Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Prefixo, Sufixos e Radicais  Voltar

Prefixo, Sufixos e Radicais

 

Prefixo, Sufixos e Radicais - O que são

Prefixos

Prefixos são elementos usados na formação de palavras pelo processo de derivação. Os prefixos são morfemas que se colocam antes dos radicais basicamente a fim de modificar-lhes o sentido e raramente produzem mudanças na classe gramatical da palavra primitiva.

O Prefixo vem antes da palavra.

Os prefixos utilizados na Língua Portuguesa provieram do latim e do grego, línguas em que funcionavam comopreposições ou advérbios, isto é, como vocábulos autônomos. Por essa razão, os prefixos têm significação precisa eexprimem, em regra, circunstâncias de lugar, modo, tempo, etc. Grande parte das palavras de nossa língua é formada apartir da utilização de um prefixo associado a outra palavra. Em muitos desses casos, é de rigor o emprego do hífen,seja para preservar a acentuação própria (tônica) do prefixo ou sua evidência semântica, seja para evitar pronúnciaincorreta do vocábulo derivado.

Ex: DESleal / prefixo=des

Obs: o que sobra é o radical da palavra. No caso de DESleal o radical é leal.

Sufixos

Em gramática, sufixo é um afixo que se adiciona ao final de um morfema ou palavra. Opõe-se a prefixo. O sufixo é o responsável pela criação de outras palavras, as chamadas palavras derivadas.

Por exemplo: se adicionamos o sufixo -eiro (formador de substantivo) à palavra primitiva pedra, originaremos a palavra derivada pedreiro.

O Sufixo vem depois da palavra.

Ex: lealDADE / sufixo= dade

Obs: o que sobra é o radical da palavra. No caso de lealDADE o radical é leal.

Os sufixos e prefixos servem para mudar o sentido da palavra .

Ex:

Próprio = serve
IMpróprio= não serve
igualDADE= paresido
DESigual= não parecido

Radical

Radical é a estrutura básica da palavra. A parte que contém o significado. Ex: CANTar, LIVRo, LIVReiro.

Prefixo, Sufixos e Radicais = Palavras

Significado das palavras através dos elementos mórficos

Pode-se identificar o significado de algumas palavras através de seus elementos estruturadores. Assim, o conhecimento de palavras cognatas auxilia não só na delimitação dos elementos mórficos, mas também na descoberta do significado de um vocábulo desconhecido.

Aqui seguem algumas palavras com seus elementos formadores e sua significação. Entretanto, a quantidade de prefixos, sufixos e radicais é grande e seus significados também múltiplos, merecendo um estudo mais aprofundado.

Prefixos

ambi duplicidade ambíguo, ambidestro
bene/bem/ben bem, muito bom beneficente, benfeitor
cis do lado de cá, aquém cisplatino
de de cima para baixo decrescer, declive
justa ao lado justaposição
ob em frente obstáculo
per movimento através perfurar, percorrer
pro para frente, em lugar de progresso, pronome, prólogo
sesqui um e meio sesquicentenário
vice/vis no lugar de, inferior a vice-presidente, visconde
anfi em torno, duplicidade anfiteatro, anfíbio
arqui/arc/arque/arce superioridade arcebispo, arcanjo, arqueduque
catá de cima para baixo catálogo
dis dificuldade, mau estado disenteria, dispnéia
endo/end interior, movimento para dentro endovenoso
epi superior, posterioridade epiderme, epitáfio, epílogo
eu/ev bem, bom eufonia, evangelho, eufemismo
hipó inferior, escassez hipocrisia, hipodérmico
sin/sim/si simultaneidade, companhia sinfonia, sílaba

Sufixos

Por sua natureza formadora, podem ser nominais, verbais e adverbiais.

Nominais (substantivos e adjetivos)

agente, profissão - vendedor, inspetor, padeiro, manobrista, bibliotecário

ação ou resultado de ação - martelada, aprendizagem, matança, casamento, formatura

qualidade, estado - maldade, patriotismo, surdez, delicadeza, loucura

doença, inflamação - cefaléia, anemia, apendic ite, tuberculose

lugar - oratório, bebedouro, principado, orfanato, padaria

ciência, técnica, doutrina - geografia, estética, cristianismo

feito de, parece com - argênteo, ósseo, aquilino

coleção, aglomeração - cafezal, arvoredo, cabeleira

aumentativo - bocarra, cabeçorra, casarão, homenzarrão

diminutivo - riacho, viela, camarim, portinhola, homúnculo

Verbais

verbos freqüentativos (que se repete) - espicaçar, pestanejar

verbos diminutivos (ação diminutiva) - petiscar, chuviscar, pinicar verbos incoativos (início de ação ou passagem para novo estado ou qualidade) - amanhecer, florescer

verbos causativos (ação que deve ser praticada ou dar certa qualidade a uma coisa) - canalizar, debilitar, esquentar

Adverbiais

-mente - felizmente, bondosamente

Radicais

O significado de alguns radicais.

1º. elemento

acrópole, acrofobia - alto
agricultura - campo
anemômetro - vento
apicultura - abelha
asterisco, asteróide - estrela
cacofonia - mau
caligrafia - belo
eneágono - nove
equivalência - igual
filologia, filarmônica - amigo
fisionomia, fisiologia - natureza
fotofobia, fotosfera - fogo/luz
heterossexual, heterogêneo - outro
isósceles - igual
locomotiva - lugar
megalomaníaco - grande
misantropo - ódio
mitologia - fábula
necropsia - morto
onomatopéia - nome
ornitologia - ave
oxítono - agudo/penetrante
pan-americano - todos
patologia - sentimento/doença
peleografia - antigo
pirotecnia - fogo
pisciforme - peixe
plutocracia - riqueza
pneumático - ar/sopro
quiromancia - mão
retângulo - reto
tipografia - figura/marca

2º. elemento

anagrama - escrita/letra
antropofagia - ato de comer
astronomia - lei/regra
autônomo, metrônomo - que regula
barítono, monótono - tensão/tom
bibliofilia - amizade
cartomancia - adivinhação
centrífugo - que foge ou faz fugir
demagogo - que conduz/leva
democracia - poder
diálogo, psicólogo - palavra/estudo
frutífero - que produz ou faz
helicóptero - asa
heterodoxo - que opina
heterogêneo - que gera
lobotomia - corte/divisão
microscópio - examinar/ver
monarca - que comanda
neurastenia - debilidade
nevralgia - dor
ovíparo - que produz
xenofobia, hidrofobia - ódio/temor

Morfologia

É a parte da gramática que estuda a estrutura, formação, flexão e classificação das palavras.

Estrutura das Palavras

As palavras são constituídas de morfemas.

São eles:

Radical Afixos Infixos Vogal Temática Tema Desinências

Radical

É o elemento comum de palavras cognatas também chamadas de palavras da mesma família. É responsável pelo significado básico da palavra.

Ex.: terra, terreno, terreiro, terrinha, enterrar, terrestre...

Atenção:

Às vezes, ele sofre pequenas alterações. Ex.: dormir, durmo; querer, quis As palavras que possuem mais de um radical são chamadas de compostas.

Exemplo

passatempo

Afixos

São partículas que se anexam ao radical para formar outras palavras.

Existem dois tipos de afixos:

Prefixos

Colocados antes do radical.

Exemplos

desleal
ilegal

Sufixos

Colocados depois do radical.

Exemplos

folhagem
legalmente

Infixos

São vogais ou consoantes de ligação que entram na formação das palavras para facilitar a pronúncia. Existem em algumas palavras por necessidade fonética.Os infixos não são significativos, não sendo considerados morfemas.

Exemplos

café-cafeteira
capim-capinzal
gás-gasômetro

Vogal Temática

Vogal Temática (VT) se junta ao radical para receber outros elementos. Fica entre dois morfemas. Existe vogal temática em verbos e nomes.

Exemplos

beber
rosa
sala

Nos verbos, a VT indica a conjugação a que pertencem ( 1ª , 2ª ou 3ª ).

Exemplo

partir- verbo de 3ª conjugação

Há formas verbais e nomes sem VT. Ex.: rapaz, mato(verbo)

Dicas

A VT não marca nenhuma flexão, portanto é diferente de desinência.

Tema

Tema = radical + vogal temática

Exemplos

cantar = cant + a
mala
= mal + a
rosa
= ros + a

Desinências

São morfemas colocados no final das palavras para indicar flexões verbais ou nominais.

Podem ser:

Nominais

Indicam gênero e número de nomes ( substantivos, adjetivos, pronomes, numerais ).

Exemplos

casa - casas
gato
- gata

Verbais

Indicam número, pessoa, tempo e modo dos verbos.

Existem dois tipos de desinências verbais: desinências modo-temporal (DMT) e desinências número-pessoal (DNP). Ex.: Nós corremos, se eles corressem (DNP); se nós corrêssemos, tu correras (DMT)

Atenção

A divisão verbal em morfemas será melhor explicada em: classes de palavras/ verbos.

Algumas formas verbais não têm desinências como: trouxe, bebe...

Verbo-nominais

Indicam as formas nominais dos verbos (infinitivo, gerúndio e particípio).

Exemplos

beber
correndo
partido

Processos de Formação de Palavras

Maneira como os morfemas se organizam para formar as palavras.

Neologismo
Beijo pouco, falo menos ainda.
Mas invento palavras
Que traduzem a ternura mais funda
E mais cotidiana.
Inventei, por exemplo, a verbo teadorar.
Intransitivo:
Teadoro, Teodora.

(BANDEIRA, Manuel. Estrela da vida inteira. Rio de Janeiro: José Olympio, 1970)

Os principais processos de formação são:

Derivação
Composição
Hibridismo
Onomatopéia
Sigla
Abreviação

Derivação

Processo de formar palavras no qual a nova palavra é derivada de outra chamada de primitiva.

Os processos de derivação são:

Derivação Prefixal

A derivação prefixal é um processo de formar palavras no qual um prefixo ou mais são acrescentados à palavra primitiva.

Exemplos

e/com/por ( dois prefixos)
desfazer
impaciente

Derivação Sufixal

A derivação sufixal é um processo de formar palavras no qual um sufixo ou mais são acrescentados à palavra primitiva.

Exemplos

realmente
folhagem

Derivação Prefixal e Sufixal

A derivação prefixal e sufixal existe quando um prefixo e um sufixo são acrescentados à palavra primitiva de forma independente, ou seja, sem a presença de um dos afixos a palavra continua tendo significado.

Exemplo

Deslealmente ( des- prefixo e -mente sufixo ).

Você pode observar que os dois afixos são independentes: existem as palavras desleal e lealmente.

Derivação Parassintética

A derivação parassintética ocorre quando um prefixo e um sufixo são acrescentados à palavra primitiva de forma dependente, ou seja, os dois afixos não podem se separar, devem ser usados ao mesmo tempo, pois sem um deles a palavra não se reveste de nenhum significado.

Exemplo

anoitecer ( a- prefixo e -ecer sufixo), neste caso, não existem as palavras anoite e noitecer, pois os afixos não podem se separar.

Derivação Regressiva

A derivação regressiva existe quando morfemas da palavra primitiva desaparecem.

Exemplos

mengo (flamengo)
dança
(dançar)
portuga
(português)

Derivação Imprópria

A derivação imprópria, mudança de classe ou conversão ocorre quando palavra comumente usada como pertencente a uma classe é usada como fazendo parte de outra.

Exemplos

Coelho (substantivo comum) usado como substantivo próprio em Daniel Coelho da Silva; verde geralmente como adjetivo (Comprei uma camisa verde.) usado como substantivo (O verde do parque comoveu a todos.)

Composição

Processo de formação de palavras através do qual novas palavras são formadas pela junção de duas ou mais palavras já existentes.

Existem duas formas de composição:

Justaposição
Aglutinação

A justaposição ocorre quando duas ou mais palavras se unem sem que ocorra alteração de suas formas ou acentuação primitivas.

Exemplos

guarda-chuva
segunda-feira
passatempo

A composição por aglutinação ocorre quando duas ou mais palavras se unem para formar uma nova palavra ocorrendo alteração na forma ou na acentuação.

Exemplos

fidalgo (filho + de +algo)
aguardente
(água + ardente)

Hibridismo

Consiste na formação de palavras pela junção de radicais de línguas diferentes.

Exemplos

auto/móvel (grego + latim)
bio/dança
(grego + português)

Prefixos gregos e latinos

Prefixos Latinos

Prefixos Latinos Sentido Exemplos
AB-, ABS- Afastamento; separação abuso, abster-se, abdicar
AD-, A- Aproximação; tendência; direção adjacente, adjunto, admirar, agregar
AMBI- Duplicidade Ambivalência, ambidestro
ANTE- posição anterior Antebraço, anteontem, antepor
BENE-, BEN-, BEM- Bem; muito bom Benevolência, benfeitor, bem-vindo, bem-estar
BIS-, BI duas vezes bisavô, biconvexo, bienal, bípede, biscoito
CIRCUM-, CIRCUN- ao redor; movimento em torno Circunferência, circum-adjacente 
CONTRA- Oposição; ação contrária contra-ataque, contradizer
COM-, CON-, CO- Companhia; combinação Compartilhar, consoante, contemporâneo, co-autor
DE-, DES-, DIS- movimento para baixo; afastamento; ação contrária; negação decair, desacordo, desfazer, discordar, dissociar, decrescer
EX-, ES-, E- movimento para fora; mudança de estado; separação exonerar, exportar, exumar, espreguiçar, emigrar, emitir, escorrer, estender
EXTRA- posição exterior; superioridade extra-oficial, extraordinário, extraviar
IN-, IM-, I-, EN-, EM-, INTRA-, INTRO- posição interna; passagem para um estado; movimento para dentro; tendência; direção para um ponto incisão, inalar, injetar, impor, imigrar, enlatar, enterrar, embalsamar, intravenoso, intrometer, intramuscular
IN-, IM-, I- negação; falta intocável, impermeável, ilegal
INTER-, ENTRE- posição intermediária; reciprocidade Intercâmbio, internacional, entrelaçar, entreabrir
JUSTA- Proximidade Justapor, justalinear
POS- posição posterior; ulterioridade pós-escrito, pospor, postônico
PRE- anterioridade; superioridade; intensidade prefixo, previsão, pré-história, prefácio
PRO- posição em frente; movimento para frente; em favor de Proclamar, progresso, pronome, prosseguir
RE- repetição; intensidade; reciprocidade realçar, rebolar, refrescar, reverter, refluir
RETRO- para trás Retroativo, retroceder, retrospectivo
SEMI- Metade semicírculo, semiconsoante, semi-analfabeto
SUB-, SOB-, SO- posição abaixo de; inferioridade; insuficiência subconjunto, subcutâneo, subsolo, sobpor, soterrar
SUPER-, SOBRE-, SUPRA posição superior; excesso Superpopulação, sobreloja, supra-sumo, sobrecarga, superfície
TRANS-, TRAS-, TRA-, TRES- através de; posição além de; mudança Transbordar, transcrever, tradição, traduzir, traspassar, tresloucado, tresmalhar
ULTRA- além de; excesso Ultrapassar, ultra-sensível
VICE-, VIS- posição abaixo de; substituição vice-reitor, visconde, vice-cônsul

Prefixos Gregos

A-, NA Privação; negação Ateu, analfabeto, anestesia
ANA- Repetição; separação; inversão; para cima Análise, anatomia, anáfora, anagrama
ANFI- Duplicidade; ao redor; de ambos os lados Anfíbio, anfiteatro, anfibologia
ANTI- Oposição, ação contrária Antibiótico, anti-higiênico, antitérmico, antítese, antípoda, anticristo
APO- Separação; afastamento; longe de Apogeu, apóstolo, apóstata
ARQUI-, ARCE- Posição superior; excesso; primazia Arquitetura, arquipélago, arcebispo, arcanjo
CATA- Movimento para baixo; a partir de; ordem Catálise, catálogo, cataplasma, catadupa
DIA- Através de; ao longo de Diafragma, diagrama, diálogo, diagnóstico
DI- Duas vezes Dipolo, dígrafo
DIS- Mau funcionamento; dificuldade Dispnéia, discromia, disenteria
EN-, EM-, E-, ENDO- Posição interna; direção para dentro Encéfalo, emblema, elipse, endotérmico
EX-, EC-, EXO-, ECTO- Movimento para fora; posição exterior Êxodo, eclipse
EPI- Posição superior; acima de; posterioridade Epiderme, epílogo
EU-, EV- Excelência; perfeição; verdade Euforia, evangelho
HEMI- metade Hemisfério
HIPER- Posição superior; intensidade; excesso Hipérbole, hipertensão
HIPO- Posição inferior; insuficiência Hipotrofia, hipotensão, hipodérmico
META- Posteridade; através de; mudança Metamorfose, metabolismo, metáfora, metacarpo
PARA- Proximidade; ao lado; oposto a Paradoxo, paralelo, paródia, parasita
PERI- Em torno de; Pericárdio, período, perímetro, perífrase
PRO- Posição anterior Prólogo, prognóstico
POLI- Multiplicidade; pluralidade Polinômio, poliedro
SIN-, SIM- Simultaneidade; reunião; resumo Sinfonia, simbiose, simpatia, sílaba
SUB-, SOB-, SO- posição abaixo de; inferioridade; insuficiência subconjunto, subcutâneo, subsolo, sobpor, soterrar
SUPER-, SOBRE-, SUPRA posição superior; excesso Superpopulação, sobreloja, supra-sumo, sobrecarga, superfície
TRANS-, TRAS-, TRA-, TRES- através de; posição além de; mudança Transbordar, transcrever, tradição, traduzir, traspassar, tresloucado, tresmalhar
ULTRA- além de; excesso Ultrapassar, ultra-sensível
VICE-, VIS- posição abaixo de; substituição vice-reitor, visconde, vice-cônsul

Radicais Latinos

Forma Sentido Exemplo
Agri Campo Agricultura
Ambi Ambos Ambidestro
Arbori- Árvore Arborícola
Bis-, bi- Duas vezes Bípede, bisavô
Calori- Calor Calorífero
Cruci- cruz Crucifixo
Curvi- curvo Curvilíneo
Equi- igual Equilátero, eqüidistante
Ferri-, ferro- ferro Ferrífero, ferrovia
Loco- lugar Locomotiva
Morti- morte Mortífero
Multi- muito Multiforme
Olei-, oleo- Azeite, óleo Oleígeno, oleoduto
Oni- todo Onipotente
Pedi- Pedilúvio
Pisci- peixe Piscicultor
Pluri- Muitos, vários Pluriforme
Quadri-, quadru- quatro Quadrúpede
Reti- reto Retilíneo
Semi- metade Semimorto
Tri- Três Tricolor

Radicais Gregos

Forma Sentido Exemplos
Aero- ar Aeronave
Antropo- homem Antropologia
Arqueo- antigo Arqueologia
Auto de si mesmo Autobiografia
Biblio- livro Biblioteca
Bio- vida Biologia
Cali- belo Caligrafia
Cosmo- mundo Cosmologia
Cromo- cor Cromossomo
Crono- tempo Cronologia
Dactilo- dedo Dactilografia
Deca- dez Decaedro
Demo- povo Democracia
di- dois Dissílabo
Ele( c )tro- (âmbar) eletricidade Eletroímã
Enea- nove Eneágono
Etno- raça Etnologia
Farmaco- medicamento Farmacologia
Filo- amigo Filologia
Fisio- natureza Fisionomia
Fono- voz, som Fonologia
Foto- fogo, luz Fotosfera
Geo- terra Geografia
Hemo- sangue Hemorragia
Hepta- sete Heptágono
Hetero- outro Heterogêneo
Hexa- seis Hexágono
Hidro- água Hidrogênio
Hipo- cavalo Hipopótamo
Ictio- peixe Ictiologia
Iso igual Isósceles
Lito- pedra Litografia
Macro- grande, longo Macróbio
Mega- grande Megalomaníaco
Melo- canto Melodia
Meso- meio Mesóclise
Micro- pequeno Micróbio
Mito- fábula Mitologia
Mono- um só Monarca
Necro- morto Necrotério
Neo- novo Neolatino
Octo- oito Octaedro
Odonto- dente Odontologia
Oftalmo- olho Oftalmologia
Onomato- nome Onomatopéia
Orto- reto, justo Ortodoxo
Oxi- agudo, penetrante Oxítono
Paleo- antigo Paleontologia
Pan- todos, tudo Pan-americano
Pato- doença        Patologia
Penta- cinco Pentágono
Piro- fogo Pirotecnia
Poli- muito Poliglota
Potamo- rio Potamografia
Proto- primeiro Protozoário
Pseudo-

falso

Pseudônimo
Psico- alma, espírito Psicologia
Quilo- mil Quilograma
Quiro- mão Quiromancia
Rino- nariz Rinoceronte
Rizo- raiz Rizotônico
Tecno- arte Tecnografia
Termo- quente Termômetro
Tetra- quatro Tetraedro
Tipo- figura, marca Tipografia
Topo- lugar Topografia
Tri- três Trissílabo
Zoo- animal Zoologia

Sufixos

Tipos de sufixos

Principais sufixos

Exemplos

Nominais 

formam substantivos e adjetivos

aumentativo: -alhão, -ão, -anzil, -arra, -orra, -ázio... copázio, bocarra, corpanzil, casarão
diminutivo: -acho, -eto, -inho, -inha, -ote... riacho, filhote, livrinho
superlativo: -íssimo, érrimo, -limo... belíssimo, paupérrimo, facílimo
lugar: -aria, -ato, -douro, -ia... papelaria, internato, bebedouro
profissão: -ão, -dor, -ista... diarista, dentista, vendedor
origem: -ano, -eiro, ês... francês, alagoano, mineiro
coleção, aglomeração, conjunto: -al,  -eira, -ada, -agem... folhagem,  cabeleira, capinzal
excesso, abundância: -oso, -ento, -udo... gostoso, ciumento, barbudo
Verbais -ear, ejar, -ecer, -escer, -entar, -fazer, -ficar, -icar, -iscar, -ilhar, -inhar, -itar,-izar... folhear, velejar, envelhecer, florescer, afugentar, liquefazer, petrificar, adocicar, chuviscar, dedilhar, escrevinhar, saltitar, organizar
Adverbiais somente o sufixo -mente amavelmente, distraidamente

Prefixos, Sufixos e Raízes

Embora com origens diferentes, algumas línguas têm várias palavras cognatas (semelhantes) entre si porque compartilham alguns prefixos, sufixos e radicais.

Conhecer e ensinar alguns destes elementos morfológicos aos alunos é propiciar que eles aumentem o seu vocabulário e a sua consciência lingüística.

O quadro abaixo representa uma pequena amostragem de partículas presentes em palavras de diversos idiomas.

Prefixos relativos a números e quantidades Radicais de origem latina Radicais de origem grega
Primo = primeiro Agri = campo Aer = ar
Ulti = último Alti = alto Antropo = homem
Bi = dois Arbor = árvore Bios = vida
Di = dois Den(s) = dente Kósmos = mundos
Tri = três Flamma = chama Ethnos = raça
Quad = quatro Ignis = fogo Phone = som, voz
Dec = dez Mors = morte Mega = grande
Cent = cem Sufixos latinos Photós = luz
Multi = muitos Al = relativo a reunião Orthós = direito, correto
Plu = vários, mais Ment(o)= relativo a estado Sufixos gregos
Omni = todos An(o) = relativo a origem Ite, itis = indica inflamação
Ambi = ambos Eo = relativo a qualidae Ose, osis = doença
Equi = igual Cida, cide = relativo a matar Ist(a) = adepto, rel. profissão
Semi = metade Dor, tor= relativo a profissão Ism(o)= ciência, crença

A propósito... Você sabia que radical (em inglês, stem) e raiz (em inglês, root) não quer dizer a mesma coisa?

Raízes são elementos primitivos e fundamentais, comum a uma família de palavras. De uma raiz podem provir vários radicais.

Por exemplo

As palavras posição e compor tem a mesma raiz (po-) que se alterou na formação dos radicais pos- e por.

Para dar um exemplo em inglês (e para reforçar o ponto de que as diferentes línguas tem elementos em comum, pode-se dizer que a palavra videre em latim (=ver) é a raiz das palavras video, e visionary.

Ou seja: a mesma raiz originou os radicais vid e vis.

Fonte: www.graudez.com.br/www.colegiosaofrancisco.com.br/www.brazilianportugues.com

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal