Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  De Ver-vos A Não Vos Ver, 1595  Voltar

De ver-vos a não vos ver (1595)

Redondilhas de Luís Vaz de Camões

Cantiga

a este moto seu:
Pois me faz dano olhar-vos
não quero, por não perder-vos
que ninguém me veja ver-vos.

VOLTAS

De ver-vos a não vos ver

há dous extremos mortais;

e são eles em si tais

que um por um me faz morrer;

mas antes quero escolher

que possa viver sem ver-vos

minh'alma, por não perder-vos.

Deste tamanho perigo

que remédio posso ter,

se vivo só com vos ver,

se vos não vejo, perigo?

Quero acabar comigo

que ninguém me veja ver-vos,

Senhora, por não perder-vos.

Fonte: www.bibvirt.futuro.usp.br

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal