Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Num Bosque Que Dos Ninfas Se Habitava, 1595  Voltar

Num bosque que dos Ninfas se habitava (1595)

Sonetos de Luís Vaz de Camões

Num bosque que das Ninfas se habitava

Sílvia, Ninfa linda, andava um dia;

subida nüa árvore sombria,

as amarelas flores apanhava.

Cupido, que ali sempre costumava

a vir passar a sesta à sombra fria,

num ramo o arco e setas que trazia,

antes que adormecesse, pendurava.

A Ninfa, como idóneo tempo vira

para tamanha empresa, não dilata,

mas com as armas foge ao Moço esquivo.

As setas traz nos olhos, com que tira:

—Ó pastores! fugi, que a todos mata,

senão a mim, que de matar me vivo

Fonte: www.bibvirt.futuro.usp.br

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal