Facebook do Portal São Francisco
Google+
+ circle
Home  Mamão - Página 11  Voltar

Mamão

Mamão

O mamoeiro (Carica papaya, L) é uma fruteira típica de regiões tropicais e subtropicais. O mesmo é conhecido por: papaia, no México; fruta boma, m Cuba; passaraiva, no Nordeste do Brasil.

O Brasil destaca-se como o País que mais produz mamão em escala internacional, concentrando 29% da oferta mundial, seguido da Índia com 24%, Tailândia com 8,8%, México com 7,4% e Indonésia com 5,9%.

No Brasil mesmo sendo cultivado em praticamente todo o território nacional à exceção de algumas regiões com invernos rigorosos, as regiões Sudeste e Nordeste somam em média 87,5% da produção nacional, destacando-se os estados do espírito Santo e Bahia como os principais produtores destas regiões.

O desenvolvimento de plantas de mamão transgênicos (receberam um gen a mais) resistentes ao virus, a partir de técnicas de engenharia genética e da biologia molecular, possibilitará que o cultivo do mamoeiro deixe o nomadismo, reintroduzindo-o em áreas abandonadas, além de proporcionar a melhoria da produtividade, qualidade e do aspecto do fruto, e conseqüentemente uma maior competitividade do mamão brasileiro no mercado internacional.

BOTÂNICA

Planta

Árvore de caule verde com até 8 m de altura. Folhas grandes recortadas. Flores brancas ou amareladas. Látex leitoso. A variedade mais consumida é o mamão - papaia, de formato periforme e de tamanho redizido, porém mais adocicado.

O mamão macho, também conhecido como mamão corda, é fino e comprido.

O mamão fêmea é bem maior e com forma arredondada.

Fruto

Alongado, liso, de tamanho variável. Polpa carnosa, de coloração vermelho-alaranjada com numerosas sementes pretas.

O mamão é o fruto do mamoeiro, sendo encontrado durante todo o ano e, dependendo da variedade a que pertence, varia o tamanho do fruto, peso, sabor e coloração.

O fruto apresenta polpa, macia, adocicada e bastante aromática, com cor, variendo entre o amarelo-pálido e o vermelho, além de diversos tons de laranja e salmão.

A casca geralmente é fina, bastante resistente, aderida à polpa, lisa, de cor verde escura, que vai se tornando amarelada ou alaranjada à medida que o fruto vai amadurecendo.

O formato do mamão também varia dependendo da espécie.

Características/consumo do Fruto

Em geral, o mamão é consumido ao natural, com ou sem açúcar, acompanhado de suco de limão ou de chantilly. Na cozinha, também serve para uma grande variedade de doces, bebidas e saladas.Quando maduro e consumido ao natural, o mamão é um excelente alimento, pois a polpa é muito rica em nutrientes.

O mamão bom para consumo não deve ter rachaduras, partes escuras ou machucadas nem picadas de insetos. A casca deve estar bem firme e limpa.

Se o mamão ainda tiver verde, embrulhe em folhas de jornal e guarde em lugar fresco e escuro. Não risque a casca da fruta com uma faco ou um garfo para que saia o leite, pois essa substância contém muitos nutrientes que dão sabor à fruta.

Se o mamão já estiver maduro, coloque na geladeira, o mais longe possível do congelador. É uma fruta com propriedades laxativas e calmantes, sendo indicado a pessoas que têm o estômago delicado, que estejam fazendo regime de emagrecimento ou que desejem manter o peso. .

EXIGÊNCIAS EDAFOCLIMÁTICAS

O mamoeiro desenvolve-se melhor em solo de textura média, sem impedimento físico, bem drenados e rico em matéria orgânico. Exige pH do solo entre 5,5 a 6,5.

A cultura desenvolve-se bem em regiões temperadas com temperaturas médias em torno de 25 °C, sem muita variação durante o ano. exige precipitações pluviométricas acima de 1.200 mm, caso contrário necessita complementação com irrigação.

ESPAÇAMENTO

Fileira simples

Varia de 3,0 a 4,0 metros entre fileiras e de 1,80 a 2,50 metros entre plantas.

Fileiras duplas

Varia de 3,6 a 4,0 metros entre fileiras e 1,8 a 2,0 metros entre plantas

CULTIVARES

SUNSIRE SOLO

Variedade selecionada pela Universidade do Havaí

FORMOSA

Híbrido de origem chinesa

HORTUS GOLD

É uma cultivar que na Afríca do Sul produz frutos destinados ao consumo in 'natura" e fabricação de bebidas, em mistura com outras frutas, especialmente a banana. Alguns clones apresentaram certa resistência aoa taque da antracnose, entretanto com susceptibilidade à Ascochyta caricae papaye e à pinta

preta ou varíola causada por Asperisporium caricae. Os frutos tem formato arredondado a ovalado, são originados de plantas com flores femininas, têm uma casca lisa, de cor amarela muito atrativa, com polpa muito firme, também de cor firme, espessa e os frutos pesam de 1.320 a 2.550 gramas.

PROPAGAÇÃO

Em cada saco plástico coloca-se 2 a 3 sementes, cobrindo-se com uma leve camada de terra de 1 cm de espessura. Quando as plantinhas alcançarem a altura de 3 a 5 cm de altura, deve-se fazer o desbaste, deixando-se uma

PLANTIO

O plantio deve ser realizado no início da estação chuvosa, ou a qualquer época do ano se irrigado. recomenda-se usar três mudas por covas, para o mamoeiro do grupo solo, e apenas uma, para o mamão "Formosa".

TRATOS CULTURAIS

CONTROLE DE ERVAS DANINHAS

Deve-se manter a cultura livre de ervas daninha através de roçadas, capinas superficiais ou através de uso de herbicidas de ação residual de pré-emergência.

O número de capinas fica a critério de cada produtor, já que depende das condições climáticas, fertilidade do solo e espaçamento utilizado.

As capinas profundas danificam o sistema radicular, pois o mesmo é bastante superficial e se estende horizontalmente por todo o terreno.

Os brotos laterais devem ser retirados freqüentemente para não prejudicar o desenvolvimento e não constituir focos de infestação de ácaros.

DESBASTES

O desbaste de plantas é efetuado principalmente em plantios de mamoeiro do grupo Solo, onde se utilizan três mudas por cova. A eliminação das plantas deve ser efetuada 3 a 4 meses após o transplantio, deixando apenas uma planta hermafrodita por cova

ADUBAÇÕES

A calagem e a adubação deve ser efetuada conforme recomendações baseada na análise química do solo. Recomenda-se uma adubação de fundação ou plantio e de duas a três adubações de cobertura ao longo do ano. Na calagem deve-se usar o calcário dolomítico, já que este além do cálcio apresenta também magnésio.

CONTROLE DE DOENÇAS E PRAGAS

Ácaros

Utilização de acaricidas encontrado no comércio.

Nematóides

Plantios de mudas sadias em solos livres de infestação ou utilização de nematicidas sistêmicos, encontrado no comércio.

Cigarrinha -Verde

Controle através de inseticida sistêmico, disponível no comércio.

Antracnose

Controle através de pulverizaçòes com fungicida , quando os primeiros sintomas surgirem.

COLHEITA, RENDIMENTO E COMERCIALIZAÇÃO

A colheita dos frutos inicia-se de 10 a 15 meses após o plantio, quando os primeiros frutos apresentarem manchas amareladas no sentido do comprimento. A produção varia de 10 a 12 t/ha, no primeiro ano; 50 a 60 t/ha, no segundo e 25 a 30, no terceiro.

O mamão é bastante apreciado como sobremesa, sendo uma boa fonte de vitamina A e C. Os frutos são utilizados para obtenção de papaína, prestando-se também para fabricação de geléia e compotas ou para extração de sucos.

Fonte: www.fortunecity.com

Mamão

Mamão

O Brasil é o primeiro produtor mundial de mamão, com uma produção anual de 1.650.000 t/ano, situando-se entre os principais países exportadores, principalmente para o mercado europeu. Os principais estados brasileiros produtores são Bahia e Espírito Santo.

Melhores variedades

Solo e tipos hermafroditos de polpa rosada.Conforme a CATI, as variedades de mamoeiro atualmente existentes em nossas condições são poucas, genericamente, considera-se o cultivo de três grupos de mamoeiro.

O grupo "Comum", bastante disseminado por todo Estado de São Paulo em cultivos caseiros, produz frutos grandes de até dois quilos, com a cor da polpa variando de amarelo a avermelhado.

O grupo "Solo" é constituído por planta melhor trabalhadas geneticamente, com diversas variedades sendo exploradas em várias regiões do mundo, conhecidos como "papaia" ou mamão havaiano, que produzem frutos de tamanho pequeno, de 300 a 650 gramas, de polpa avermelhada.

E, finalmente, o grupo "Formosa", constituído por alguns híbridos que se caracterizam pela produção de frutos de polpa avermelhada e de tamanho médio, entre 1 e 1,3 quilo.

Época de plantio

Agosto - setembro

Mudas necessárias

1.500 a 1.700 laminados ou sacos plásticos/hectare, com três a quatro mudas por recipiente.

Covas

Terão 30 x 30 x 30cm ou serão feitas com sulcador na profundidade de 30cm.

Plantio

Retirar o recipiente para o bom desenvolvimento das raízes e comprimir cuidadosamente terreno que circunda os torrões para que estes não se desfaçam.

Combate à erosão

Plantio em nível uso de terraços, patamares e banquetas, capinas em ruas alternadas etc.

Adubação por planta

Plantio: na cova:

20Kg de esterco de curral

1Kg de fosfato natural

150g de cloreto de potássio e 500g de calcário magnesiano

Em cobertura:

200g de Nitrocálcio, em quatro parcelas

No pomar em formação:

40 a 60g de cada um dos nutrientes - N, P2O5 e K2O - por ano de idade.

No pomar adulto:

Após a colheita: 8g de esterco de galinha; 1.500g de superfosfato e 600g de cloreto de potássio

Na vegetação:

Três a quatro aplicações de 600 a 800g de sulfato de amônio.

Tratos culturais

Capinas manuais e mecânicas e podas de limpeza.

Combate à moléstias e pragas:

Brocas: Trichlorphon ou similar
Moléstias: fungicidas modernos
Época de colheita: março - maio.
Produção normal: nozes: estimativas preliminares de 5t/ha.

Colheita

De acordo com a Secretaria de Agricultura, Irrigação e Reforma Agrária, quatro a seis meses após a semeadura, começa o florescimento que, em condições favoráveis, pode continuar o ano todo. Os frutos amadurecem cinco a seis meses mais tarde, dependendo do clima e da intensidade de produção da planta.

Os frutos devem ser retirados da planta por ligeira torção, sem ferimentos na casca. O colhedor deve usar luvas e mangas compridas para não ter contato com látex da planta.

Segundo a EMBRAPA, para comercialização e consumo, deve-se colher os frutos quando apresentarem estrias ou faixas com 50 % de coloração amarela.

Mamão Havaí

É comercializado em sua maioria em caixas de madeira, descartáveis, chamadas tulipas, pesando vazia 2 kg, contendo de 12 a 28 unidades, com peso líquido de 8 kg. O tipo mais comercializado é o de 15 a 18 frutos por caixa. Os frutos são embrulhados em papel e protegidos no fundo da caixa.

Mamão Formosa

É comercializado em caixas de madeira, não descartáveis, denominadas de gaiolas, com peso líquido de 25 kg. A caixa vazia pesa 5 kg. O número de frutos por caixa varia entre 16 a 20 unidades. Em alguns casos encontramos caixas com 24 frutos, pesando 28 kg. O tipo mais comercializado é o de 16 unidades por caixa.

A proteção do mamão é uma prática feita pelos comerciantes, geralmente, cor folhas de jornal ao ser embalado. Contudo, não se deve usar jornal por conter, na sua composição, produtos nocivos à saúde. É aconselhável usar papel próprio ou material adequado isento de produtos químicos prejudiciais à saúde.

Fonte: www.agrov.com

voltar 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 avançar
Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal