Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Matemática - Curso  Voltar

Matemática - Curso

O Matemático estuda as aplicações práticas dos princípios e das técnicas matemáticas, e testa hipóteses e teorias básicas.

Os conhecimentos básicos são utilizados na pesquisa, desenvolvimento, produção e logística nos mais diversos campos como: processamento de dados, engenharia civil e ciência espacial entre outros.

Função do Matemático

A função do Matemático é usar princípios, teoremas e regras matemáticas para resolver problemas. Entre os problemas em que ele pode ajudar a tratar temos questões relativas a engenharia civil, processamento de dados e algoritmos, engenharia elétrica, química, física, dentre outros. Há matemáticos presentes em praticamente todas as instuições de pesquisa e laboratórios da área de exatas.

Embora muita gente pense justamente o contrário, a Matemática existe para simplificar os problemas. Uma vez que um problema passa a ser representado por um modelo ou equação matemática, toda vez que um problema do mesmo tipo surgir já podemos automaticamente prever a resposta, poupando tempo, esforço e diminuindo os erros.

Há dois caminhos básicos para se seguir no curso de matemática: Licenciatura ou Matemática Pura e Aplicada. Nos dois primeiros anos do curso a formação é geral, o aluno estudando a fundo os princípios da matemática tais como cálculo ou equações diferenciais. Para quem escolher Licenciatura, do terceiro ano em diante, serão feitas matérias relacionadas a práticas de ensino e pedagogia. Para quem optar por ser pesquisador seguindo a linha da Matermática Pura e Aplicada, o curso vai prosseguir estudando técnicas matemáticas mais avançadas e complexas e a aplicação destas técnicas e integração a outras ciências.

O Profissional

A matemática é a ciência que trata de números, fórmulas, estruturas do pensamento e raciocínio. Sempre associamos o matemático ao professor, esquecendo, por exemplo, que ele aplica modelos matemáticos para medir a inflação, fazer planejamentos econômicos e até prever acertos em loterias.

Sem a matemática e o matemático, é impossível imaginar o desenvolvimento da física, da química, da engenharia, da informática, etc.

O curso

O curso de Licenciatura em matemática, tem por finalidade a formação de educadores, com formação matemática, pedagógica e treinamento específico para contribuir com a melhoria da educação praticada nas escolas de Educação Básica, possibilitando a construção de conhecimentos, a reelaboração de concepções, o desenvolvimento de posturas e atitudes, enquanto profissionais munidos do princípio da educação continuada e qualificada.

O estudo de teorias matemáticas e suas diversas aplicações acompanha toda a trajetória do aluno.

Nos dois primeiros anos, o currículo traz cálculo diferencial e integral, álgebra e geometria, além de aulas de informática, probabilidade e estatística. A partir do terceiro ano, quem opta por licenciatura passa a ter aulas de disciplinas de Pedagogia.

Algumas instituições oferecem a licenciatura com nomenclaturas específicas, como Ciências (matemática) e Educação (ciências matemáticas). Quem segue o bacharelado se aprofunda em matemática.

Em determinados cursos, a matemática é aplicada a uma área específica do conhecimento, como física, química, biologia, economia, informática ou computação.

Objetivo do Curso

O Curso de Licenciatura em Matemática tem por objetivo formar professores da Educação Básica preparados para responder positivamente às demandas educacionais da sociedade. Preocupa-se em garantir ao egresso o desenvolvimento das competências e habilidades necessárias ao exercício da profissão, proporcionando uma formação que abranja ainda, aspectos como a concepção de uma visão de seu papel social de educador, com capacidade de se inserir em diversas realidades e sensibilidade para interpretar as ações dos educandos; a compreensão da contribuição que a aprendizagem da Matemática pode oferecer à formação dos indivíduos para o exercício de sua cidadania; o entendimento de que o conhecimento matemático pode e deve ser acessível a todos, além da criação da consciência de seu papel na superação dos preconceitos, traduzidos pela angústia, inércia ou rejeição, presentes no ensino-aprendizagem da disciplina.

Perfil do Egresso

O educador licenciado em Matemática deve apresentar um perfil centrado em sólida formação geral e com domínio técnico-científico dos estudos relacionados com a formação específica, peculiares ao curso, além do domínio da questão pedagógica. O egresso deve perceber-se e situar-se como sujeito histórico e político e desenvolver uma ação pedagógica que articule e promova os valores que fundamentam a vida democrática. Nesse sentido deve desenvolver o pensamento crítico para compreender a realidade e nela intervir positivamente, utilizando práticas educativas que observem a diversidade social, cultural e intelectual dos alunos e contribuam para a justificação e aprimoramento do papel social da escola, assim como para formação e consolidação da cidadania.

Aptidões Desejáveis

É fundamental gostar e ter habilidade numérica. É preciso também ter capacidade de raciocínio mental no que diz respeito a símbolos abstratos, além de atenção concentrada e boa memória.

Grade Básica do Curso de Matemática:

Cálculo
Fundamentos de Matemática
Cálculo Numérico
Cálculo Diferencial
Fisica Geral
Geometria Analítica
Análise numérica
Equações Diferenciais
Álgebra
Lógica Matemática

A profissão

O matemático usa a lógica na formulação de teorias e no teste de hipóteses. Com base em teorias e análises, desenvolve novas aplicações dos cálculos matemáticos na pesquisa pura e nas mais diversas áreas de atividades econômicas, como indústria, comércio e serviços.

Elabora fórmulas e bancos de dados para interpretar e solucionar problemas de desenvolvimento de produtos, de produção e de logística em empresas que lidam com computação, biologia, marketing ou engenharia. Seu mercado de trabalho tradicional está nas áreas econômica, financeira, física, de pesquisa e no ensino fundamental, médio e superior.

Características que ajudam na profissão

Habilidade para lidar com números e realizar operações mentais, exatidão, raciocínio abstrato, capacidade de resolver problemas, concentração a detalhes.

Atividades Principais

Lecionar no ensino fundamental e médio
Solucionar problemas concretos, utilizando os conceitos matemáticos, nas áreas tecnológica, econômica e administrativa
Criar sistemas e modelos teóricos de todos os campos da pesquisa, procurando solucionar problemas práticos
Atuar como elemento de suporte nas áreas tecnológicas, principalmente na engenharia
Atuar na parte administrativa das empresas
Efetuar planejamento e organização estatística das empresas

Carreira de Matemático: Aspectos Favoráveis

Há excelentes oportunidades de trabalho, com bons salários e vantagens, principalmente para matemáticos com especialização de Mestre e Doutor nas Universidades Públicas e Particulares como professor em cursos tais como engenharia.

Carreira de Matemático: Aspectos Desfavoráveis

O baixo investimento do governo limita as oportunidades de atuação para os matemáticos que optam pela pesquisa.

Mercado de Trabalho

O curso de Matemática-Licenciatura destina-se a atender necessariamente a rede escolar no ensino fundamental e Médio. Porém, percebe-se que o mercado de trabalho para o licenciado é bastante diversificado e tende a acentuar essa característica.

A expectativa de trabalho em escolas vem sendo substituída por outras alternativas como pesquisa e desenvolvimento tecnológico, em campos especializados como: Estatística, centros de processamento de dados, assessoramento em instituições públicas e privadas. Também em áreas menos formais como professor de empresas, professor de aulas particulares, cursinhos e outras.

A Matemática está presente na formação básica escolar. Ela aparece em todas as séries do ensino fundamental e médio.

Esse fato garante um amplo mercado de trabalho para os licenciados nesse curso: o magistério público e o particular. A maior oferta de empregos é no setor público, porém, nos últimos anos, a remuneração tem sido bastante baixa. No setor privado a oferta é bem menor e os salários mais animadores.

Um licenciado em Matemática, por sua formação e noções de Matemática Financeira, é um candidato potencial em concursos, tais como bancos e órgãos públicos. Deve-se observar que o curso de Licenciatura não tem como objetivo a preparação para concursos dessa natureza. Essa opção é apenas um subproduto da formação do professor.

O mercado de aulas particulares é uma opção bastante interessante para os licenciados. Esse tipo de atuação, na maioria dos casos, é uma alternativa de fonte complementar de renda para os professores que atuam no magistério público ou particular, ou de forma mais profissional, como escritórios de aulas especiais. A remuneração nesses casos é bem superior à da escola pública e a demanda é significativa, principalmente nos finais de bimestres ou nos finais de anos. Essa alternativa esta estreitamente relacionada à capacitação profissional do professor.

Para professores que têm boa capacidade de comunicação, o mercado de cursos preparatórios para vestibulares, ou concursos em geral, tem sido uma alternativa de atuação profissional, proporcionando excelente fonte de renda. Deve-se observar, porém, que esse tipo de ensino distancia-se muito da linha de construção do conhecimento proposta nessa licenciatura.

A pedagogia de cursinhos coloca em primeiro plano a memória e o resultado, submetendo o aluno a um condicionamento passivo, ele aprende técnicas para encontrar a resposta correta, independentemente da lógica própria do conteúdo, colocando em segundo plano o raciocínio, a capacidade criativa e de análise crítica dos resultados.

A opção pedagógica assumida nesta licenciatura inverte a ordem dos planos citados e no lugar das técnicas citadas recomenda o uso de materiais ou informações que auxiliem a construção dos conceitos.

O magistério superior, embora uma opção que exige outras qualificações, é um mercado de trabalho atrativo para os licenciados em Matemática, tanto pelo trabalho que pode ser realizado como pela remuneração.

Em todo o Brasil, multiplica-se o número de cursos ligados à área das ciências exatas, aumentando a demanda por professores devidamente titulados em Matemática. Esse campo de trabalho, mesmo que dividido com os bacharéis, é um campo da Educação Matemática que deve ser tratado com toda atenção nos cursos de Licenciatura.

Duração média do curso: 04 anos.

Matemática - Profissão

O matemático é o profissional que domina as quantificações numéricas. Trabalha com fórmulas lógicas, problemas matemáticos, equações aplicadas e no desenvolvimento de modelos matemáticos.

Ainda que muitos acreditem que a matemática é uma ciência abstrata, na realidade ela faz parte de todos os campos da nossa sociedade, em diferentes aplicações.

São as equações matemáticas que definem as taxas de juros que pagamos, que orientam a compreensão das pesquisas de opinião, que avaliam as chances estatísticas de um time de futebol ganhar o campeonato.

Existem cursos diferenciados de matemática, alguns voltados para uma aplicação específica, com habilitações distintas como informática, computação, economia; outros com a opção de licenciatura, que habilita o profissional a dar aulas.

Tipos de Curso

a) Nível superior

Bacharelado

Tem duração média de 4 anos, habilita o profissional a trabalhar como matemático. O currículo inclui álgebra, lógica, análise numérica, geometria, matemática aplicada à informática, estatística e toda uma gama de teorias matemáticas e suas aplicações. Normalmente quem segue o curso de bacharel se aprofunda, a partir do segundo ano, em disciplinas de matemática aplicada às áreas de física, química, biologia ou economia.

b) Nível superior

Licenciatura

Com duração média de 4 anos a licenciatura se diferencia do bacharelado a partir do segundo ano de faculdade, quando são incluídas disciplinas pedagógicas que prepararão o profissional para a docência.

c) Cursos Livres

Existem diversificados cursos de livres que podem atender aos interesses do matemático. Em geral preparam o profissional para a pesquisa acadêmica, para a docência em nível superior ou então para uma área mais específica da matemática.

Mercado de Trabalho

O mercado de trabalho está em expansão. Na era da informação, da automação e do controle total dos processos de produção, os matemáticos estão encontrando boas oportunidades de emprego, principalmente quando aliados a outros profissionais como estatísticos, economistas, desenvolvedores de tecnologia informatizada, engenheiros, físicos e químicos.

Para os profissionais com licenciatura, o grande empregador é o ensino. Existe carência de professores de matemática, principalmente na rede pública, que está sempre à procura desse disputado profissional. As faculdades públicas e particulares também empregam boa parte dos profissionais de matemática, mas exigem a pós-graduação.

Ofertas de Emprego

As ofertas de emprego são diferentes de acordo com a orientação profissional do matemático. Os profissionais bacharéis encontram mais trabalho nas regiões com maior industrialização, principalmente na construção de modelos matemáticos que simulem situações reais e sirvam como teste na prevenção de problemas futuros, em geral associados a profissionais da engenharia, da física ou da química.

Além dos Estados do Sul e Sudeste, regiões com forte crescimento de indústria no Nordeste têm aberto frentes de trabalho para esse profissional.

Já nas regiões com maior movimentação de capital, as instituições financeiras, bancos, empresas de consultoria, de logística, de tecnologia da informação, de estatística, são grandes empregadores desse profissional.

Para os matemáticos com licenciatura as ofertas de emprego espalham-se por diversas regiões, juntamente com a rede pública e privada de ensino de nível fundamental e médio.

Fonte: www.fiar.com.br/www.uerj.br/www.cursocerto.com.br

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal