Facebook do Portal São Francisco
Google+
+ circle
Home  uso de e e do i  Voltar

O uso de E e do I :



 

Uso do E

em verbos terminados em -oar e -uar no presente do subjuntivo : Exemplo = abençoe , destroe , magoe , soe (soar ) , atue , apazigúe , continue , etc .

No prefixo latino ante ( "anterioridade ") e derivados : Exemplo = antebraço , antecâmara ,anteontem , etc.

Nas terceiras pessoas do plural do presente do indicativo : Exemplo : caem , saem ,constroem , etc .

Nos vocábulos derivados de outros com é final e os ditongos éi , ei : Exemplo : café , cafeeiro , Daomé , pé , estréia , idéia , passeio , recear , etc.

Nos verbos terminados em -ear : Exemplo : grampeio , bloqueio , passeamos , ceamos , apeamo-nos , etc .

Em alguns verbos em -iar ( mediar , ansiar , remediar , incendiar , odiar ) : Exemplo : medeio , medeias , anseio , remedeio , odeio .

Em todos os verbos da primeira conjugação no presente do modo subjuntivo ( exceto estar ) : Exemplo = estude , estudemos , viaje , viajemos , medeie , mediemos . ( mas : esteja , estejamos ) .

Uso do I

Usa- se I

Nos verbos em -uir , -air , -oer , na terceira pessoa do singular do presente do indicativo : Exemplo = sai , cai , dói , rói ; contribui , constrói , possui , restitui , etc .

No prefixo grego anti ( "contra") e derivados : Exemplo : Anticristo , antipatia , anticlerical , anti-herói .

Como vogal de ligação : camoniano , machadiano , drummondiana , weberiano ,etc .

O uso de O e U :

Uso de O

Em verbos em -oar : Exemplo : abençôo , sôo ( soar ) , magoas , magoamos , vôo , etc .

Em palavras derivadas que mantêm o o da primitiva: Exemplo: feijão , tom , toada , som , soar ,boteco, mosquito (mosca) , sortimento ( sorte ) , etc .

O uso de U

Nas terminações -ua , -ula , -ulo : Exemplo : água ; íngua , cálculo , tentáculo , etc .

Para aportuguesar palavras inglesas com w : Exemplo : sanduíche , suéter , uísque , Uílson .

Uso do G

Usa o G

Nas terminações - ágio , - égio , - ígio - , ógio , - úgio . Exemplo = adágio , ágio , estágio , régio , refúgio , etc .

Nas terminações -agem , -igem , -ugem - ege , - oge : Exemplo = folhagem , viagem , vertigem , frege , sege , paragoge , etc.

Nas palavras de origem estrangeira , latina ou grega : Exemplo = álgebra , agiotagem , ágio , agir .

Uso do J

Usa o J

Palavra de origem tupi , africana e árabe : Exemplo = jê , jenipapo , pajé , etc.

Nos subjuntivos dos verbos em -jar : Exemplo = arranje , despeje , trajem , viajem , etc .

Uso do S , Z e C

Uso de S , Z e C

Em derivados de verbos com ND ( nd - ns ) : Exemplo = ascender , ascensorista , estender , suspender , tender , pretensioso , etc .

Nas correlações pel-puls , rg-rs , rt-rs : Exemplo = competir , expelir , aspergir , divertir , emergir , inversão , etc .

Nas correlações corr-curs e sent-sens : Exemplo = correr , percurso , incursão , sentir , senso , sensível , dissensão , etc .

Usa-se SS e Não C , Ç :

Nos derivados dos verbos com -ced , -gred , -prim , -tir : Exemplo = ceder , cessão , interceder , excesso , progresso , impressionante , oprimir , admissão , discutir , percussão .

Nas correlações rs - ss, x-ss , ps-ss : Exemplo = persona , pessoa , adverso , laxo , lasso , gesso .

Usa-se S , e não Z :

Nos títulos nobiliárquicos , nos gentílicos ( procedência ) e nos femininos em geral : Exemplo = baronesa , duquesa , princesa, inglesa , tailandesa , javanesa , etc .

Após ditongos : Exemplo = besouro , lousa , ousar , tesouro , etc .

Nas correlações d-s , nd -ns , rs-s : Exemplo = aludir , defender , ilusão , pesar , pêsames , defender , despensa, senso , siso , através , revés , revesar , etc .

Nas formas verbais de querer e pôr ( e derivados : ) Exemplo = quis , quisesse , pus , pôs , repuser , compusesse , etc .

Usa-se Z , e não S

Nos substantivos abstratos derivados de adjetivos : Exemplo : ácido , ávido , grávida , grandeza , pequenez , etc .

Nos sufixos -izar e -ização : Exemplo = ameno , abalizar , civilizar , urbanização , etc .

Uso do C e Ç

Usa-se C , Ç e Não S , SS ou SC :

Em palavras de origem tupi , africana e árabe : Exemplo = açafate , açafrão , açaí , açúcar , caçanje , caçula , cetim , muçum , paçoca , miçanga , etc.

Nos sufixos -aça , -aço , -ação , -ecer , -iça , -iço , -uça , -uço : Exemplo : barcaça , panelaço , dentição , criança , dentuça , etc .

Nas correlações t-c e ter-tenção : Exemplo = adotar , assunto , erecto , torto , exceções , eletrocutar , divertir , diversão , abster , ater , deter , conter , contenção ,etc .

Após ditongos : Exemplo = feição , louça , traição , etc .

Uso do SC

Usa-se SC , e Não C

O uso do sc ou c e relaciona-se à etimologia . Basicamente sc encontra encontra-se em termos eruditos latinos e o c em formas populares e vernáculas . Exemplo = abscesso , acrescentar , aquiescer , consciência , descer , disciplina , discente ( aluno ), fascículo , etc .

Uso do CH

Usa-se CH , e não X

Em vocábulos provenientes do latim : Exemplo = chave ,chão , chuva , etc .

Em vocábulos provenientes do francês , italiano e espanhol : Exemplo = brocha , deboche , chefe , mochila , charlatão , salsicha , etc .

Em vocábulos provenientes do inglês e alemão : Exemplo = chope , sanduíche , chucrute , etc .

Em vocábulos provenientes do árabe e russo : Exemplo = azeviche , babucha , bolchevique , etc .

Uso do X

Usa-se X :

em vocábulos de origem árabe , tupi e africana : Exemplo = almoxarife , xadrez , muxoxo , xavante , xingar , etc .

Para , no aportuguesamento , substituir o sh inglês e o j espanhol : Exemplo = xampu , Hiroxima , lagartixa , etc .

Após a inicial en - , desde que a palavra não seja derivada de outra com ch : Exemplo = encaixe , engraxar , enxugar , etc . Mas : charco , encharcar , cheio , enchente , enchoçar , etc ) .

Após a inicial me- , exceto mecha e derivados : Exemplo = mexer , mexicano , feixe , gueixa , trouxa , etc .

Após ditongos : Exemplo = baixa , baixela , frouxo , gueixa , trouxa , etc .

Dupla Grafia

Dupla Grafia = A fim de abranger os mais diversos padrões da língua usados nos países lusófonos , o PVOLP consigna variantes gráficas no léxico . Na lista a seguir , a primeira forma é , em geral , a mais comum no português do Brasil .

Exemplo =

açoite --------------------------------------------açoute assobiar-----------------------------------------assoviar aluguel-------------------------------------------aluguer bêbado-------------------------------------------bêbedo bravo----------------------------------------------brabo biscoito------------------------------------------biscouto cenoura------------------------------------------cenoira coisa----------------------------------------------cálix doido----------------------------------------------doudo datilografia--------------------------------------dactilografia estouro-------------------------------------------estoiro expectativa--------------------------------------expetativa fato-------------------------------------------------facto flecha----------------------------------------------frecha garçom-------------------------------------------garção grosseria-----------------------------------------grossaria húmus--------------------------------------------humo hidroelétrica--------------------------------------hidrelétrica imundície-----------------------------------------imundícia interseção----------------------------------------intersecção joalheria------------------------------------------joalharia leiteria--------------------------------------------leitaria mouro--------------------------------------------moiro moita---------------------------------------------mouta noite----------------------------------------------noute neurose-------------------------------------------nevrose nômade-------------------------------------------nômada ouço (v.ouvir)-------------------------------------oiço quatrilhão-----------------------------------------quatrilião rádio----------------------------------------------rádium regime---------------------------------------------regímen ramalhete------------------------------------------ramilhete selvageria------------------------------------------selvajaria sorveteria------------------------------------------sorvataria toicinho---------------------------------------------toucinho traje------------------------------------------------trajo tato-------------------------------------------------tacto umbu-----------------------------------------------imbu vozeria---------------------------------------------vozearia vindouro-------------------------------------------vindoiro xale------------------------------------------------xaile entre outros .

Emprego do Hífen

Palavras compostas :

- emprega-se o hífen em substantivos compostos por justaposição :

Exemplo = pé-de-moleque , bota-fora , bel-prazer , etc .

- emprega-se o hífen em adjetivos compostos por justaposição :

Exemplo = surdo-mudo , lesa-pátria , sino-americano ,etc .

Hífen e Sufixos : usa-se hífen para unir os sufixos açu , guaçu , e mirim as palavras terminadas com vogal acentuada graficamente : Exemplo = aná-açu , moji-guaçu , tamanduá-mirim , etc .

Mas : cajuaçu , tapiaçu , urucumirim , etc .

Hífen e prefixos : sempre se usa hífen depois dos prefixos : além , aquém , ex , nuper , pós , pré , pró , sem , sota , soto, vice : Exemplo = além-mar , aquém-túmulo , ex-vereador , nuper-falecido , pós-graduação , pré-escolar , pró-americano , sem-vergonha , sota-capitão , soto-ministro , vice-presidente ( Mas : sensabor , sotopor ) .

Sempre se usa hífen depois dos prefixos : auto , contra , extra , infra , intra , neo , proto , pseudo , semi , supra , ultra, quando seguidos de palavras iniciadas por vogal , h , r ou s : Exemplo = auto-análise , contra-regra m extra-oficial , etc .

Sempre se usa hífen depois dos prefixos ante , anti , arqui e sobre , desde que seguidos de vocábulos iniciados por h, r e s : Exemplo = ante-sala , anti-rábica , arqui-rival, sobre-humano . Exceções = sobressair , sobressalente , sobressalto , etc .

Usa-se hífen após o prefixo bem ( qdo o vocábulo seguinte tem autonomia semântica ou fonética ) e após o prefixo sub ( antes de palavra iniciada por r , b ou h ) : Exemplo = bem-aventurado , bem-vindo , bem-me-quer etc .

Exceções : bendizer ou bem-dizer , bem-querer ou benquerer , benfeitor , benfeitoria ) ( mas: subumano, subepático , subsolo , suboficial ) .

Usa-se hífen após os prefixos circum , mal e pan antes de palavra iniciada por vogal ou h : Exemplo = circum-adjacente ( mas : circunspecto , circunavegação ) , mal-humorado ( mas : malcriado , malmequer, malfeito ) , pan-americano ( mas : pandemia , panorama ) .

Usa-se hífen após os prefixos hiper , inter e super antes de palavra iniciada por h ou r : Exemplo = hiper-humano ( mas : hipersensível , hipertenso ) , inter-relação ( mas : interclasses , interativo, interestadual ) , super-homem ( mas : superexposição , supermercado , superpopulação ) .

Usa-se após os prefixos ab , ad , ob , sob e sub antes de palavra iniciada por r : Exemplo = ab-rogar , ad-renal , ob-reptício , sob-roda , sub-raça .

Não há regra precisa para o uso de hífen depois do prefixo co : Exemplo = co-autoria , co-administrador , coabitar , coadjuvante , coordenar , cooperar , etc .

Casos Particulares

Casos Particulares : Usa-se hífen nas datas : Exemplo = 1969-1973

Usa-se hífen para indicar idéia de oposição e o travessão nos encadeamentos vocabulares : Exemplo = O Torneio Rio-São Paulo . / A rodovia Rio-Bahia .

Usa-se hífen para indicar paralelismo ou simetria : Exemplo = acordo Brasil-Alemanha . / relação marido-mulher .

Usa-se hífen nos derivados de nomes compostos : Exemplo = belo-horizontino , sul-rio-grandense , costa-riquenho .

Usa-se hífen depois do advérbio não com valor de prefixo negativo : Exemplo = não-alinhados , não-eu , não me toques .

Fonte: www.profabeatriz.hpg.ig.com.br

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal