Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Meteorismo - Página 3  Voltar

Meteorismo

 

FLATULÊNCIA E METEORISMO

Definição:

Flatulência é a aquela sensação de excesso de gases no estômago e intestino.

Meteorismo corresponde à eliminação de gases pelo reto com ou sem sonoplastia associada, embora sempre ligada a um odor fétido, exceto para quem o produz.

Gases intestinais podem causar grande desconforto porque provocam distensão abdominal. Além disso, em determinadas circunstâncias, podem trazer constrangimento social.

O ar engolido ou os gases formados no aparelho digestivo podem ser expelidos por via oral (arroto) ou via orificio retal (gases intestinais ou flatos). A maior parte deles, no entanto, é produzida no intestino por carboidratos que não são quebrados na passagem pelo estômago.

Como o intestino não produz as enzimas necessárias para digeri-los, eles são fermentados por bactérias que normalmente ali residem. Esse processo é responsável pela maior produção e liberação de gases.

Em alguns casos, por fatores genéticos ou porque adotaram uma dieta saudável com pouca gordura, mas rica em fibras e em carboidratos, algumas pessoas podem produzir mais gases. No entanto, a maioria das queixas parte de pessoas que produzem uma quantidade que os gastrenterologistas considerariam normal. Estudos demonstram que, em média, um adulto pode expelir gases vinte vezes por dia. De qualquer modo, há como prevenir a maior formação de gases.

Alimentos que produzem gases

Vegetais: Agrião, acelga, Alho, cebola, Brócolis, couve, Couve-flor, repolho, Batata-doce, gengibre, Ervilha verde, milho verde, Mostarda, pepino, Nabo, rabanete, Pimentão, pimenta-do-reino.

Leguminosas: Ervilha, Feijão seco, Lentilha.

Sopas e caldos: Sopas e caldos de verduras

Caldos feitos com vegetais que produzem gases:

Abacate Goiaba Maçã (crua)

Frutas: Maçã (crua), Jaca, Jabuticaba. Melão, Melancia

Condimentos: Todos condimentos, exceto sal.

Queijos: Todos de alta concentração.

Doces: Bolos, Bombons, Conservas, Chocolate, Doce em pasta.

Outros alimentos: Alimentos crus ou fritos.

Alimentos muito gordos, especialmente os frios: avelãs, ameixa, nozes.

Bebidas: Soda, coca-cola, águas gasosas. Bebidas muito açucaradas.Café.

Intolerância à lactose é outra causa importante de flatulência.

Algumas pessoas notam aumento na produção de gases quando ingerem comida ou sucos adoçados com açúcar de frutas (frutose) ou adoçante artificial à base de Sorbitol. Nesse caso, esses produtos devem ser evitados.

Reserve um tempo tranqüilo para as refeições. Mastigue bem os alimentos. Engolir a comida sem mastigá-la direito e às pressas atrapalha a digestão e o bolo alimentar pode chegar ao intestino sem estar digerido adequadamente.

Procure não falar muito durante as refeições para diminuir o volume de ar deglutido; ·Prefira alimentos ricos em fibras e beba bastante líquido, pois isso facilita o trânsito intestinal. A obstipação retarda a passagem da comida pela parte inferior do aparelho digestivo, provocando maior fermentação dos alimentos e, conseqüentemente, maior produção de gases.

Preste atenção, no seu caso específico, aos alimentos que podem estar associados a gases. Algumas pessoas reagem mal à farinha (pães, massas, etc.), batata doce, cebola, rabanete, aipo, berinjela e germe de trigo. Alguns vegetais como repolho, brócolis, couveflor e couve-de-bruxelas, acusados de aumentar a produção dos gases, têm seu consumo recomendado pela Sociedade Americana de Câncer.

Andar é sempre saudável, pois estimula os movimentos intestinais.

Síndrome do Colon Irritável: é um distúrbio comum da motilidade intestinal.

Apresenta como sintomas: evacuações pequenas e duras, frequentemente com muco; períodos de diarréia e dor abdominal em cólica; flatulência. Estresse pode agravar o problema.

Não há medicamento algum, que, comprovadamente, diminua a produção ou a liberação de gases pela boca ou orificio retal. Muito remédio, tradicionalmente usado, não tem efeito ou seu resultado é mínimo.

Nos casos de intolerância à lactose, usa-se antes das refeições que contém leite, um complemento com lactase (fermento digestivo deficiente nessas pessoas), alcançando-se excelentes resultados no alívio dos sintomas.

Ditos Populares

Meteorismo

Artista - Ensaia antes de peidar Assassino - Enforca o peido Atleta - Peida e sai correndo Azarado - Vai peidar baixinho e acaba fazendo um estrondo Cavalheiro - Responsabiliza-se pelo peido da namorada Cara de pau - Peida e ainda reclama do cheiro Cínico - Peida e pergunta quem peidou Comodista - Peida sem se mexer Convencido - Peida e diz que seu peido é o mais fedido Corajoso - Avisa que vai peidar Delegado - Prende o peido Desastrado - Vai peidar e caga Dinâmico - Peida a todo instante Discreto - Peida sem fazer barulho Distraído - Pergunta "Quem peidei?" Educado - Pede licença para peidar Egoísta - Peida debaixo das cobertas para sentir o cheiro sozinho Fingido - Peida e fica sério Frustrado - Peida e não se sente satisfeito Herói - Peida mesmo quando está com diarréia Incendiário - Acende um fósforo antes de peidar Indignado - Peida e não se conforma Infantil - Peida na água para fazer bolinhas Infeliz - Peida e se borra todo Ingênuo - Peida e confessa que peidou Injustiçado - Os outros peidam e põem a culpa nele Insensível - Caga nas calças e pensa que peidou Intelectual - Peida e diz que "expeliu gases" Irresponsável - Está com diarréia e arrisca um peido Leproso - Peida depois sai procurando a argola Liberal - Peida na frente dos outros Líder - Peida mais alto que os outros Medroso - Peida baixinho com medo do barulho Mentiroso - Peida e nega tudo Metódico - Divide o peido em vários peidinhos Músico - Peida em vários tons Oportunista - Aproveita o peido dos outros para soltar o seu Orgulhoso - Caga, mas não peida Patriota - Levanta para peidar Político - Peida e promete que vai cagar Precavido - Peida aos poucos para evitar cagar Preguiçoso - Deixa sempre para peidar amanhã Sensível - Peida e tem a sensação de estar cagando Sentimental - Peida e suspira Sádico - Peida dentro do elevador com outros dentro Tímido - Tem vergonha de peidar mesmo quando esta só Tumultuador - Peida no grupo e sai de fininho Turco - Peida de uma vez só para economizar Viciado - Peida na mão pra cheirar Alienado - Aquele que peida inconscientemente Ateu - Aquele que peida dentro da igreja Babaca - Aquele que peida para ver a cor Boa-fé - Aquele que peida e diz "Que cheiro estranho!" Cara-de-pau - Aquele que assume o peido e pede remédio para gases Cientista - Aquele que engarrafa o peido para analisar Descarado - Aquele que força o peido Detetive - Aquele que peida e procura quem peidou Filho da puta - Aquele que peida no elevador lotado depois da feijoada Gay - Aquele que considera o peido um ventinho gostoso Hippie - Aquele que considera o peido uma manifestação de arte Idiota - Aquele que peida na hora do almoço e põe a culpa no cachorro Inteligente - Aquele que peida e sai de perto Louco - Aquele que peida e pensa que levou um tiro Meteorológico - Aquele que peida e diz que foi um trovão Ninja - Silencioso mas mortal Químico - Aquele que peida e analisa o grau de poluente Religioso - Aquele que peida e vai se confessar Secretária - Aquele que peida e fala que foi um descuido Atencioso - Preocupa-se com os peidos dos amigos Budista - Peida ao atingir o Nirvana Chantagista - Exige dinheiro para não denunciar os peidos dos outros Comodista - Peida sem se mexer Curioso - Peida e fica perguntando quem foi Determinista - Peida e diz: 'Foi o destino...' Entusiasta - Peida até não poder mais Gângster - Dá até 10 peidos de rajada Hipocondríaco - Peida e telefona ao médico Negligente - Dá peidos sem qualquer preparação Padeiro- Dá peidos fermentados Principiante - Dá peidos minúsculos Professor - Dá aulas de Flatulência Aplicada Responsável - Honra os seus compromissos de se peidar Rebelde- Peida como forma de protesto

Fonte: www.unifesp69.kit.net

Meteorismo

GÁS - ERUCTAÇÃO - DISTENSÃO - FLATULÊNCIA

Quando nos queixamos que temos gases queremos dizer que temos uma ou mais das seguintes queixas:

Frequentes eructações ( arrotos ) - saída mais ou menos ruidosa do ar do estômago pela boca .

Sensação de distensão abdominal - do estômago ou do intestino.

Flatulência - saída frequente de gases pelo orificio retal 

1 - As eructações ou arrotos são um ato fisiológico normal, sobretudo depois das refeições. Se for muito frequente pode tornar-se incomodativo. O excesso de ar no estômago, deglutido com os alimentos ou com os líquidos, é expelido mas mais ar é novamente deglutido.

Como terminar com as eructações ?

Tentar reduzir a deglutição de ar.

Evitar bebidas com gás. 

Comer sem pressa, mastigando bem os alimentos.

Se possível evitar arrotar.

Meteorismo

2 - A distensão abdominal ou meteorismo é muito frequente e, além do aumento do volume do abdómen está muitas vezes associado a desconforto e dor abdominal. Este aumento do volume abdominal que as pessoas atribuem ao excesso de gás, não significa que no intestino haja sempre, na realidade, uma quantidade excessiva de gás.

A diminuição da motilidade do estômago ou do intestino pode estar relacionada com a distensão abdominal. Alimentos, como as gorduras que diminuam o peristaltismo do estômago ou do intestino podem estar na origem dessa distensão.

A distensão abdominal é um sintoma habitual das duas doenças mais frequentes do aparelho digestivo: a Dispepsia Funcional e o Cólon Irritável ou Síndrome do Intestino Irritável. Mas, por vezes, não existem outros sintomas além do aumento de volume do abdómen, dizemos então que existe Distensão Abdominal Funcional.

Uma causa de distensão abdominal é a Deficiência de Lactase. A lactase é uma enzima existente na mucosa do intestino delgado necessária para que o açúcar do leite, a lactose, um dissacárido, seja desdobrada em dois monossacáridos, galactose e glucose e nesta forma sejam absorvidos.

Se há deficiência de lactase na mucosa do intestino delgado, uma situação geralmente hereditária que atinge mais de 10% da população portuguesa, a lactose do leite não é absorvida e ao chegar ao cólon é transformada pela flora bacteriana em gases: hidrogénio, metano etc.

O nosso médico poderá querer certificar-se que não existe nenhuma doença orgânica do estômago ou do intestino, associada à distensão, e para isso pode mandar-nos realizar algum exame endoscópico ou radiológico e mandar-nos fazer algumas análises ao sangue.

Há testes que permitem diagnosticar a Deficiência de Lactase, mas o mais simples é experimentar não beber leite nem comer derivados do leite ( queijo, iogurte etc. ) durante algumas semanas e ver o resultado.

Embora seja incomodativa, a distensão não está, geralmente, associada a qualquer problema grave e o nosso médico prescreve algum medicamento que estimule os movimentos do estômago e do intestino procurando obter alivio. Mas nem sempre os resultados são bons. Por vezes há alívio temporário e algum tempo depois a distensão volta a aparecer. 

Modificar os hábitos alimentares pode melhorar a situação: as gorduras, os legumes e os vegetais podem causar distensão abdominal, mas os legumes e os vegetais são importantes na nossa dieta e não devem ser completamente suprimidos. O meio termo nem sempre é fácil de encontrar. É muito utilizado o antiflatulento cimeticona ou dimeticona com frequência associada a enzimas pancreáticos. Infelizmente a sua eficácia nunca foi comprovada por nenhum estudo.

A distensão abdominal nem sempre é um problema fácil de resolver. Quase sempre é um problema desagradável e sem solução, com o qual temos que conviver.

3 - A flatulência ou saída excessiva de gás pelo orificio retal é muitas vezes consequência da excessiva produção de gás pelas bactérias do intestino grosso ( cólon ).

Há no cólon milhares de bactérias que não só não são prejudiciais mas pelo contrário são importantes na digestão. Ao digerirem os hidratos de carbono e açucares as bactérias formam dióxido de carbono e metano que em parte são reabsorvidos e em parte dão origem aos gases que saem do intestino. Certos alimentos como as verduras, as leguminosas, os farelos contêm hidratos de carbono e celulose que as bactérias transformam libertando gás. Estes alimentos são importantes na nossa dieta e cada um de nós tem que encontrar o bom termo de maneira a sentir-se bem sem os suprimir. A modificação da flora intestinal com antibióticos pode ser necessária em casos extremos.

PARA NOS ENTENDERMOS O Dicionário de António Houaiss (2001) define assim flatulência "emissão de gases pelo orificio retal" é esse o significado que aqui lhe dou. O Dicionário da Academia das Ciências de Lisboa ( Malaca Casteleiro 2000 ) e muito médicos, chamam flatulência ao que eu chamo meteorismo.

O Dicionário de António Houaiss (2001) define meteorismo como " acúmulo de gases no intestino ou abdome ", é também este o significado que eu dou a meteorismo ou distensão abdominal.

Fonte: www.gastroalgarve.com

voltar 123avançar
Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal