Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Lago Titicaca  Voltar

Lago Titicaca

 

 

Lago navegável mais alto do mundo, localizado em 3.812 m acima do nível do mar, o Lago Titicaca é o maior em tamanho.

É 175 km de comprimento e cobre 8340 km2.

Quarenta e uma ilhas, povoadas, fazem parte desse gigantesco e mitológico lago andino, que provêm das aguas do degelo das montanhas ao seu redor, uma profundidade de 280 metros a máxima e a mínima de 140 metros, temperatura varia entre 7º a 11ºC.

Titicaca significa "puma cinza" em aimará.

De abril a junho, o clima é agradável, este é o melhor momento para desfrutar do lago.

Segundo mytholgie Inca, Lago Titicaca é a matriz que será lançado mundialmente.

Há cerca de 40 ilhas flutuantes feitas de junco em que o lar de cerca de 2.000 habitantes.

Lago Titicaca
Lago Titicaca

Fonte: www.routard.com

Lago Titicaca

Na região de Puno, planalto entre Peru e Bolívia, é o Lago Titicaca, o lago navegável mais alto do mundo, mais de 3820 metros.

Cobre 8.300 km ², dos quais 4.700 km ² estão em território peruano.

lago Titicaca era considerado sagrado pelas antigas culturas andinas, e para tanto o Aymara Quechua para as duas maiores famílias étnicas do antigo Peru.

Suas águas têm surgido fundador torque do Império Inca (Manco Capac e Mama Occlo).

lago Titicaca atrai muitos turistas e cientistas que ficam maravilhados com a riqueza de suas águas.

Foi declarado Reserva Nacional e é o lar de uma variedade de espécies de aves, uma dúzia de espécies de peixes, várias espécies de mamíferos e sete espécies de anfíbios, uma espécie endêmica de sapos gigantes.

Ilhas flutuantes feitas de junco em que habitam os Uros, os povos antigos do planalto, são muito interessantes para visitar.

Igualmente atraentes são as ilhas onde ainda mantém os sistemas ancestrais e agrária sociais: Taquile, Amantani e SUAS.

Na cidade de Puno, você pode visitar um bairro com arquitetura colonial, bem como na aldeia de Juli, considerada a Roma da América.

Lago Titicaca
Lago Titicaca

Altitude:

Cidade de Puno: 3827 metros acima do nível do mar,

Lago Titicaca: 3810 metros acima do nível do mar

Como chegar:

De avião: vôos diários de Lima (1 hora e 30 minutos) e Arequipa (30 minutos), chegando no aeroporto de Juliaca. De lá, fizemos a viagem por estrada até a cidade de Puno (50 minutos).

De trem de Cusco (10 horas).

Por terra: a partir de Cusco (6 horas em uma estrada pavimentada) de Arequipa (5 horas em uma estrada pavimentada) de La Paz, Bolívia (5 horas de ônibus ou microônibus).

Alojamento: Há em Puno hotéis e pousadas em todas as categorias. Há fazendas da família na ilha de Taquile, e eco-lodge, na ilha de Suasi. Em Anapia oferecemos casas de família.

Atividades Arqueologia, ecoturismo, ilhas sociais, observação da flora e fauna (aves endêmicas), jangada, barco e caminhada barco a motor e compras de artesanato.

Serviços Turísticos: Oferece visitas guiadas à cidade, as ilhas vizinhas e do lago, incluindo o transporte de barco até Taquile, Amantani, Uros, e Suasi Anapia.

Recomendações: É necessário usar um chapéu e usar protetor solar. Aclimatação prévia é necessária para prevenir a doença de altura. Evite esforço físico intenso durante o primeiro dia, comer alimentos leves e beber chá de coca.

Para ver na zona envolvente, as aldeias do lago, como Chucuito, Juli e Pomata. Também é recomendado para descobrir as chullpas (torres funerárias) de Sillustani e aldeias Lampa, Pucara e Ayaviri (floresta de pedra de Tinajani). Visitar as ilhas de Taquile, Suasi, Amantani e Anapia e ilhas flutuantes de Uros cana, é inesquecível.

Estações / Clima: A melhor época é de abril a dezembro estação chuvosa de janeiro a março, com muito sol durante o dia e frio à noite.

