Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Conotação e Denotação  Voltar

Conotação e Denotação

 

Conotação

Relação que se nota entre duas ou mais coisas. Sentido translado, ou subjacente, às vezes de teor subjetivo, que uma palavra ou expressão pode apresentar paralelamente à acepção em que é empregada.

É a propriedade que tem em termo de designar um ou mais seres, dando a conhecer alguma coisa das suas propriedades.

Conotativo

Diz- se de nomes que designam, junto com o sujeito, um atributo; diz-se de idéias e associações ligadas pela experiência individual ou coletiva, a uma palavra.

Denotação ( do latim denotatione )

Ato de denotar, sinal, indicação.

É a propriedade do termo que corresponde à extensão do conceito ( opõe- se à denotação ). Sua fisionomia denotava preocupação.

Suas ações denotam verdadeira amizade.

Denotamos muitas qualidades de estilo no poema.

Conotação e Denotação

Uma mensagem não é tão simples como nos parece.

Temos que observar o sentido da palavra nas frases.

Além de possuir significados diversos para diversas pessoas, tem também formas diferentes de significados.

O sentido DENOTATIVO é mais empregado na linguagem científica, em que se procura abordar os aspectos objetivos da realidade.

Há, pois, o sentido denotativo, que é, mais ou menos igual para todas as pessoas que falam a mesma língua.

É o sentido real, objetivo, aquele que é registrado nos dicionários.

O sentido CONOTATIVO é mais empregado na linguagem literária e afetiva, em que predomina o aspecto subjetivo.

E há também o sentido conotativo, ou seja, o significado emocional, sentimental de acordo com as experiências de cada um.

Observe o seguinte:

Podemos dizer uma frase empregando a mesma palavra, observando o conteúdo significativo dela.

Exemplos:

Há um desenho PREGADO no mural.

O menino ficou com os olhos PREGADOS na menina.

Você deve ter percebido que a palavra usada, empregada nos exemplos foi PREGADO.

No 1º exemplo você percebeu que a palavra PREGADO foi usada no sentido próprio, literal, comum. O dicionário registra pregado, fixado como pregos.

Logo podemos dizer que o sentido é denotativo, então houve denotação.

Já no 2º exemplo, a palavra PREGADOS assume um sentido figurado, paralelo, associativo a pregados, fixos, presos, ligados. Logo, neste caso temos o sentido conotativo, então houve conotação.

Podemos afirmar que:

1º - O sentido é real – então temos: denotação ou denotativo.

2º - O sentido é subjetivo – então temos: conotação ou conotativo.

Exemplos:

1 – Foice – instrumento agrícola ( denotação )
2 – Foice –
ideologia marxista ( conotação )
3 – Monstro –
ser extravagante, imaginado, mitologia ( denotação )
4 – Monstro –
pessoa cruel, pessoa inteligente ( gíria ) ( conotação )
5 – Ouro –
metal ( símbolo químico “Au “ ) ( denotação )
6 – Ouro –
riqueza, poderio, esplendor ( conotação )
7 –
Esticou um olho lá para a sala ( conotação )
8 –
O burro auxilia o homem ( denotação )
9 –
Que menino burro! ( conotação )
10 –
A rosa desabrochou. ( denotação )
11 –
Ela é uma rosa de bonita ( conotação )

Nos exemplos dados podemos dizer, afirmar que temos informações de modo objetivo, real. Não há palavras empregadas em sentido figurado nos exemplos números: 1, 3, 5, 8 e10.

Atenção:

Em jornais e revistas, usada para criar mensagens em que predomina a função denotativa.

Já nos exemplos 2, 4, 6, 7, 9 e 11, podemos dizer que temos informações de modo subjetivo, irreal, predomina a função conotativa

Conotação e Denotação - Definição

Denotação

Quando o emissor é objetivo ao expressar a mensagem, utiliza a linguagem denotativa, com função referencial. As palavras são empregadas em sua significação usual, literal, referindo-se a uma realidade concreta ou imaginária.

A denotação é encontrada em textos de natureza informativa, como textos jornalísticos ou científicos, visto que o emissor busca informar objetivamente o receptor.

Conotação

Quando o emissor e subjetivo na expressão da mensagem, utiliza uma linguagem conotativa, empregando as palavras em sentido figurado, diferente do significado usual descrito nos dicionários..

Quando a palavra é empregada em sentido figurado, conotativo, ela passa a pertencer a outro campo de significação, mais amplo e criativo.

A conotação utiliza-se das figuras de linguagem para valorizar o texto, tornando a linguagem mais expressiva.

Denotação e Conotação

Uma palavra ou signo compreende duas polaridades: o significado (conceito, a imagem mental abstrata) e o significante (concreto, gráfico, sonoro). Quando desconhecemos o significado de uma palavra, a significação não se completa, pois só o que compreendemos é o significante.

A palavra pode apresentar significados diversos dos encontrados no dicionário, conforme o contexto na qual está inserida. A essa pluralidade de significados dá-se o nome de polissemia.

Quando escrevemos, usamos o significado da palavra para expressar nossa idéias. Dessa maneira, um vocabulário bem escolhido transmite mais adequadamente a mensagem que codificamos.

Ao utilizar a linguagem verbal, o emissor pode expressar-se de modo claro, explícito, objetivo ou por uma linguagem particular, subjetiva, implícita, na qual palavras e expressões se revestem de novos significados, distantes daqueles que lhes são peculiares.

Conotação e Denotação - O que é

Denotação

È o emprego de uma palavra no seu sentido próprio (sentido denotativo).

Exemplo: O médico operou o coração do menino. Coração tem o sentido real.

Conotação

É o emprego de uma palavra em sentido figurado (sentido conotativo). É o sentido que a palavra adquire dentro de um contexto.

Exemplo: A Língua Portuguesa é o coração da cultura brasileira. Coração tem sentido figurado.

Conotação e Denotação - Diferença

As palavras podem ser empregadas em dois sentidos.

Denotativo: quando apresentam o sentido próprio do dicionário.Ex:Os adversários lutaram até o anoitecer.

Conotativo: quando tem um significado especial figurado.Ex:A criança lutava contra o sono.

A linguagem denominada Denotação se caracteriza pelo uso das palavras em sentido próprio, ou seja, pela relação direta entre as palavras e o que elas significam (ex.: Ele mora numa casa pequena - casa: "construção destinada a habitação").

Na linguagem conotativa, por outro lado, as palavras são empregadas em sentido figurado, ou seja, a relação entre elas e o que elas significam é indireta, pois depende de associações por semelhança, proximidade, inclusão, etc. (ex.: A casa é fundamental na educação das crianças - casa: "lar", "família", pois, em sentido figurado, a palavra passou a indicar as pessoas que vivem nela).

Conotação e Denotação - Figura de Linguagem

Conotação é uma figura de linguagem, quando se precisa usar uma expressão comparativa para transmitir a idéia que se quer.

Exemplo: "Minha sogra é uma cobra." Obviamente aqui a figura da "cobra" foi usada como metáfora para transmitir a idéia de que a "minha sogra" é uma pessoa cruel e traiçoeira...

Essa frase tem uma "conotação" maldosa

Denotação é a expressão de linguagem direta, que denota exatamente o que se quer transmitir.

Exemplo: "Minha sogra é uma mulher crudelíssima!"

Aqui foi usada uma expressão direta que não permite exige da imaginação do receptor para que a mensagem seja compreendida. "minha sogra" é uma mulher "muito cruel" e isso está explícito sem que seja necessário nenhuma outra equiparação semiótica.

Fonte: www.brazilianportugues.com/graudez.com.br

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal