Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Locuções Denotativas  Voltar

Locuções Denotativas

 

Classes de palavras

Em português, segundo a Nomenclatura Gramatical Brasileira (NGB), as palavras se distribuem por dez classes: substantivo, artigo, adjetivo, numeral, pronome, verbo (classes flexionáveis), advérbio, preposição, conjunção e inter­jeição (classes não flexionáveis).

As palavras que não se enquadram em nenhuma dessas classes formam um conjunto especial, que veremos logo adiante.

Observação

As interjeições sao, na verdade, frases implícitas, e não palavras invariáveis. Comprova-o o fato de a interjeição não exercer nenhuma função na oração.

Palavras e locuções denotativas

Existem palavras e locuções que não se enquadram em nenhuma das classes de palavras, já que não exprimem na verdade uma função sintática na oração, por terem essencialmente natureza afetiva, subjetiva: são as palavras e locuções denotativas.

As mais encontradas são as que indicam:

Adição

Além disso, senhores, não desejamos favores seus.
Chorou e ainda por cima gritou, esperneou, fez o diabo!
A senhora não trabalha e ainda reclama?!
Demais, somos um país pobre. Não podemos esbanjar.
Ademais, sempre lutei por essa causa.
Ela é, além de tudo, burra!
Era feia e baixinha e, quando acaba, burra!
Ficamos, além de tudo, horrorizados!

Adversidade

Mesmo chovendo muito, viajamos.
Fui trabalhar, ainda com muita febre
O nadador teve cãibras, mas assim mesmo ganhou a prova.

Afastamento

Vou embora daqui.
Muitos brasileiros estão preferindo ir embora.

Afirmação

A vida - é fato - começa aos quarenta!
Sim, devo, não nego, pago quando posso.
Com certeza você já sabe das minhas intenções.
Você está evidentemente blefando.
De fato, tudo não passou de um grande susto.
Lutou muito - é certo -, mas nada conseguiu.
Minha filha - é verdade - é um gênio!
A natureza está mesmo doente.
O presidente era, positivamente, um esportista.
O homem é, sem dúvida, um depredador. Indubitavelmente, um predador.
- Luís, você poderia emprestar-me seu automóvel?
- Pois não!
- Você vai me pagar hoje?
- Perfeitamente!

Aproximação

Esse rapaz já é quase doutor.
O comércio praticamente não funcionou ontem.
Estaremos de volta lá pelas onze horas.
A mulher devia de ter uns duzentos anos!
Faz bem dois anos que não vejo Ifigênia.
Daqui a Salvador há mais ou menos dois mil quilômetros.
Voltaremos a nos reunir aproximadamente às dez horas.
Gastamos cerca de mil reais na festa.
Diz-se que Luís de Camões morreu por volta de 1640.

Coincidência

Logo eu fui ser o escolhido!
Bem você acabou sendo a vítima!
Justamente agora, que vou dormir, chegam visitas!
E, por cúmulo, naquele dia eu não podia desabafar com ela.
O pai dela chega justamente na hora do beijo!

Conclusão

Todos queremos acabar de vez com a inflação; enfim, vivermos melhor.
Ela queria casar o mais urgentemente possível; em suma, para sair de casa.

Continuação

Bem, você quer que eu lhe responda a sua pergunta. Ora, eu não posso dar respos­ta à sua pergunta!
Ora, o acusado se diz o pai da criança; em sendo o pai da criança, esta é sua filha.

Distribuição

Cada paixão no coração é, a princípio, como um mendigo; em seguida como um hóspede e, finalmente, como o dono da casa.
Não deveis abrir a porta de vossos corações ao primeiro pedinte.
Refletindo bem, pode se beber vinho por cinco motivos: primeiro, para se festejar algo; segundo, para calmar a sede; depois, para se evitar de ter sede após; em seguida, para se fazer honra ao bom vinho e, finalmente, por todos os motivos.

Exclusão

Ela olhou para mim, apenas para mim, tão-somente para mim.
A mulher vivia unicamente para o marido.
O governo brasileiro não nos ajuda sequer um minuto.
Não bebo nada senão leite.
Estudem até a página cinqüenta do livro, exclusive.

Explicação

Admiro apenas duas coisas no mundo: a força física e a inteligência, isto é, as duas únicas formas de energia.
Toda palavra proparoxítona é acentuada. Por exemplo: álibi.
Compramos vários objetos, a saber: lápis, canetas, cadernos, etc.
A Igreja brasileira é socialista, quer dizer, progressista.
Temos muitos brasileiros competentes para o governo. Como o ex-ministro Cristovão Buarque.

Freqüência

Você, sempre você!!!
Ela vivia me atenazando, dizendo que eu tinha outra mulher. Dizia isso de manhã, de tarde, de noite. Toda a hora!

Inclusão

Você também contra mim, Cristina?!
Até você, Brutus?!
Vi com profundo dissabor, com irritação mesmo, essa decisão.
Qualquer pessoa, mesmo o mais ignorante, entende isso!
Os torcedores, revoltados, chegaram mesmo a ameaçar os dirigentes.
Um pai - ainda o mais pobre - tem sempre uma riqueza para deixar ao filho'.
o exemplo. '.
Todos se revelaram incompetentes no governo anterior, inclusive o presidente.

Negação

Você acha que ela é bom partido? Qual nada, rapaz!
Se ela voltou pra mim? Nada!
Que esperança! Ela não volta nunca mais!
Você pensa que ela me procurou? Qual o quê!
Ela não me telefonou nem eu tampouco a ela.
Absolutamente, hoje você vai ficar em casa.
Você quer saber se vou voltar a Ilhéus? Não vou, não,
- Luís, você poderia emprestar seu automóvel?
- Pois sim!

Precisão

Cheguei às oito horas em ponto.
O comércio fecha às dezoito horas exatamente.
Pagou aos funcionários precisamente no dia 10.
Ela me beijou mesmo aqui, na boca.

Realce

Elisa é quem manda em casa.
Eu é que sei onde andam as crianças?!
Este país tem jeito?
Estou curioso mas é de vê-Ia novamente.
Nossa língua tem suas dificuldades.
As crianças devem ter ficado com a avó, sei .
Que dias maravilhosos não passei em Salvador!
Quanta traição não há num beijo!
Estou espantado mas é de ver tanta burrice!
Quanto não vale uma jóia dessas?
Vou-me embora sozinho.
O que não iriam dizer de mim, se eu andasse com ela?
Eu não disse que ia chover?
Quase que eu caio ali.
Que loucura que foi nossa viagem!
Quando todos pensam da mesma maneira, é porque nenhum pensa grande coisa.
Logicamente que eu não iria com ela.
Veja que ironia!
Bem que ela poderia casar comigo!
Você bem poderia me tirar daquela enrascada!
Vão-se os anéis; fiquem-se os dedos.
Foi-se embora cedo.

Restrição

Concordo com você, em parte.
Sua tese é relativamente bem-arquitetada.
Vou apoiá-Io em termos.

Retificação

Foram assaltados por um mascarado, aliás, por dois.
Hersílio não está em casa, isto é, mudou-se daqui.
Filipe disse que já foi a Júpiter; não, a Plutão!
Vou viajar por estes dias, ou melhor, sábado.
Você é simpática, Ifigênia. Perdão, também bonita.
Precisamos pagar essa dívida, ou antes, rolar essa dívida, porque pagá-Ia é quase impossível.

Seleção

Gosto do Brasil, principalmente da Bahia.
Gosto dos brasileiros, mormente das baianas.
As brasileiras são lindas, sobretudo as cariocas.

Situação

Mas quem é essa pessoa que insiste em falar comigo?
Então, falando mal de mim, hem, rapazes!
Falsa modéstia... Mas se a modéstia é sempre falsa!
Se, afinal, me escolherem, eu aceito a candidatura.

Ao encontrar qualquer dessas palavras ou locuções numa oração, basta clas­sificá-la como palavra (ou locução) denotativa de inclusão, de aproximação, etc

Palavras e Locuções Denotativas

As palavras e locuções denotativas foram concebidas como advérbios na Nomenclatura Gramatical Brasileira (NGB).

Não se enquadram em nenhuma das dez classes gramaticais. Possuem entretanto legítima importância morfológica, sintática e semântica, equivalendo quase a uma 11ª classe vocabular da Língua Portuguesa. Enriquecem, explicitam e ampliam semanticamente os diferentes contextos onde atuam, as inúmeras situações frasais onde ocorrem, emprestando-lhes maior coerência e transparência linguística.

Transcrevemos, a propósito, um artigo da Wikipedia:

“A linguagem tem valor referencial ou denotativo quando é tomada no seu sentido usual ou literal, ou seja, naquele que lhe atribuem os dicionários; seu sentido é objetivo, explícito, constante. Ela designa ou denota determinado objeto, referindo-se à realidade palpável. Exemplo: O papel foi rabiscado por todos.

A linguagem denotativa é basicamente informativa, ou seja, não produz emoção no leitor. É informação bruta com o único objetivo de informar. É a forma de linguagem que lemos em jornais, bulas de remédios, manuais de instruções etc.

A denotação, portanto, é encontrada em textos de natureza informativa, como os jornalísticos ou científicos, visto que o emissor busca informar objetivamente o receptor.

Quando o emissor busca objetividade de expressão da mensagem, utiliza a linguagem denotativa, com função referencial. As palavras são empregadas em sua significação usual, literal, real, referindo-se a uma realidade concreta ou imaginária.

Já a palavra literária é conotativa, é uma linguagem carregada de emoções e sons próprios e únicos. Na literatura, os autores empregam as palavras em sentido conotativo (figurado). Todavia, é na poesia que isso ocorre com mais frequência, embora não seja apenas na literatura e na poesia que a conotação aparece, mas também nos anúncios publicitários e até mesmo na linguagem do dia-a-dia.”

Palavras ou expressões denotativas são as que denotam, indicam, apontam, evidenciam alguns fatos da língua – ocorrências que só elas conseguem exprimir, já fora do âmbito das demais classes. Daí seu valor ôntico e dêitico.

Classificamo-las de acordo com a noção dos fatos que nos passam:

Adição - ademais, ainda, além disso, até.
A criança comeu tudinho e ainda quer mais!
Eu até podia ajudá-la, mas não vejo como, Amélia...
E esse inquilino, além disso, está devendo um ano de aluguel!

Afetividade - ainda bem, felizmente, infelizmente.
Ainda bem que você chegou...
Você não ouviu nada, garoto – ainda bem!
Ainda bem que eu estava atento.

Aproximação - aproximadamente, bem, cerca de, lá por, por volta de, quase, uns.
Até lá é quase uma hora andando...
Joana retornou cerca de meia-noite.
Por volta das cinco horas, chegaram as primas.

Designação – eis.
Eis o nosso goleiro!
Eis o sol que surge radioso!

Exclusão - afora, apenas, apesar, exceto, exclusive, fora, menos, salvo, sequer, senão, só, somente, tirante, unicamente.
A maioria já se manifestou, salvo engano.
Apenas um me respondeu.
Ninguém abraçou a causa, senão você.
Só ele veio à excursão.
Todos, exceto eu, foram à conferência.
Todos vieram à reunião, menos ele.
Voltei unicamente para me despedir direito.

Explicação (explanação) procura esclarecer determinado assunto: a saber, isto é, ou seja, por exemplo.
Li vários livros, a saber, os de aventura e paixão.
Ele, por exemplo, não pôde comparecer.
Houve um pequeno acidente, isto é, um arranhão.

Inclusão - ademais, ainda, além disso, até, de mais a mais, inclusive, mesmo, também.
Até eu fui envolvido na discussão.
Até eu fui intimado a depor.
E além disso, perdi o treino...
Eu também vou.
Lá falta tudo, até água!
Todos se emocionaram, inclusive eu.

Realce (ou expletiva): cá, é porque, é que, embora, lá, mas, mesmo, não, ora, que, se, só, sobretudo.
E eu pensei cá comigo: isto sim é amor!
E você lá sabe disso, menina enxerida?
Eu é que não caio nessa!
Eu é que vou falar hoje.
Lá vem você de novo com essa desculpa!
Você é que tem jeito para isso.

Retificação - aliás, digo, isto é, ou antes, ou melhor, ou seja, perdão.
Amanhã, aliás, depois de amanhã iremos à festa.
Ele escapou ileso, ou antes, nasceu de novo!
Somos três, ou melhor, quatro.
Todos querem preservar, aliás, todos devem preservar.
Vou sair já, ou melhor, daqui a alguns minutos.

Situação - Retratam o sentido de uma situação: afinal, agora, então, mas, pois, se.
Afinal, que palhaçada é esta?!
E quais são as suas conclusões, afinal?
Então como ficamos?
Então, como vai a família?
Mas quem vai dirigir o carro, se estamos todos bêbados?

Locuções Denotativas - Exemplo

Antes de ampliarmos os nossos conhecimentos sobre o referido assunto, atentemo-nos para estas orações:

Iniciamos nossos trabalhos na semana passada.
A greve dos Correios é por tempo indeterminado.

Diante das mesmas podemos perceber que houve uma situação comunicativa dotada de sentido, e que ambas se compuseram de determinados elementos básicos para que este processo se concretizasse.

Tais elementos estão ligados às classes gramaticais, ou seja, substantivos, advérbios, conjunções, verbos, dentre outros.

Analisando os termos referentes à primeira oração, e levando em consideração a classe gramatical a que pertencem, temos:

Iniciamos - refere-se à primeira pessoa do plural do verbo iniciar (presente do indicativo)
Nossos -
pronome possessivo
trabalhos -
substantivo comum
na - preposição oriunda da contração:
em +a (preposição essencial + artigo definido a )
semana passada -
advérbio de tempo

Entretanto, permeando os recursos linguísticos a que nos dispomos, existem certas expressões que não se enquadram nestas classe gramaticais, embora façamos uso das mesmas constantemente. A NGB (Nomenclatura Gramatical Brasileira) classifica-as como palavras denotativas, tendo como pressuposto o significado por elas apresentado dentro do contexto.

Vejamos algumas:

Ainda, além disso
Ambas denotam uma ideia de adição.

Ex: Depois de ter aprontado toda a confusão, ainda me pediu que eu a levasse em casa.

Eis
A expressão tem o sentido de designar algo.

Ex: Ser ou não ser, eis a questão.

Quase, lá por, volta de, uns
Revela o sentido de aproximação.

Ex: Eu quase trouxe a sua encomenda hoje.
Chegaremos lá pelas quatorze horas.

Ainda bem, felizmente, infelizmente
Neste caso, dá sentido de afetividade.

Ex: Ainda bem que você chegou para me fazer companhia.
Infelizmente não poderei lhe acompanhar no passeio.

Apesar, somente, exceto sequer, menos
Sentido de exclusão.

Ex: Não pronunciou sequer uma palavra durante a reunião.
Consegui fechar todas as avaliações, exceto a de Física.

Isto é, por exemplo
Denotam explicação sobre determinado assunto.

Ex: Quero saber de tudo, isto é, como os fatos aconteceram ao longo do processo.
Não concordo com sua atitude, como por exemplo, quando me oculta algo.

Apenas, só, somente
Neste sentido, retrata uma situação de limitação.

Ex: Apenas um convidado compareceu para assistir à palestra.
Somente você me compreende.

Ou melhor, aliás, isto é
Aqui temos sentido de reiterar algo que foi dito, de ratificação.

Ex: Quero que alguns, ou melhor, todos, venham para a festa
Pretendo me formar no fim do ano, aliás, os convites já estão até prontos.

Então, afinal, agora
Retratam o sentido de uma situação.

Ex: Afinal, é você ou ele que deseja ocupar o cargo?
E então? Vais cumprir com a promessa?

Fonte: www.resenhas.com/www.colegiosaofrancisco.com.br

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal