Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Mecânica  Voltar

Mecânica

Titulação

Tecnólogo Mecânico

Duração sugerida pela UFES

3 anos.

Duração máxima permitida pela legislação Federal

5 anos.

Forma profissionais de nível superior, na modalidade oficinas e manutenção. O tecnólogo é capacitado para atender satisfatoriamente à evolução tecnológica na área da mecânica. Preenche a lacuna entre o engenheiro e o técnico, ou seja, é um elo de ligação entre a concepção e a execução. Atua em indústrias, em laboratórios, em centros de pesquisa e em empresas de manutenção mecânica.

Fonte: www.prograd.ufes.br

Mecânica

Perfil Profissional

O Tecnólogo formado no Curso Superior de Tecnologia em Mecânica - Modalidade Processos Industriais é um profissional que visa atender às transformações sócio-econômicas atualmente em processo no país e que têm provocado modificações no mercado de trabalho, exigindo pessoal qualificado para atender às diversificações e especializações das tarefas.

Neste contexto, trata-se de um profissional direcionado principalmente para as tarefas de execução, dominando e adaptando a técnica mediante aplicação de conhecimentos científicos e tecnológicos.

Enfim, o profissional formado neste curso está preparado, entre outras atividades, para:

Dimensionar carga de máquinas, equipamentos e dispositivos ou ferramentas para processos de fabricação.

Analisar, avaliar e sugerir a fabricação própria e/ou compra de equipamentos e máquinas operatrizes.

Desenvolver estudos para humanização dos postos de trabalho, envolvendo segurança e ergonomia.

Supervisionar o funcionamento de sistemas de energia.

Planejar e controlar processos de fabricação.

Selecionar e especificar materiais de fabricação mecânica.

Atuar como instrutor técnico.

Desempenhar outras atividades afins à sua formação específica.

Área de Atuação

Indústria: Métodos e Processos, Qualidade, Logística, Estudo de Tempos e Movimentos, Manutenção, Vendas, Serviço de Atendimento ao Consumidor, Planejamento e Controle da Produção, Compras.

Serviço: Consultoria e Assessoria, Assistência Técnica de Equipamentos, Vendas de Equipamentos (Vendas Técnicas), Manutenção de Equipamentos, Setor Público, Instrutor Técnico.

Empreendedorismo: Negócio Próprio, Negócio da Família, Negócio em Sociedade.

Fonte: www.unerj.br

Mecânica

Perfil Profissional

O Tecnólogo formado no Curso Superior de Tecnologia em Mecânica - Modalidade Processos Industriais é um profissional que visa atender às transformações sócio-econômicas atualmente em processo no país e que têm provocado modificações no mercado de trabalho, exigindo pessoal qualificado para atender às diversificações e especializações das tarefas.

Neste contexto, trata-se de um profissional direcionado principalmente para as tarefas de execução, dominando e adaptando a técnica mediante aplicação de conhecimentos científicos e tecnológicos.

Enfim, o profissional formado neste curso está preparado, entre outras atividades, para:

Dimensionar carga de máquinas, equipamentos e dispositivos ou ferramentas para processos de fabricação.

Analisar, avaliar e sugerir a fabricação própria e/ou compra de equipamentos e máquinas operatrizes.

Desenvolver estudos para humanização dos postos de trabalho, envolvendo segurança e ergonomia.

Supervisionar o funcionamento de sistemas de energia.

Planejar e controlar processos de fabricação.

Selecionar e especificar materiais de fabricação mecânica.

Atuar como instrutor técnico.

Desempenhar outras atividades afins à sua formação específica.

Área de Atuação

Indústria

Métodos e Processos, Qualidade, Logística, Estudo de Tempos e Movimentos, Manutenção, Vendas, Serviço de Atendimento ao Consumidor, Planejamento e Controle da Produção, Compras.

Serviço

Consultoria e Assessoria, Assistência Técnica de Equipamentos, Vendas de Equipamentos (Vendas Técnicas), Manutenção de Equipamentos, Setor Público, Instrutor Técnico.

Empreendedorismo

Negócio Próprio, Negócio da Família, Negócio em Sociedade.

Fonte: www.unerj.br

Mecânica

Tecnólogo

Esse tecnólogo projeta e instala máquinas operatrizes convencionais ou automáticas que integram linhas de produção, além de gerenciar sua operação e manutenção. Pesquisa, desenvolve e implanta softwares para operar equipamentos e, em parceria com o engenheiro de produção, escolhe materiais e tecnologias a ser empregados na usinagem. Outra área de atuação encontra-se nas empresas do ramo metal-mecânico, como metalúrgicas e fábricas de autopeças.

O mercado de trabalho

Esse tecnólogo projeta e instala máquinas operatrizes convencionais ou automáticas que integram linhas de produção, além de gerenciar sua operação e manutenção. Pesquisa, desenvolve e implanta softwares para operar equipamentos e, em parceria com o engenheiro de produção, escolhe materiais e tecnologias a ser empregados na usinagem. Outra área de atuação encontra-se nas empresas do ramo metal-mecânico, como metalúrgicas e fábricas de autopeças.

O curso

Esse tecnólogo projeta e instala máquinas operatrizes convencionais ou automáticas que integram linhas de produção, além de gerenciar sua operação e manutenção. Pesquisa, desenvolve e implanta softwares para operar equipamentos e, em parceria com o engenheiro de produção, escolhe materiais e tecnologias a ser empregados na usinagem. Outra área de atuação encontra-se nas empresas do ramo metal-mecânico, como metalúrgicas e fábricas de autopeças.

O que você pode fazer

Gestão de manufatura

Dirigir os processos de usinagem, garantindo o bom funcionamento das máquinas e o padrão de qualidade dos produtos produzidos em linha. Manutenção

Manutenção de máquinas e equipamentos

Consertar equipamentos, dispositivos controladores e processadores e acompanhar seu funcionamento.

Mecânica de precisão

Desenvolver atividades voltadas para a produção de equipamentos controlados por sensores elétricos e ópticos ou por microcontroladores automáticos.

Mecatrônica

Programar e integrar eletronicamente máquinas- ferramentas. Automatizar os processos de produção. Construir robôs industriais com capacidade dereprogramação automática.

Processos

Montar tornos mecânicos, motores de combustão e caldeiras e acompanhar seu desempenho. Usar ferramentas eletrônicas de automatização de máquinas e processos.

Projetos

Criar equipamentos, instalações e dispositivos mecânicos industriais, com a utilização de ferramentas de simulação que permitam a concepção de objetos virtuais em 3D.

Soldagem

Coordenar os serviços de ligação e solda de peças e estruturas metálicas utilizadas na engenharia.

Fonte: guiadoestudante.abril.com.br

Mecânica

O Curso de Mecânica, criado em 1969, após a nova legislação da Educação Profissional, passou a ser oferecido nas habilitações de Manutenção Automotiva e Mecânica Industrial, buscando preparar melhor os profissionais para atender às exigências da modernização do parque industrial do Ceará.

O QUE MUDOU?

O antigo curso de Mecânica tinha um perfil mais generalista, que compreendia as diversas áreas da Mecânica (Produção Mecânica, Máquinas Térmicas, Ensaios Mecânicos, Controle de Qualidade etc).

Com a reestruturação dos cursos, passamos a aprofundar os conhecimentos nas subáreas de Manutenção Automotiva e Mecânica Industrial, tratando-as em cursos distintos, fundamentados nas necessidades identificadas no mercado de trabalho. A estruturação pedagógica é organizada priorizando atividades práticas, voltadas para a solução de problemas.

PERFIL DO TÉCNICO

O Técnico em Manutenção Automotiva deverá possuir um conjunto de características capaz de lhe prover as habilidades e competências para cumprir suas atribuições básicas.

Assim, faz-se necessário que este profissional tenha o seguinte perfil:

Planejar, programar, controlar e supervisionar atividades de de Mecânica Industrial

Orientar e coordenar a execução de serviços de manutenção de equipamentos e instalações industriais

Realizar o controle da qualidade dos trabalhos de Mecânica Industrial

Gerar especificações técnica e prestar assistência na aquisição de materiais para reposição e estocagem de peças de máquinas e equipamentos industriais

Solicitar, acompanhar e interpretar os resultados de ensaios, testes, exames, controles e tratamentos de lubrificantes e peças de máquinas e equipamentos industriais

Elaborar relatório técnico que retrate a viabilidade econômica da manutenção em máquinas e equipamentos industriais

Estudar e avaliar defeitos e diagnosticar suas causas para as providências corretivas

Coordenar e formar equipes de trabalho que atuem na Mecânica Industrial, aplicando métodos e técnicas de gestão administrativa e de recursos humanos

Elaborar planilha de custos de manutenção de máquinas e equipamentos industriais, considerando a relação custo e benefício

Aplicar técnicas de medição e ensaios visando melhoria da qualidade de serviços Mecânica Industrial

Coordenar atividades de utilização e conservação de energia, propondo a racionalização de uso de fontes alternativas

Aplicar normas técnicas de saúde, segurança no trabalho, controle do meio ambiente e de Mecânica Industrial

Analisar condições técnicas, econômicas e ambientais;

Fonte: www.cefetce.br

Mecânica

Curso de Graduação em Engenharia Mecânica

O crescimento industrial levou o país a um estágio tecnológico no qual a Engenharia Mecânica tem atuação preponderante no desenvolvimento, na manufatura, na operação e na administração do processo produtivo. O curso de Engenharia Mecânica da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM), que será oferecido em Diamantina, propõe formar um Engenheiro Mecânico para projetar e construir máquinas, equipamentos e instalações, bem como desenvolver processos e dispositivos para fabricação e controle de qualidade do produto final. Essa profissão apresenta atuação importante nas atividades de Engenharia de Manutenção.

PERFIL DO PROFISSIONAL

A profissão do Engenheiro Mecânico requer conhecimentos relacionados aos mais variados ramos das Ciências Físicas e da Matemática, capazes de responder rapidamente às exigências atuais e tendências futuras da indústria, como também introduzir mudanças estruturais por sua capacidade analítica e criativa.

MERCADO DE TRABALHO

As funções do Engenheiro Mecânico abrangem um vasto campo de atividades científicas e tecnológicas, desde a pesquisa e desenvolvimento até a fabricação e controle de sistemas mecânicos e seus componentes: máquinas hidráulicas e elétricas, máquinas operatrizes e suas ferramentas, máquinas agrícolas e de transporte, sistemas de controle hidráulico, pneumáticos e mecânicos.

Fonte: www.ufvjm.edu.br

Mecânica

Mecânico de automóveis

"O que repara e conserva veículos automotores como caminhões, ônibus, automóveis etc."

O que é ser mecânico de automóveis?

O mecânico é o profissional cuida da manutenção de veículos, motocicletas, motores e similares, desmontando, reparando, substituindo, ajustando e lubrificando o motor e peças anexas, órgãos de transmissão, freios, direção, suspensão e equipamento auxiliar, para assegurar-lhes condições de funcionamento regular. Esses profissionais utilizam ferramentas e instrumentos apropriados, para recondicionar o veículo e assegurar seu funcionamento regular. Essa profissão sofreu grandes transformações com o decorrer dos anos, limpou seu ambiente de trabalho, organizou sua clientela e aprendeu que para continuar no mercado é preciso se atualizar sempre.

Quais as características para ser mecânico de automóveis?

Para ser um mecânico, é importante ter além da habilidade, conhecimento técnico, noções de física e matemática, informática, metodologia na hora do conserto, e até mesmo um pouco de inglês e espanhol para auxiliar na leitura de manuais e apostilas técnicas.

Também, é interessante que apresente as seguintes características:

Agilidade
Vocação
Flexibilidade
Capacidade de adaptação a novas situações
Habilidade com máquinas e motores
Atenção a detalhes
Interesse por novas técnicas e tecnologias
Raciocínio espacial e abstrato desenvolvido
Habilidade para trabalhar em equipe
Interesse em construir coisas
Capacidade de concentração
Senso prático
Interesse por computadores
Iniciativa
Precisão
Dinamismo
Capacidade de organização

Qual a formação necessária para ser um mecânico de automóveis?

Para atuar como mecânico, não é necessário ter diploma em graduação, porém a educação básica é importante. Cursos profissionalizantes são oferecidos pelo mercado mas deve-se procurar escolas técnicas reconhecidas pelo Ministério da Educação (MEC). O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) tem os cursos mais específicos e também os mais procurados pelos aspirantes a mecânico. Além dos cursos, é muito importante que o profissional esteja sempre atualizado com o mercado, pois cada vez mais surgem inovações nessa área.

Principais atividades

Entre as atividades de um mecânico estão:

Projetar máquinas, equipamentos e processos produtivos

Observar o veículo, inspecionando-o diretamente ou por meio de aparelhos ou banco de prova, para determinar os defeitos e anormalidades de funcionamento da viatura

Estudar o trabalho de reparação a ser realizado, valendo-se de desenhos, esboços e especificações técnicas ou de outras instruções, para planejar o roteiro de trabalho

Fazer o desmonte e limpeza do motor, órgãos de transmissão, diferencial e outras partes que requeiram exame, seguindo técnicas apropriadas e utilizando chaves comuns e especiais, jatos de água e ar e substâncias detergentes, para eliminar impurezas e preparar as peças para inspeção e reparação

Proceder à substituição, ajuste ou retificação de peças do motor, como anéis de êmbolo, bomba de óleo, válvula, cabeçote, mancais, árvores de transmissão, diferencial e outras, utilizando ferramentas manuais, instrumentos de medição e controle e outros equipamentos, para assegurar-lhes as características funcionais

Executar a substituição, reparação ou regulagem total ou parcial do sistema de freio (cilindros, tubulação, sapatas e outras peças), sistema de ignição (distribuidor e componentes, fiação e velas), sistema de alimentação de combustível (bomba, tubulações, carburador), sistemas de lubrificação e de arrefecimento, sistema de transmissão, sistema de direção e sistema de suspensão, utilizando ferramentas e instrumentos apropriados, para recondicionar o veículo e assegurar seu funcionamento regular

Afinar o motor, regulando a ignição, a carburação e o mecanismo das válvulas, utilizando ferramentas e instrumentos especiais, para obter o máximo de rendimento e regularidade funcionais

Montar o motor e demais componentes do veículo, guiando-se pelos desenhos ou especificações pertinentes, para possibilitar a utilização do mesmo

Testar o veículo uma vez montado, dirigindo-o na oficina, para comprovar o resultado da tarefa realizada

Providenciar o recondicionamento do equipamento elétrico do veículo, o alinhamento da direção e regulagem dos faróis, enviando, conforme o caso, as partes danificadas a oficinas especializadas, para complementar a manutenção do veículo

Recondicionar peças, utilizando tornos, limadoras, máquinas de furar, aparelhos de soldagem a oxigás e elétrica e ferramentas de usinagem manual em bancada

Executar tarefas simples nas instalações elétricas e no quadro do veículo

Especializar-se na recuperação e manutenção de um tipo determinado de motor ou em uma parte do veículo, como suspensão, direção ou freio, e ser designado de acordo com a especialização.

Áreas de atuação e especialidades

Este profissional pode atuar:

  • Em concessionárias de marca
  • Mecânicas em geral
  • Montadoras de automóveis
  • Mercado de trabalho

    Esta é uma área do mercado de trabalho que está bastante em alta, mas as empresas e os clientes estão exigindo desse profissional cada vez mais um perfil diferenciado. O conhecimento é o que conta na hora de conseguir um bom emprego e isso se conquista com cursos numa boa escola de mecânica. Hoje em dia o mecânico precisa saber o que está ocorrendo, se informatizar, porque os automóveis têm alta tecnologia, que nada mais são do que itens computadorizados.

    Curiosidades

    Em 1904, existiam no mundo aproximadamente 55.000 veículos.

    Em 1908 foi adotada a primeira legislação referente ao licenciamento de condutores de veículo em Rhod Island.

    O grego Homero (VIII a.c.) e Leonardo da Vinci (1452-1519), chegaram a descrever o carro, mas somente em 1769 o francês Nicolas-Joseph Carnot fez o triciclo com o motor a vapor do escocês James Watt.

    O primeiro Código de Trânsito do Brasil, foi o Decreto -Lei nº 3.671 de 25 de setembro de 1941, mas de maneira esparsa, algumas Leis já tratavam do trânsito desde 1910, como Decreto nº 8.324 de 27 de outubro daquele ano, que cuidava do serviço subvencionado de transporte por automóveis.

    Aconteceu em 1903 a primeira viagem de automóvel entre as cidades de São Francisco e Nova York. Levou exatos 52 dias.

    Fonte: www.brasilprofissoes.com.br

    Mecânica

    Objetivos do Curso

    O curso de Engenharia de Produção Mecânica da UNIP apresenta uma abordagem moderna e apropriada às constantes mudanças provenientes do desenvolvimento tecnológico.

    Trata da interação de homens, materiais, equipamentos, métodos e processos, o que proporciona ao profissional possibilidades de atuação nos diversos níveis das empresas.

    A engenharia de produção mecânica atua na fronteira entre o conhecimento técnico da engenharia mecânica e o das áreas administrativas e econômicas.

    Assim, o profissional formado pela Universidade Paulista tem os conhecimentos básicos de engenharia mecânica e uma formação específica que o capacita a otimizar a produção, racionalizar métodos, processos e sistemas, com o intuito de melhoria da produtividade.

    A atuação do engenheiro de produção mecânica é útil sempre que houver necessidade de planejamento, coordenação e controle.

    Atividades Principais

    Efetuar a programação e controle da produção, através do acompanhamento e supervisão das operações de materiais e equipamentos

    projetar novos produtos e planejar instalação de fábricas

    gerenciar e aprimorar métodos de fabricação e as relações humanas no trabalho

    administrar os recursos disponíveis, na busca da produtividade e qualidade nos processos industriais

    * planejar e reduzir a ociosidade das máquinas na empresa, minimizando os custos

    auxiliar na seleção e treinamento do pessoal técnico

    calcular custos de produção, previsão de venda e determinar o melhor meio de aplicar o capital da empresa.

    Mercado de Trabalho

    O engenheiro de produção mecânica está capacitado a atuar em indústrias de um modo geral (elétricas, eletrônicas, químicas, farmacêuticas etc.); em empresas de prestação de serviços (bancos, seguradoras, hospitais etc.); em empresas nacionais ou multinacionais; públicas ou privadas etc. Com a informatização do setor industrial, foi aberto o campo para estas engenharias atuarem no desenvolvimento de softwares específicos para a área.

    De um modo geral, o campo de trabalho é bom para esses profissionais, tendo em vista que a globalização da economia implica uma demanda dessa categoria, com a finalidade de reduzir custos e aumentar a produtividade, melhorando a competitividade.

    Práticas

    Estágio Supervisionado

    Monitoria

    Iniciação Científica

    Laboratório de CAD/CAM/CAE com os Softwares AutoCad 14 e Euclides 3.0

    Laboratórios de Física, Química, Desenho, Mecânica dos Fluidos, Eletrotécnica, Metrologia, Processos de Fabricação, Máquinas Hidráulicas e Pneumáticas, Equipamentos Térmicos e Materiais de Construção Mecânica

    Laboratórios de Informática com Internet e Variados Softwares (EWB, Matlab, Windows, Office Profissional, Turbo Pascal, Turbo C++, Delphi, Linux e outros)

    Visitas Técnicas

    Semana de Palestras e Atividades Específicas

    Duração

    5 anos.

    Fonte: www3.unip.br

    Mecânica

    Sobre a profissão

    É a ciência que estuda o movimento. Aplicada à engenharia, a mecânica se encarrega do desenvolvimento de projetos de máquinas e equipamentos. Fica sob responsabilidade dos profissionais mecânicos a construção, a manutenção e a resolução dos problemas das máquinas.

    Veículos, aviões, bicicletas, equipamentos da construção civil, motores, tratores, empilhadeiras, colheitadeiras, todo o tipo de máquina ou equipamento mecânico é da responsabilidade desse profissional. Ele trabalha na criação dessas máquinas, assim como na manutenção do seu funcionamento.

    Também cuida dos sistemas de aquecimento e de refrigeração e de todo o ferramentário necessário à produção industrial. Além disso, supervisiona a produção dessas máquinas e ferramentas, escolhendo a matéria prima, providenciando os moldes das peças que serão fabricadas, criando e avaliando protótipos, testando os produtos finalizados.

    Os engenheiros mecânicos trabalham na indústria automobilística, indústria de aviões, nas empresas de automação de produção e na indústria de eletroeletrônicos. Os técnicos são mais procurados para o trabalho de assistência técnica, no conserto dos produtos produzidos pelos engenheiros mecânicos, mas também podem trabalhar no desenvolvimento de peças, como na indústria de peças de precisão.

    Tipos de Curso

    a) Nível Superior

    Bacharelado

    Duração média de 5 anos. O curso é encontrado com o nome de Engenharia Mecânica, oferece uma grade curricular básica das engenharias, com disciplinas de matemática, física e informática aplicada. O currículo ainda oferece disciplinas de termodinâmica, mecânica dos fluidos, transmissão de calor, resistência de materiais, processos de transformação, vibrações e sistemas mecânicos. É comum que as escolas ofereçam habilitações específicas como em aeronaves, armamentos ou manutenção. Existem muitas aulas em laboratório e disciplinas práticas de produção e testagem de protótipos. As faculdades costumam oferecer também formação em tecnologias alternativas, pesquisa de ponta e motores. O desenho técnico também é ensinado em todas as habilitações.

    b) Nível Superior

    Tecnológico

    Duração média de 3 anos a 3 anos e meio. Podem ser encontrados cursos em Eletromecânica e em Mecânica. Os dois cursos oferecem disciplinas básicas da mecânica como matemática, física, dinâmica, automação e controle. As disciplinas específicas variam conforme o curso. Em comum têm muitas aulas em laboratório e com o desenvolvimento de protótipos.

    c) Nível Médio

    Curso Técnico

    Duração média de 2 anos. Existem variados cursos técnicos para a área de mecânica, dentre eles o de Técnico Automobilístico, Técnico Mecânico, Técnico de Motores, Mecânica de Manutenção de Veículos Automotores a Diesel, Mecânica de Manutenção de Máquinas, Técnico em Eletromecânica, Mecânico de Manutenção de Máquinas Industrial, Básico em Mecânico de Usinagem, Técnico em ferramentaria. As disciplinas oferecidas variam conforme a vocação do curso.

    d) Cursos Livres

    Duração variável

    Existem diversos cursos que habilitam para o trabalho com motores e máquinas. Geralmente são oferecidos pelas próprias empresas produtoras, que dão cursos capacitadores para profissionais que trabalharão com seus produtos.

    Mercado de Trabalho

    A indústria automobilística e de auto peças, que andaram demitindo e ameaçando o fechamento de unidades, ganharam novo fôlego em 2005, batendo recorde de produção nos últimos anos, e parecem estar se recuperando melhor ainda em 2006, com isso o mercado volta a se aquecer e oferecer boas oportunidades para os profissionais formados nessa habilitação.

    Os setores de aviação e de produção naval também têm empregado profissionais da área, o aumento das exportações de avião da Embraer promete abrir boas oportunidades de trabalho, tanto na indústria de aviões como na indústria de periféricos.

    Os setores petroquímicos e de metal-mecânica também vêm apresentando boas oportunidades de emprego para o engenheiro mecânico e para os técnicos em metal-mecânica. Esses profissionais trabalham nos projetos de linha de produção, nas máquinas e equipamentos e em processos de manufatura.

    Ofertas de Emprego

    A manutenção de máquinas, equipamentos e motores é o setor que mais emprega profissionais da área de mecânica. Nesse caso, existem vagas em todas as regiões, com destaque para as regiões mais industrializadas, que, por concentrarem o maior número de industrias automatizadas, também reúnem em seu entorno a maior quantidade de vagas de emprego para os profissionais mecânicos.

    A região Sudeste, principalmente cidades hiper industrializadas como Diadema, Santo André e São Bernardo, na região metropolitana da grande São Paulo, continua sendo a mais promissora, a que mais abre novos postos de trabalho, no entanto, a competição por uma das vagas abertas na região é grande.

    No nordeste existem mais vagas para profissionais ligados à industria petroquímica e de manutenção de maquinário agrícola, vocação semelhante à dos estados do Sul e Centro Oeste que, por serem grandes produtores agropecuários, precisam dos préstimos do mecânico para manutenção de seus tratores e supervisão dos processos de produção.

    Também no Nordeste, o Pólo Industrial de Camaçari, na Bahia, absorve boa parte dos profissionais engenheiros e técnicos mecânicos, assim como, no Norte, a Zona Franca de Manaus precisa desses profissionais para o trabalho na automação de suas produções e precisa de eletromecânicos para a manufatura dos produtos. Vagas como vendedor de máquinas, motores, tratores e equipamentos também são uma opção para o profissional que, se tiver diploma de pós-graduação, pode também dar aulas no ensino superior.

    Fonte: www.cursocerto.com.br

    Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal