Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Termosfera  Voltar

Termosfera

 

Esta camada atinge aproximadamente 640 Km acima da superfície do solo e se caracteriza pela alta temperatura, a qual aumenta como o aumento da altitude, podendo chegar a mais de 1000ºC nas camadas superiores.

Na Termosfera, as radiações ultravioletas da luz solar são muito intensas, decompondo as moléculas em átomos e íons.

Por isso, é também conhecida como ionosfera.

Essa camada é da maior utilidade pelo fato de refletir as ondas de rádio, permitindo a comunicação fácil entra regiões afastadas.

A partir de 90 Km de altitude, a Termosfera estende-se por centenas de quilômetros em direção ao espaço, sendo seu limite superior considerado como o “Topo da Atmosfera”, a 1.000 Km de altitude.

Fonte: arvoresdeirati.com

Termosfera

À mesosfera segue-se a Termosfera, que se estende da mesopausa até cerca de 500 Km a 600 Km de altitude, e cujo limite superior se denomina de termopausa.

Do ponto de vista térmico, a Termosfera caracteriza-se pelo aumento da temperatura com a altitude.

É uma classificação térmica.

Ela é a camada da atmosfera localizada entre a mesosfera e o espaço exterior. Na termosfera a temperatura aumenta com a altitude.

Isso ocorre porque a radiação solar, altamente energética, é absorvida pela pequena quantidade de oxigênio residual que ainda está presente nessa região.

As temperaturas na termosfera são altamente dependentes da atividade solar. Algumas partículas de gás podem alcançar 2500 °C durante o dia, mas, apesar dessa alta temperatura, não sentimos calor na termosfera, porque o ar ali é tão rarefeito (tão próximo ao que chamamos de vácuo) que, praticamente, não há contato suficiente, com um número suficiente de átomos de gás para que esse calor seja transferido para nós. Um termômetro comum colocado na termosfera leria temperaturas bem abaixo de O °C.

A incidência da radiação solar faz com que os átomos existentes na termosfera superior sejam ionizados.

A região superior da termosfera, onde esse processo acontece, damos o nome de “ionosfera”.

A termosfera inclui duas camadas atmosféricas: a ionosfera e a exosfera.

A termosfera inclui a exosfera e parte da ionosfera.

O que é

A Termosfera é, por sua vez, subdividida em duas camadas.

A camada inferior apresenta uma espes- sura de cerca de 400-500 km e é chamada ionosfera, porque nela ocorrem processos de ionização. Essa camada reflete as ondas rádio e filtra a radiação solar de forma diversa conforme os comprimentos de onda, o que causa fenômenos fascinantes como a aurora.

A ionização é provocada pelos raios X e gama da radiação solar. Devido a sua elevada energia, esses raios são absorvidos por moléculas de nitrogênio e hidrogênio. Essas moléculas perdem um elétron e se tornam íons positivos, criando uma corrente elétrica na ionosfera. Como a ionização depende da irradiação solar, a sua extensão é muito maior no lado exposto do planeta.

A camada externa da ionosfera (a partir de 400-500 km) é chamada exosfera. É a camada menos conhecida, na qual a densidade dos gases atmosféricos diminui drasticamente e onde estes se dispersam em todo o espaço sideral, na medida que a temperatura cai até um valor próximo a –270°C.

Do mesmo modo que a temperatura e a densidade dos gases, também a pressão atmosférica diminui gradualmente com a altitude. Podemos encontrar aproximadamente 1032 hPa no nível do solo, 500 hPa a 5.500 m, 400 hPa a 7.000 m, 300 hPa a 9.000 m e 200 hPa a 12.000 m2

Fonte: www.incaweb.org

Termosfera

Na termosfera a temperatura aumenta com a altitude e está localizada acima da mesopausa, sua temperatura aumenta com a altitude rápida e monotonicamente até onde a densidade das moléculas é tão pequena e se movem em trajetórias aleatórias tal, que raramente se chocam.

Fonte: fisica.cdcc.sc.usp.br

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal