Facebook do Portal São Francisco
Google+
+ circle
Home  Pêlo Curto Brasileiro  Voltar

Pêlo Curto Brasileiro



 

Pêlo Curto Brasileiro

De vira-lata a primeiro gato de raça brasileiro reconhecido em 1998 pela World Cat Federation.

Assim como ingleses e americanos transformaram gatos de rua em gatos de raça, surgindo, assim, o British Shorthair (Britânico de Pêlo Curto) e o American Shorthair (Americano de Pêlo Curto); por ter uma tipologia padrão, nosso gato de rua também mereceu reconhecimento como raça.

O Pêlo Curto Brasileiro é originário dos gatos aqui introduzidos pelos europeus por ocasião da colonização do país.

O Pêlo Curto Brasileiro é um gato forte, a pelagem é curta e os olhos de cor preferencialmente combinando com a da pelagem. O temperamento é brincalhão, alegre, ativo e muito apegado ao dono, inteligente e aprende as coisas com facilidade, excelente caçador, resistente a doenças, amistoso e apegado ao dono, mas se não encontrar carinho e afeto onde vive, pode procurar outro lugar para viver.

A Federação Brasileira do Gato está dando registro inicial (RI) para os exemplares que se aproximam do padrão da raça e também registro definitivo (LO) para os que conseguirem determinado número de títulos em exposições ou forem provenientes de gerações cruzadas segundo determinadas regras. 
Para obter o registro, é só apresentá-los para exame na FBG.

Fonte: www.becodosgatos.com.br

Pêlo Curto Brasileiro

Origem: Brasil 
Perfil: Apegado
Tipo de Pêlo: Curto
Tamanho: Médio
Peso Mínimo: 04 Kg - Peso Máximo: 06 Kg
Temperamento: Dependente
Nível de Atividade: Alto
Idade: média de 09 anos

Características

O Pêlo Curto Brasileiro é um gato puramente brasileiro, já tendo sido até motivo de selos do Correio, porém, ainda hoje a raça não é reconhecida internacionalmente.

As características físicas mais marcantes do Pêlo Curto Brasileiro são seu corpo de porte mediano e ligeiramente esbelto, com as pernas não muito musculosas e de comprimento médio, a cauda longa e não muito grossa na base.

A cabeça desses gatos é de tamanho pequeno a médio, sendo mais comprida do que larga.

As orelhas são grandes, apresentando tufos de pêlos internos e seus olhos têm a forma arredondada, podendo apresentar diversas colorações, mas todas em harmonia com a coloração da pelagem.

Curta, macia e acamada, a pelagem da raça é sedosa e rente ao corpo, não possuindo subpêlo. São aceitas diversas colorações no padrão destes gatos, entre elas o branco, o castanho-claro, o creme, o dourado, o cinza e o preto.

Muito esperto, o Pêlo Curto Brasileiro é ativo e ágil, sendo dono de um temperamento dócil e carinhoso. A raça é muito amiga e apegada a família, não escolhendo apenas um dono, como é comum aos outros gatos. Além disso, ele tem grande facilidade para se adaptar a ambientes com maior ou menor espaço e ao ritmo de vida de seus donos.

Histórico

Em meados dos anos 80, um criador, que na época era presidente da Federação Brasileira de Gatos, teve a idéia de realizar um projeto parecido com o efetuado por ingleses e americanos, os quais conseguiram transformar seus gatos de rua em gatos de raça. Foi dessa forma, que surgiram o Pêlo Curto Inglês e o Pêlo Curto Americano. Assim começou o trabalho de diversas comissões, sempre com quatro criadores, que entusiasmadas com o projeto, se organizaram para analisar as características que haviam em comum entre nossos gatos de rua para tentar estabelecer um padrão comum entre eles.

Essa pesquisa foi realizada em Fortaleza, no Rio de Janeiro e em Porto Alegre, tendo cadastrados cerca de 40 gatos. Os criadores percorriam as ruas e relataram as características de cada dos gatos, entre elas a forma do corpo, a cabeça, o focinho, os olhos, as patas e a pelagem.

Ao final da pesquisa, esses pesquisadores ficaram surpresos, pois a distância entre as cidades pesquisadas eram muito grandes, mas mesmo assim existia uma similaridade muito grande entre os gatos analisados.

Destas similaridades foi elaborado o padrão da raça, chamada de Pêlo Curto Brasileiro. A divulgação foi feita em jornais do Rio de Janeiro e em comunicados aos associados da entidade em âmbito nacional. Nesta divulgação buscava-se esclarecer sobre o reconhecimento da raça e visava-se convocar as pessoas donas de gatos com estas características, para que estas retirassem seu registro inicial junto à Federação.

Também foi solicitado o reconhecimento desta nova raça à World Cat Federation. Seus representantes estiveram no Brasil para os analisar o pedido e por volta de 1994, o gato foi reconhecido como Keltic Shorthair, raça descendente dos antigos gatos europeus, que em outras entidades é chamado de Pêlo Curto Europeu.

Os examinadores chegaram a esta decisão ao julgar que as características do Pêlo Curto Brasileiro eram semelhantes as do Pêlo Curto Europeu.

De fato, a raça brasileira descende de gatos europeus, introduzidos aqui pelos imigrantes na época da colonização, porém os criadores comentam que através dos anos, a raça acabou sofrendo transformações, diferenciando-se dos gatos europeus.

Cuidados

O Pêlo Curto Brasileiro não exige cuidados especiais, sendo necessário apenas uma escovação uma vez por semana para se retirar os pêlos mortos. Além da escovação, cuidados básicos com a alimentação e a higiene também são recomendáveis.

A limpeza das orelhas deve ser realizada com cotonete e água boricada semanalmente até seu gato completar 8 meses de vida. Com baixa necessidade de cuidados com a beleza, esses gatos raramente precisam de banho. Mesmo sendo resistente, ele precisa de cuidados como a vermifugação e vacinação periódicas.

Pêlo Curto Brasileiro

Fonte: www.caoeciavet.hpg.ig.com.br

Pêlo Curto Brasileiro

Pêlo Curto Brasileiro

O pêlo curto brasileiro é basicamente aqueles gatos que circulam pelas ruas Brasileiras e que tem pêlo curto.

Os nossos gatos de rua viraram gatos de raça à mais ou menos oito anos, e desde então, eles vem lutando para serem reconhecidos internacinalmente.

O padrão também foi mudando, de modo que agora nem todos os gatos de rua são pêlos curtos perfeitos.

Pêlo Curto Brasileiro

Pêlo Curto Brasileiro

Os gatos mestiços não são desta raça, por isso veja o padrão e confira se o seu gato é um pêlo curto brasileiro:

Corpo

De tamanho médio e firme, não compacto(ou seja, não tipo aquele cachorro, Spitz Alemão(Lulu da Pomerânia) )

Cauda

De média a londa,não grossa na base e que vai afinando

Orelhas

De médias a grandes, de modo que a altura seja maior que a largura da base, posicionadas em cima da cabeça, levemente para o lado.

Olhos

Elípticos, arredondados, de qualquer cor, preferencialmente de cores combinem com a pelagem.

Bochechas

O mínimo possível.

Pelagem

Curta, rente ao corpo, brilhante, preferencialmente sem subpelo.

Cor da pelagem

Qualquer uma menos colour points.

Se o seu gato bater com esse padrão, você pode abrir um RI (registro inicial, fale com o clube de gato da sua região), e se o seu gato cruzar com um pêlo curto brasileiro de RI ou de pedigree, os filhotes terão pedigree. Os pêlos curtos brasileiros ainda não são aceitos por todos os clubes de gatos

Fonte: www.geocities.com

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal