Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Quando, Senhora, Quis Amor Que Amasse, 1668  Voltar

Quando, Senhora, quis Amor que amasse (1668)

Sonetos de Luís Vaz de Camões

Quando, Senhora, quis Amor que amasse

essa grã perfeição e gentileza,

logo deu por sentença que a crueza

em vosso peito amor acrescentasse.

Determinou que nada me apartasse,

nem desfavor cruel, nem aspereza;

mas que em minha raríssima firmeza

vossa isenção cruel se executasse.

E, pois tendes aqui oferecida e

sta alma vossa a vosso sacrifício,

acabai de fartar vossa vontade.

Não lhe alargueis, Senhora, mais a vida;

acabará morrendo em seu oficio,

sua fé defendendo e lealdade

Fonte: www.bibvirt.futuro.usp.br

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal