Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Culinária Angolana  Voltar

Culinária Angolana

Falar de cozinha angolana é falar também de cozinha africana. Aqui, como nas demais regiões do globo, os produtos disponíveis foram um factor determinante nas práticas culinárias locais. Cultivados em África desde a antiguidade, ainda hoje podemos encontrar cereais como o sorgo, o milho painço e o milho miúdo, leguminosas como o feijão frade e as lentilhas, tubérculos como o inhame e vegetais como o quiabo. Também é africana a melancia, cuja abundância de água é particularmente bem vinda.

Árvores como o tamarindo oferecem frutos e sementes. Do embondeiro, o fruto - "pão macaco"- é comestível, usado para produzir bebidas várias, enquanto que as folhas são presença assídua em sopas e cozidos.

Mas África nunca foi um continente isolado. Da Ásia, sobretudo pelas mãos de mercadores árabes, foram introduzidas as bananas, em toda a sua variedade e usos, o arroz asiático, como o que encontramos nos nossos supermercados, que veio a substituir o arroz vermelho africano, a manga, a fruta-pão, a cana do açúcar, o gengibre e a pimenta preta. Do contacto com os europeus, mais tardio, destacamos, pela contribuição dos navegadores portugueses, a introdução de alimentos trazidos das Américas, como a mandioca, o feijão,o tomate, o milho, o amendoim, a malagueta, a batata e a papaia. O grão do paraíso, ou pimenta da Guiné, especiaria da África Ocidental que em tempos fez a riqueza da região, é hoje raro na cozinha tradicional, substituído pela pimenta preta do oriente e pelas malaguetas das Américas, que, em Angola, se designam por gindungo.

Alimentos de base, como o inhame, a mandioca ou o arroz apresentam-se cozidos, ou sob a forma de farinha, massa ou pão, para ser combinados com molhos ou guisados de vegetais, como o quiabo, muito apreciado pela textura viscosa e espessa que confere aos cozinhados, bem condimentados com misturas complexas e subtis de especiarias e óleos de palma ou sésamo.

A carne só raramente é encontrada como a peça fundamental de uma refeição, sendo reservada para ocasiões rituais ou festivas. Também é consumida depois de seca. Quando não existem condições para a pecuária recorre-se à caça. O peixe é consumido sobretudo nas regiões costeiras e ao longo dos grandes rios e lagos africanos, podendo também encontrar-se no interior fumado e seco.

Esta é uma matriz que está presente na maior parte das cozinhas dos países que integram os PALOP. Mas Angola construiu a sua própria identidade culinária, onde se registam particularidades regionais e étnicas. Também as populações urbanas foram criando hábitos diferenciados em resultado dum processo de aculturação mais marcante, duma diferente situação social e económica e do mais fácil acesso a outros produtos alimentares.

O prato mais consumido em todo o país é o funji, massa cozida de farinha, designada fuba, que pode ser de milho ou de mandioca. É servido, por vezes, como alimento único ou como acompanhamento de assados ou guisados de carne ou peixe, com o respectivo molho. É este o caso do prato angolano, mais divulgado entre nós, a muamba, preparado com galinha, carne seca ou peixe, a que se junta sempre quiabos e óleo de palma.

O azeite de dendém obtem-se a partir da fervura dos frutos maduros do dendezeiro que podem também ser comidos cozidos ou assados como petisco.

Um prato frequente é também o feijão com óleo de palma a que se pode juntar o milho para preparar a canjica.

Peixe grelhado na brasa, temperado com um vinagrete com gindungo e acompanhado com farofa de farinha-de-pau é chamado mufete. Por seu lado, o calulu de peixe é um guisado de peixe fresco e seco – corvina, garoupa, etc - em cuja prepração entram legumes como quiabos, abóbora, beringelas, tomate e rama de mandioca ou de batata-doce sendo esta última designada, na zona de Luanda, por "calulu" o que dá o nome a este prato.

As folhas da mandioca, além de serem usadas como remédio para feridas, são um alimento importante em determinadas zonas, embora exijam uma preparação demorada e rigorosa para eliminar as suas substâncias tóxicas. Com elas se prepara a kizaka em cuja confecção entra também a pasta fresca de amendoim, óleo de dendé, cebola e alho, particularmente apreciado por vegetarianos.

Fonte: www.gforum.tv

Culinária Angolana

A gastronomia angolana é muito influenciada pela cozinha Portuguesa e pelos métodos culinários de Moçambique.

Atualmente, a cozinha angolana é famosa por combinar e misturar sabores e métodos da cozinha, portuguesa e africana.

O prato típico de Angola é o funge, uma espécie de polenta cremosa feita com farinha de mandioca ou de milho.

O acompanhamento pode ter: a quizaca (folhas do pé de mandioca maceradas, cozidas e temperadas); o peixe fresco cozido (ensopado); o peixe seco cozido ou assado; a galinha de cabidela (ao molho pardo); a muamba (prato à base de galinha, jinguba (amendoim), quiabos e outros temperos); ou o feijão preparado no óleo de palma (tipo de azeite de dendê), entre outros.

Fonte: www.folhadeangola.com

Culinária Angolana

A simplicidade é a principal característica da culinária angola, onde abundam os ingredientes frescos e de sabores contrastantes, que se fundem em pratos onde sobressai aquilo a que poderíamos chamar os "sabores da terra". Na cozinha angolana não há molhos de sabores refinados ou complicados, e a simplicidade caracteriza a própria imagem visual do prato.

A culinária angolana é sabiamente enriquecida pela utilização das especiarias certas no momento certo, o que confere ao mais simples dos cozinhados uma nota de originalidade. Desta culinária destacamos os funges de Bombó e de Milho, os Mufetes de Cacuso e de Sardinha, a Moamba de Galinha, o Feijão em Óleo de Palma e a Farofa.

Fonte: comezainas.clix.pt

Culinária Angolana

Culinária Angolana

Pratos de funge de peixe (esq.) e de moamba de galinha

A culinária Angolana moderna tem como base principal a cozinha Portuguesa (resultado do processo de aculturação imposto pela colonização) e várias adaptações de pratos oriundos na sua maioria de países lusófonos e europeus. Como consequência da mistura de culturas, a cozinha nacional estabelece-se actualmente como sendo diversificada, com sabores e texturas para agradar a quase todos paladares.

O bom tempero da cozinha Angolana pode ser exprimentado numa variação que vai de apetitosos pastéis e salgadinhos à saborosos pratos de peixe, marisco e carne. Em Angola não se esqueça de degustar a deliciosa pastelaria e padaria e os gelados, sumos e batidos feitos com frutos da época.

A rica e saborosa culinária típica tem como base principal o funge - massa cozida feita de água e fuba/farinha de milho, nas regiões centro e sul, ou de bombó/mandioca na região norte. O funge de milho é bastante similar a polenta italiana, tendo a mesma textura cremosa e consistência granulosa.

Entre as iguarias étnicas há a realçar:

Aperitivos

A kitaba (pasta de ginguba/amendoim), o bombó frito (mandioca frita), a banana-pão assada e a chikuanga (broa feita com fuba de mandioca, fresca, assada e servida envolta em folhas de banana, típica da região noroeste). Doces: pé de moleque e doce de ginguba.

Pratos

A moamba de galinha (guisado de galinha feito com óleo-de-palma e servido com funge), o calulu ou funge de peixe (guisado de peixes fresco e seco, quiabos e folhas de mandioca feito com óleo-de-palma e servido com funge), a kangica (guisado de feijão e milho feito com óleo-de-palma), o feijão de óleo-de-palma, o mufete (peixe grelhado servido com farofa), a kissaka (prato vegetariano feito com folhas de mandioca), o muzongué (caldo de peixe fresco, mandioca e óleo-de-palma servido com farinha-de-pau), a cabidela de galinha (guisado de galinha com gosto avinagrado) e a jinguinga (guisado do interior do estômago do boi/vaca).

Sobremesas

Culinária Angolana
Doces: pé de moleque e doce de ginguba

O matete (mingau de milho com leite), o doce-de-coco, o doce-de-ginguba, a paracuca e o pé-de-moleque.

Bebidas

Maluvu (bebida alcoólica resultante da fermentação da seiva da palmeira, bastante apreciada na região norte) e a kissângua ou ocissangua (bedida tradicional da regiao sul, feita com farinha de milho fermentada em água).

Fonte: www.sonairsarl.com

Culinária Angolana

Cozinha Angolana

KIBEBA

Ingredientes

900 gr de chocos
850 gr de mandioca
100 gr de cebola
100 gr de óleo de palma
2 gr de jindungo
Q.b. de água

Modo de Preparar

Obtido o choco, tira-se a dikanza, osso do choco e saco da tinta.

Lava-se e coze-se em pedaços pequenos. A mandioca depois de descascada é cortada aos pedaços e as cebolas às rodelas. Dispõe-se num tacho, alternadamente, porções de mandioca, choco e cebola.

Tempera-se com óleo de palma, jindungo e sal e põe-se a panela a cozer em fogo brando. Passado algum tempo, acrescenta-se um pouco de água, para a Kibeba ficar com molho suficiente.

A kibeba também pode ser feita com banha, mas o tradicional é óleo de palma. Á falta de choco pode ser usado peixe grosso, ainda que o muxiluanda, apreciador como é de uma boa kibeba, não troque o choco pelo peixe.

Muamba de Peixe

Ingredientes

300 grs de abóbora
250 grs de quiabos
1,5 kg de corvina ou garoupa
2 cebola
2 berinjela
2 dentes de alho
Sal
Pimenta (gindungo)
2dl de óleo

Modo de Preparar

Depois do peixe arranjado corta-se às postas.

Leva ao lume num tacho o óleo-de-palma, a cebola e os dentes de alho picado.

Assim que a cebola alourar um pouco, junta-se os quiabos cortados ao meio, assim como as berinjela descascadas e cortadas e cortadas aos cubos e a abóbora aos quadros.Deixa-se refogar um pouco mexendo.A diciona-se um pouco de água e põe-se o peixe, o gindungo e tempera-se de sal.

Deita-se mais um pouco de água e deixe-se o peixe cozer (+-10 min). Sirva acompanhada com funje.

Quizaca

Ingredientes

1/2 kg de couve usada para caldo verde ou de espinafre
1/2kg de camarão
2 cebolas grandes
4 dentes de alho
2 colheres de sopa de azeite
4 colheres de sopa de pasta de amendoim (jinguba)
Sal q.b

Modo de Preparar

Lava-se muito bem a couve ou o espinafre, dá-se uma fervura e escorre-se a água.

Leva-se um recipiente ao lume brando com azeite, as cebolas cortadas aos pedaços muito pequenos, os dentes de alho cortados da mesma forma e sal q.b.

A parte, frita-se o camarão e corta-se aos pedaços.

Mistura-se ao refogado e deixa-se cozer, acrescentando ao mesmo tempo a pasta de amendoim, diluída em uma chávena de água tépida.
Deixa-se cozer até ficar soltinha.

Acompanha qualquer prato de carne ou peixe.

OBSERVAÇÃO

Quizaca são folhas de mandioqueira.

Calulu de Peixe Seco

Ingredientes

1 kg de peixe seco
1 kg de peixe fresco
1 kg de rama de batata doce (folhas tenras) ou espinafre
1 cebola grande
3 tomates
2 dentes de alho
500 grs de quiabo
Sal
2 copos de óleo de palme(óleo de dendê)

Modo de Preparar

Demolha-se o peixe seco (como se fosse bacalhau), mas sem deixar sair o sal todo.

Tempera-se o peixe fresco com alho, sal e vinagre ou limão de preferência.

Numa panela, vai-se intercalando, um pouco de peixe seco, um poço de peixe fresco, cebola cortada aos pedaços, tomate, quiabos e espinafre ou folha de batata doce e corgete até acabar.

Junta-se o óleo de palma e leva-se a cozer em lume médio até estar tudo bem cozido.Serve-se com funje (pirão ou angu) e ou feijão de óleo de palma.

Feijão de Óleo de Palma

Ingredientes

1 litro de feijão
1,5de água
2,5dl de óleo de palma
sal

Modo de Preparar

Depois de ter estado de molho, lava muito bem o feijão.

Coloca-se o feijão a cozer num tacho (panela) com 1,5 L de água.Quando estiver meio cozido, deita-se meia chávena de óleo de palma, deixando então cozer completamente.

Depois deita-se o resto do óleo, mexe-se para não agarrar e pode-se esmagar um pouco o feijão para engrossar.Deixe-se cozer o resto do óleo em lume brando.

De vez enquando é conveniente “dar uma volta ao feijão” para que este não agarre no fundo da panela.Docemente para não esmagar!
Deixe apurar e retificar os temperos.

Serve-se com farinha de mandioca torrada.Quem gosta pode espalhar por cima do feijão.Também pode acompanhar com banana ou mandioca cozida.

Muamba de Galinha

Ingredientes

1 galinha
15 dendéns
100 gr de abóbora carneira
12 quiabos médios e tenros
1 dl de azeite
2 cebolas
2 dentes de alho
Sal e gindungo

Modo de Preparar

Corta-se a galinha depois de limpa e esfrega-se com o sal, o alho e o gindungo pisado.

Põe-se num tacho com a cebola picada e o azeite e deixa-se alourar.

Cozem-se os dendéns à parte, logo que estejam cozidos, escorre-se a água e esmagam-se para separar os caroços.

Deita-se cerca de 1 litro de água morna aos poucos, espreme-se bem e côa-se.

Depois desta operação ficamos com cerca de 2 litros de água.

Adiciona-se à galinha e deixa-se cozinhar misturando a abóbora e por fim os quiabos.

Depois de cozido, serve-se com funge.

Calulu de Carne seca

Ingredientes

1 kg de Carne Seca
2 cebola grande
3 tomates maduros
2 dentes de alho
½ kg de quiabo
Ra de bata doce
Óleo de palma

Modo de Preparar

Ferver a carne seca Por alguns minutos e depois cozinha com alho.Tempere com cebola, tomate rama de bata doce e adicione o óleo de palma.

Deixe cozer por 10-20 minutos.

Servir com funge e acompanhado de feijão de óleo de palma.

Galinha de Cabidela

Ingredientes

1 galinha
3 colheres sopa de vinagre
4 tomates
1 cebola
2 dentes de alho
1 folha de louro
óleo q.b.
sal e pimenta branca à gosto

Modo de Preparar

Mate a galinha e aproveite o sangue, ao qual se dever misturar o vinagre para não coagular. Corte a galinha em pedaços pequenos e lave-a bem.Leve ao lume a galinha com o tomate, a cebola cortada em rodelas, a folha de louro, o óleo, o alho picado com um pouco de sal e leva-se a cozer em lume brando. Depois de cozida a galinha, junte o sangue e leve novamente ao lume, para deixar cozer durante alguns minutos, até apurar o molho.Sirva com arroz branco.

Mufete

Ingredientes

1 kg de garoupas pequenas

Para o molho

vinagre q.b.
gindungo q.b.
sal q.b.
2 dl de azeite

Para a farofa

1 cebola média
400 grs de farinha-de-pau
azeite q.b.
vinagre q.b.
sal q.b.
3 colheres de sopa de água morna +-

Modo de Preparar

Arranjam-se as garoupas e dá-se-lhes um corte superficialmente no lombo, salpicam-se de sal e levam-se a grelhar nas brasas. Entretanto faz-se o molho. Mistura-se e bate-se o azeite, um gole de vinagre, sal e gindungo. Leva-se ao lume numa frigideira a ferver, (só levantar fervura).

Regam-se as garoupas com este molho. Sirva com a farofa.

A farofa

Põe-se numa tigela a farinha-de-pau e junta-se a cebola bem picadinha.

Tempera-se com azeite e vinagre, sal e um golinho de água morna. Mistura-se como se fosse salada.

A farofa deve ficar solta e não empapada.

Galinha de Angola ao sal

Ingredientes

4 kg de sal marinho puro ou: preparar uma massa em volume adequado com 1 kg de sal grosso e a massa de dois kg de farinha de trigo e água

Modo de Preparar

Preparar a galinha de angola para assar. Seus miudos, pontas da asa, pescoço, os pés.a moela e o fígado são ingredientes utilizadas a parte como pequenas entradadas: o paté de miudos e a geléia salgada.

Forrar com papel de alumínio o fundo e os lados de uma panela grande de ferro. Colocar no interior uma boa camada de sal marinho puro (ou a massa de sal grosso). Colocar no centro a ave, o peito para baixo. Cobrir completamente com o resto do sal, (ou a massa de sal grosso), dobrar o papel de alumínio sobre ela, para fechar tudo. Levar a panela ao forno muito quente (250° à 280°) durante 1 hora e quinze minutos.

Para servir, desformar sobre uma travessa o bloco da massa de sal que se formou.

Tirar o papel de alumínio, quebrar o bloco e assim deverá estar dourado no ponto.

Aromatizado principalmente pelo iodo que se encontra no sal, seu sabor é incomparável e a carne das mais suculentas.

Dendém Açucarado

Ingredientes

500 gr de dendém sombo
150 gr de açúcar
Q.b de água

Modo de Preparar

Obtido o dendém ao gosto, cortam-se os extremos, depois de lhe dar uma lavagem.

Num pequeno recipiente põe-se o açúcar e uma pequena porção de água ao fogo até o açúcar derreter.

Em seguida, põe-se os dendéns dentro do recipiente e deixa-se cozer até a calda ficar um pouco espessa.

Tiram-se os dendéns da panela e deixa-se arrefecer num prato.

Kisangua

Ingredientes

2.000 gr de filha de milho
1 gr de açúcar
Q.b de água

Modo de Preparar

Levam-se cerca de 8 litros de água ao fogo dentro de uma lata e espera-se que ela aqueça. Entretanto, tem-se à mão a farinha de milho que foi dividida em duas partes, lançando-se aos poucos uma dessas partes para dentro da panela.

Deixa-se ferver e vai-se mexendo de vez em quando, como quem cozinha matete.

Passados 10 minutos, já cozida, é retirada do fogo e vazada para dentro de um barril.

Repete-se a operação com a restante farinha.

Deixa-se arrefecer a mistura e acrescenta-se água e açúcar.

Tapa-se a abertura do barril durante cerca de 4 dias, a fim de o líquido fermentar.

Uma vez fermentado, côa-se e envasilha-se a bebida.

Arroz de Garoupa da Ilha

Ingredientes

2 cebolas médias
3 tomates
1 raminho de salsa
1 raminho de hortelã
1 molho de coentros picados
1 dl de vinho branco
1,5 dl de azeite
2 cravos-da-índia
1 litro de caldo de peixe
2 dentes de alho
1 folha de louro
1 kg de garoupa
250 grs de gambas grandes cozidas
460 grs de arroz carolino ou agulha
sal q.b.
3 piripiris
1 colher de sopa cheia de manteiga

Modo de Preparar

Arranja-se o peixe e corta-se aos bocados não pequenos, salpica-se de sal e fica a tomar gosto cerca de 1 hora.

Leve ao lume num tacho a cebola picada, o azeite e os alhos picados a refogar um pouco.

Assim que a cebola alourar um pouco junta-se o tomate sem peles nem grainhas e picado, o ramo de cheiros, salsa e hortelã, o cravinho e o piripiri. Deixe refogar até o tomate estar cozido mexendo de vez em quando.

Adicione o vinho e o caldo de peixe quente (o caldo é feito com as espinhas e peles do peixe e depois coado, ou feito com 2 cubos). Assim que levantar fervura, junte o arroz.

A meio da cozedura, +- 7 minutos, adicione o peixe. Tapa-se o tacho e deixa-se acabar de cozer por + 7 minutos.

Retire o tacho do lume e rectifique os temperos.
Tire o ramo de cheiros, junte a manteiga e polvilhe com os coentros. Decore com as gambas.

Sirva imediatamente no próprio tacho.

Bifes de Veado

Ingredientes

500 grs de lombo de veado
4 dentes de alho
sal q.b.
gindungo q.b.
1 folha de louro
2 colheres de sopa de azeite
100 grs de banha
1 limão

Modo de Preparar

Cortam-se bifes um pouco altos.

Temperam-se com gindungo, sal e os dentes de alho picados.

Leva-se ao lume numa frigideira as gorduras e a folha de louro. Deixa-se fervilhar um pouco.

Fritam-se os bifes dos dois lados.

Adiciona-se o sumo de limão. Tapa-se a frigideira e deixa-se fritar mais um pouco.

Sirva imediatamente acompanhado com batatas fritas ou arroz de ervilhas.

Bolo de Ananás

Ingredientes

400 grs de farinha
1 lata de ananás
6 ovos
350 grs de açúcar
150 grs de manteiga
2 colheres de chá de fermento em pó
170 grs de açúcar para o caramelo

Modo de Preparar

Com os 170 grs de açúcar faz-se o caramelo.

Barra-se uma forma com chaminé com o caramelo.

Forra-se toda a forma com o ananás às rodelas. Reserve.

Bata bem a manteiga com o açúcar até ficar em creme.

Adicione os ovos um a um batendo bem em cada adição.

Junta-se a farinha misturada com o fermento envolvendo bem com uma colher de pau.

Deita-se a massa na forma e leva-se ao forno (médio) para cozer cerca de 1 hora. Convém verificar.

Bufete

Ingredientes

1 kg de chicharros frescos

Modo de Preparar

Lavam-se, escamam-se e tira-se-lhes as tripas.
Leva-se a assar nas brasas sem sal.
Depois de assados servem-se com molho picante.

Molho

4 colheres de sopa de vinagre
2 gindungos
sal

Pica-se a cebola muito miudinha.
Mistura-se o sal e o gindungo pisados e o vinagre.
Misture bem e sirva.

Doce de Banana

Ingredientes

6 bananas
1,5 dl de água
300 grs de açúcar
6 ovos

Modo de Preparar

Num tacho leva-se ao lume o açúcar e a água que ferve até obter ponto de fio fraco.

Juntam-se as bananas cortadas às rodelas que se deixa ferver até se desfazerem.
Tira-se o tacho do lume e deixa-se arrefecer um pouco.

Adicionam-se as gemas batidas e passadas por um passador de rede e volta novamente ao lume para engrossar sem deixar talhar as gemas. Deixe arrefecer mais um pouco e de seguida junte as claras batidas em castelo firme. Envolva bem as claras sem as bater.

Divida o preparado por tacinhas ou taça.

Sirva bem fresco.

Doce de Limão

Ingredientes

200 gr de açúcar
raspa de 3 limões
1,5 dl de sumo de limão
200 gr de margarina
5 gemas

Modo de Preparar

Leve ao lume o açúcar, o sumo e a raspa dos limões, deixe ferver durante 5 minutos. Retire.

Junte bem a margarina até derreter e volte a levar ao lume até levantar fervura de novo. Retire de novo do lume e deixe arrefecer quase por completo.

Junte as gemas batidas (para que não talhem).

Leve ao lume, deixe ferver lentamente mexendo sempre com uma colher de pau, até o creme engrossar.

Deite numa taça grande (ou em taças individuais) e, depois de frio, polvilhe com açúcar e queime com o ferro próprio.

Feijão de Óleo de Palma (Dendem)

Ingredientes

óleo de palma
1 cebola picada
2 dentes de alho picados
feijão cozido

Modo de Preparar

Numa panela refogue um pouco a cebola e os alhos com o óleo de palma.

Junte o feijão cozido (pode ser de lata) e acrescente mais um pouco de óleo de palma.

Deixe apurar até ficar com o molho grosso.

Sirva acompanhado de peixe grelhado (carapau, galo) e de banana madura e de farinha de mandioca torrada.

Galinha de Cabidela

Ingredientes

1 galinha
3 colheres sopa de vinagre
4 tomates
1 cebola
2 dentes de alho
1 folha de louro
óleo q.b.
sal e pimenta branca à gosto

Modo de Preparar

Mate a galinha e aproveite o sangue, ao qual se dever misturar o vinagre para não coagular.

Corte a galinha em pedaços pequenos e lave-a bem.

Leve ao lume a galinha com o tomate, a cebola cortada em rodelas, a folha de louro, o óleo, o alho picado com um pouco de sal e leva-se a cozer em lume brando.

Depois de cozida a galinha, junte o sangue e leve novamente ao lume, para deixar cozer durante alguns minutos, até apurar o molho.

Sirva com arroz branco.

Kissuto Rombo (Cabrito Assado)

Ingredientes

3 dl de vinho branco
1 cabrito tenrinho
gindungo q.b.
10 dentes de alho
sumo de 2 limões
2 paus médios de loureiro
2 dl de azeite
sal q.b.
1 colher de chá de pimenta branca (fac.)

Modo de Preparar

Depois do cabrito arranjado e lavado, abre-se ao meio e espalma-se, enfiando um pau da cabeça ao rabo, e o outro na barriga, formando uma cruz.

Pisa-se os dentes de alho em um almofariz com sal e gindungo até formar uma papa.

Misture bem o azeite à papa e barra-se todo o cabrito.

Regue com o sumo do limão e fica neste tempero de um dia para o outro.

No dia leve ao forno em um tabuleiro para assar e vá refrescando de vez em quando com o vinho branco.

Depois de corado retire o tabuleiro do forno e sirva acompanhado de batatas fritas Chips (às rodelas).

Muamba de Galinha

Ingredientes

1 galinha caseira
600 grs de dendéns
300 grs de quiabos tenros
gindungo q.b.
sal q.b.
1 dl de azeite
2 dentes de alho
2 cebolas médias
350 grs de abóbora carneira

Modo de Preparar

Depois da galinha arranjada e lavada, corta-se aos bocados e tempera-se com sal, os dentes de alho e o gindungo pisados.

Põe-se a galinha num tacho com a cebola picada e o azeite e leva-se ao lume a alourar.

Entretanto coze-se os dendéns, assim que estiverem cozidos, escorre-se a água e pisa-se para separar os caroços. Adiciona-se cerca de 1 litro de água morna, aos poucos espreme-se bem e coa-se. Junte esta à galinha e deixe cozer, misturando a abóbora cortada aos cubos.

Por fim junte os quiabos e deixa-se acabar de cozer.

Sirva a muamba acompanhada com funge.

Muamba de Galinha à Moda da Tia Manela

Ingredientes

3 colheres de sopa de azeite
1 cebola grande picada
4 beringelas cortadas aos quadrados
4 courgettes cortadas aos quadrados
1/2 Kg de quiabos cortados ás rodelas
1 frango do campo ou galinha cortado aos bocados e temperado com sal
2 colheres de chá de óleo de palma
piri-piri

Modo de Preparar

Colocar o azeite, a cebola, as beringelas e as courgettes num tacho e levar a lume brando mexendo para não pegar e até ficarem louros. Colocar o frango/galinha e deixar apurar, verificando sempre o molho. Quando o frango/galinha estiver cozido(a) adicionar as courgettes e esperar que cozam durante 10 minutos.

No final põe-se o piri-piri e o óleo de palma.

Acompanha com fubá (farinha de mandioca) e/ou arroz branco.

Para elaborar a fubá é necessário dissolver 2 colheres de sobremesa num pouco de água fria.

Adicionar mais 1 dl de água e levar ao lume brando para engrossar, mexendo sempre.

Serve-se frio.

Muamba de Peixe

Ingredientes

300 grs de abóbora
250 grs de quiabos
1,5 kg de corvina ou garoupa
2 cebolas
2 beringelas
2 dentes de alho
sal q.b.
gindungo q.b.
2 dl de óleo-de-palma

Modo de Preparar

Depois do peixe arranjado corta-se às postas.

Leva ao lume num tacho o óleo-de-palma, a cebola e os dentes de alho picados.

Assim que a cebola alourar um pouco, junta-se os quiabos cortados ao meio, assim como as beringelas descascadas e cortadas aos cubos e a abóbora aos quadrados. Deixa-se refogar um pouco mexendo. Adiciona-se um pouco de água e põe-se o peixe, o gindungo e tempera-se de sal.

Deita-se mais um pouco de água e deixa-se o peixe cozer (+- 10 min). Sirva acompanhada com funge.

Mufete

Ingredientes

1 kg de garoupas pequenas

Para o molho

vinagre q.b.
gindungo q.b.
sal q.b.
2 dl de azeite

Para a farofa

1 cebola média
400 grs de farinha-de-pau
azeite q.b.
vinagre q.b.
sal q.b.
3 colheres de sopa de água morna +-

Modo de Preparar

Arranjam-se as garoupas e dá-se-lhes um corte superficialmente no lombo, salpicam-se de sal e levam-se a grelhar nas brasas.

Entretanto faz-se o molho. Mistura-se e bate-se o azeite, um gole de vinagre, sal e gindungo. Leva-se ao lume numa frigideira a ferver, (só levantar fervura).

Regam-se as garoupas com este molho. Sirva com a farofa.

A farofa: Põe-se numa tigela a farinha-de-pau e junta-se a cebola bem picadinha.
Tempera-se com azeite e vinagre, sal e um golinho de água morna. Mistura-se como se fosse salada.

A farofa deve ficar solta e não empapada.

Muzongué

Ingredientes

1 kg de peixe fresco (goraz,ou pargo)
1 dl de óleo-de-palma
500 grs de batata-doce
250 grs de peixe seco (corvina etc.)
2 cebolas
2 litros de água +-
3 tomates
1 molho de espinafres cozidos
sal q.b.
gindungo q.b.

Modo de Preparar

Põe-se a água ao lume com o óleo-de-palma, o tomate sem peles nem sementes e cortado aos bocados, a cebola cortada às rodelas finas e o sal. Deixa-se ferver um pouco.

De seguida juntam-se a batata-doce depois de descascada e lavada cortada aos cubos não muito pequenos e o gindungo pisado. Deixe ferver por mais 10 minutos.
Passado o tempo junta-se o peixe fresco cortado às postas e o peixe seco cortado aos cubos (caso o peixe seco esteja muito salgado convém pôr de molho durante 1 hora +-).

Depois de tudo cozido o que leva +- 10 minutos coloca-se numa terrina e serve-se acompanhado com os espinafres cozidos e farinha-de-pau e funge.

Para o funge

300 grs de fuba de mandioca
+- 5 dl de água água

Leva-se um tacho ao lume com a água e deixa-se ferver.

Retira-se o tacho do lume e deita-se um pouco de água fria.

Junta-se a fuba, mexe-se muito bem e volta ao lume para cozer mexendo sempre durante +- 4 a 5 minutos.

Retira-se do lume e com uma colher de pau grossa bate-se mais um pouco.
Está pronto a servir.

Quizaca

Ingredientes

1/2 kg de couve usada para caldo verde ou de espinafre
1/2 kg de camarão
2 cebolas grandes
4 dentes de alho
2 colheres de sopa de azeite
4 colheres de sopa de pasta de amendoim
sal q.b.

Modo de Preparar

Lava-se muito bem a couve ou o espinafre, dá-se uma fervura e escorre-se a água.

Leva-se um recipiente ao lume brando com o azeite, as cebolas cortadas aos pedaços muito pequenos, os dentes de alho cortados da mesma forma e sal q.b.

À parte, frita-se o camarão e corta-se aos pedaços.

Mistura-se ao refogado e deixa-se cozer, acrescentando ao mesmo tempo a pasta de amendoim diluída em uma chávena de água tépida.

Deixa-se cozer até ficar soltinha.

Acompanha qualquer prato de carne ou peixe.

Esta receita é feita originalmente em Angola com quizaca, que são as folhas da mandioqueira.

Quizaca com Moamba de Ginguba

Ingredientes

Meio Kilo de Kisaca(folhas de mandioca)
dois tomates maduros
uma cebola média picada
duas colheres de azeite doce
folha de louro
3 dentes de alho
pimenta preta
ginguba moída
vinagre para o refogado

Modo de Preparar

Depois das folhas devidamente lavadas pisa-se depois de bem pisadas, ferve-se num tacho com água suficiente durante 20 minutos até secar.

Num tacho à parte faz-se um refogado com os ingredientes já mencionados.

Num outro tacho coze-se a ginguba moída até obter uma massa pastosa depois junta-se as folhas já cozidas e temperadas com alho, sal e pimenta ao refogado põe-se ao lume e vira-se muito bem depois junta-se a ginguba já cozida e pastosa torna-se a virar verificar o sal não se esquecer do vinagre no refogado.

Tarco

Ingredientes

1 dl de óleo de palma
2 tomates
1 molho grande de nabiças
1,5 dl de água
sal q.b.
200 grs de amendoim sem casca
1 boa cebola

Modo de Preparar

Leve ao lume num tacho a cebola picadinha com o óleo de palma a refogar um pouco.

Assim que a cebola amolecer um pouco junta-se o tomate sem peles nem grainhas picado a refogar.

Entretanto lave muito bem as nabiças e leve a cozer em água temperada com sal.

Depois de cozida retire e escorrem-se.

Pisa-se muito bem o amendoim em um almofariz até ficar em papa. Adicione a água e mexe-se bem.

Misture as nabiças com o amendoim e a água ao refogado.

Tempere com um pouco de sal.

Leve novamente ao lume para ferver e apurar.

É um bom acompanhamento para carne ou peixe grelhado na brasa.

Feijão com Óleo de Palma

Ingredientes

13 colheres (sopa) de óleo de palma
1 litro de água
1 litro de feijão

Modo de Preparar

Lavar muito bem o feijão em duas águas, depois de o ter deixado de molho. Levar o feijão a cozinhar numa panela com 1,5 litros de água, e quando estiver meio cozido, deite um pouco de sal e meia xícara de óleo de palma, e deixar cozinhar completamente. Depois colocar o resto do óleo, mexer e esmagar um pouco o feijão para engrossar.

Deixar cozinhar o resto do óleo em fogo brando (é conveniente, embora mexendo de vez em quando, sentir que o feijão está a agarrar ao fundo da panela). Nota: Servir com farinha de mandioca torrada, que se espalha por cima. Também pode acompanhar com banana ou mandioca cozida.

Ao lado, numa travessa, servir peixe assado (mufete), como carapau ou outro peixe miúdo. Em Angola utiliza-se o Cacusso. Fazer um molho com água, jindungo (piri-piri), cebola picada e sal e regar o peixe com este molho.

Funge de Milho

Ingredientes

1 quilo de fubá de milho
½ litro de água

Modo de Preparar

Colocar uma panela com água ao fogo, até a água ficar morna, vá despejando aos poucos o fubá até ficar uma papa de milho, tapar a panela e deixar cozinhar. Depois de cozido, Juntar o resto do fubá e servir.

Funge

Ingredientes

250 gramas de farinha de mandioca
750 ml de água
sal

Modo de Preparar

Diluir a farinha de mandioca (fubá) em cerca de metade da água fria. Temperar a água restante com sal a gosto e levar ao fogo. Quando a água ferver, adicionar a fubá anteriormente diluída e não deixar de mexer, para não encaroçar. Deixar cozinhar até engrossar, mexendo sempre - o fubá vai ficando com uma coloração mais escura. A quantidade de água pode ser alterada, dependendo do gosto. O funge deve ficar consistente. Nota: O funge é o acompanhamento ideal para vários pratos angolanos, principalmente aqueles que são confeccionados com óleo de palma.

Muamba de Peixe

Ingredientes

100 ml de óleo de palma
300 gramas de abóbora
250 gramas de quiabos
2 dentes de alho
1 quilo de pargo
2 berinjelas
2 cebolas
piripiri
sal

Modo de Preparar

Lavar o peixe, cortar em postas e temperar com sal. Descascar as beringelas, cortar às rodelas, colocar sobre um passador, polvilhar com sal grosso e deixar descansar durante 10 minutos. Passar rapidamente por água e enxugar com papel absorvente. Picar as cebolas e os alhos e levar ao fogo com óleo de palma para alourar. Juntar os quiabos cortados aos bocados, a abóbora partida aos quartos e as berinjelas e deixar estufar em fogo brando. Adicionar um pouco de água e juntar o peixe. Retificar o sal e temperar com jindungo (piripiri) a gosto. Acrescentar a água necessária para obter um molho espesso e abundante e deixar cozinhar o peixe. Nota: Servir com arroz branco ou, de preferência, com funge, como é da tradição angolana.

Quiabos com Camarão

Ingredientes

500 gramas de camarão
2 dentes de alho
1 cebola grande
óleo de palma
15 quiabos
2 tomate
sal

Modo de Preparar

Fazer um refogado com o tomate, a cebola, o alho e o óleo. Cortar os quiabos às rodelas finas, descascar os camarões, juntar ao refogado e deixar cozinhar em fogo baixo.

Sapateira Recheada

Ingredientes

2 colheres (sopa) de vinagre
2 colheres (sopa) de salsa
3 colheres (sopa) de azeite
50 gramas de azeitonas pretas
200 gramas de miolo de pão
miolo de camarão
pimenta em grão
1 sapateira
pão ralado
1 cebola
1 ovo
sal

Modo de Preparar

Cozer a sapateira em água com sal e grãos de pimenta preta durante 15 minutos. Escorrer e deixar arrefecer. Retirar a carne da carcaça e reservar, juntamente com as pernas, escolhendo bem toda a carne, aproveitando tudo do interior menos a tripa e o saco.

Numa tigela, esmagar a carne e o líquido (reservar só um pouco do líquido para usar mais tarde), juntar a cebola picadinha, o ovo cozido também picado, 1 das duas colheres (sopa) de salsa picada, as azeitonas pretas sem caroço, o miolo do pão de milho esfarelado, o azeite, o vinagre e mexer muito bem. Temperar com sal e pimenta e despejar este recheio para dentro da casca da sapateira. Alisar, polvilhar com pão ralado, salpicar com umas gotas do líquido da sapateira e levar a gratinar em forno bem quente. Servir quente, decorando com miolo de camarão e a restante salsa picada.

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal