Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Nitroglicerina  Voltar

Nitroglicerina

Preparada pela primeira vez pelo químico italiano Ascanio Sobrero, em 1847, a nitroglicerina foi empregada como explosivo 17 anos depois por Alfred Nobel. A nitroglicerina, ou trinitrato de glicerol, de fórmula química C3H5(ONO2)3, é o principal ingrediente explosivo da dinamite. É usada também na gelatina explosiva (formada por 92% de nitroglicerina e 8% de nitrocelulose), na pólvora de base dupla e, na indústria farmacêutica, como vasodilatador. A primeira dinamite, patenteada em 1867, foi fabricada por Nobel com 75 partes em peso de nitroglicerina em 25 de terra diatomácea. A balistita, inventada em 1888, também por Nobel, e usada como pólvora sem fumaça, compõe-se de nitroglicerina e nitrocelulose gelatinizadas e outros ingredientes.

Pura, a nitroglicerina é líquida, transparente e incolor, mas o produto comercial é normalmente amarelado, conforme a quantidade de matéria-prima usada. Solidifica a cerca de 13o C, o que torna perigoso seu uso em dinamites nos climas frios, pois há cristalização. É insolúvel em água, mas facilmente emulsionada nela, qualidade que a faz quase insensível ao choque. Com base nisso, transporta-se esse explosivo por tubulações em emulsão com água, separada depois por decantação. Possui solubilidade alta em álcool etílico, acetato de etila e acetona.
Fabricada por nitração da glicerina, é depois separada do ácido residual. A etapa seguinte é a lavagem da nitroglicerina com água, para remoção parcial de sua acidez. Para a neutralização com solução aquosa de carbonato de sódio, separam-se as águas residuais. Finalmente, o explosivo é separado por decantação e armazenado.

Fonte: biomania.com

Nitroglicerina

A nitroglicerina , cujo nome IUPAC é 1,2,3-trinitroxipropano é um composto orgânico , que é obtido através da mistura de ácido nítrico concentrado de ácido sulfúrico e de glicerina . A sua fórmula molecular é C 3 H 5 N 3 O 9 . O resultado é altamente explosivo . Ele é um líquido no quarto de temperatura, o que o torna altamente sensível a qualquer movimento, o que torna muito difícil de manusear, mas é possível obter uma estabilidade relativa, adicionando certas substâncias, tais como o alumínio .

Normalmente realizado em caixas acolchoadas a baixa temperatura para minimizar o risco de explosão, porque se for superior a 41 ° C (temperatura limite estimado) produz uma reação muito violento devido à agitação intermoleculares:

Nitroglicerina

Quando Alfred Nobel inventou dinamite , o que é mais seguro, diminuição da utilização de " nitro "(como também é chamado) para ser substituída por uma nova invenção.

A nitroglicerina é o componente principal de algumas misturas explosivas como abelita (compreendendo 65% de nitroglicerina, 30% de algodão arma , 3,5% de sal e 1,5% de carbonato de sódio ).

Em 1867 , o químico Alfred Nobel (1833-1896) criou a dinamite para absorver a nitroglicerina e um material poroso inerte (como a sílica , o barro , a argila seca , o gesso , o carvão , etc.).

Nitroglice rina em farmacologia

Em medicina , a nitroglicerina é utilizado como vasodilatador para o tratamento de doença isquémica do coração, o enfarte agudo do miocárdio e cardíaca congestiva falha. É administrado por via oral, transdérmica, sublingual ou intravenosa.

Nitroglicerina

Nitroglicerina

Nome ( IUPAC ) sistemática
1,2,3-trinitroxipropano

Geral
Fórmula semi-desenvolvido C 3 H 5 N 3 O 9


Identificadores
Número CAS 55-63-0 1
ChemSpider 4354
PubChem 4510


Propriedades Físicas
Aparência Líquido incolor
Densidade 1.600 kg / m 3 , 1,6 g / cm 3
Massa molar 227.0865 g / mol
Ponto de fusão 287 K (14 ° C)
Ponto de ebulição 323,, 333 K (50 ° C)

Fonte: es.wikipedia.org

Nitroglicerina

 1. Introdução:

A nitroglicerina foi o primeiro alto-explosivo a ser empregado em grande escala. É um líquido com a aparência da glicerina original. Muito sensível a choques e congela a 13,3°C; o sólido é menos sensível. Uma vez que, na fase sólida, tem a tendência de explodir de forma incompleta; a nitroglicerina congelada deve sempre ser descongelada antes do emprego. Para torná-la mais fácil e mais segura de manusear, é usualmente transformada em dinamite e componente de outros explosivos de base dupla e tripla. Também é importante composto orgânico na industria farmacêutica, usado isoladamente ou intermediário na obtenção de princípios ativos.

2. Processo Industrial:

2.1. Descrição do processo:
Processo contínuo da reação da glicerina e mistura sulfonítrica:

Nitroglicerina

Ácidos nítrico e sulfúrico são filtrados em filtro de placa (1), transferidos a partir dos tanques (2 e 3) para o nitrator (14). Glicerina aquecida (9) e filtrada (11) é enviada ao nitrador a partir do tanque (12) com pressão controlada (1,5 atm) e temperatura de ≈40°C para não ocorrer variação da viscosidade; mesmos valores de temperatura e pressão são considerados para a MSN. A reação se completa entre 60 e 90 minutos a uma temperatura de ≈40°C, mantida através de sistema de resfriamento por trocador de calor interno e pressão de 1,5 atm.

Nitroglicerina é descarregada e enviada ao primeiro separador orgânico (17) onde ocorre a separação dos ácidos residuais, enviados para reutilização no processo, e nitroglicerina bruta. A partir do separador orgânico (17) a nitroglicerina bruta é enviada para uma série de colunas lavadoras com recheio de anel de raschig de vidro (22, 23 e 24). Estas colunas têm por finalidade a remoção dos ácidos residuais que ainda persistem. Na primeira coluna é lavada com água fria, imediatamente enviada para a segunda, onde é colocada uma solução quente de carbonato de sódio a 3% e, finalmente, na última coluna a nitroglicerina é lavada com água fria. Nos fundos e topos destas colunas ocorrem as separações entre as fases aquosa, enviada para o tanque de solução de carbonato (8) e orgânica. A Nitroglicerina retirada pelo topo da última coluna é filtrada (28) e imediatamente enviada para separador orgânico, tipo “labirinto”, onde é retirada com alta pureza (97-99%) e isenta de ácidos residuais e água. A fase aquosa retirada da última coluna é enviada para outro separador orgânico, também tipo “labirinto” para recuperação de nitroglicerina remanescente.

Fluxograma do processo:

NitroglicerinaNitroglicerina

Nitroglicerina

Nitroglicerina

Fonte: www.dequi.eel.usp.br

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal