Facebook do Portal São Francisco
Google+
+ circle
Home  Assunção  Voltar

Assunção

História

Assunção é conhecida como a "Mãe das Cidades", porque é uma das primeiras cidades da América do Sul a ser fundada por exploradores europeus. Ao mesmo tempo, esta cidade, originalmente chamada de Nuestra Señora de la Asunción, era maior e mais importante do que Buenos Aires. A cidade foi fundada em 15 de agosto, Dia da Assunção, no ano de 1537. Logo tornou-se o centro administrativo de uma província colonial espanhol, que incluía grande parte da moderna Brasil, Paraguai e Argentina. Missionários espanhóis também usou esta cidade como uma base, a partir do qual eles partiram para converter os nativos das regiões vizinhas.

Nos próximos dois séculos, Assunção desenvolvido em uma sociedade mista de crioulos, mestiços e aborígenes. Agitação para auto-governo cresceu até o governador espanhol do Paraguai, Bernardo de Velasco, foi derrubado em 1811 eo país foi declarado independente. O quartel-general revolucionário estavam em casa de Juana María de Lara, que agora é um museu chamado a Casa de la Independencia. A cidade iniciou um programa de modernização e industrialização com a pavimentação de estradas e construção de fábricas para estimular a economia do país, mas convulsões políticas deixaram Assunção instável e efetivamente desativada há muitas décadas. Hoje, o país está crescendo de novo, sob a liderança de um governo pouco democrática, mas ainda enfrenta problemas de corrupção em massa.

Cultura

A capital do Paraguai tem sido um centro de música, a poesia e as artes, mas só nos últimos anos tem Assunção sido capaz de escapar de sua longa história de regra ditadura, em que atividades como contrabando e violência eram pilares da vida da cidade. Desde a queda de Stroessner, em 1989, um governo mais democrático (embora ainda um muito corrupto) trouxe estabilidade e permitiu que a cidade se recuperar.

Uma das coisas mais importantes para saber sobre esta parte da América do Sul é a prevalência da carne na dieta. Fazendas de gado são encontrados em todo o Paraguai, fazendo carne o alimento mais barato e mais facilmente disponível que existe. Uma pequena quantidade de peixes, capturados nos rios locais, podem ser encontrados também, mas outras carnes de carne tendem a ser muito caro e nem sempre estão disponíveis. Legumes também são escassos em dietas paraguaios, e não deve ser consumido cru, devido à possível contaminação com água suja. As refeições geralmente consistem em alimentos ricos em amido, como batatas, pão de milho ou pão de mandioca, chipa com slow-assado de carne, carne assado. Se isso não soa atraente, há uma série de restaurantes especializados em cozinha estrangeiros (principalmente italianos) na cidade. Estilo norte-americano de fast food estão começando a mostrar-se tão bem, embora as correntes momento estão limitados a, McDonald Burger King e Pizza Hut.

Uma das bebidas especiais do Paraguai é terere, feito a partir das folhas da erva-mate, que tem um estimulante natural semelhante à cafeína. Muitas vezes, é bebido em comunidade através de um canudo de metal único.

Saúde e Segurança

Como Assunção só recentemente começou a desenvolver em uma metrópole propriamente dita, há muitos problemas de infraestrutura para cuidar de na cidade.

O aeroporto não é muito confiável e nem são as pistas, assim que esperar alguns passeios irregulares. Além disso, as ruas de Assunção não são particularmente bons (e eles pioram fora da cidade), então, se você alugar um carro, certifique-se que é um muito resistente que pode lidar com ruas inundadas, o que às vezes acontece após chuvas de verão pesados ??(em janeiro ), quando esgotos transbordam para as ruas, em altitudes mais baixas. Mesmo sem a água, há muitos buracos nas estradas e às vezes até mesmo ruas dentro da cidade não são pavimentadas.

Motoristas paraguaios são muito agressivos e às vezes imprudente; leis de trânsito são freqüentemente e flagrantemente desobedecido e direito de passagem é concedida pelo tamanho do veículo, com ônibus e caminhões, muitas vezes correndo luzes vermelhas ou crowding out outros automóveis. Pedestres e ciclistas devem ter muito cuidado nas ruas e lembre-se de produzir não só para os carros, mas também para o grande número de motos que o tráfego muitas vezes tecer.

Há, é claro, também uma grande quantidade de pequenos furtos e outros crimes nas ruas de Assunção, e isso só foi piorando recentemente. Os cidadãos dos Estados Unidos devem ter um cuidado especial, como a opinião popular é altamente anti-americano, e protestos ou manifestações públicas nas ruas são freqüentes.

Chegada e Partida

Assunção é servida pelo Aeroporto Internacional Silvio Pettirossi, que também é principal porta de entrada do país. O aeroporto está localizado em Luque, um subúrbio de Assunção. Apesar de ser o principal aeroporto do país, Pettirossi não oferece muitos vôos para destinos fora da América do Sul a partir deste aeroporto, especialmente após a American Airlines cancelou recentemente os seus serviços para Assunção, de São Paulo e Miami. A melhor maneira de chegar a Assunção para os viajantes europeus ou asiáticos é a primeira a voar para Buenos Aires ou São Paulo e tomar um vôo de conexão em vôos da Aerolíneas Argentinas, TAM Mercosur ou Varig. Voos da capital chilena de Santiago também estão disponíveis, e há um grande número de voos para esta cidade do Norte e América Central.

Esteja avisado, no entanto, que o aeroporto de Assunção não é muito seguro. A pista é especialmente perigoso quando molhado devido à má construção e manutenção da pista, de modo a tentar evitar o uso de transporte aéreo durante a estação chuvosa.

Vida Noturna

Há muitos bons restaurantes em Assunção que servem uma grande variedade de pratos, e muitos deles vêm com bares onde você pode tentar terere, uma bebida popular paraguaia feita a partir das folhas de uma planta de chá, chamado a erva-mate. O zumbido ligeiro você sente mais tarde é do estimulante natural produzido pela planta. A cozinha italiana é a mais popular depois regional, embora outras variações da América do Sul de pratos de carne também estão disponíveis. O paraguaio médio come duas ou três vezes mais carne que a média americana, devido ao gado fortes pecuária indústria no país que faz com que a carne barata e amplamente disponível. Como resultado, é geralmente a mais barata e mais freqüente em menus do restaurante.

Para um centro de almoço bom tentar o tradicional Bar Lido (Palma e Chile, em frente ao Panteon de los Heroes) sopa de peixe tradicional, villarroy de pollo (frango à milanesa e purê batatas), Croqueta (empanados de carne picada) e empanadas.

Para cozinha internacional: excelente para degustação de vinhos Las Cañitas (Carmen Soler 4105 e Choferes del Chaco) e Mburicao Restaurante (González Río Bo 737 c / Chaco Boreal). Para boa comida mexicana tentar Hacienda Las Palomas (Senador Longa 1481).

Se você estiver procurando por expatriados europeus, normalmente você pode encontrar locais de inglês no Britannia Pub em Cerro Corá. Para uma mais chique sensação coffee-shop, vá ao Café Bohemia na cruz de Senador Long e España. Alguns outros bons bares estão localizados na Galeria Colonial, Av. España c / San Rafael.

Lá você pode encontrar bares como: Deja Vu (3 botles de cerveja em 1,50 £ sol qui), Oxum e muitos outros.

Há também boates e discotecas com pistas de dança. O mais popular é El Santo (Mcal. Lopez e Cruz del Defensor, Villa Morra). Coyote (Sucre 1655, Villa Morra) atende a uma clientela mais alto nível, de modo vestir para impressionar aqui. Para a música internacional, confira Pub Chaco (República Argentina 1035).

Aqueles que preferem tentar a sua sorte nas mesas ou máquinas caça-níqueis pode ir para o Casino de Assunção (España 151 e Sacramento), que está aberto 02:00-06:00 todas as noites.

No entanto, se você só tem uma noite em Assunção, não perca uma bebida no bar Casa Viola (Ayolas 128 e El Paraguayo Independiente) com vistas deslumbrantes sobre o Palacio de Gobierno exatamente o oposto.

Turismo

Barroco Espanhol-Guaraní

Assunção

A presença jesuítica e franciscana durante a época colonial deixou no Assunção obras de arte de valor notável e um patrimônio arquitetônico declarado pela UNESCO como Patrimônio Mundial da Humanidade.

Antigos museus e igrejas estão incluídos nos atrativos componentes do Turismo Cultural e Religioso. Não se pode perder a Rota Jesuítica.

Este percurso, desde o rio Tebicuary até o rio Paraná, tem uma extensão de duzentos quilômetros que conduz às Missões Guaranis dos Jesuítas. Duas delas, Trinidad do Paraná e Jesus do Tavarangue são Patrimônios da Humanidade. Existem povos tradicionais, entre eles o Tañarandy, que celebra a Semana Santa com cânticos de trezentos anos atrás, entoados pelos Estacioneros.

O Caminho Franciscano e do Artesanato seguem as pegadas da Ordem Franciscana. Esta ordem realizou um trabalho de muita importância, já que consolidaram a forma de vida crioula e o uso corrente dos idiomas espanhol e guarani.

Com os jesuítas criaram o estilo chamado Barroco Hispano-Guarani que está representado em belíssimas obras de arte em madeira e prataria, que podem ser vistas nas cidades de Capiatá, Yaguarón, Ita, Altos, Caazapá, Atyrá, Piribebuy e Tobatt todas a poucos quilômetros de Assunção.

Artesanato

São muitos os povoados Assunçãoos que oferecem um magnífico artesanato.

Pode-se apreciar sua arte nas cidades de Toabti, Ita, capital da cerâmica; Carepegua, onde se podem encontrar colchas e almofadas de algodão, fabricadas em antigas fábricas; ou San Miguel, considerada a capital do artesanato em lã.

O quê ver?

Assunção

Capital e sede da Presidência da República, situada no Palácio do Governo.

Catedral

A primeira diocese do rio Plata é a de Assunção criada a mediados do século XVI. A atual Catedral foi inaugurada em 1845. Também merece destaque a Casa de Cultura, a Universidade Católica e o Jardim Botânico e Zoológico, que inclui os Museus de Historia Natural, o Indianista e o Histórico.

Assunção: Museus e Atrações

Há uma série de bons museus no centro de Assunção. O Museu de Belas Artes (Museo Nacional de Bellas Artes) tem uma grande coleção de 19 do século pinturas e esculturas de artistas da América do Sul, bem como um arquivo de alguns documentos importantes nacionais. A Casa da Independência (Casa de la Independencia) é a antiga casa do revolucionário Juana María de Lara, agora um museu dedicado à história do Paraguai e da luta do país por sua independência da Espanha no século 18 e início do 19. Há também uma série de edifícios históricos. O Panteão, modelado após o Palais des Invalides, em Paris, é o lar de muitos dos túmulos dos heróis nacionais. O palácio presidencial (Palacio de López), o prédio do Senado velha eo Palácio do Governo (Palacio de Gobierno) também pode ser encontrado no centro da cidade, todos os três têm arquitetura bonito e às vezes oferecem passeios públicos.

Também dar tempo para ver a Catedral de Nossa Senhora da Assunção (Catedral de Nuestra Señora de la Asunción), a Catedral Metropolitana (Catedral Metropolitana) e algumas igrejas outras, muitas delas são muito antigas e mantenha grande importância histórica. O jardim botânico é uma exposição maravilhosa de fruticultura regional; você também pode encontrar a antiga casa do presidente Francisco Solano López aqui.

Assunção: Compras

Com as taxas de câmbio grandes em moeda local em Assunção, bens e serviços tendem a ser muito barato. O único inconveniente é que a maioria dos produtos manufaturados no mercado são de qualidade pobre. Se você está à procura de lembranças autênticas paraguaias para levar para casa, os artesanatos de pequenas lojas na cidade são uma aposta melhor. Nessas lojas pequenas, você pode encontrar peças feitas de madeira nativa, a cerâmica, rendas paraguaio e outras especialidades. Um bom lugar para começar paraguaio rendas, conhecido como Ñandutí, é a loja de artesanato de Ao Raity P'oí em FR Moreno 155.

Victoria é um bom lugar para ir para a cerâmica e Folclore é bom para a madeira esculpida. Ambos estão localizados em Mariscal Estigarribia em Iturbe. Você também pode encontrar uma grande variedade de souvenirs feitos localmente em Luque, a vizinhança em torno do aeroporto.

Assunção também tem dois principais centros comerciais, ainda que estes sejam mais como cachos de o mesmo tipo de lojas que você vai ver em qualquer uma das principais ruas comerciais da cidade. O Shopping del Sol em Aviadores del Chaco tem um cinema e um parque infantil, além de suas lojas, enquanto o Mariscal López Shopping Center tem lojas que oferecem computadores com acesso gratuito à Internet.

Em Assunção, você pode ver alguns vendedores que vendem latas grandes de água. É uma boa idéia para comprar um desses, se você estiver indo em uma viagem para o interior, como a água engarrafada pode ser escasso e você não quer ser pego no calor do Paraguai verão abafado, sem um suprimento adequado de líquidos.

Tempo Assunção e Quando Ir

O Paraguai é um país sem litoral localizado próximo ao Trópico de Capricórnio, e, conseqüentemente, tem algum tempo extremo que os turistas devem estar cientes antes de viajar. O clima tropical é muito quente entre dezembro e março (o Sul-americano de verão), muitas vezes subir acima de 48 ° C. Isso só é agravada pela alta umidade que predomina ao longo do ano. No entanto, a temperatura tende a cair bastante acentuada quando chove, e às vezes o ar pode ser muito seco por alguns dias antes de uma grande tempestade, para estar preparado para qualquer coisa.

O clima quente do verão também significa que os insetos, especialmente mosquitos, de forma desenfreada à noite. Mas a maioria dos lugares têm ar condicionado por isso não é realmente um grande problema. Não é aconselhável para visitar a cidade durante o verão, como a maioria dos paraguaios próprios deixar para fugir do calor durante esta época do ano. Se você deve ir a Assunção entre outubro e março, certifique-se o seu quarto de hotel vem com ar condicionado ou ventiladores, e não planejar as atividades entre meio-dia e 16:00, como o tempo lá fora vai ser insuportavelmente quente. No meio do inverno pode ser bom momento para visitar este país também. As temperaturas variam de 8 graus Celsius para 22 graus, tornando muito agradável embora há dias que pode fazer muito frio (2 graus Celsius) para ter certeza de não levar roupas de inverno boas. O clima durante o inverno é muito impredictable por isso seria inteligente para tomar de verão e inverno roupas e uma capa de chuva bom (embora não chove muito no inverno).

Locomoção

Não é uma boa idéia para tentar dirigir por si mesmo, em Assunção, se você não estiver familiarizado com as estradas. Mesmo na cidade, muitas estradas não são pavimentadas, e aqueles que são muitas vezes têm buracos e outros perigos. Além disso, os motoristas paraguaios são muito agressivos e não seguem as leis de trânsito muito. Pedestres e ciclistas são esperados para produzir para motos e automóveis. Caminhões e ônibus, os maiores veículos, geralmente não atente para carros menores e vai tentar espremê-los fora das ruas quando necessário. Por isso, é mais seguro para você usar o transporte público. O sistema é bastante extensa e atinge a todas as partes da cidade. Os ônibus próprios são geralmente muito antigo e cansados, mas eles ainda são melhores do que os automóveis pessoais. Autocarros de longa distância para outras cidades e cidades no Paraguai normalmente se originam no terminal na Avenida Republica Argentina.

Os táxis estão amplamente disponíveis na cidade. Eles não são muito caros, mas esteja ciente de que a maioria dos motoristas não falam Inglês, e alguns conhecimentos de espanhol será muito útil.

O rio Paraguai, que marca a fronteira com a Argentina corre ao lado do capital, mas o tráfego surpreendentemente pouco é realizado através da porta, e balsas ou navios para outras cidades não são abundantes.

Fonte: www.ciberamerica.org

Assunção

Assunção
Assunção - Paraguai

É a capital do Paraguai, localizada na baía de Asunción, nas margens do rio Paraguai. É uma cidade com um grande patrimônio arquitetônico, cultural e de ricas tradições, mistura de influência espanhola e guaraní.

Alguns de seus edifícios mais representativos são a Iglesia de La Encarnación, o Palacio de Los López, Museo de Historia Natural do Paraguai, o Teatro Municipal Ignacio A. Pane, a Catedral Metropolitana, alguns deles parte do Patrimônio Cultural de Asunción. O casco histórico da cidade se encontra próximo da baía.

Também, é destacada por seu turismo fluvial, que é realizado na baía de Asunción, por onde navegam barcos e cruzeiros para ter uma vista completa da cidade.

Também, possui canchas esportivas onde praticar todo tipo de esportes como golfe e futebol, entre outros.

É uma cidade maravilhosa, com habitantes que falam em espanhol e guarani, de edifícios coloniais e avenidas cheias de árvores e flores.

Atrações: Arquitetura, tradições, turismo religioso, cultura, teatros, museus, gastronomia, artesanato, rios.

Atividades: Recorridos históricos, fotografia, atividades recreativas, tênis, golfe, caminhadas, navegação, cruzeiros.

Localização: Centro-sul do Paraguai.

Como chegar?: Por via aérea até o Aeroporto Internacional Silvio Pettirossi. Por via terrestre, pela estrada Pan-americana ou a autopista Trans-Chaco. Por via fluvial, atravessando o rio Paraná.

Clima: Subtropical.

Quando ir?: Durante o ano inteiro.

Serviços: Alojamento, comida, transporte.

Arredores: Fernando da Mora, San Lorenzo.

Fonte: www.visitlatin.com.br

Assunção

Assunção
Palacio de los López - Assunção

Capital do Assunção, Assunção tem os mesmos problemas de outras cidades grandes da América Latina.

No centro da cidade pode ser um pouco difícil caminhar, já que as ruas estão tomadas por vendedores ambulantes e, o tráfego nem se fala! Motoristas dirigem velozmente e pouco respeitam as leis de trânsito, tornando o simples fato de atravessar a rua um grande desafio.

Mas a cidade possui seus encantos.

Na Avenida Mariscal López, além das belas mansões você verá algumas construções espanholas muito antigas, que resistem até hoje.

Os prédios, também no mesmo estilo, tem suas fachadas decoradas num estilo que lembra a Belle Epoqué, mesmo que no piso térreo alguns abriguem pequenos comércios como fast-food.

A cidade é muito conhecida por seu comércio barato e falsificações, onde os famosos sacoleiros costumam fazer suas compras, vindos principalmente em ônibus do Brasil, partindo de Foz do Iguaçu. Contrastando com esse agitado centro comercial, onde as pessoas se empurram e vivem apressadas, está o palácio do Governo.

O palácio está de frente para a Baía de Assunción, onde uma fresca brisa assopra em meio a maravilhosas árvores.

Apesar de haver uma diferença grande entre ricos e pobres, não há muitos problemas de assaltos e violência, o povo, independentemente da classe social, costuma ser muito hospitaleiro e gentil, sempre pronto para ajudar !

Fonte: www.aviagem.com.br

Assunção

Nuestra Señora de la Asunción, em castelhano, ou simplesmente Assunção, é a capital do Paraguai e localiza-se às margens do rio Paraguai, no sul do país, constituindo-se ainda no principal porto fluvial e centro industrial e cultural do país.

Assunção foi fundada pelos espanhóis em 15 de agosto de 1537 por Juan de Salazar y Gonzalo de Mendoza, o que a torna uma das cidades mais antigas da América do Sul. Assunção é conhecida como "Mãe das Cidades", pois foi a partir desse núcleo que nasceram as expedições coloniais para fundar outras cidades, incluindo a segunda fundação de Buenos Aires.

Em Assunção pode-se visitar o Museo Godoi, o Museo Nacional de Bellas Artes, que contém pinturas antigas do século 19, a Iglesia de La Encarnación e o Panteón Nacional de los Héroes. Este último é uma pequena versão de Les Invalides, de Paris, onde muitos dos heróis nacionais estão sepultados. Outros monumentos indicados em Assunção são o Palacio de los López, que é o palácio presidencial, o antigo edifício do Senado, a Catedral Metropolitana e a Casa da Independência, um dos poucos exemplos da arquitetura colonial que ainda se mantém de pé em Assunção.

A Calle Palma é a principal rua no centro de Assunção, onde estão vários prédios históricos, praças, lojas e restaurantes. A “Manzana de la Rivera", localizada em frente ao palácio presidencial, é uma séria de antigas residências que foram restauradas e hoje funciona como um museu da evolução arquitetônica de Assunção. A antiga estação de trem ainda mantém os antigos vagões que hoje são usados em passeios turísticos para as cidades de Lugue e Areguá.

Na Avenida Mariscal López, além das belas mansões se vê algumas construções espanholas muito antigas, que resistem até hoje. Os prédios, também no mesmo estilo, têm suas fachadas decoradas num estilo que lembra a Belle Epoqué, mesmo que no piso térreo alguns abriguem pequenos comércios como fast-food.

Assunção é muito conhecida por seu comércio barato e falsificações, onde os famosos sacoleiros costumam fazer suas compras, vindos principalmente em ônibus do Brasil, partindo de Foz do Iguaçu. Mas a cidade dispõe de shopping centers de luxo que abrigam lojas das marcas mais conhecidas internacionalmente. Os maiores shopping centers são o Shopping del Sol, Unicentro, Mariscal Lopez Shopping, Shopping Villa Morra na parte central de Assunção e o Shopping Mall Excelsior.

Além do centro de Assunção, o Parque de Museo de Historia Natural foi revitalizado e contém um pequeno zoológico, uma pista de golfe e um camping. O Gran Hotel del Paraguay foi a morada da amante de Solano López, ditador entre 1862 e1870. O hotel mais antigo de Assunção possui lindos jardins tropicais e uma bela coleção de antiguidades e objetos de arte.

Fonte: www.passagensaereas.com.br

Assunção

Assunção
Assunção - vista aérea

Assunção (em espanhol Asunción, de seu nome completo Nuestra Señora de la Asunción) é a capital e maior cidade do Paraguai.

Localiza-se às margens do rio Paraguai, no centro do país, constituindo-se ainda no principal porto fluvial (Porto de Assunção) e centro industrial e cultural do país. As principais indústrias são de calçados, têxteis e cigarros.

Atualmente conta mais de 1,5 milhão junto com sua zona metropolitana, o que a torna a cidade mais populosa do país.

Fundada pelos espanhóis em 15 de agosto de 1537 por Juan de Salazar y Espinoza, é uma das cidades mais antigas da América do Sul.

É conhecida como "Mãe das Cidades", pois foi a partir desse núcleo que nasceram as expedições coloniais para fundar outras cidades importantes como Santa Cruz de La Sierra (Bolívia), Corrientes, Santa Fe, Concepción Del Bermejo e a segunda fundação de Buenos Aires (Argentina) no ano 1580.

A Basílica da Virgem de Caacupé, padroeira do Paraguai, conhecida como a Capital Espiritual do País.

Em dezembro, mais precisamente dia 08, a Basílica recebe milhões de peregrinos, que vem devotar sua fé à Virgem.

Andando pelas lindas ruas de San Bernardino conhecendo as casas de final de semana dos paraguaios, sua arquitetura e o lindo Lago De Ypacaraí.

A cidade foi fundada em 1880 por cinco famílias alemãs que chegaram ao Paraguai na qualidade de imigrantes. Em poucos anos esta cidade se converteu no lugar preferido de veraneio das famílias de classe alta, políticos, escritores e artistas, construindo suas casas como lugar de descanso às margens do lago.

É um lugar mágico onde você poderá relembrar a famosa canção “Recuerdos de Ypacaraí”, que canta ao mais sublime amor...

Fonte: www.andesturismo.com.br

Assunção

Sem as vantagens de uma metrópole, Assunção é uma capital com cara de interior.

Ali não se vêem cinemas e o agito é pouco: há apenas uma danceteria mais ou menos badalada. O principal pólo urbano Assunçãoo tem, com as cidades-satélites de seu entorno, 1 milhão de habitantes.

Embora não pareça um lugar atraente, Assunção não merece ser desprezada. A segunda capital mais antiga da América, fundada em 1537, cuida de seus prédios históricos na medida do possível. Hoje, no centro velho de Assunção, não se pode alterar nenhuma construção. O resultado é que 40% da região é formada por edifícios históricos.

Um dos mais interessantes é a casa da Independência. Erguida em 1772, ali aconteciam as reuniões secretas em que se conspirava contra o governo espanhol e a favor da independência do Assunção. Foi dali que saíram os homens liderados pelo capitão Pedro Juan Caballero que, na madrugada de 14 para 15 de maio de 1811, foram até a sede de governo exigir a saída dos governantes espanhóis. A casa pertencia aos irmãos Pedro Pablo e Sebastián Antonio Martínez Sáenz e foi restaurada em 1961. Hoje está aberta à visitação.

Ali está reproduzido o ambiente daquela época. Descobrem-se hábitos interessantes, como a maneira usada para refrescar o clima. O pé direito alto era aliado a um chão de lajotas de barro, constantemente molhado para que ficasse úmido. Com a evaporação da água, mantinha-se o lugar sempre fresquinho.

A arquitetura colonial também pode ser observada na casa Viola, que fica em frente ao Palácio do Governo, e na casa de La Cultura, um antigo casarão de jesuítas. O Palácio do Governo não pode ser visitado por dentro, mas sua fachada guarda curiosidades. A primeira delas é que a construção não tem frente nem costas. Alguns acham que a frente dá para a rua 14 de Mayo; outros, que ela dá para a baía de Assunção.

A solução encontrada pelos locais foi decidir que o palácio tem duas frentes. Mas, na da rua 14 de Mayo, observa-se que há, no lado esquerdo da fachada, uma cuidadosa decoração em cada coluna. Do lado direito, a decoração não foi feita. Isso porque o palácio começou a ser construído em 1860 para servir de residência ao líder Assunçãoo Solano López, mas a Guerra do Assunção (1864-1870), que lá se chama Guerra da Tríplice Aliança, paralisou as obras.

O palácio foi tomado pelo Exército brasileiro, que lá fincou a bandeira do Brasil, fazendo que a primeira bandeira hasteada no palácio Assunçãoo fosse a nossa.

Se a visita às instalações do palácio não é permitida, o turista pode entrar na casa Viola, também chamada de Manzana de la Riviera, para visitar sua galeria de arte e sua biblioteca. No fim da tarde, mesas são colocadas no terraço da casa, que vira quase um quintal. Dali se vê a frente do Palácio do Governo que dá para a rua.

Outra curiosidade de Assunção é a localização de sua única favela, chamada de chacarita: ela é vizinha do Palácio do Governo.

Ela também pode ser vista das janelas do Centro Cultural da República, prédio que guarda uma miscelânea de acervos, com arte indígena, música, arte contemporânea e arte religiosa.

Em outra área, já distante do centro, fica o museu de Barro. O local tem um bom acervo de imagens de santos, de máscaras e de costumes indígenas, assim como de arte contemporânea Assunçãoa.

Fonte: www1.folha.uol.com.br

Assunção

Assunção
Panteón de los Héroes, um dos monumentos de Asunción

Assunção (em castelhano Asunción, de seu nome completo Nuestra Señora de la Asunción) é a capital e maior cidade do Assunção.

Localiza-se às margens do rio Assunção, no sul do país, constituindo-se ainda no principal porto fluvial e centro industrial e cultural do país. As principais indústrias são de calçados, têxteis e cigarros.

A sua população é de aproximadamente 500 mil habitantes (2004), e mais de 1,4 milhão na sua zona metropolitana, o que a torna a cidade mais populosa do país.

História

Fundada pelos espanhóis em 15 de agosto de 1537 por Juan de Salazar y Espinoza, é uma das cidades mais antigas da América do Sul. É conhecida como "Mãe das Cidades", pois foi a partir desse núcleo que nasceram as expedições coloniais para fundar outras cidades importantes como Santa Cruz de la Sierra (Bolívia), Corrientes, Santa Fe, Concepción del Bermejo e a segunda fundação de Buenos Aires (Argentina) no ano 1580.

Assunção nos tempos de comercialização do Café e da Erva-Mate, era uma cidade que comandava o mais desenvolvido país da América Latina e Caribe (exceto as áreas das potências Européias ou colônias).Tinha grande influência tanto aqui, quanto no exterior e por isso precisou de alguma saída para o oceano para comercializar seus produtos para a principal potência européia; Grã-Bretanha.E por isso fez a Guerra do Assunção.Os Assunçãoos haviam tomado praticamente toda a região sul do Brasil.

No contexto da Guerra da Tríplice Aliança (1864-1870), foi ocupada por tropas brasileiros, Argentinas e Uruguaios entre 1869 e 1876.

Turismo

Na cidade pode-se visitar o Museo Godoi, a Iglesia de La Encarnación e o Panteón Nacional. Este último é uma pequena versão de Les Invalides, de Paris, onde muitos dos heróis nacionais estão sepultados. Outros monumentos indicados são o Palacio de los López (palácio presidencial), o antigo edifício do Senado, a Catedral Metropolitana e a Casa da Independência (um dos poucos exemplos da arquitetura colonial que ainda se mantém de pé na cidade).

Urbanismo

As áreas residenciais de Assunção encontram-se nos subúrbios e ligam-se ao centro através da Avenida Mariscal López e Espanha. A cidade tem um terminal fluvial e o Aeroporto Internacional Silvio Pettirossi no subúrbio de Luque.

Universidades

As principais universidades da cidade são a Universidad Católica Nuestra Señora de la Asunción, privada e dirigida pela Igreja e a Universidad Nacional de Asunción, estatal. A Católica está localizada no centro da cidade, próximo da Catedral, e tem um campus cercano à cidade de Lambaré, enquanto que a Universidade Nacional tem seu principal campus próximo do centro da cidade de San Lorenzo. Também existem várias universidades privadas, estas porém, de menor expressão.

Periódicos

Os jornais de maior circulação em Asunción são: ABC Color, Ultima Hora e La Nación.O ABC e a Última Hora são os de melhor reputação.

Fonte: pt.wikipedia.org

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal