Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  A Verdura Amena, 1598  Voltar

A verdura amena (1598)

Redondilhas de Luís Vaz de Camões

Cantiga

a este meto seu:
Se Helena apartar do
campo seus olhos,
nascerão abrolhos.

VOLTAS

A verdura amena,

gados, que pasceis,

sabei que a deveis

aos olhos de Helena.

Os ventos serena,

faz flores de abrolhos

o ar de seus olhos.

Faz serras floridas,

faz claras as fontes:

se isto faz nos montes,

que fará nas vidas?

Trá-las suspendidas

como ervas em molhos,

na luz de seus olhos.

Os corações prende

com graça inumana

de cada pestana

ü alma lhe pende.

Amor se lhe rende,

e, posto em giolhos,

pasma nos seua olhos

Fonte: www.bibvirt.futuro.usp.br

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal