Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Marmelo - Página 3  Voltar

Marmelo

Marmelo

Melhores cultivares: portugal e smyrna.
Época de plantio: transplante : junho - julho.
Espaçamento: 5 x 3m.

Mudas necessárias

650/ ha. Combate à erosão: plantio em linhas de nível, terraços, patamares, banquetas , capinas em ruas alternadas.

Adubação por planta

Plantio, na cova

20kg de esterco de curral

1kg de fosfato natural

150g de cloreto de potássio

500g de calcário magnesiano

Plantio cobertura

200g de Nitrocálcio, em quatro parcelas

No pomar em formação: 40 a 60g de cada um dos nutrientes - N, P2O5 e K2O - por ano de idade; no pomar adulto

Após a colheita

5Kg de esterco de galinha

1kg de superfosfato e 400g de cloreto de potássio

No pomar adulto, na vegetação:

Três a quatro aplicações de 400 a 500g de sulfato de amônio.

Tratos culturais

Capinas, podas tratamentos fitossanitários.

Irrigação

Aconselhável nas estiagens da primavera.

Combate à moléstias e pragas:

No inverno: calda sufocálcica
Na vegetação: calda bordalesa ou similares
Pulgões: Metassystox
Mosca-das-frutas: Fenthion ou Dimethoate
Época de colheita: fevereiro
Produção normal: frutos: 12 a 15tha

Observações: é indispensável o combate à entomosporiose. Cultura permanente

Fonte: www.agrov.com

Marmelo

Marmelo

Este fruto não se come cru. É consumido cozido, em compotas, marmelada e geleia. Eficaz contra as diarreias, a insuficiência hepática e a falta de apeti­te, o marmelo é rico em próvita­mina A e em vitamina C. É um alimento adstringente que dá mais fir­meza à musculatura intestinal.

A infusão das suas flores acalma a tosse e favorece o sono. Rico em vitaminas A e B, o marmelo é aconselhado aos doentes brônquicos e nas diarreias.

Constituintes químicos

Acúcares, ácido tartárico, ácido tânico, amigdalina, mucilagem, pectina, propectina, proteína, sais minerais (fósforo, cálcio, ferro), taninos, vitamina C e vitaminas do complexo A e B.

Indicações

Queimaduras, inflamação de garganta, diarreias, cólicas, convalescênça, edema traumático, nevralgia facial, fissura na pele, etc..

Modo de usar

Chá das folhas: diarreia, cólica, convalescênça; cataplasma das folhas trituradas: edema traumático, nevralgia facial, fissura na pele, queimadura; inflamação de garganta: frutos com pele e sementes e água açucarada. Cozinha-se e coa-se. Conservar em vidro. Usar uma colher com um pouco de água morna para fazer gargarejos.

Fonte: www.oamigodopovo.com

voltar 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 avançar
Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal