Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Octanagem  Voltar

Octanagem

 

Octanagem
Octano - Fórmula

Octano - Definição

Octano é um produto químico no petróleo que é usado para avaliar a qualidade de diferentes tipos de gasolina.

Octano é comumente adicionados à gasolina para evitar queima irregular de combustível em motores de combustão interna.

Qualquer dos vários alcanos isoméricos com a fórmula C8H18, encontrados no petróleo e utilizado como um combustível e solvente.

Fórmula: C8H18

Octanagem - Combustível

A maioria das pessoas acham que a maior octanagem na gasolina sobrecarrega a combustão em um cilindro do motor, dando-lhes poder e desempenho adicionais.

É esta incompreensão do que octano realmente faz o que leva as pessoas a gastar mais em gasolina do que eles realmente precisam.

A octanagem da gasolina, essencialmente, diz quanto a mistura ar-combustível pode ser comprimido antes sofra ignição espontânea.

A gasolina com um índice octano melhor apresenta o desempenho em um motor desenhado para correr com esse nível de octano.

As refinarias visam produzir gasolina que tem essa classificação ideal de octano, por isso vai atendem as especificações da maioria dos tipos de motores.

É por isso que o etanol é um negócio tão grande - é parcialmente utilizado para aumentar a octanagem da gasolina.

O é colocado na gasolina e tem que ter outras coisas adicionadas a ele para compensar a diferença de octano.

Dentro de um motor, você tem o pistão se movendo para cima e para baixo, com os injetores de medição de uma determinada quantidade de combustível na câmara de combustão.

Como ele se move para cima, ele comprime a mistura ar-combustível já no cilindro. Quando a mistura de ar combustível inflama por o calor de compressão em vez de por causa da ignição da vela de ignição, que provoca a bater no motor e uma perda de potência. O som de batida é causada por duas explosão "frentes de chama" - uma explosão a partir da pré-ignição da mistura de combustível-ar causada pela compressão e o outro a partir do resto do ar-combustível a ser inflamado a um tempo ligeiramente diferente pela centelha tampão. A frente duas chama explodem e enviam ondas de choque através do ar do cilindro, que se reúnem na câmara de combustão e dar-lhe o efeito batida irritante.

Octanagem - octano

A octanagem ou número de octano pode ser definido como a medida da capacidade de pré-ignição ou auto-ignição de um combustível no momento de sua reação com oxigênio, proporcionando a força propulsora suficiente para movimentar motores de combustão.

O combustíveis são classificados de acordo com seu número de octanagem, obtidos através de curvas de analíticas, que são determinadas através de experimentos realizados por espectroscopia na região do infra-vermelho. A octanagem de combustíveis como a gasolina visa medir a detonação da mistura de gasolina+ar, no interior do motor.

Uma gasolina que apresente alto teor de hidrocarbonetos de cadeia grande ou ramificado, certamente ocasionará uma maior detonação na mistura citada, por que no momento em que o pistão do motor volta, antes do ciclo ser completado. Onde ele é interceptado no meio do caminho pela explosão causada pela mistura gasosa sofrida pela queima incompleta causando o desgaste do motor e possível fusão dos pistões, além de outros sérios problemas que provocam a degradação do veículo em virtude de todo o complexo ser interligado.

A gasolina é formada por uma mistura complexa de hidrocarbonetos, onde a maioria destes são alcanos, que apresentam cadeias que possuem de 4 a 16 átomos de carbono em sua molécula.

A octanagem é determinada de 3 maneiras através de métodos analíticos realizados com motores padrão para observação da detonação ocasionada pelo combustível, sendo eles RON, MON e IAD onde:

Método RON: É a sigla inglesa da palavra “Research Octane Number”, que consite em promover uma avaliação da resistência a detonação do combustível com o motor em baixa rotação, porém com carga plena;
Método MON:
É a sigla da inglesa de “Motor Octane Number”, que é o método contrário ao RON onde, a resistência a detonação do combustível é avaliada a altas rotações do motor em plena carga.
Método IAD:
É sigla de “Índice Anti-Detonante”, que é simplesmente a média aritmética, entre os métodos RON e MON, para que seja traçada, a octanagem do combustível testado.

Quando os resultados obtidos por este teste apontam que o índice de detonação do combustível é alto provavelmente, se encontram presentes hidrocarbonetos de cadeias grandes , diante destes resultados são feitas as devidas correções para que se garanta a qualidade e evite que o combustível venha causar danos aos veículos. As medidas são a isomerização (processo que fecha anéis, insere duplas ligações ou quebra as cadeias tornando-as menores através de pequenas ramificações), a aromatização (converter um alcano de cadeia longa em um areno através de catalisadores de reação), ou ainda a adição de aditivos como etanol, tolueno e alquilação.

As reações abaixo expressam melhor cada uma das medidas adotadas:

Isomerização, aromatização e alquilação do octano um alcano presente na gasolina:

Octanagem

Octanagem

Octanagem

A octanagem de um aditivo, é essencial para que seja evitada a detonação violenta, sedo considerado um combustível com boa octanagem os que apresentam número de octano com mais de 87.

Na tabela abaixo são dadas a octanagem de alguns combustíveis comuns:

Combustível Número de Octanagem
Octano -19
2,4,4-trimetil-pentano 100
Tolueno 120
Etanol 120
Metitercbutiléter 100
Etiltercbuitiléter 100

Octanagem - Brasil

A Octanagem é a capacidade que o combustível tem, em mistura com o ar, de resistir a altas temperaturas na câmara de combustão, sem sofrer detonação.

A detonação também é conhecida como batida de pino, e pode destruir o motor.

Nos motores mais recentes o sistema eletrônico de gestão do motor encarrega-se das “batidas de pino”, dessincronizando o motor para evitar que isso ocorra.

Obviamente, isto significa que o carro apresenta um desempenho significativamente reduzido, já que o motor está se “protegendo” dos efeitos potencialmente nocivos da octanagem baixa.

Para a regulagem do índice de octana, podem ser utilizados aditivos, tais como o chumbo tetraetila Pb(C2H5)4 e o chumbo tetrametila Pb(Ch2)4, adicionados em quantidades de 0,08 a 0,09 cm3 por litro.

Atualmente, no Brasil, estes aditivos são proibidos devido à sua alta toxicidade. Ao invés disso, utiliza-se o álcool etílico (C2H5OH), cujo teor varia, historicamente, entre 13 e 25% em volume.

O álcool etílico tem vital papel na combustão da gasolina, pois seu papel é aumentar a octanagem em função do seu baixo poder calórico. Além disso, a adição de álcool etílico na gasolina contribui com a redução da taxa de produção de CO. Assim, não se comercializa gasolina sem álcool (gasolina A), mas somente aquela com adição de álcool etílico anidro (gasolina C).

Octanagem - veículo

Octanagem é a capacidade que o combustível tem, em resistir a altas temperaturas na câmara de combustão, sem sofrer detonação

A detonação, também é conhecida como batida de pino, e pode destruir o motor. Quanto maior a octanagem, maior será a resistência à detonação.

O manual de cada veículo especifica o tipo de gasolina que possui a octanagem mínima necessária ao bom funcionamento (desempenho) do mesmo, sem a ocorrência danosa da denotação. Qualquer gasolina que possua octanagem maior que a mínima especificada poderá ser utilizada sem problemas.

No Brasil, a octanagem é expressa em IAD = Índice Antidetonante (a gasolina comum é especificada também pelo MON).

Quais são os métodos de determinação?

Método MON (Motor Octane Number) ou método Motor - ASTM D2700.

Avalia a resistência da gasolina à detonação, na situação em que o motor está em plena carga e em alta rotação.

Método RON (Research Octane Number) ou método Pesquisa - ASTM D2699

Avalia a resistência da gasolina à detonação, na situação em que o motor está carregado e em baixa rotação (até 3000 rpm)

Alguns países utilizam a octanagem MON, RON, e outros o Índice de Octanagem IAD (Índice Antidetonante) = (MON + RON)/2. Para uma mesma gasolina, o RON tem um valor típico superior ao MON de até 10 octanas. Portanto, ao comparar gasolinas de deiferentes países é importante verificar se está sendo utilizada a mesma base (MON, RON ou IAD).

Uma gasolina com maior octanagem pode ser mais econômica? Sim, nos carros que requerem gasolina com maior octanagem. Nestes veículos, a utilização de uma gasolina de octanagem inferior irá aumentar o consumo, reduzir a potência disponível, podendo causar danos ao motor do veículo.

O metanol é utilizado na gasolina?

Não. Por ser extremamente tóxico, o metanol não é utilizado como combustível no Brasil. O metanol foi utilizado durante um breve período, substituindo o álcool, que estava em falta no mercado.

Qual o teor de álcool usado na gasolina ?

Conforme Resolução n° 37 do Conselho Interministerial do Açúcar e do Álcool, de 27/06/2007, todas as gasolinas recebem adição de álcool etílico anidro combustível na proporção de 25% (vinte e cinco por cento).

Fonte: www.bellperformance.com/www.themotorreport.com.au/www.postomelco.com.br

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal