Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Estrutura das Palavras  Voltar

Estrutura das Palavras

 

Estrutura das Palavras - Gramática

Raiz

Morfema lexical originário, irredutível, geralmente monossilábico, que contém o núcleo significativo comum às palavras cognatas ou de mesma família. Por sofrerem muitas alterações e serem de difícil delimitação, as análises trabalham basicamente com os radicais.

Radical

Morfema lexical que se opõe aos outros de derivação e flexão numa palavra (galo, galinha, galináceo). Alguns vocábulos são constituídos apenas por radical (lápis, mar, hoje). Na prática, pode-se fazer distinção entre diversos níveis de radicais, sendo o radical primário a raiz (desregularizar - desregulariz > regulariz > regul > reg - são 4 níveis de radicais ditos primário, secundário ...)

Vogal temática

Vogal que, em alguns casos, agrega-se ao radical, preparando-o para receber as desinências. Nos verbos, indicam a conjugação verbal (1ª -a, 2ª -e, 3ª -i), e são átonas (-a, -e, -o) nos nomes.

Tema

União de radical mais vogal temática. Nos nomes, o tema é mais evidente em derivados de verbos (caça-dor / ferve-nte)

Observação

Formas atemáticas - terminadas em cons. ou vog. tônica (mar, café), constituem-se apenas de radical.

Desinências

Apóiam-se ao radical para marcar as flexões gramaticais.

Podem ser nominais ou verbais:

Nominais - indicam flexões de gênero e número dos nomes (gat-a e gato-s)

Verbais - indicam tempo e modo (modo-temporais) ou pessoa e número (número-pessoais) dos verbos.

Afixos

Morfemas derivacionais (gramaticais) agregados ao radical para formar palavras novas.

Prefixo

Antes do radical (infeliz)

Sufixo

Depois do radical (felizmente)

Vogal e consoante de ligação

Elementos mórficos insignificativos que surgem para facilitar ou até possibilitar a pronúncia de determinadas construções (silv-í-cola, pe-z-inho, pobre-t-ão, gas-eificar, rat-i-cida, rod-o-via)

Alomorfes

São as variações que os morfemas sofrem (amaria - amaríeis; feliz - felicidade)

Observações

Cegalla divide os elementos estruturais:

raiz / radical / tema (elementos básicos e significativos) + afixos / desinências / VT (elementos modificadores da signficação dos primeiros) + vogal e consoante de ligação (elementos de ligação, eufônicos, não são morfemas)

nomes terminados por r, z, s (oxítonas) ou l apresentam vogal temática só no plural (anima -i-s)

grau não é flexão, por que os elementos que o caracterizam não são desinências. Os sufixos usados na construção de graus podem sofrer flexões (menin-inh-a-s)

Estrutura das Palavras - Elementos

As palavras são formadas por unidades mínimas chamadas de morfemas.

Nem sempre, porém, as palavras apresentam todos os elementos que estão listados a seguir:

1. Radical

É indispensável às palavras, uma vez que é o elemento portador de seu significado. O radical é comum a uma família de palavras.

2. Afixos

Elementos que se juntam ao radical – antes (prefixo) ou depois (sufixo) – para mudar seu significado, dar uma informação ou mesmo alterar sua classe gramatical.

3. Vogal temática

Vogal que se junta ao radical a fim de formar a base para a colocação de desinências. Nos verbos, marca a conjugação.

4. Desinências

Elementos finais das palavras variáveis.

Nominal: indicam gênero e número.
Verbal:
indicam tempo-modo e número-pessoa.

PROCESSOS DE FORMAÇÃO DE PALAVRAS

Em português, as novas palavras se formam pelos seguintes processos: composição, derivação e hibridismo.

1. Composição

Combinação de dois ou mais vocábulos já existentes para formar uma nova palavra.

Classifica-se em

1.1. Justaposição – as palavras mantêm a sua autonomia fonética.
1.2. Aglutinação
– as palavras sofrem alteração fonética.

2. Derivação

Formação de uma nova palavra através da anexação ou da retirada de afixos junto ao radical.

Classifica-se em

2.1. Prefixal – anexação de prefixo junto ao radical.
2.2. Sufixal –
anexação de um sufixo junto ao radical.
2.3. Prefixal e sufixal
– colocação de prefixo e sufixo junto ao radical.
2.4. Derivação parassintética
– colocação simultânea de prefixo e sufixo junto ao radical. Se um dos afixos for suprimido, não resta palavra existente na língua.
2.5. Derivação regressiva
– formação de uma nova palavra através da retirada de elementos finais. Normalmente, os verbos sofrem esse tipo de derivação.
2.6. Derivação imprópria
– mudança de sentido e classe gramatical de uma palavra já existente.

3. Hibridismo

É a palavra formada por elementos de língua diferentes.

Estrutura das Palavras - Morfemas

Os elementos mórficos (morfemas) da estrutura das palavras são:

radical
desinência
afixos
vogal temática
tema

Radical

É o elemento principal da palavra, a base de seu significado.

Noivado ? radical noiv-
risonha ? radical ris-
trabalhar ? radical trabalh-

Os radicais são elementos comuns às palavras da mesma família etimológica (da mesma origem).

Palavras cognatas

Chamam-se cognatas as palavras que conservam o mesmo radical.

olh -o sacud - ir
olh - ado sacud -ida
olh - eiro sacud - idona
ca - olh - o sacud - idela

Cuidado com os falsos cognatas - palavras semelhantes em sua forma gráfica, mas que diferem quanto ao significado.

Desinência

É o elemento que se acrescenta ao radical para indicar flexão.

A desinência pode ser: nominal (gênero e número) ou verbal (modotemporal - quando indica o modo e o tempo dos verbos e número pessoal quando indica a pessoa e o número).

casas
radical
desinência
nominal de gênero
desinência
nominal de número
fô sse mos
radical
desinência
modo-temporal
desinência
número-pessoal

Afixos

São os elementos significativos secundários, juntados ao radical para formar palavras novas. Quando o afixo vem antes do radical, chama-se prefixo, e quando vem depois, sufixo.

res- pingo
sobre-viver
feliz - mente
charut - aria

Vogal temática e Tema

Vogal temática é a vogal que sucede o radical dos verbos ou dos nomes. Em verbos, indica a conjugação, a que eles pertencem.

a – que indica a 1ª conjugação: junt a mos
e – que indica a 2ª conjugação:
bat e ndo
i – que indica a 3ª conjugação:
sent i a

Tema é o radical acrescido da vogal temática, isto é, pronto para receber as desinências.

Exemplo

beb+e = bebe (tema)

Vogal e consoante de ligação

É a vogal ou a consoante cuja função é unicamente ligar dois morfemas. Trata-se de elementos sem significação própria que apenas facilitam a pronúncia das palavras.

Exemplos

cha l eira
gas ô metro
café t eira

Estrutura das Palavras - Análise

A análise da estrutura das palavras revela-nos a existência de vários elementos mórficos chamados de morfemas.

Os elementos que contêm o significado básico da palavra chamam-se morfemas lexicais, e os que indicam a flexão das palavras, ou seja, as variações para indicar gênero, número, pessoa, modo, tempo recebem o nome de morfemas gramaticais.

Em meninas, por exemplo, menin- é morfema lexical, a é morfema gramatical de gênero e s é morfema gramatical de número.

Os elementos mórficos são os seguintes:

Radical

É o elemento comum de palavras cognatas também chamadas de palavras da mesma família. É responsável pelo significado básico da palavra.

Exemplos

terra
terreno
terreiro
terrinha
enterrar
terrestre...

Nas palavras acima, o elemento terr é o radical, já que não pode ser decomposto em unidade menores  e nele se concentra o significado básico da palavra.

Observação

As palavras que apresentam o mesmo morfema lexical, isto é, o mesmo radical, são chamadas de cognatas.

Assim, são cognatas as palavras: ferro, ferreiro, ferragem, ferrugem, ferrado, ferrador, ferradura, etc.

Estrutura das Palavras - Tipo

Afixos

São partículas que se anexam ao radical para formar outras palavras.

Existem dois tipos de afixos:

Prefixos

Colocados antes do radical.

Exemplos

desleal
i
legal

Sufixos

Colocados depois do radical.

Exemplos

folhagem
legalmente

Infixos

São vogais ou consoantes de ligação que entram na formação das palavras para facilitar a pronúncia. Existem em algumas palavras por necessidade fonética.

Os infixos não são significativos, não sendo considerados morfemas.

Exemplos

café-cafeteira
capim-capinzal
gás-gasômetro

Vogal Temática

Vogal Temática (VT) se junta ao radical para receber outros elementos. Fica entre dois morfemas.

Existe vogal temática em verbos e nomes.

Exemplos

beber
rosa
sala

Nos verbos, a VT indica a conjugação a que pertencem ( 1ª , 2ª ou 3ª ). 

Exemplo

partir- verbo de 3ª conjugação

Há formas verbais e nomes sem VT.

Exemplos

rapaz
mato (verbo)

Tema

Tema = radical + vogal temática

Exemplos

cantar = cant + a
mala
= mal + a
rosa
= ros + a

Desinências

São morfemas colocados no final das palavras para indicar flexões verbais ou nominais.

Podem ser:

Nominais

Indicam gênero e número de nomes ( substantivos, adjetivos, pronomes, numerais ).

Exemplos

casa - casas
gato - gata

Verbais

Indicam número, pessoa, tempo e modo dos verbos.

Existem dois tipos de desinências verbais:

desinências modo-temporal (DMT)
desinências número-pessoal
(DNP)

Exemplos

Nós corremos, se eles corressem (DNP
se nós corrêssemos, tu correras (DMT)  

Algumas formas verbais não têm desinências como

trouxe
bebe...

Verbo-nominais

Indicam as formas nominais dos verbos (infinitivo, gerúndio e particípio).

Exemplos

beber
correndo
partido

Principais desinências

NOMINAIS

Gênero

masculino (-o)  feminino (-a)

Número 

singular (não há) plural (-s) 

VERBAIS 

de tempo e modo 

-va,-ve: imperfeito do indicativo, 1ª conjugação 

-ia, -ie: imperfeito do indicativo, 2ª e 3ª conjugações 

-ra, -re: mais-que-perfeito do indicativo (átono) 

-sse: imperfeito do subjuntivo 

-ra, -re: futuro do presente do indicativo (tônico) 

-ria, -rie: futuro do pretérito do indicativo 

-r: futuro do subjuntivo 

-e: presente do subjuntivo, 1º conjugação 

-a: presente do subjuntivo, 2º e 3º conjugações 

de pessoa e número 

-o: 1ª pessoa do singular, presente do indicativo 

-s: 2ª pessoa do singular 

-mos: 1ª pessoa do plural 

-is-, -des: 2ª pessoa do plural 

-m: 3ª pessoa do plural

VERBO-NOMINAIS

-r: infinitivo  -ndo: gerúndio  -do: particípio regular

ESTRUTURA DAS PALAVRAS

Estudar a estrutura das palavras é estudar os elementos que formam a palavra, denominados de morfemas.

São os seguintes os morfemas da Língua Portuguesa.

Radical

O que contém o sentido básico do vocábulo. Aquilo que permanecer intacto, quando a palavra for modificada.

Exemplos

falar
comer
dormir
casa
carro

Observação

Em se tratando de verbos, descobre-se o radical, retirando-se a terminação AR, ER ou IR.

Vogal Temática

Nos verbos, são as vogais A, E e I, presentes à terminação verbal.

Elas indicam a que conjugação o verbo pertence:

1ª conjugação = Verbos terminados em AR.
2ª conjugação
= Verbos terminados em ER.
3ª conjugação
= Verbos terminados em IR.

Observação

O verbo pôr pertence à 2ª conjugação, já que proveio do antigo verbo poer.

Nos substantivos e adjetivos, são as vogais A, E, I, O e U, no final da palavra, evitando que ela termine em consoante.

Por exemplo, nas palavras:

meia
pente
táxi
couro
urubu

Cuidado para não confundir vogal temática de substantivo e adjetivo com desinência nominal de gênero, que estudaremos mais à frente.

Tema

É a junção do radical com a vogal temática. Se não existir a vogal temática, o tema e o radical serão o mesmo elemento; o mesmo acontecerá, quando o radical for terminado em vogal.

Por exemplo, em se tratando de verbo, o tema sempre será a soma do radical com a vogal temática - estuda, come, parti; em se tratando de substantivos e adjetivos, nem sempre isso acontecerá.

Vejamos alguns exemplos: No substantivo pasta, past é o radical, a, a vogal temática, e pasta o tema; já na palavra leal, o radical e o tema são o mesmo elemento - leal, pois não há vogal temática; e na palavra tatu também, mas agora, porque o radical é terminado pela vogal temática.

Desinências

É a terminação das palavras, flexionadas ou variáveis, posposta ao radical, com o intuito de modificá-las. Modificamos os verbos, conjugando-os; modificamos os substantivos e os adjetivos em gênero e número.

Existem dois tipos de desinências:

Desinências verbais

Modo-temporais = indicam o tempo e o modo.

São quatro as desinências modo-temporais:

-va- e -ia-, para o Pretérito Imperfeito do Indicativo = estudava, vendia, partia. -ra-,

para o Pretérito Mais-que-perfeito do Indicativo = estudara, vendera, partira. -ria-,

para o Futuro do Pretérito do Indicativo = estudaria, venderia, partiria. -sse-,

para o Pretérito Imperfeito do Subjuntivo = estudasse, vendesse, partisse.

Número-pessoais = indicam a pessoa e o número.

São três os grupos das desinências númeropessoais.

Grupo I: i, ste, u, mos, stes, ram, para o Pretérito Perfeito do Indicativo = eu cantei, tu cantaste, ele cantou, nós cantamos, vós cantastes, eles cantaram.

Grupo II: -, es, -, mos, des, em, para o Infinitivo Pessoal e para o Futuro do Subjuntivo = Era para eu cantar, tu cantares, ele cantar, nós cantarmos, vós cantardes, eles cantarem. Quando eu puser, tu puseres, ele puser, nós pusermos, vós puserdes, eles puserem.

Grupo III: -, s, -, mos, is, m, para todos os outros tempos = eu canto, tu cantas, ele canta, nós cantamos, vós cantais, eles cantam.

Desinências nominais

De gênero

Indica o gênero da palavra. A palavra terá desinência nominal de gênero, quando houver a oposição masculino - feminino.

Por exemplo: cabeleireiro - cabeleireira. A vogal a será desinência nominal de gênero sempre que indicar o feminino de uma palavra, mesmo que o masculino não seja terminado em o.

Por exemplo

crua
ela
traidora

De número

Indica o plural da palavra. É a letra s, somente quando indicar o plural da palavra.

Por exemplo

cadeiras
pedras
águas

Afixos

São elementos que se juntam a radicais para formar novas palavras.

São eles:

Prefixo

É o afixo que aparece antes do radical.

Por exemplo:

destampar
incapaz
amoral

Sufixo

É o afixo que aparece depois do radical, do tema ou do infinitivo.

Por exemplo:

pensamento
acusação
felizmente

Vogais e consoantes de ligação

São vogais e consoantes que surgem entre dois morfemas, para tornar mais fácil e agradável a pronúncia de certas palavras.

Por exemplo:

flores
bambuzal
gasômetro
canais

Estrutura das Palavras - Elemento

 

É o elemento comum de palavras cognatas também chamadas de palavras da mesma família. É responsável pelo significado básico da palavra.

Exemplos

Exemplos

dormir - durmo
querer - quis

As palavras que possuem mais de um radical são chamadas de compostas.

Exemplos

passatempo

Afixos

São partículas que se anexam ao radical para formar outras palavras.

Existem dois tipos de afixos:

Prefixos: colocados antes do radical.

Exemplos

desleal
ilegal

Sufixos: colocados depois do radical.

Exemplos

folhagem
legalmente

Infixos

São vogais ou consoantes de ligação que entram na formação das palavras para facilitar a pronúncia. Existem em algumas palavras por necessidade fonética.

Os infixos não são significativos, não sendo considerados morfemas.

Exemplos

café-cafeteir
capim-capinzal
gás-gasômetro

Vogal

Temática Vogal Temática (VT) se junta ao radical para receber outros elementos. Fica entre dois morfemas. Existe vogal temática em verbos e nomes.

Exemplos

beber
rosa
sala

Nos verbos, a VT indica a conjugação a que pertencem ( 1ª , 2ª ou 3ª ).

Exemplos

partir- verbo de 3ª conjugação

Há formas verbais e nomes sem VT.

Exemplos

rapaz
mato(verbo)

A VT não marca nenhuma flexão, portanto é diferente de desinência.

Os elementos que formam as palavras são: Radical, prefixo, sufixo, desinências, vogal temática, tema, vogal e consoante de ligação.

Vejamos:

Radical

Elemento estrutural básico contém os significados das palavras. (ex.: a + pedr + ejar)

Afixos: juntam-se ao radical para formar novas palavras:
Prefixo:
antes do radical ( ex.: re + ler)
Sufixo:
depois do radical ( ex.: nov + inho)

Desinências

Nominais: indicam gênero e número de nomes. (menino / menina; meninos / meninas)
Verbais:
indicam pessoa, número, tempo e modo de verbos.

Exemplos

cataremos cant + a – tema
cant – radical re – desinência modo - temporal
a – vogal temática mos – desinência número – pessoal

Vogal temática: a, e, i, (indicam a conjugação do verbo).

a – am a r -1ª conjugação
e – com e r -2ª conjugação
i – part i r -3ª conjugação

Fonte: www.graudez.com.br/www.cdb.br/www.trabalhonota10.com

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal