Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Dia Mundial do Macarrão  Voltar

Dia Mundial do Macarrão

25 de Outubro

Dia Mundial do Macarrão

O Dia Mundial do Macarrão foi instituído em 25 de outubro de 1995 em Roma, durante o I World Pasta Congress (Congresso Mundial de Macarrão), que reuniu os principais fabricantes em todo o mundo.

Criada em 1195, durante o World Pasta Congrress (Congresso Mundial de Macarrão), em Roma, a data é celebrada em diversos países, incluindo o Brasil.

Desde então, a data é comemorada em diversos países, com o objetivo de difundir os benefícios do macarrão e aumentar seu consumo per capita.

Neste 25 de outubro comemora-se o Dia do Macarrão.

Afinal, ele vai bem em todas as ocasiões das mais simples às mais sofisticadas.

O Brasil é oterceiro mercado consumidor de macarrão no mundo, perdendo apenas para a Itália e Estados Unidos.

Fonte: www.jornalcandeia.com.b

Dia Mundial do Macarrão

25 de Outubro

Hoje, 25 de outubro, comemora-se o Dia Mundial do Macarrão.

Segundo a Associação Brasileira das Indústrias de Massas Alimentícias (Abima), a data foi celebrada pela primeira vez em 1995, durante o I World Pasta Congress, evento realizado em Roma e que reuniu alguns dos principais fabricantes do mundo.

Desde então, o dia 25 de outubro é usado para difundir os benefícios do macarrão e aumentar o consumo per capita em diversos países.

Fonte acessível e saudável de energia e bastante prático de preparar, o macarrão chegou no Brasil no final do século 19, trazido pelas primeiras famílias de imigrantes italianos. Se por um lado não foram os italianos que criaram o macarrão foram eles, sem dúvida, os maiores difusores e consumidores do macarrão por todo o mundo. Para se ter uma ideia, em 2010 o consumo per capita foi de 26 quilos na Itália, enquanto no Brasil esse número ficou em 6,4 quilos, segundo dados da International Pasta Organization (IPO).

Atualmente as massas são classificadas em quatro grupos - secas, instantâneas, frescas e pré-cozidas -, mas em cada um deles existe uma variedade enorme de tipos e formatos. Isso sem falar nas opções de molho, que vão desde os tradicionais ao sugo e bolonhesa até os mais incrementados, que reúnem diversos ingredientes e temperos em uma combinação única de cor, textura e paladar.

História

A origem do macarrão não está esclarecida ainda. Há registros de tipos de massas, que poderiam ter originado o macarrão, na história de várias civilizações antigas, como dos assírios e babilônicos.

Na versão mais comum, o macarrão teria sido trazido da China ao Ocidente por Marco Polo, no século XIII. Entretanto, em 1279, 16 anos antes do retorno de Marco Polo, foi registrada uma cesta de massas no inventário de um soldado genovês. A palavra macaronis, utilizada no inventário, seria derivada do verbo maccari, de um antigo dialeto da Sicília, que significa achatar.

Apesar da origem desconhecida do macarrão, é a partir do século XIII que o macarrão foi difundido pela Europa. Os italianos foram seus maiores difusores e consumidores, tanto que inventaram mais de 500 variedades. No entanto, o ancestral do espaguete foi um produto trazido pelos árabes para a Europa, também no século XIII. Eram tubos ocos compridos, de massa leve, que secavam enrolados em fios de palhas.

No século XVIII o espaguete ou spaguetti já era tão popular que os aristocratas ingleses eram capazes de viajar até Nápoles só para comer a massa, servida em barracas no meio da rua.

A palavra spaguetti significa barbante, e chegou ao Brasil, junto com outros tipos de massas, trazidos pelas primeiras famílias de imigrantes italianos.

A arte da massa é uma história de amor cotidiano. De tradição e costumes. Foram criados diferentes tipos e formatos de massas (muitas inusitadas), que exprimem toda essa paixão dos italianos pela "pasta". A arte da massa reflete a imaginação de cada região ou até de uma pequena aldeia na querida e "Velha Bota". Muitos especialistas no assunto afirmam que existem, no mínimo, 500 variedades entre tipos e formatos.

Os costumes variam de Norte a Sul do país. A palavra "pasta" (massa dos italianos) vem do grego pastillos. Ela é citada nos textos do poeta Horácio, especialista em versos culinários. Há várias lendas que envolvem o surgimento da massa. Por volta do ano 1000 foi escrita a primeira receita "oficial" de massas no livro "De arte Coquinaria per vermicelli e maccaroni siciliani" (A arte de cozinhar macarrão e vermicelli sicilianos), de autoria de Martino Como. Há também quem diga que o mercador veneziano Marco Polo teria auxiliado na disseminação do uso do macarrão.

Fonte: eboaviagem.blogspot.com.br

Dia Mundial do Macarrão

25 de Outubro

A data é lembrada em vários países, entre eles EUA, México, Turquia, Itália, Alemanha, Venezuela e Brasil, claro. A data, 25 de outubro, foi escolhida por ser o dia da realização do 1º Congresso Mundial de Pasta, em Roma, em 1995.

Dia Mundial do Macarrão

HISTÓRIA

Não se sabe ao certo a origem do macarrão. Alguns dizem que o explorador italiano Marco Polo foi o responsável em levar o macarrão da China para Itália em 1295, mas já se sabe que a humanidade conhecia a receita desde quando descobriu que podia moer alguns cereais.

A teoria mais aceita é que a massa, como o macarrão é conhecido pelo mundo, teria sido levado pelos árabes à Sicília. Ali também teria sido inventado o nome, derivado da palavra macarronis que derivava do verbo macarris que significa amassar.

De fato não podemos negar é que o país da bota a partir do século XIII, foi o maior divulgador do macarrão pelo mundo.

Os italianos também aprimoraram a receita inventando mais de 500 tipos de massas e acrescentaram o grano duro (grão duro) que permite o cozimento e a mastigabialidade ideal do prato.

Sabe-se que o macarrão começou a ser preparado logo que o homem descobriu que podia moer alguns cereais, misturar com água e obter uma pasta cozida ou assada. É difícil dizer, porém, onde e quando isso aconteceu. A história do macarrão se confunde com alguns fatos históricos, que mostram a trajetória desse apreciado produto ao longo dos séculos.

Textos de civilizações antigas relatam que os assírios e babilônios, por volta de 2500 a.C., já conheciam um produto cozido à base de cereais e água. Mas, a primeira referência do macarrão cozido, e a mais próxima ao Ocidente, está no Talmud de Jerusalém, o livro que traz as leis judaicas do século 5 a.C. O "itriyah" dos antigos hebreus era uma espécie de massa chata usada em cerimônias religiosas. Em Roma, no Século 7 a.C., comia-se uma papa de farinha cozida em água, chamada "pultes". Com legumes e carne era chamada de "puls púnica". Com queijo fresco e mel, "puls Julia".

Na versão mais comum, o macarrão teria chegado ao Ocidente em 1295, pelas mãos de Marco Polo, mercador veneziano que visitou a China, onde passou 17 anos e teria conhecido a iguaria. Mas, na verdade, isso não passa de uma lenda difundida a partir dos Estados Unidos no final do século 19, Entretanto, na Itália, em 1279, foi registrada, em um inventário, que soldado genovês, Ponzio Bastione, deixava à família uma "cesta de massas".

A palavra utilizada no inventário era macaronis, que seria derivada do verbo maccari, de um antigo dialeto da Sicília, que significa achatar que, por sua vez, vem do grego makar, que quer dizer sagrado. O termo macarrão foi usado na Idade Média para indicar vários tipos de massas.

A versão mais aceita pelos historiadores até a descoberta dos arqueólogos chineses em 2005 (ver box ao lado) afirmava que os árabes são os verdadeiros pais do macarrão, levando-o à Sicília no século 9, quando conquistaram a maior ilha italiana. Era uma massa seca para melhor conservação nas longas travessias pelo deserto.

Nesta época, a Sicília tornou-se o centro mais importante do comércio e exportação de macarrão. Os navegadores genoveses transportavam o produto para importantes portos do Mediterrâneo, como Nápoles, Roma, Piombino, Viareggio.

Apesar das confusões, uma coisa é certa: a partir do século 13, os italianos foram os maiores difusores do macarrão no mundo e inventaram mais de 500 variedades de tipos e formatos. São também os maiores consumidores, refestelando-se com 28,2 kg de massa ao ano por pessoa. Os brasileiros aparecem como 4º do ranking, com um consumo anual de 5,8 kg por pessoa.

MACARRÃO NO BRASIL

No Brasil, aliás como em boa parte do mundo, o macarrão chegou pelas mãos dos imigrantes italianos, na segunda metade do século 19 e foi facilmente assimilado e introduzido nos nossos hábitos alimentares, principalmente na região Sul do país. O crescente interesse da população pelo produto, fez surgir pequenas fábricas de macarrão, que tinham sempre como mão de obra a família italiana. E, foi assim, com uma produção rudimentar, de baixo volume e bem caseira, até começarem a surgir as primeiras indústrias de massas alimentícias, que, nos dias atuais, possuem modernas máquinas e alta tecnologia e respondem pela terceira maior produção do mundo.

A palavra "macarrão" vem do grego "makària" (caldo de carne enriquecido por pelotinhas de farinha de trigo e por cereais, cerca de 25 séculos atrás). A palavra "pasta" (massa dos italianos) vem do grego "pastillos" (pastillos é citado em seus textos por um poeta, especialista em versos culinários, o grande Horácio).

Finalmente, os latinos da época de Cristo já se deliciavam com um prato batizado de "macco" (caldo de favas e massas de trigo e água.). Seguramente, da reunião dessas influências, aparecem na Ilha da Sicília, cerca de mil anos atrás, o verbo "maccari" (significa esmagar ou achatar com muita força).

A origem perdida do macarrão

Em 2005, cientistas chineses encontraram, em escavações no sítio arqueológico de Lajia, junto ao Rio Amarelo, na China, o mais antigo vestígio conhecido da fabricação do macarrão pelo homem. Com cerca de 4 mil anos, o fio de macarrão amarelo tem cerca de 50 cm de comprimento por 0,3 cm de espessura, e estava dentro de uma vasilha virada de cabeça para baixo, soterrada a cerca de três metros da superfície.

Os pesquisadores relatam, na revista científica Nature, que o macarrão foi feito de grãos de milheto (uma espécie de milho), e não de farinha de trigo, como atualmente.

A diferença, entretanto, pára por aí: sua produção, como a do nosso macarrão atual, consiste em farinha amassada com água, trabalhada e cortada no formato desejado e depois cozida em água fervente.

A descoberta resolve uma discussão antiga sobre quem criou o macarrão: chineses, italianos ou árabes. O cientista Houyuan Lu, do Instituto de Geologia e Geofísica da Academia de Ciências de Pequim e líder da equipe responsável pelo achado, disse que, até agora, o registro mais antigo do prato constava de um livro escrito entre os anos 25 e 220 d.C.. "Nossa descoberta indica que o macarrão foi produzido pela primeira vez na China", afirma o acadêmico.

Segundo ele, o antigo assentamento de Lajia (considerado uma espécie de Pompéia chinesa por conta de sua riqueza arqueológica) foi atingido por uma catástrofe repentina. Entre os despojos estão esqueletos em várias posições incomuns, sugerindo que os habitantes da área podem ter tentado fugir.

"Baseado em evidências geológicas e arqueológicas, ocorreu um terremoto catastrófico e, em seguida, inundação das águas do rio", explicou outro integrante da equipe, Kam-biu Liu, da Universidade Estadual da Louisiana, nos Estados Unidos.

Fonte: dom-agostinho.blogspot.com.br

Dia Mundial do Macarrão

25 de Outubro

O macarrão começou a ser feito logo que o homem descobriu que era capaz de moer os cereais, misturar com água e obter uma pasta cozida ou assada.

As primeiras massas semelhantes ao macarrão surgiram nas civilizações assíria e babilônica, por volta de 2500 a.C. e tratava-se de uma pasta cozida de cereais e água. O macarrão é elaborado basicamente com farinha de trigo e água. Em alguns casos, são adicionados outros ingredientes, como os ovos, o que diferencia os tipos de massa.

Macarrão Comum: é elaborado apenas com farinha de trigo e água

Macarrão de Sêmola: é elaborado com farinha de trigo especial que torna portanto o produto mais claro

Macarrão com Ovos: elaborado com a adição de três ovos por quilo de farinha

Macarrão Caseiro: é elaborado de forma artesanal, em que a massa é laminada. Devido à porosidade, absorve melhor o molho

Macarrão Grano Duro: assim chamado porque é elaborado a partir de um trigo especial chamado trigo durum. Fica naturalmente "al dente", ou seja, soltinho, porém consistente

Macarrão Integral: elaborado com farinha de trigo integral e contém mais fibra em sua composição. Ideal para pessoas que necessitam de dietas especiais e acompanhamento e nutricionistas

Macarrão Pré Cozido

Passa por um processo de cozimento no vapor onde cerca de 90% do amido se gelatiniza. Muito rápido, pois o preparo consiste apenas em re-hidratação. O pré-cozido mais popular é a lasanha.

Massa Fresca

É feita com ovos e semolina de trigo, a parte mais nobre do trigo, o que a deixa leve, macia, mas também al dente. Muito usada para massas recheadas como o ravióli e massa para lasanha.

Macarrão Instantâneo

Cozido durante o processo de fabricação passa por um processo de fritura onde perde a água, o que o torna instantâneo. É a versão mais prática de macarrão.

DICAS:

Não refresque o macarrão em água fria, somente no caso de saladas;

Para cada pessoa, calcule de 80 a 100 g de macarrão cru. Como o seu volume triplica depois de cozido, essa quantidade passará para 240 a 300 g;

Não quebre o espaguete para colocar na água;

O macarrão deve ser servido, de preferência, imediatamente após o cozimento.

Alguns motivos para incluir macarrão na alimentação:

Fonte de energia

Prático de fazer;

Combina com vários tipos de molhos, carnes e vegetais;

Custo baixo;

Pode ser consumido em todas as estações do ano;

Produto que agrada todos os públicos;

Disponível em todas as regiões do país;

Apresenta inúmeros formatos e variação de cores .

Fonte: www.nordestao.com.br

Dia Mundial do Macarrão

25 de Outubro

Sabe-se que o macarrão começou a ser preparado logo que o homem descobriu que podia moer alguns cereais, misturar com água e obter uma pasta cozida ou assada. É difícil dizer onde e quando isso aconteceu. Muitos foram os momentos em que o macarrão esteve presente na alimentação humana e até os historiadores têm opiniões distintas entre si. A história do macarrão se confunde com alguns fatos históricos que nos mostram a trajetória deste apreciado produto ao longo dos séculos.

A versão mais aceita pelos historiadores faz referência aos árabes como os pais do macarrão, tendo levado-o à Sicília no século IX, quando conquistaram a maior ilha italiana. Os árabes chamavam o macarrão de itrjia. Era uma massa seca, para melhor conservação nas longas travessias pelo deserto. Nesta época, a Sicília tornou-se o centro mais importante do comércio e exportação de macarrão.

 Os grandes divulgadores do macarrão

Apesar das confusões, uma coisa é certa: a partir do século XIII, os italianos foram os maiores difusores e consumidores do macarrão por todo o mundo. Tanto é que inventaram mais de 500 variedades de tipos e formatos.

Nesta época, os italianos incorporaram ao macarrão um ingrediente nobre: a farinha de grano duro, que permite o cozimento correto, além de propiciar a mastigabilidade ideal.

 A invenção do Macarrão Instantâneo

O inventor do macarrão instantâneo foi Momofuku Ando, nascido em Taiwan em 1910, durante a ocupação japonesa na ilha. Movido pelo desejo de produzir um alimento de qualidade, com baixo custo e fácil de preparar, o senhor Ando lançou-se em incansáveis pesquisas, já que o desafio não era pequeno e grandes dúvidas surgiam. 

Momofuku Ando precisava transpor alguns obstáculos: como eliminar totalmente a água do macarrão já cozido? Como acondicioná-lo em porções individuais?

Como reidratá-lo? Como torná-lo adequado ao consumo? Como mudar o sabor? As respostas vieram dez anos depois, em 1958, com o Chicken Ramen, o primeiro macarrão instantâneo do mundo. A novidade chegou ao Brasil em 1965.

Fonte: www.thermostar.com.br

Dia Mundial do Macarrão

25 de Outubro

Você sabia que hoje, dia 25 de outubro, é comemorado o Dia Mundial do Macarrão? A data foi criada em 1995 durante o primeiro congresso mundial que reuniu os principais fabricantes da massa no mundo, em Roma. Esse dia é lembrado e comemorado em vários países como os EUA, Itália, Alemanha e outros, mas claro, inclusive por nós brasileiros.

A origem do macarrão

Dia Mundial do Macarrão

O nome “macarrão” vem inicialmente do grego “Makària”, que significa caldo de carne enriquecido por pelotinhas de farinha de trigo e cereais. Já outro termo bastante utilizado para a massa em outros países e principalmente na Itália – “pasta” – vem também do grego “Pastillos”. Embora tenham algumas confusões a respeito de sua origem, um fato é que os maiores difusores e consumidores do macarrão foram os italianos, que inventaram inúmeras variedades, além de colocar um nobre ingrediente nele, a farinha de grano duro.

O preferido no mundo

Sim, em uma pesquisa realizada em 17 países pela Oxfam, o macarrão foi o queridinho em nível mundial! O prato ficou como um dos preferidos em países como Alemanha, Espanha, Austrália, e claro, no Brasil ocupando a terceira posição – perdendo apenas para a lasanha e o arroz. Tão famoso, ele até já foi protagonista de cenas clássicas de vários filmes!

Mais de 30 formatos diferentes

Espaguete, talharim, cabelo de anjo, fusilli ou parafuso, penne, de letrinhas, argolinha e uma variedade enorme de outras opções. Existem indicações de formatos para cada tipo de prato, que se dividem geralmente em massas para sopas, massas longas, massas curtas e outros tipos. Além disso, as massas podem ser secas (feitas de vários ingredientes – comum, caseira, integral, com ovos e outras), instantâneas, frescas ou pré-cozidas, é só escolher.

Você sabia?

A China é o país que consome mais macarrão instantâneo no mundo, chegando a quase 45 bilhões de porções por ano. Seguida pela Indonésia, Japão, Estados Unidos e em décima posição, o Brasil. E no Japão existem mais de mil tipos, sem contar que lá já existe até um museu do Cup Noodles onde as crianças podem se divertir fazendo a massa e ainda escolhendo os condimentos que vão por cima.

Fonte: www.restauranteweb.com.br

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal