Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Não Sabendo Amor Curar 1595  Voltar

Não sabendo Amor curar (1595)

Redondilhas de Luís Vaz de Camões

Cantiga a este moto:

Deu, Senhora, por sentença

Amor, que fôsseis doente,

para fazerdes à gente

doce e fermosa a doença.

VOLTAS

Não sabendo Amor curar,

foi a doença fazer

fermosa, para se ver,

doce para se passar.

Então, vendo a diferença

que há de vós a toda a gente,

mandou que fôsseis doente

para glória da doença.

E digo-vos, de verdade,

que a saúde anda envejosa,

por ver estar tão fermosa

em vós essa enfermidade.

Não façais logo detença,

Senhora, em estar doente,

porque adoecerá a gente

com desejos da doença.

Que eu, por ter, fermosa Dama,

a doença que em vós vejo,

vos confesso que desejo

de cair convosco em cama.

Se consentis que me vença

este mal, não houve gente

de saúde tão contente

como eu serei da doença

Fonte: www.bibvirt.futuro.usp.br

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal