Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Locais Turísticos de Madagáscar  Voltar

Locais Turísticos de Madagáscar

ANTANANARIVO

Conhecido como Tana, é uma população de 1.052.000 habitantes, composta principalmente pela etnia merina. As casas desta cidade são bastante amplas, com tetos de terracota e balcões de madeira muito enfeitados. Entre as casas levantam-se numerosas igrejas. Cruzando por estas ruas encontra-se o Palácio da Rainha Ranavalona I.

O grande mercado popular de Tana (nas sextas-feiras) é o Zoma, que extende-se desde Fahaleovantena até diversas ruas.

O Parque Botânico e Zoológico de Tsimbazaza é uma das visitas obrigatórias: existem lemures, incluindo um aye-aye, além de uma grande variedade de pássaros, répteis e plantas. O Museu da Academia Malgache, também nas terras do zoo, oferece mostras naturais e culturais, incluindo a arte funerária. O Rova, palácio da rainha, é o lugar mais alto de Tana, do qual visualiza-se toda a cidade.

AMBALAVAO

Apesar de não ter um grande interesse turístico, é válida uma visita. Esta agradável e amistosa cidade tem um complemento atrativo graças à arquitetura de Bepsileo (grandes e magníficos balcões talhados) e a uma atmosfera de terras altas.

É conhecida pela cerimônia Famadihana onde os anscestrais são desenterrados, agasalhados e enterrados novamente.

Muita gente vem comprar o papel antaimoro, papiro feito à mão com flores secas prensadas de formas múltiplas e caprichosas. A cidade também produz "lamba avindrano", uma espécie de seda usada como roupa fina ou como complemento funerário.

AMBOHIMANGA (COLINA AZUL)

A excursão mais popular desde Tana é esta cidade, situada 21 quilômetros para o norte. Foi a capital original da família real merina, e depois permaneceu como lugar sagrado. As vistas em torno são assombrosas e semelhantes as do vale de Kathmandu.

O Rova é o ponto mais importante da cidade, pois era o Palácio do Rei Andriananpoinmerina, que viveu desde 1787 à 1810.

AMBOSITRA

Normalmente pronunciado "Amboshed", extende-se 90 quilômetros ao sul de Antsirabe. É conhecida pelas esculturas de madeira e fabricantes de móveis.

ANSIRABE

Esta bela cidade com 100.000 habitantes extende-se ao longo de um planalto de 1500 m, à 169 quilômetros ao sul de Tana.

É um centro industrial com balneários termais e centros de comércio de pedras semi-preciosas. Tem três setores claramente diferenciados: o organizado setor francês, a poerenta e ativa cidade de Malagasy e o distrito industrial.

As principais atrações são os Banhos Termais, a "Star Brewery" e os dois lagos vulcânicos de Andrikiba e Tritiva (à 17 e 18 km da cidade, respectivamente).

As viagens em volta da cidade podem ser realizadas a pé, de mountain-bike, a cavalo ou de carro puxado (pause-pause).

ANTSIRANANA (DIEGO SUÁREZ)

Conta com uma população de 60.000 habitantes; está ao norte de Madagascar, situada em um promontório em uma longa baia e com um dos mais formosos portos do Oceano Índico.

Uma excelente excursão para ser feita é ir a praia Ramena, a 15 quilômetros ao leste da cidade. Outra bela estação natural é o solitário lugar chamado Montanha dos Franceses; trata-se de uma pequena colina com grutas, vegetação rara, grande variedade de pássaros, além de estupendas vistas da baia. Esta cidade é a única onde não se deve pechinchar.

FIANARANTSOA

É o centro intelectual e acadêmico de Madagascar e também o centro de produção de vinhos mais importante. A cidade é fresca, sobretudo de noite. Tem três amplos e separados níveis: um deles é Basse-Ville, o mais pobre e onde situa-se a estação de trem e o escritório principal dos correios; outro Nouvelle-Ville, a zona de negócios com bancos e dois hotéis; e por último, Haute-Ville, que é o distrito mais belo que domina o resto da cidade, agrupando diversas igrejas.

IHOSY

Esta pequena cidade é a capital da tribo bara. Não possui muito destaque, mas é uma boa parada entre Fianarantsoa e Toliara e o Parque Nacional de Isalo.

MAHAJANGA

O "Baie de Bombetoka" na boca do rio Betsiboka, é o segundo porto do país depois de Toamasina. É uma cidade calorosa e poerenta, com amplos passeios marítimos e um ambiente de horizontes perdidos. Uma agradável caminhada pode ser a visita ao Circo Vermelho, anfiteatro natural cheio da cor ao norte do aeroporto.

MANAKARA

Esta agradável cidade costeira com uma grande praia e de fácil conexão de trem com Fianarantsoa, converteu-se em pouco tempo em um destino popular de viajantes

MORONDAVA

É o coração do território "sakalava" e conhecida pelos túmulos eróticos esculpidos na rocha dos anscestrais de Menabe. Tem um dos melhores climas com 10 meses de dias secos e ensolarados, temperados graças à brisa marinha; ideal para passeios de bicicleta.

Os Túmulos de Sakalava podem ser visitados, mas precisa de um guia e também permissão especial do Conselho da Comunidade (fokonolona). Além disso, deve participar da cerimônia de purificação. Os túmulos mais próximos estão em Mangily, Antalitoka, Ankirijibe e Marovoay. Os guias e as guias são conseguidos nos hotéis, e o táxi cobra conforme o número de túmulos visitados.

ANKEVO - SUR - MER

A 50 quilômetros ao sul de Morandava, é uma maravilhosa cidade para mergulhar observando seu maravilhoso arrecife.

BELO - SUR - MER

A 37 quilômetros ao sul. É uma cidade também interessante. Organizam-se excursões entre Morondava e Belo-Sur-Mer. Na estrada norte de Morondava, a 20 quilômetros ao sul de Belo-Sur-Tsiribihina, há numerosas árvores baobab.

NOSY-BE

É a mais extensa ilha de Madagascar, que na gíria turística se conhece como a Ilha Perfumada pela produção de ylang-ylang, erva de limão, patchouli, baunilha, cana de açúcar, canela, café, pimentão e açafrão.

A principal cidade Andoany (Vila do Inferno) tem um colorido mercado de grande barulho durante todo o dia. A 6 quilômetros ao leste estão as ruinas de Marodoka, atribuidas a um naufrágio entre os séculos XVII e XVIII de marinheiros indígenas.

A praia mais popular de Nosy-Be é a de Ambatoloaca; uma excursão de interesse é a ilhota de Nosy Tanikely, rodeada de uma grande reserva marinha ideal para mergulhar.

Com mais de um dia pode-se ir na ilha vulcânica de Nosy Komba, com uma reserva de lemures pretos; pode-se chegar em canoa desde Andoany por 4 dólares.

NOSY BORAHA (ILHA DE SANTA MARIA)

Esta estreita ilha de 57 quilômetros de longitude extende-se à 8 quilômetros da costa leste e domina Nosy-Be por ser o principal destino de praias de Madagascar.

Historicamente serviu como um asilo para os piratas do Índico. E em "Baie des Forbans", perto da capital da ilha de Ambodifotatra encontramos uma misteriosa propriedade dos piratas "cemetery" dos finais do século XVIII.

Também importantes são a Praia de Ankarena, ao sul, e Ambodiatafana Pools perto do cabo norte da ilha. Ao sul de Nosy Boraha está a pequena e tranquila ilha de Nosy Nato onde pode-se chegar de canoa.

TAOLAGNARO

Desfruta de uma situação entre as montanhas e o mar, com o clima mais agradável da costa leste de Madagascar. A cidade em si não é interessante, mas é uma boa base para visitar numerosos pontos dos arredores: o Pico St. Louis, onde domina-se Taolagnaro com grandes vistas e está a uma hora e meia da cidade.

Uma boa excursão de um dia é ir a Tranovata também conhecida como "Ilhota dos portugueses", um forte construido por náufragos portugueses em 1504. Indo da cidade à costa de táxi ou bicicleta, e dali de canoa. Outra boa excursão é Manaflaty a 35 quilômetros ao norte da cidade, lugar com uma boa praia e uma reserva natural que protege as últimas florestas úmidas da costa de Madagascar.

TOAMASINA

É o maior porto do país e extende-se pela linha costeira. É o destino de férias favorito dos nacionais e é ideal para transitar um dia desfrutando da arquitetura e a vegetação tropical. A melhor atração é o Jardim de Essai e Parque Zoológico de Ivoloina, zoo e jardim botânico criados em 1898, a 12 quilômetros ao norte da cidade.

TOLIARA

Cidade com toques do "Velho Oeste" na arquitetura. Há boas praias.

Fonte: www.rumbo.com.br

Locais Turísticos de Madagáscar

Atrações Turísticas

Uma das últimas áreas importantes na Terra para ser liquidados por seres humanos, a beleza natural ea diversidade ecológica de Madagascar faz sentir como um país esquecido pelo tempo.

Localizada na costa leste da África, no Oceano Índico, Madagascar é o lar de milhares de espécies de plantas e animais encontrados em nenhum outro lugar do mundo. Extraordinária diversidade de Madagascar natural, ganhou o país o apelido de "o continente oitavo".

A veneração dos antepassados e tradição permeia a cultura nacional, uma reverência que se reflete na arquitetura do país, a arte e os costumes sociais.

Ile Sainte Marie

Locais Turísticos de Madagáscar
Ile Sainte Marie

A Ile Sainte Marie fica na costa leste de Madagascar. Matriz da ilha de baías e enseadas protegidas atraiu piratas para Ile Sainte Marie, durante os séculos 17 e 18, e os destroços de vários navios piratas ainda pode ser visto a partir das águas rasas da Baie des Forbans. Hoje, a ilha é uma das principais atracções turísticas em Madagascar. As estáticas, águas claras das baías da ilha fazer pontos ideais para mergulho. Baleias jubarte migram visitar as águas insulares durante o verão e início do outono.

Isalo Parque Nacional

Locais Turísticos de Madagáscar
Isalo Parque Nacional

O Isalo National Park é notável por terreno é variado. Localizado na região central do sul de Madagascar, o parque inclui as áreas de pastagens, desfiladeiros íngremes e formações de arenito, todos pontilhadas por piscinas ocasionais ladeadas por palmeiras. Como em muitos dos parques nacionais do país, os guias são necessárias. Excursões podem ser organizadas para durar tão pouco quanto algumas horas ou, desde que vários dias.

Tsingy de Bemaraha

Locais Turísticos de Madagáscar

Tsingy de Bemaraha

O Tsingy de Bemaraha reserva fica na região sul da maior reserva de Madagascar natural, Tsingy de Bemaraha Strict Nature Reserve. A palavra "tsingy" refere-se aos pináculos que pontilham planalto do parque calcário. Localizado perto da costa oeste do país, o parque possui uma grande extensão de floresta de mangue. O parque é o lar de sete espécies de lêmures, incluindo o sifaka Deckens, um gênero de lêmure notável por seu pêlo branco cremoso e cara preta.

Nosy Be

Locais Turísticos de Madagáscar
Nosy Be

A pequena ilha de Nosy Be é um dos pontos principais de Madagascar turísticas que atraem milhares de turistas de todo o mundo durante todo o ano. Apesar de Nosy Be praias não olha como o retrato perfeito como algumas outras praias tropicais, eles fazem ganhar pontos para tranquilidade, água azul-turquesa e restaurantes de frutos do mar excelentes que servem frutos do mar restaurante na areia.

Avenida dos Baobabs

Locais Turísticos de Madagáscar

Avenida dos Baobabs

A Avenida dos baobás é um grupo de árvores que circundam a estrada de terra entre Morondava e Tsiribihina Belon'i em Madagascar ocidental. Sua impressionante paisagem atrai turistas de todo o mundo, tornando-se um dos locais mais visitados da região. As árvores Baobab, até 800 anos de idade, não fez originalmente torre de isolamento sobre a paisagem, mas estava em uma densa floresta tropical. Ao longo dos anos, as florestas foram derrubadas para agricultura, deixando apenas os baobás famosos.

Ifaty

Locais Turísticos de Madagáscar
Ifaty

Ifaty é o nome dado a duas vilas de pescadores empoeirados na costa do sudoeste de Madagascar. Offshore, de 60 milhas do recife coral longa é uma barreira natural para as ondas de mar agitado, a criação de águas costeiras, que são ideais para snorkeling, mergulho e pesca. O deserto área terrestre é conhecida por sua floresta espinhosa, onde as árvores estranho em forma de baobá têm prosperado durante séculos.

Royal Hill de Ambohimanga

Locais Turísticos de Madagáscar
Royal Hill de Ambohimanga

Considerado um dos lugares mais sagrados do país por o povo malgaxe por 500 anos, a Colina Real de Ambohimanga é uma vila histórica que foi o lar da realeza Madagascar. A parede que rodeia a aldeia foi feito em 1847 e foi construído com uma argamassa de cal feita de brancos e ovo. O composto Mahandrihono inclui a antiga casa do Rei Andrianampoinimerina, com paredes feitas de pau-rosa sólido, e artefatos de grande rei da ilha, incluindo bateria, armas e talismãs.

Andasibe-Mantadia

Locais Turísticos de Madagáscar
Andasibe-Mantadia

Abrangendo cerca de 100 quilômetros de terra no leste de Madagascar, Andasibe-Mantadia National Park é o lar de 11 espécies de lêmures, incluindo a maior lêmure do país, o Indri. Localizado perto da capital de Madagascar cidade de Antananarivo, Andasibe-Mantadia é um dos mais fáceis de parques para visitar. O parque é dividido em duas áreas, o Mantadia Parque Nacional ea Reserva Analamazoatra. Guias locais conduzem 1 - a 6 horas-tours de qualquer área.

Parque Nacional Masoala

Locais Turísticos de Madagáscar
Parque Nacional Masoala

Situado no nordeste de Madagascar, o Parque Nacional de Masoala abrange cerca de 250 quilômetros de floresta tropical e inclui três parques marinhos também. O parque possui 10 espécies de lêmures, incluindo o aye-aye, o maior do mundo primata noturno. O parque também abriga uma diversidade de pássaros e répteis, incluindo o sapo tomate, chamado por sua cor vermelha brilhante. Os parques Tampolo, Ambodilaitry e Ifaho marinhos são ideais para aventuras snorkeling e caiaque.

Ranomafana Parque Nacional

Locais Turísticos de Madagáscar
Ranomafana Parque Nacional

Localizado na região sudeste de Madagascar, perto da aldeia de Ranomafana, a Ranomafana National Park é um dos parques mais populares do país. A seção oriental do parque é o mais pitoresco, com inúmeros cursos d'água espirrando por colinas densamente florestadas. O parque abriga o perigo de bambu dourado lemur, um animal cuja dieta inclui brotos de bambu que contêm doses de cianeto que seria letal para os outros animais, ainda o lemur encantador de ouro alimenta do bambu, sem efeitos nocivos.

Fonte: www.touropia.com

Locais Turísticos de Madagáscar

O Planalto Central

A capital e várias outras grandes cidades estão localizadas no Planalto Central cordilheira sawtooth rasgado e ravinas, que se estende de norte a sul através do centro de Madagascar.
Antananarivo, muitas vezes chamado por seu apelido, Tana, tem um sabor e uma atmosfera tipicamente francês: ele fala francês fluentemente, sinais de trânsito e as lojas são na sua maioria em francês. A cidade foi construída em três níveis. A Rainha do Palácio Real e sua cidade associada ou Rova, dominam a cidade. Agora monumento nacional (Horário de funcionamento: Das 9:00 às 12:00 e 14:00 às 17:00), no passado era a residência da dinastia Merina, que no século 19 unifiât Madagáscar, para a primeira vez. Na parte inferior, existe um mercado Analakely. Mercado Zuma, afirma ser o segundo maior mercado do mundo para o seu tamanho, vale a pena uma visita e é muito animada às sextas-feiras. Zoológico e Jardim Botânico Tsimbazaza está aberto de quinta, domingo e feriados 8:00-11:00 e das 14:00 às 17:00 h. O Posto de Informação Turística está localizado nas proximidades. É mais seguro para não andar muito depois do anoitecer.

Norte

O norte é dominado por duas montanhas exuberantes. O Tsarantanana, atingindo um máximo de 2.880 m, o mais alto da ilha é coberta com samambaias e liquens específicos para as florestas tropicais de altitude. Árvore da montanha (1.500 m) é um parque nacional e é famosa por suas orquídeas e Maki. A monção cai no norte de dezembro a março.

O Sul

Sul, árido, é conhecida por seu grande número de cactos e árvores de baobá e arte funerária altamente desenvolvidos de seus habitantes, seja no passado ou hoje.

Parques Nacionais

Abrangendo 152.000 hectares da Reserva Natural Tsingy de Bemaraha está localizado na terra 60 ou 80 km da costa oeste, na parte norte da região do Planalto Bemaraha Anstingy, norte do desfiladeiro do rio Manambolo. Florestas, lagos e mangues são o lar de espécies raras de aves e lêmures que estão ameaçadas de extinção. A paisagem rochosa e calcário terras altas são cortadas em grandes picos com uma agulha quantidades de calcário. Rios de fluxo na placa e na primavera todos Tsingy o branco, transformando a área em uma captação de água importante. Cemitérios antigos também pode ser encontrado na garganta. Actualmente os visitantes são confinados à área dos picos de florestas do sul ou do norte, estas duas regiões são acessíveis à noite, com guias com base em Antsalova e Bekopaka.

Fonte: www.afrique-planete.com

Locais Turísticos de Madagáscar

RESERVA ANALEBE

Ocupa 4000 hectares de bosque úmido, pântanos, mangues e planície costeira 53 quilômetros ao norte de Morondava.

Também é um excelente lugar para a observação de pássaros (mais de 113 espécies); igualmente a famosa Reserva de Berenty, propriedade de M. Jean de Heaulme.

RESERVA BEVENTY

Beventy é mágica e junto com a pequena Reserva Bealoka, a 7 quilômetros para o norte, conserva 30% da floresta de Madagascar e foi galardoada por WWF.

São 200 hectares com mais de 115 espécies de plantas, mas os visitantes acodem sobretudo pelas cinco variedades de lemures e a múltipla vida selvagem. Por ser privativo não precisa de licenças.

PARQUE NACIONAL DE ISALO

Tem uma extensão de 81540 hectares.

Aconselhamos realizar a pé a exploração deste parque.

Embora tenha alguns lemures, sua principal atração é a paisagem; ou sendero a pé onde o mais popular é o Canyon de Singes, cheio de lustrosa vegetação e a Piscina Natural, com paradisíacas cascatas.

Fonte: www.geomade.com.br

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal