Facebook do Portal São Francisco
Google+
+ circle
Home  Notocorda  Voltar

Notocorda

Estrutura fibrosa e flexível que fornece certa sustentação, não deixa o embrião se dobrar.

Na maioria dos vertebrados, a notocorda regride na fase adulta e é substituída pela coluna vertebral. Em agnatas e muitos protocordados, a notocorda pode permanecer na fase adulta.

Formação da notocorda

Notocorda

Enquanto o tubo nervoso surge pelo dobramento do ectoderma dorsal do embrião, um conjunto de células começa a se isolar do mesoderma constituindo um cordão maciço bem embaixo do tubo nervoso em formação. Esse cordão celular, disposto ao longo do dorso do embrião, recebe o nome de notocorda (do grego notos, dorso, costas) ou corda dorsal.

A notocorda é, sem dúvida, uma estrutura de grande importância para o desenvolvimento embrionário. Suas células produzem substâncias gelatinosas e consistentes, transformando-a em um bastão semi-rígido que exerce função esquelética. Além de definir o eixo corporal, a notocorda dá suporte ao tubo nervoso, impedindo assim que esse tubo venha a sofrer danos nas torções a que o embrião possa eventualmente ser submetido.

Qual é a origem da notocorda? Que papel tem e estrutura?

A notocorda é uma estrutura formada por uma matriz gelatinosa que é envolvida por um tecido conjuntivo fibroso. A origem da notocorda se deu primeiramente em organismos aquáticos, foi uma das primeiras estruturas que forneciam locomoção e rigidez a esses organismos.Ele fornecia sustentação para o corpo do organismos e alguns movimentos simples para sua locomoção. Essa estrutura mais tarde foi a base para o surgimento da coluna vertebral, e ainda e encontrada em embriões de vertebrados antes da formação da coluna.

A notocorda é formada a partir da mesoderme do embrião e é um bastão de material gelatinoso que percorre o dorso. Sua função é dar sustentação mecânica ao animal, da mesma maneira que nossa coluna vertebral.

A notocorda é uma estrutura de sustentação, tecido conjuntivo modificado com fibras colágenas, é um tecido não muito rígido, flexível mas difícil de quebrar, as fibras se movimentam sem partir o tecido. Possuem sistema nervoso formado por um tubo nervoso dorsal oco, apresentam a formação de fendas faríngeas perfuradas usadas principalmente para trocas gasosas e alimentação, além de reprodução, servem para a captação de oxigênio e limpeza do tubo digestivo; encontra-se uma cauda pós-anal muscular em algum período de vida do organismo.

A notocorda, também chamada de corda dorsal, é um bastão formado por células que se localiza no dorso dos embriões dos cordados. Essa estrutura se origina a partir da diferenciação do mesoderma, sendo que sua função é a de sustentar o tubo nervoso. Na maioria dos cordados,essa estrutura some no fim da fase embrionária.

A notocorda é uma estrutura embrionária que tem origem ainda no estágio de nêurula e é originada pela mesoderma (ou mesoderme), um folheto embrionário presente nos seres vivos triblásticos. Ao longo do desenvolvimento do embrião, a notocorda sumirá e no lugar aonde ficava surgirá a coluna vertebral.

A notocorda é originária do mesoderma, um dos folhetos embrionários durante a neurulação.

A notocorda

Nos cordados, a notocorda é o esqueleto axial (axis = eixo) primitivo, pois constitui o eixo esquelético corporal, formado logo no início da fase embrionária, paralelamente ao tubo neural.

Normalmente, a notocorda é um longo bastão flexível, que se estende da cabeça à cauda do animal, constituída de um tecido conjuntivo com células vacuolizadas, envolto por uma bainha fibrosa, elástica.

Nos cordados simples’, a notocorda permanece com o mesmo aspecto por toda a vida, mas nos urocordados ela é restrita à cauda, sendo reabsorvida durante a metamorfose.

Nos peixes, a notocorda ainda persiste nos adultos, na forma de uma série de placas circulares, encaixadas nos grandes espaços entre os corpos das vértebras.

Nos mamíferos, finalmente, ela fica reduzida a uma pequena porção central dos discos invertebrais, os quais têm a função de amortecer choques mecânicos que se propagam nos corpos vertebrais, ao longo da coluna.

Fica claro, então, que, na evolução dos vertebrados, a notocorda foi substituída pelo desenvolvimento da coluna vertebral. Esta, sem dúvida, permite maior mobilidade e proteção mais eficiente da medula espinhal por ter maior resistência e ser formada por uma série de peças articuladas, as vértebras.

A notocorda é uma estrutura embrionária que:

a) dá origem aos somitos

b) persiste no adulto de todos os vertebrados

c) desaparece no anfioxo adulto

d) é substituída pela coluna vertebral nos vertebrados

e) dá origem à coluna vertebral dos mamíferos

Fonte: www.geocities.com

Notocorda

Processo Notocordal e Notocorda

Células mesenquimais migram do nó e da fosseta primitivos, formando o processo notocordal.

Surge o canal notocordal. Cresce cefálicamente entre o ectoderma e endoderma até a placa precordal - camadas germinativas fundidas que vão formar a membrana bucofaríngea (futura boca).

O mesoderma extra-embrionário deriva do endoderma do saco vitelino.

Células da linha primitiva migram para a região em torno da placa precordal, formando o mesoderma cardiogênico da área cardiogênica (coração começa a se desenvolver ao fim da terceira semana).

Caudalmente à linha primitiva, forma-se a membrana cloacal (futuro ânus).

Ao fim da terceira semana, mesoderma intra-embrionário separa ectoderma do endoderma, exceto:

Na membrana bucofarígea

No processo notocordal

Na membrana cloacal

A notocorda:

Define o eixo padrão do embrião e lhe dá rigidez

É base para a formação do esqueleto axial (ossos da cabeça e coluna vertebral).

Formação da notocorda:

Processo notocordal se alonga: invaginação de células vindas da fosseta primitiva

Forma-se o canal notocordal

Processo notocordal vai até a placa precordal

Assoalho do processo notocordal funde-se com o endoderma intra-embrionário do saco vitelino

Camadas fundidas degradam-se; surgem aberturas entre canal notocordal e saco vitelino

Assoalho notocordal desaparece; restos formam a placa notocordal, achatada

Placa notocordal se dobra, formando a notocorda

Notocorda separa-se do endoderma do saco vitelino, que torna-se uma camada contínua.

A notocorda funciona como o indutor primário do embrião inicial. Impulsiona o começo da diferenciação celular. A notocorda em desenvolvimento induz o ectoderma sobrejacente a espessarse e formar a placa neural (futuro SNC).

Fonte: escopetas.tripod.com

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal