOUSA MAHSHI

15 abóbora de tamanho média

1 1/2 xícaras moeram carne

1 arroz de xícara

1 1/2 suco de tomate de xícaras

1/2 água de xícara

1 1/2 tsp. sal

1/4 tsp. pimenta

2 tomates, cortou (opcional)

1/4 tsp. canela (opcional)

Esfregue bem medulas. Escave de um fim com corer de maçã ou colher pequena. Misture arroz, carne, temperos e meio do tomate cortado. Encha esprema três-quartos cheio. Se deite vários carne desossa em fundo de fogão de pressão e cobre com o tomate cortado permanecendo. Organize medulas enchidas em camadas em cima de ossos. Some suco de tomate, água e 1 1/2 colheres de chá de sal. Cozinhe debaixo de pressão 20 minutos. Fogão aberto e chia para reduzir molho.

Podem ser cozinhados mahshi de Kousa em uma caçarola ordinária. Prepare como acima. Cubra a caçarola e chie durante uma hora, ou até que abóbora é tenra. Descubra e chie para engrossar molho.

Em Síria está este prato flavored avançam com hortelã e alho. Esmague uma colher de chá de hortelã secada com vários cravo-da-índias de alho e duas colheres de chá de sal. Misture no suco de meio um limão. Quando a abóbora é tenra, borrifa isto com este molho e permite mais a sirnmer alguns minutos.

Pão árabe

5 a 5 1/4 farinha de todos-propósito de xícaras

4 colheres de chá salgam

4 óleo vegetal de colheres de sopa

3 1/2 a 4 água de xícaras

2 pacotes fermento seco ativo

Misture farinha, sal, óleo e fermento (ser misturado na farinha como fermento) junto e trabalhe na água. A massa deveria ser firme e deveria cair os lados de sua tigela misturando. Vire sobre uma mesa ligeiramente polvilhada e misture completamente, aproximadamente 10 minutos. Misture cada meio por si só e os confunde novamente.

Divida massa em bolas pequenas um pequeno maior que uma bola de abóbora que você rola entre suas palmas, enquanto aplicando pressão. Ponha estas bolas debaixo de um pano seco. Quando toda a massa é dividida, leva a primeira bola e roda isto fora em um círculo pequeno nem mais que 1/4-polegada grosso.

Coloque estes círculos sobre uma tábua de madeira polvilhada (use madeira, como material de plástico fará vara de massa a isto e pão não assará com um meio oco). Cubra os círculos com um pano seco e os deixe descansar durante aproximadamente uma hora.

Preaqueça forno no possível calor mais alto. Lugar circula de cabeça para baixo sobre (o topo se torna o fundo na folha assando) um assar ligeiramente engraxar folha e só os assa até muito facilmente colorido. O pão subirá no forno em grande soprar-para cima bolas a qual tempo que eles são assados mais ou menos. Os coloque em uma prateleira de arame, e quando esfriou um pouco, os aperte junto. Estes pães podem ser gelados durante semanas e quando precisou, há pouco os ponha no forno para um momento ficar quente e macio.

Labanee (queijo de iogurte)

Sirva isto com Pão de Bolso.

4 xícaras iogurte claro

1 colher de chá sal

Revista um coador com tecido de algodão de espessura dobro. Coloque coador em cima de tigela. Misture iogurte e sal; verta em coador. Cobertura e refrigera 12 horas pelo menos.

Guarneça com salsa cortada e Azeitonas de Herbed marroquinas.

Fonte: correiogourmand.com

Culinária Libanesa

A culinária é parte da herança fundamental de um povo. A do Líbano é uma arte refinada, e o preparo de seus pratos, um ato de amor e reverência.

 É repleta de aromas: temperos e ervas, verduras recém-colhidas, legumes em cordões, potes de manteiga, carnes em conserva. Vidros de azeitonas, azeite de oliva, trigo e lentilha, pães, coalhada secando em pano branco.

O preparo e a conservação dos alimentos perecíveis — escassos no outono e inverno — é antigo. Conserva-se tudo com sal e especiarias, em azeite ou vinagre. Fartura e variedade em uma refeição significam aproveitamento de todos os ingredientes de sua cozinha e quintal. Cada pedaço de chão libanês é cultivado.

Comer e oferecer comida são demonstrações de afeto. O hábito libanês de fazer visitas inesperadas é pretexto ideal para o mezze — de acento francês, vem da expressão árabe alloumaza, que significa "aquilo que é degustado, saboreado delicadamente com a ponta dos lábios". O mezze é composto de várias porções de conservas e iguarias, servidas em pratinhos redondos e fundos de cerâmica marrom.

Mezze é uma instituição nacional.

 Nasceu no Líbano, na cidade de Zahle, no início do século: lá instalaram-se bares e restaurantes, onde fregueses se reuniam com amigos para "tomar um copo" e degustar pequenas e variadas porções de tira-gosto. Logo, o mezze se espalhou pelo Mediterrâneo. Para acompanhá-lo, arak (bebida alcoólica semelhante ao rum, feita à base de arroz e melaço) misturado à água gelada.

 O pão é presença obrigatória na mesa: às vezes, substitui os talheres, como invólucro para saladas, carnes e pastas. Cabrito e carneiro são os animais mais criados nas aldeias. Tripas, gordura, língua, pés, tudo é aproveitado. Entre as aves, pombas, codornas e perdizes são muito apreciadas.

A coalhada é um dos pratos mais consumidos pelo povo do Líbano, das mais variadas maneiras.

 Seu preparo é uma corrente ancestral: um dos processos culinários mais antigos do mundo.

 Os peixes são consumidos quase naturalmente: grelhados na brasa, perfumados por alho, com suco de limão e azeite de oliva. Muito consumidos também são os doces, generosos em caldas e perfumes. Aromatizados com almíscar ou essências de flores, são incrementados por frutas secas (tâmaras, figos, damascos, uvas, pinoles, amêndoas, nozes e pistache) ou nata.

Algumas iguarias libanesas

 Mezze 

Composto por azeitonas, tabule, folhas de alface, pepinos em conserva, coalhada, pão árabe e hommus. É servida como entrada, acompanhada de pão árabe (khobz).

 Ovos 

Cozidos, estrelados ou mexidos, ao natural ou com legumes

 Coalhada 

Saboreada no café da manhã, nas mezzes, doce ou salgada, líquida ou pastosa, fresca, seca ou cozida. Serve como acompanhamento, tempero, base para outros pratos e como refresco (diluída em água, no verão). Poder ser feita com leite de cabra, vaca ou de búfalo.

 Awarma 

Carneiro preparado como conserva, para ser consumido quando a carne fresca for escassa.

Fonte: www.rgnutri.com.br

Culinária Libanesa

Cozinha Libanesa

O mezze

 O mezze tradicional libanesa 

O mezze é um conjunto de pratos, como as tapas espanholas, servidas como entradas para uma mesa libanesa, geralmente almoço ou jantar, que é seguido pelo prato principal (que pode variar de grelhados de carne ou frango, de arroz com frango). Há também um grande número de pratos vegetarianos no Líbano.

Conjuntos de pratos são consumidos Mezze formando pequenas mordidas geralmente inseridos usando um pedaço de pão achatado (pão libanês) ou, na sua falta, um garfo.

 Família, que consiste em três ou quatro pratos, mas o restaurante, mezze (ou entrada plana) pode variar 20-60 pratos: tabouleh (salada libanesa) quibe (ou Kebbe ou Kebbe Naye) almôndegas cru ou cozido, hummus (grão de bico purê) Mtabal (berinjela purê), Labneh ( queijo macio) fattouche (salada libanesa contendo pedaços de torradas), Chankliche (queijos fermentados, o bloqueado Sambousik de ovo (chinelos com carne), chinelos vegetarianas (espinafre), ou chinelos (plano torna-se cada vez mais raro).

 Moutabal também pode ser variada: salada de feijão, frito com ervas cebola e alho (leão).

Durante o período da Quaresma cristã, a ênfase está em pratos vegetarianos e peixes. Há, portanto, fatti (iogurte misturado com sementes de grão de bico e pedaços de pão frito), os Kebbe vegetariana (Kebbe cenouras, ou abóbora) Kebbe peixe. O Kebbe é baseado Burgol (variedade semolina mas marrom).

Extra-mezza

A extra-mezza oferece o mesmo alimento que o mezza tradicional, mas em quantidades maiores. Além disso, ela difere da mezza tradicional com placas empilhadas umas sobre as outras, a fim de ser capaz de usar cada apartamento pequeno, independentemente da sua localização. O extra-mezza é usado em grandes restaurantes libaneses. Ele pode conter mais de 60 pratos diferentes.

O pequeno-almoço libanês

Pode ser doce (kenafé) ou salgado (o Labneh, que é um queijo fresco, pizza vegetariana com tomilho pequeno, ou a pizza com carne (semelhante ao lamajun turco). Breakfasts vegetarianas também incluir o moudammass falta (feijão com alho e limão ou citrus Sfeir tão menos seguro do que limão e frutado), vegetais (tomates, cebolas doces, azeitonas).

O doces libaneses

Muitas vezes, muito doce pastelaria Líbano oferece uma grande variedade. Ela se espalhou por todo o Oriente Médio e, mais amplamente, em todo lugar ficou a diáspora libanesa.

 Algumas especialidades: baklava (disponível em várias formas: Kol w'chkor dedo diamante ...) e quaricha (leite fervido, comer com açúcar ou mel).

 Outros doces libaneses: o kenafeh o Moghli o mafrouké o maamoul (bolo de semolina recheado com tâmaras, pistache ou nozes polvilhado com açúcar de confeiteiro) halawat al jeben (bolo feito de creme e queijo), maamoul louco b Achta (sêmola bolo recheado com datas e creme) Katayef (massa de bolo de panqueca recheada com creme, pistache ou nozes) ...

Outras tortas são tradicionalmente feitas como Makaroun família (há uma variedade muito antiga, como Makaroun o melaço é menos), o méiia (que envolve leite mistura com xarope de alfarroba) ou maçapão (maçapão) ou preparado a partir de Marsaban amêndoas, que está presente nas formas de bagas ou brancas.

É em Trípoli e Saida encontrados os melhores doces libaneses.

 Durante o Ramadã, novas especialidades são, então, preparado: o kellaj exemplo Ramadã.

Na pastelaria libanês também é Cocktails gosto popular, que são misturas de frutas com suco. Esses coquetéis não são alcoólicas, eles são cobertos com creme de creme chamado árabe, mel e amêndoas e avelãs. (Para coquetéis alcoólicos, consulte bebida categoria).

Os sanduíches

Sanduíches libaneses são uma das cozinhas mais populares libaneses em todo o mundo. Tão variados como o resto são, por exemplo shawarma (carne ou frango grelhado com legumes variados libanês), o manakish um chinelo ou tomilho libanês, queijo, tomate, carne e cebola, usado principalmente para o pequeno almoço, falafel sanduíche servido.

 Recentemente, outras formas de shawarma surgiram: shawarma peixe (servido Tripoli), shawarma para salsichas (servido em Bourj Hammoud). Há também Taouk sanduíche (frango marinado).

Pratos

Há um grande número de pratos libaneses. Entre eles, chich Taouk (frango marinado em uma espécie de aioli com limão e grelhado), a mechwi Djaj (frango grelhado), o Harra samké propagação de carne (peixe picante com creme de gergelim), o Kibbe ( em uma placa ou na forma de bites), quibe bi Laban (carne e birgol baseada em Laban), Chich Barak (pasta de carne), de origem turca.

Bebidas alcoólicas

O vinho libanês , que vem principalmente do vale do Bekaa , é um dos primeiros na história do mundo. As áreas mais importantes são os de Ksara de Kefraya e Musar Château.

 Além de vinho, bebidas espirituosas Lebanon oferece um anis tradicional, diluída em água:  a araca e também de uma marca de cerveja: o Almaza.

Bebidas não alcoólicas

A alfarrobeira

O Jallab

Sumo de amora feita a partir de amoras frescas (charab al todos)

Suco de flor feito de flores de uma espécie especial de Rose (charab al wared)

O suco das flores de laranjeira.

Fonte: fr.wikipedia.org

Culinária Libanesa

 Culinária Libanesa
Doce libanês a base de pistache e massa folhada
 

GASTRONOMIA

A culinária libanesa reúne tradições mediterrâneas, européias e orientais. Além das carnes, frutas e legumes, a cozinha libanesa tradicional utiliza muitas especiarias e temperos típicos. Pimenta-síria, snoobar (pinoli), zaáhtar, sumagre fazem parte de seus ingredientes preferidos, em uma culinária cheia de pratos perfumados, acompanhados de vegetais frescos, coalhada ou azeite.

 Para começar uma típica refeição libanesas é servido o "mezzé", uma espécie de entrada à libanesa, composta de 30 a 40 aperitivos: "tabule" (salada), "hommos" (grão de bico), quibe, azeitonas, babaghannuj, pepinos em conserva, coalhada e pão árabe.

Para acompanhar serve-se o "arak", bebida alcoólica nacional. Os pratos principais podem ser "lahmé mechaoui" (carne assada), "kafta" (espeto de carne moída), "sayadiah" (peixe com arroz e pistaches).

 E, por último os doces como: baklawa, atayef, karabije ou então frutas da região. O toque final fica por conta de um bom café turco.

Interessante ressaltar que um clássico quibe libanês é preparado com carne de cordeiro moída manualmente em uma espécie de pilão, para que toda a gordura seja eliminada. As carnes de carneiro e cabrito são mais populares nas mesas do Líbano do que a carne bovina. Outro alimento de destaque na culinária libanesa é a coalhada que pode ser consumida tanto no café-da-manhã quanto nas demais refeições. Pode ser fresca, seca ou cozida, doce ou salgada. Para o preparo da coalhada, usa-se tanto o leite de vaca, quanto o de cabra.

A fartura e a variedade de comida em uma mesa libanesa, além de fazer parte de seu cotidiano, servem também para homenagear e mostrar o afeto do anfitrião ao seu convidado. Geralmente nestas ocasiões o anfitrião prepara um banquete que espera ser inesquecível e faz de conta que nada preparou de especial. Por sua vez, os convidados devem comer além do seu habitual para demonstrar sua satisfação com a generosidade e hospitalidade do anfitrião.

Como contribuição dos árabes no tocante à gastronomia, temos plantas e especiarias que estão definitivamente incorporadas em toda a culinária do Ocidente.

Plantas:trigo, lentilhas, grão-de-bico, cana-de-açúcar, café, alho, cebola, dentre tantos outros.

Especiarias:açafrão, canela, gergelim, pimenta, cravo, noz moscada, cominho, páprica, coentro, cebolinha, salsa e hortelã, que valiam quase que seu peso em ouro e deram origem às grandes navegações nos séculos XV e XVI.

Destacam-se ainda alguns produtos da culinária libanesa, não são comuns em nossas mas extremamente apreciados no Oriente:

ÁGUA DE ROSAS e ÁGUA DE FLOR DE LARANJEIRAS (MA'WARD e MA'ZAHR)- Líquidos bastante perfumados, extraídos de flores e utilizados em doces e caldas.

ALMÍSCAR (MISK)- Resina vegetal utilizada para aromatizar doces

ARAK- Aguardente destilado de uvas e aromatizado com anis.

CARDAMOMO (HÂL)- Sementes utilizadas secas no café.

ESSÊNCIA DE ROMÃ (DIBS RUMMAN)- Xarope de suco de romã, utilizado em substituição ao limão.

PIMENTA SÍRIA (BHAR)Mistura de especiarias moídas, tais como: pimenta da Jamaica, pimenta do Reino preta e branca, canela, noz moscada e cravo.

PINHOLES (SNOUBAR)- Pinhões característicos do Mediterrâneo, cuja árvore precisa de cem anos para começar sua produção. Usado em ocasiões festivas nos recheios e decorações de pratos.

SUMAGRE (SUMMAC)- Pó de gosto bastante ácido, obtido da fruta com mesmo nome e usado para temperos de carnes.

ZÁHTAR- Especiaria composta por SUMMAC e SEMENTES DE GERGELIM

TOMILHO SECO- Usado como tempero em saladas, na coalhada seca ou acrescido de azeite de oliva e sal e comido com pão Árabe.

Fonte: www.libano.org.br

Culinária Libanesa

Cozinha Libanesa

Coalhada fresca (Laban)

 Ingredientes 

1 litro de leite - integral ou desnatado
2 colheres ( de sopa )de coalho ou 1 copo deiogurte natural.

 Preparo 

Colocar o leite numa panela, levar ao fogo até ferver. Retirar do fogo e deixar amornar até atingir a temperatura de aproximadamente 45º.

 Não dispondo de um termômetro, proceder da seguinte maneira: colocar o dedo no leite e contar até dez, suportando a temperatura, este será o ponto ideal para fazer a coalhada.

À parte, diluir o coalho em um pouco do próprio leite morno e juntar ao restante. Mexer bem, airando com uma concha no leite, levantá-la e ,do alto, verter o leite de modo a fazer espuma e oxigenar. Repetir o procedimento algumas vezes.

Colocar em um ou mais recipientes ( de preferência de cerâmica ou louça),tampar e envolver com um pano grosso, para manter o calor. Deixar repousar por 2 horas, no verão e por 3 horas no inverno, sem mexer.

Após coalhar, levar á geladeira por no mínimo, 2 horas antes de consumir. É preferível fazer de véspera.

 Observação 

Coalho é uma porção de coalhada extraída de outra, feita anteriormente.

Outra opção é usar, como coalho, 1 copo de iogurte natural. Neste caso, porém, nas primeiras vezes a coalhada ficará mais ácida. A partir daí este será o coalho.

Coalhada seca (Labne)

 Ingredientes 

1 coalhada fresca
( ver primeiro a receita ).
Sal a gosto.

 Preparo 

Preparar a coalhada fresca.

Mexer bem e despejar num saco de algodão, de trama bem fechada ( morim)

Amarrar a boca do saco, pendurar e deixar o soro escorrer por um período de dez a doze horas. Quanto mais tempo a coalhada ficar escorrendo, mais dura e ácida ela será.

Depois desse tempo, retirar a coalhada, colocar sal e misturar bem. Levar á geladeira.

Servir acompanhada de azeitonas pretas, hortelã fresca ou seca, ervas e especiarias ( zahtar, alho, cebolinha, salsa, etc. ) além de pão árabe.

Coalhada seca com azeite chama-se ( Lában bi zaite ).

Coalhada cozida (Labanie)

 Ingredientes 

2 colheres de sopa ( 30 g) de manteiga.
2 dentes de alho amassados.
3 litros de Lában ( coalhada fresca ).
2 colheres de sopa (20g)
de farinha de trigo.
1 colher (chá) de sal, ou a gosto.
2 colheres de sopa de hortelã fresca picada.

 Preparo 

Numa panela pequena, coloque a manteiga, leve ao fogo brando e deixe derreter.

Junte o alho e frite ligeiramente.

Numa panela grande, coloque os 3 litros de Lában (coalhada fresca) , a farinha de trigo e o sal, misture bem juntamente com a manteiga e o alho.

Devolva a mistura à panela, leve ao fogo brando e cozinhe mexendo com a colher de pau sempre no mesmo sentido, a até ferver.

Assim que ferver, junte a hortelã fresca picada, misture, retire do fogo e passe para uma tigela.

Sirva a coalhada como entrada (sopa) ou acompanhamento.

Coalhada com pepino (Lában mah khiar)

 Ingredientes 

1 receita de Lában (coalhada fresca).
4 pepinos grandes (1kg), frescos, descascados e picados ( sendo japonês - 8 com casca - ).
1 dente de alho amassado com 1 colher de sal.
1 colher (sopa) de hortelã fresca picada ou 1 colher (chá) de hortelã seca esfarelada.

 Preparo 

Numa tigela grande, junte a Lában, os pepinos, o alho, a hortelã e mexa bem para envolver todos os ingredientes.

Sirva a coalhada acompanhada com 1 receita de Kibe bi simiê ( quibe cru).

Bolinhas de coalhada seca no azeite (Amabariss)

 Ingredientes 

2 litros de coalhada fresca.
Sal a gosto.
Bastante azeite de oliva.

 Preparo 

Preparar coalhada fresca, colocando 2 litros de coalhada fresca em um saco de pano por aproximadamente 24 horas, para que fique bem seca e mais dura que o habitual.

Adicionar o sal e misturar bem.

Fazer bolinhas de cerca de 3 cm de diâmetro bem lisas.

Deixar secando sobre um pano de prato em uma travessa por algumas horas. Arrumar as bolinhas cuidadosamente, em um vidro de conserva bem limpo até encher.

Cobrir com azeite e tampar hermeticamente. Se estiver completamente coberta pelo azeite e bem fechada, esta coalhada seca em bolinhas se conserva por muitos meses fora da geladeira.

Servir com azeitonas, hortelã fresca e pão árabe.

Podemos colocar zahtar ou Orégano.

Chapeuzinhos de massa na coalhada

 Chuche - Baraque 

 Ingredientes 

1 receita de Labanie (coalhada cozida).

 Recheio: 

220 gramas de carne (patinho) moída.
1 cebola pequena ralada.
Sal a gosto.

 Massa ( chapeuzinho) 

250 gramas de farinha de trigo.
1 colher (chá) de sal dissolvido em 1/2 xícara de água.
2 colheres de sopa de manteiga, farinha de trigo para polvilhar.

 Preparo 

Prepare a Labanie (coalhada cozida) e reserve.

 Prepare o recheio: numa tigela, junte a carne moída e a cebola ralada, tempere com sal e pimenta síria a gosto e misture bem.

 Vamos aos chapeuzinhos: numa tigela, junte a farinha de trigo, a mistura de sal e água e a manteiga. Com as mãos, trabalhe a mistura até obter uma massa que se desprenda inteiramente da tigela e das mãos.

Polvilhe uma superfície de trabalho com a farinha de trigo (pedra mármore ou tábua). Abra a massa, usando um rolo de cozinha, até ficar bem fina. Usando o cortador de biscoito ou um cálice de licor com cerca de 4 cm de diâmetro, recorte disquinhos na massa. No centro de cada disquinho de massa, coloque uma quantidade de recheio equivalente a, mais ou menos, um grão-de-bico. Dobre a massa sobre o recheio, aperte as bordas como se fosse um pastelzinho e junte as pontas fornecendo um chapeuzinho.

Coloque a Labanie numa panela grande, leve ao fogo brando e deixe ferver. Assim que ferver, vá colocando os chapeuzinhos, e a proporção que forem subindo vá retirando da panela e colocando numa sopeira. Quando todos estiverem cozidos, colocamos o molho por cima.

Quibe na coalhada (Kibe Labanye)

 Ingredientes 

1 receita de Labanie (coalhada cozida).
1 receita de Kibe Naie (quibe cru) delícias um.
Carne moída para rechear (igual do chapeuzinho)

 Preparo 

Prepare o Labanie e reserve.

Prepare o Kibe Naié (quibe cru). Retire pequenas porções da massa de quibe e forme bolinhas modelando com as mãos, com o dedo indicador, perfure os bolinhos e recheie com a carne moída em pequena quantidade, feche novamente (atenção em aula).

Numa panela junte o Labanie e o arroz, leve ao fogo brando e cozinhe por cerca de dez minutos, mexendo sempre.

Acrescente os bolinhos de quibe e mantenha no fogo (brando) por mais 20 minutos ou até que fiquem cozidos.

Retire do fogo, passe para um prato (sopeira) ou uma tigela funda e leve à mesa para servir.

Quibe Cru (Kibe Naié)

 Ingredientes 

1 kg de carne moída de 1ª (patinho).
500 gramas de farinha de quibe.
6 cebolas passadas no liquidificador.
Pimenta síria a gosto.
Sal a gosto.

 Preparo 

Lave bem a farinha e deixe de molho por 20 minutos. Misture com a carne moída já temperada com a cebola e pimenta. Passe no multiprocessador.

Cordeiro (carneiro) com Bourghol - Herice

 Ingredientes 

 Para o cordeiro 

1 pernil de cordeiro (cerca de três kg) com osso.
1 cabeça de alho picada.
1 copo de óleo de oliva.
1 copo de manteiga.
10 gramas de tempero sírio (mistura de sete tipos de pimenta que podem ser adquiridas em lojas de produtos árabes).
Água o quanto baste.
Um pouco de maizena para engrossar ligeiramente o caldo.
Sal a gosto.

 Para o bourghol 

500 gramas de trigo grosso.
Pimenta síria a gosto
1 cabeça média bem picada.
1/2 copo de óleo de oliva
100gramas de grão de bico já cozido.
Sal a gosto.

 Decoração 

A gosto.

 Preparo do cordeiro 

Numa assadeira, tempere o pernil com alho, óleo de oliva, manteiga, tempero sírio e sal.

Embrulhe-o em papel alumínio, junte um pouco de água na assadeira e asse o pernil em forno pré-aquecido, a 250º, por cerca de 3 horas.

Retire e corte em fatias finas e delicadas. Volte com o osso à assadeira e junte-lhe a uns 2 litros de água.

Leve a assadeira ao forno e deixe o líquido ferver por cerca de 1 hora. Passe esse caldo por uma peneira e engrosse metade dele, ligeiramente, com um pouco de maizena.

Reserve para finalizar o prato.

 Bourghol 

Lave bem o trigo, escorra e tempere com o sal e o tempero sírio.

Numa panela, doure o alho e a cebola com óleo aquecido. Junte o trigo e mexa bem, até ficar dourado e seco. Acrescente o grão-de-bico

 Finalização 

Incorpore o caldo (não engrossado) à panela com o trigo e deixe cozinhar em fogo baixo por 15 minutos aproximadamente, mexendo e cuidando para o molho não secar. Se for necessário, coloque um pouco de água.

Passe a uma travessa ou pratos individuais, disponha ao lado as fatias de cordeiro e regue-as com o caldo ligeiramente engrossado.

Molho de gergelim (Tahine) - Taratur

 Ingredientes 

3 colheres de sopa de óleo gergelim. - Tahine -
1 dente de alho amassado.
Sal a gosto.
3 colheres de sopa de suco de limão.
Água gelada (o necessário).

 Preparo 

Numa tigela, junte o óleo de gergelim, o alho amassado, sal a gosto e misture bem. Junte o suco de limão e misture. Aos poucos, vá acrescentando água gelada, misturando sempre, até o molho ficar ralo e esbranquiçado.

Peixe assado ou frito com molho de gergelim (Tahine) - Samak mah taratur

 Ingredientes 

Sal a gosto.
2 kg de filé de pescada ou namorado.
Pimenta síria a gosto.
6 colheres de suco de limão.
Raminhos de salsa e rodelas de limão para decorar.
Molho de gergelim (taratur).
Azeite de oliva a gosto.
2 cebolas grande cortas à francesa e passadas na manteiga.
Batata palha a gosto.

 Preparo 

Limpe o peixe, lave e enxugue com um pano de prato ou toalha de papel absorvente. Coloque numa travessa, tempere com sal e pimenta síria, regue com suco de limão e deixe descansar por 3 horas no mínimo.

Enquanto isso, prepare o molho de gergelim, como na receita indicada.

Frite os filés do peixe um a um. Arrume o peixe frito em prato refratário, coloque as batas palhas, cebolas fritas e logo em seguida o molho de gergelim. Leve ao forno pré-aquecido por 10 minutos, antes de servir. Decore com raminhos de salsa e rodelas de limão e leve a mesa em seguida, enquanto ainda está bem quente.

Fonte: www.admee.hpg.ig.com.br

Culinária Libanesa

Cozinha Libanesa

Pitas

 Culinária Libanesa
Pita
 

Existem diferentes tipos de pães Líbano. Pão pita é o mais conhecido, ele acompanhou os celestes hummus , mas simplesmente uma salada de tomate ou de cordeiro grelhado.

 Para fazer 6 pita 

 Ingredientes 

125ml de água quente
250g de farinha T55
2 colheres de sopa de azeite de oliva
1 colher de chá de mel
3/4 colher de chá de sal
3/4 colher de chá de fermento

Coloque na sua máquina de pão todos os ingredientes na ordem recomendada pelo fabricante. Comece a massa (amassar + primeira rodada). Se você não tem uma máquina de pão, coloque todos os ingredientes na taça de sua massa processador de alimentos ou massa feita à mão. Uma vez que sua massa ficar lisa e elástica, coloque em uma tigela e deixe crescer por cerca de 1:30 em um lugar livre de correntes de ar.

Em seguida, virar a massa na bancada. Corte em 6 pedaços de mesmo peso que você forma em forma de bola.

Deixe repousar 10 minutos.

Enquanto isso, pré-aqueça o forno a 230 ° C.

Então achatar bolas com três pinos de rolamento para obter três discos de massa de uma dúzia de centímetros de diâmetro. Coloque-os em uma assadeira forrada com papel manteiga ou uma tela Silpat.

 Culinária Libanesa
Pão pita antes de assar
 

Cozinhe por 2 minutos, em seguida, virar o disco de massa e deixe cozinhar mais 5 minutos.

Faça o mesmo com os outros três bolas de massa.

 Tabule libanês 

 Culinária Libanesa
Tabule libanês
 

Basicamente, salada bulgur simples temperado com limão e azeite e decorado com algumas ervas do jardim, tabule é gradualmente enriquecido com uma grande quantidade de salsa e tomate, hortelã e Para se tornar o último salada libanesa e apreciada por todos os associados com piqueniques, festas e recepções.

Resta um frescor incomparável no tempo quente.

 Preparação: 8-40 minutos

200g bulgur

Um grande grupo de salsa 

1/2 maço de hortelã 

cebolas médias

tomates médios

3 limões pequenos (ou 2 grandes)

6 colheres de sopa de azeite de oliva

sal e pimenta

Despeje o bulgur numa tigela e lave. Escorra-lo usando uma peneira e deixe crescer por uma hora na geladeira.

Enquanto isso, lave e legumes secos Lez.

Descasque os tomates, retire as sementes e corte em cubos pequenos. Pique as cebolas e limões do aperto.

Retire os talos da salsa e hortelã, lave-os, seque-os e corte-os finamente.

Em uma tigela grande, misture o trigo vegetal. Adicione o suco de limão, o azeite, a salsa, a hortelã, o sal ea pimenta.

Tabule tradicionalmente vem em um prato grande, cercado por folhas de videira concurso alface, couve ou alface romana. Folhas são usadas para cone ferida comer tabule.

Fonte: www.papillesetpupilles.fr

Culinária Libanesa

Para o libanês, comer, servir e receber bem, são o ponto de honra em família.

A cozinha libanesa é uma das mais ricas, saborosas e fartas do mundo, não só pela variedade de pratos, mas também pelos ingredientes usados.

 As receitas libanesas são consideradas completas, pois numa mesma receita são adicionados diversos ingredientes como: macarrão, lentilha, galinha, carne, legumes, hortaliças, grãos, condimentos e etc.

As receitas libanesas são inúmeras que variam desde as saladas, pratos únicos e completos, até as sobremesas mais adocicadas.

Geralmente a culinária libanesa é artesanal, o que requer muito cuidado e carinho tornando assim um trabalho feito com amor.

Tabule

 Culinária Libanesa
Tabule
 

 Ingredientes 

4 tomates
1 cebola pequena
1 xícara de trigo fino
2 talos de cebolinha verde
1 maço de hortelã pequeno
1 e 1/2 xícaras de salsinha picada
1 pepino
4 colheres de sopa de azeite de oliva
4 colheres de sopa de suco de limão
pimenta síria (opcional)

 Modo de Preparo 

Lave bem o trigo em uma peneira, coloque de molho em água fria por 15 minutos. Corte os tomates ao meio e elimine as sementes. Corte-os em quadradinhos e descasque o pepino. Elimine as sementes e também corte em cubinhos. Pique finamente a hortelã, cebola e cebolinha. Coloque em uma travessa e acrescente a salsinha já picada, os cubinhos de tomate e de pepinos. Misture. Escorra e esprema muito bem o trigo para eliminar o máximo de água possível. Acrescente à salada. Em um pequeno recipiente, misture o azeite, sal, pimenta doce e suco de limão. Regar o tabule e misture muito bem. Sirva com folhas de alface e pão sírio.

Kebabs com tomates refogados

 Culinária Libanesa
Kebabs
 

 Ingredientes 

10 e 1/2 cebolas 10 pequenas cortadas ao meio e 1/2 média em cubos pequenos
sal a gosto
2 colheres (sopa) de azeite
1 colher (chá) de orégano seco
20 tomates cereja cortados ao meio
1 xícara (chá) de salsinha picada
1 colher (sopa) de raspas de limão
250 g de carne moída magra
1 colher (chá) de cominho em pó

 Modo de Preparo 

Em uma tigela, coloque a metade do azeite, a carne, a cebola, as raspas de limão, o cominho, a salsinha e o sal. Misture até ficar homogêneo.

Faça 5 rolinhos com a mistura em forma de salsicha um pouco grossa e coloque em um espetinho para churrasco. Apóie os espetinhos sobre as bordas de uma assadeira e leve ao forno por 25 minutos, ou até dourar.

Em uma frigideira, aqueça o restante do azeite, junte a cebola, os tomates, o orégano e acerte o sal. Refogue até os tomates murcharem. Sirva com os kebabs.

Michuí

 Ingredientes 

1 kg de filé mingnon
sal
pimenta-do-reino
1 colher (sopa) de azeite de oliva
1 colher (sopa) de vinagre
4 tomates médios
2 cebolas médias
2 pimentões vermelhos

 Modo de Preparo 

Cortar a carne em cubos grandes e temperar com o sal, a pimenta, o azeite e o vinagre. Deixar tomar gosto durante 1 hora. Colocar em espetinhos os cubos de carne, intercalados com pedaços de tomate, de cebola e de pimentão. Assar na grelha ou na brasa. Quando pronto, servir o michuí dentro do pão árabe.

 Dicas 

O Michuí pode ser feito também com filé de frango ou peixe.

Pão Árabe

 Culinária Libanesa
Pão Sírio
 

 Culinária Libanesa
Pão Sírio
 

 Ingredientes 

1 colher (sopa) de sal
1 copo de leite morno
2 colheres (sopa) de açúcar
1 kg de farinha de trigo
2 colheres (sopa) de óleo
1 copo de água morna
2 tabletes de fermento para pão

 Modo de Preparo 

Colocar numa tigela a farinha misturada com o sal e o açúcar. Fazer um pequeno buraco no centro, colocando o óleo, o leite e o fermento dissolvido na água morna. Trabalhar a massa com mão até ligar bem. Colocar sobre uma mesa enfarinhada e sovar para obter uma massa lisa. Cobrir com um pano e deixar fermentar durante 30 min num lugar sem corrente de ar. Dividir, então, a massa em bolinhas e abrir com um rolo, formando pães redondos e achatados com cerca de 10 centímetros de diâmetro. Colocar num tabuleiro polvilhado com farinha e deixar descansar mais 15 min em lugar abafado. Levar ao forno pré-aquecido bem quente por 5 a 10 min.

 Dicas 

Se preferir o pão árabe com gergelim, esfregar as bolinhas de massa nesta semente, antes de abrir com o rolo.

Quibe Frito

Culinária Libanesa

 Ingredientes 

1/2 kg de carne moída
2 copos grandes de trigo
1 cebola grande
1 colher (sopa) de sal
pimenta Recheio:
100 g de carne moída
1 cebola média
50 g de pinhõezinhos
2 colheres (sopa) de óleo

 Modo de Preparo 

A massa deve ser preparada da mesma maneira que o quibe cru. Para fazer o recheio, doure os ingredientes antes de misturá-los. Reserve. Pegue uma porção de quibe cru, enrole em forma de um ovo, faça um furo no meio com o indicador. Coloque nesse orifício, um pouco de recheio, sem colocar muito, para evitar que estufe e estoure. Molhe os dedos e feche o orifício do quibe, completando a forma de um ovo. Frite em meia panela de óleo e deixe secar em papel absorvente.

Charuto de Repolho

Culinária Libanesa

 Ingredientes 

11 repolho de tamanho médio
1/2 kg de músculo cozido e cortado em fatias
2 tomates pequenos cortados em rodelas
2 cabeças de alho inteiras
1 cabeça de alho desmanchada
hortelã seca esfarelada
pimenta síria
sal

 Modo de Preparo 

Lave e separe as folhas de repolho. Encha-as com o mesmo recheio das folhas de parreira , formando charutos maiores. Não dobre as beiradas. À parte, forre uma panela com algumas folhas de repolho, cubra-as com os tomates e as fatias de músculo. Arrume os enrolados e espalhe as cabeças de alho (inteiras e desmanchadas) entre os enrolados. Tempere com sal, pimenta síria e hortelã. Acrescente o caldo de músculo. Ponha um prato por cima, tampe e leve para cozinhar em fogo brando. Antes de completar o cozimento, junte um pouco de suco de limão.

Fatoush (Salada Libanesa)

 Ingredientes 

1 pão sírio grande
1 alface americana lavada
1 pepino
3 tomates
1 cebola pequena
6 rabanetes
½ xícara de hortelã picada
½ xícara de salsa picada
¼ xícara de suco de limão
¼ xícara de azeite de oliva
sal

 Modo de Preparo 

Corte o pão sírio em pedaços pequenos e leve ao forno para tostar. Reserve. Corte o pepino ao meio no sentido do comprimento e elimine as sementes. Corte a polpa em cubos de 2 cm e coloque em uma tigela funda. Rasgue grosseiramente a alface a adicione à salada. Corte os tomates ao meio e elimine as sementes.

Corte a polpa em cubos e coloque na tigela juntamente com o pepino. Corte os rabanetes em pedaços e adicione à salada. Pique finamente a cebola e acrescente à tigela. Misture e adicione a salsinha, hortelã, torradas de pão sírio, suco de limão, azeite de oliva e sal. Misture delicadamente e sirva imediatamente.

Arroz Libanês (Roz libnani)

 Ingredientes 

1 kg de arroz.
250 gramas de macarrão cabelo de anjo ou spaghetti bem fino.
Manteiga.
Canela em pó a gosto.
1 litro de água fervente.
Sal a gosto

 Modo de Preparo 

Quebre o macarrão em pedaços se for spaghetti e frite na manteiga quente, atenção em aula. Se for cabelo de anjo não precisa quebrar porque na ocasião de fritar ele quebra. Deixe ficar moreninho.

Junte o arroz já bem escorrido e misturado com canela em pó. Quando estiver bem misturado coloque a água fervente e o sal. Logo que comece a secar mexa e baixe o fogo para ficar bem seco.

Doce de Aletria ( macarrão cabelo de anjo ) com nozes e amêndoas

 Ingredientes 

1 pacote de aletria
1 kg de açúcar
½ litro de água ( ou 4 copos ).
Nozes picadas.
Amêndoas ( opcional ).
Pau de canela ou essência de rosas.

 Modo de Preparo 

Prepare a calda de açúcar não muito grossa.

Coloque a aletria, a canela (pau) ou essência derosas. Deixe cozinhar por 30 minutos.

Ponha as amêndoas e as nozes picadas.

Retire da panela com uma escumadeira com todo cuidado, coloque em compoteira e a calda por cima.

Retire o pau de canela para não ficar o gosto muito acentuado.

Doce de figo com nozes com recheio de mamul

 Ingredientes 

1 kg de figo seco ( doce )
cortado em 4 .
500 gramas de nozes.
1 kg de açúcar
2 copos de água.

 Modo de Preparo 

Misture todos os Ingredientes e leve ao forno até dar o ponto.

 Observação 

Se quiser fazer para servir como sobremesa, corte o figo ao meio e as nozes.

Este doce é comum no Líbano ser usado no Natal (para os cristãos), com essência de rosas.

Fonte: www.arabianfla.com.br

Culinária Libanesa

Cozinha Libanesa

Beringela de forno

 Ingredientes 

6 beringelas grandes inteiras descascadas e fritas
Água, sal e óleo para fritar
Queijo prato ralado a gosto
Molhos de tomates

 Recheio 

2 colheres (sopa) de manteiga
Sal e pimenta a gosto
1 quilo de carne moída
4 cebolas grandes
4 dentes de alho

 Modo de Preparar 

Descascar as beringelas, furar com um garfo e deixar de molho na água de sal por alguns minutos. Escorrer bem e fritar. Reservar.

 Recheio 

Temperar a carne com alho, sal e pimenta. Refogar na manteiga até fritar. Neste momento, colocar a cebola cortada fina ao comprido. Deixar dourar bem.

Arrumar a travessa com as beringelas fritas, cortar ao meio e rechear com a carninha. Cobrir com um suculento molho de tomates, queijo prato ralado e levar ao forno na ocasião de servir.

Bolinhas de coalhada seca no azeite - Amabariss

 Ingredientes 

2 litros de coalhada fresca
Bastante azeite de oliva
Sal a gosto

 Modo de Preparar 

Preparar coalhada fresca, colocando 2 litros de coalhada fresca em um saco de pano por aproximadamente 24 horas, para que fique bem seca e mais dura que o habitual. Adicionar o sal e misturar bem. Fazer bolinhas de cerca de 3 cm de diâmetro bem lisas. Deixar secando sobre um pano de prato em uma travessa por algumas horas.

Arrumar as bolinhas cuidadosamente, em um vidro de conserva bem limpo até encher. Cobrir com azeite e tampar hermeticamente. Se estiver completamente coberta pelo azeite e bem fechada, esta coalhada seca em bolinhas se conserva por muitos meses fora da geladeira. Servir com azeitonas, hortelã fresca e pão árabe. Podemos colocar zahtar ou Orégano.

Cafta de forno

 Ingredientes 

3 colheres (sopa) de farinha de trigo, sem fermento
2 colheres (sopa) de amido de milho
2 colheres (sopa) de farinha de rosca
4 colheres (sopa) de margarina
2 quilos de carne moída (patinho)
Pimenta síria a gosto
4 ovos inteiros
Cheiro verde
cebolinha
sal a gosto

 Molho e decoração 

1 quilo de batatas cortadas em rodelas
Extrato de tomate a gosto
5 tomates em rodelas
3 cebolas em rodelas
Margarina a gosto

 Modo de Preparar 

Amassar a carne com os temperos, ovos e margarina. Passar no multiprocessador. Acrescentar as farinhas, misturando bem e sempre apertando. Fazer um bolo igual a um rocambole comprido e colocar ao centro de um tabuleiro untado com a margarina. Em volta, acrescentar as batatas descascadas cruas e cortadas em rodelas não muito grossas, 1 cm mais ou menos. Refogar rapidamente os tomates e cebolas com extrato de tomate na margarina.

Acrescentar água e sal, despejando depois em cima da Cafta e batatas. Levar ao forno para assar, cobrindo com um papel alumínio por uns 15 minutos e logo após por mais 10 minutos sem cobrir. Está pronto quando as batatas estiverem macias. Podemos fazer este prato também em pirex grande para levar a mesa.

Chapeuzinhos de massa na coalhada - Chuche - Baraque

 Ingredientes 

1 receita de Labanie (coalhada cozida)

 Recheio 

220 gramas de carne (patinho) moída
1 cebola pequena ralada
Sal a gosto

 Massa (chapeuzinho) 

1 colher (chá) de sal dissolvido em xícara ½ de água
2 colheres (sopa) de manteiga
250 gramas de farinha de trigo
farinha de trigo para polvilhar

 Modo de Preparar 

Preparar a Labanie (coalhada cozida) e reservar.

 Preparar o recheio 

Numa tigela, juntar a carne moída e a cebola ralada, temperar com sal e pimenta síria a gosto e misturar bem.

 Chapeuzinhos 

Numa tigela, juntar a farinha de trigo, a mistura de sal e água e a manteiga. Com as mãos, trabalhar a mistura até obter uma massa que se desprenda inteiramente da tigela e das mãos. Polvilhar uma superfície de trabalho com a farinha de trigo (pedra mármore ou tábua). Abrir a massa, usando um rolo de cozinha, até ficar bem fina. Usando o cortador de biscoito ou um cálice de licor com cerca de 4 cm de diâmetro, recortar disquinhos na massa.

No centro de cada disquinho de massa, colocar uma quantidade de recheio equivalente a, mais ou menos, um grão-de-bico. Dobrar a massa sobre o recheio, aperte as bordas como se fosse um pastelzinho e juntar as pontas fornecendo um chapeuzinho. Colocar a Labanie numa panela grande, levar ao fogo brando e deixar ferver. Assim que ferver, vá colocando os chapeuzinhos, e a proporção que forem subindo vá retirando da panela e colocando numa sopeira. Quando todos estiverem cozidos, colocamos o molho por cima.

Coalhada com pepino - Lában Mah Khiar

 Ingredientes 

1colher (sopa) de hortelã fresca picada ou 1 colher (chá) de hortelã seca esfarelada
1 dente de alho amassado com 1colher de sal
4 pepinos grandes (1 quilo), frescos, descascados e picados (sendo japonês - 8 com casca)
1 receita de Lában (coalhada fresca)

 Modo de Preparar 

Numa tigela grande, juntar a Lában, os pepinos, o alho, a hortelã e mexer bem para envolver todos os ingredientes. Servir a coalhada acompanhada com 1 receita de Kibe bi simiê (quibe cru).

Coalhada cozida - Labanie

 Ingredientes 

2 colheres (sopa (30 gramas) de manteiga
2 colheres de sopa (20 gramas) de farinha de trigo
2 colheres (sopa) de hortelã fresca picada
1 colher (chá) de sal, ou a gosto
3 litros de Lában (coalhada fresca)
2 dentes de alho amassados

 Modo de Preparar 

Numa panela pequena, colocar a manteiga, levar ao fogo brando e deixar derreter. Juntar o alho e fritar ligeiramente. Numa panela grande, colocar os 3 litros de Lában (coalhada fresca), a farinha de trigo e o sal, misturar bem juntamente com a manteiga e o alho.

Devolva a mistura à panela, levar ao fogo brando e cozinhar mexendo com a colher de pau sempre no mesmo sentido, a até ferver. Assim que ferver, juntar a hortelã fresca picada, misture, retirar do fogo e passar para uma tigela. Servir a coalhada como entrada (sopa) ou acompanhamento.

Coalhada seca - Labne

 Ingredientes 

1 coalhada fresca
Sal a gosto

 Modo de Preparar 

Preparar a coalhada fresca. Mexer bem e despejar num saco de algodão, de trama bem fechada (morim). Amarrar a boca do saco, pendurar e deixar o soro escorrer por um período de 10 a 12 horas. Quanto mais tempo a coalhada ficar escorrendo, mais dura e ácida ela será. Depois desse tempo, retirar a coalhada, colocar sal e misturar bem. Levar á geladeira. Servir acompanhada de azeitonas pretas, hortelã fresca ou seca, ervas e especiarias (zahtar, alho, cebolinha, salsa, etc. ) além de pão árabe. Coalhada seca com azeite chama-se (Lában bi zaite).

Esfiha de Ricota

 Ingredientes 

2 colheres (sopa) de azeite de oliva
1 pacote de 200 gramas de ricota fresca
sal e pimenta-do-reino a gosto
2 cebolas grandes

 Modo de Preparar 

Preparar a massa para esfiha, conforme a receita de Esfiha Fechada. Rechear com a ricota, misturada com a cebola bem picada, sal, pimenta e azeite. Fechar os triângulos de massa, colocar em assadeira polvilhada com farinha de trigo e pincelar com leite. Levar ao forno preaquecido durante 20 minutos.

Frango com grão de bico - Iakhna

 Ingredientes 

4 colheres (sopa) de tahine
1 quilo de coxas e sobre coxas de frango
Alho, sal, pimenta síria a gosto
Gramas de grão de bico
Hortelã a gosto
Manteiga

 Modo de Preparo 

Temperar as coxas e sobre coxas de frango com sal, alho e pimenta síria. Fritar aos poucos na manteiga e reservar. Quando todas estiverem fritas colocar uma panela para juntas refogarem um pouco. Reservar. Colocar o grão de bico de molho de véspera, no dia seguinte tirar as peles e colocar para ferver na água e sal.

Quando estiver mole passar na manteiga e juntar a tahine. Misturar o frango com o grão de bico cuidadosamente, arrumar em um prato e decorar com folhas de hortelã. Pode ser servido frio ou quente.

Macarrão com lentilha e carne moída - Mjadara tipo Rista

 Ingredientes 

250 gramas de macarrão spaghetti
Pimenta verde sem ardor (opcional)
500 gramas de carne moída
500 gramas de lentilha
Cebola à francesa
Alho e sal a gosto
Pimenta síria
Manteiga

 Modo de Preparo 

Colocar a lentilha para escaldar em água e sal. Reservar. Escaldar o macarrão em água e sal com um pouco de óleo. Reservar. Temperar a carne com alho, sal, pimenta síria. Refogar na manteiga mexendo sempre para ficar bem solta.

 Atenção!: Misturar o macarrão com a carne e levar ao fogo para o macarrão pegar bem o gosto. Juntar à lentilha e colocar ao fogo para terminar o prato.

Deixar com pouco molho. Separado, passar a cebola cortada fina ao comprido (à francesa) na manteiga. Colocar a lentilha no prato e a cebola por cima na ocasião de ir à mesa. Servir quente com pão libanês.

Mamul

 Ingredientes 

2 (sopa) de fermento biológico
1 quilo de manteiga da melhor qualidade
2 quilos de farinha de trigo mais ou menos
2 copos de água de rosas

 Recheio: 

Açúcar cristal ou açúcar de confeiteiro para decorar
500 gramas de nozes ou castanhas de caju
500 gramas de doce de figo seco ou ameixas
200 gramas de açúcar

 Modo de Preparar 

 Massa 

Colocar a manteiga para ferver até deixar de “chiar” com a manteiga (sair toda a água). Dissolver o fermento na água e sal. Colocar o trigo em uma bacia e escaldar com a manteiga ao mesmo tempo, ir colocando agora com sal e fermento. Vá amassando bem até ficar uma massa bem úmida e leve. Deixar descansar 20 minutos. Enquanto isto, prepare o recheio. Picar os Ingredientes, juntar o açúcar e fazer o doce.

 Montar os mamuls 

Colocamos a massa na “mãozinha” deixando um vácuo ao centro onde vamos por o recheio e fechar a massa, tendo o cuidado de não deixar aparecer nada do recheio.

Assar em forno quente, rapidamente, não deixar escurecer.

 Para decorar 

Passar em açúcar cristal ou de confeiteiro enquanto quentes. Colocar em vidros ou latas só quando estiverem frios.

Molho de gergelim - Tahine - Taratur

 Ingredientes 

3 colheres (sopa) de óleo gergelim. Tahine
3 colheres (sopa) de suco de limão
1 dente de alho amassado
Água gelada (o necessário)
Sal a gosto

 Modo de Preparo 

Numa tigela, juntar o óleo de gergelim, o alho amassado, sal a gosto e misturar bem. Juntar o suco de limão e misture. Aos poucos, vá acrescentando água gelada, misturando sempre, até o molho ficar ralo e esbranquiçado.

Fonte: www.livrodereceitas.com