Feriados:

Festa da Virgen de la Candelaria (Virgem da Candelária) 2 de fevereiro: É o festival mais importante da região. As celebrações durar uma semana e oferecer um suporte folclórico ininterrupta onde danças como o Diablada Morenaza e Llamerada, entre centenas de outros.

Festa Alacitas e Santa Cruz (3 de maio e 4): é uma ocasião especial, onde os moradores oferecem feiras de artesanato em miniatura localizados em ruas diferentes.

Aniversário da fundação da cidade de Puno (4 de novembro): Inclui uma representação da lenda de Manco Capac e Mama casal fundador Occlo de Cusco e da dinastia Inca, bem como eventos cívicos e uma demonstração de danças típico.

Gastronomia:

Sopa chairo sopa feita de carne de cordeiro, batatas, feijão, abóbora, chuho (batata desidratada), repolho e pimentão.

Pesque quinoa: prato feito de leite de quinoa e queijo, com carne.

Huarjata: ensopado de carne de porco, chufio, legumes e pimentão.

Fio de carne de alpaca proteína saborosa alta e baixo teor de gordura.

Cancacho: leitão ou cordeiro marinado em alho e óleo e cozidos.

Artesanato: os habitantes do planalto andino ter preservado a arte da tecelagem de alpaca e ovelha. Eles também fazem instrumentos musicais, como o siku, a zampoña e antara. Entre os artefatos vale a pena mencionar, encontramos a "Toritos Pucará" e "Ekeko", um personagem com ele uma variedade de produtos, o que, segundo a tradição, atrai abundância.

PUNO

Puno é uma das principais cidades às margens do Titicaca, o lago navegável mais alto do mundo.

É considerada a Capital Folclórica da América, com mais de 300 danças.

O Sikuri e Diablada são realizadas danças durante os festivais, como a Festa da Virgem da Candelária, padroeira da região. Este festival esplêndido é um dos maiores do país, que acontece em fevereiro e atrai milhares de pessoas em uma atmosfera de beleza e emoção.

O planalto (4000 m), camelos terra e região muito fria, é o planalto onde a cidade está localizada.

Vicunhas

Lago Titicaca
Vicunhas

Há milhares de anos desenvolvidos pela cultura Tiahuanaco, que pertencia ao belo monumento da Porta do Sol em pedra.

Durante a era colonial, Puno é famosa por suas minas Laykakota. Depois de séculos, Puno e Arequipa tornar-se centros de fibras têxteis alpaca globalmente.

Muitos sites ao redor do lago e da cidade, Sillustani é um dos mais interessantes. Este sítio arqueológico está localizado a cerca de 30 minutos de Puno, em frente ao Umayo lagoa, e é conhecida por suas torres de pedra grandes cônicos chamados Chulpas.

Chucuito e Pomata são cidades que cercam o sul Titicaca , eles fornecem um circuito de igrejas barrocas, renascentistas bonito.

Norte, chegamos a Juliaca, cidade muito importante, que tem o único aeroporto da região se continuar chegamos a Pucara com as suas famosas esculturas em miniatura. Você pode incluir em seu itinerário aldeias Lampa e Azángaro seus templos. Desfrutar de dança e belas paisagens de Puno ea magia do Lago Titicaca.

Localização: 1320 km. aprox. ao sudeste de Lima.

Altitude: 3827 metros acima do nível do mar

Principais cidades: Juliaca, Sillustani, Azángaro, Desaguadero.

Fonte: www.perou-online.com

Lago Titicaca

Lago Titicaca
Lago Titicaca

Localizado entre o Peru e a Bolívia, é o lago navegável mais alto do mundo, está a 3.809 metros sobre o nível do mar, com uma superfície de 8.560 Km2, tendo um comprimento de 194 Km e uma largura média de 65 Km, na Cordilheira dos Andes.

Nas áreas onde a profundidade ultrapassa os 25 m, as águas têm um cor azulada e nas menos profundas a cor é esverdeada, dada pelas plantas aquáticas. O lago tem sofrido com o desenvolvimento, o crescimento das cidades em suas margens tem trazido sujeira e poluição ...

A fauna encontrada no lago é muito rica, habitam o lago muitas variedades de peixes - inclusive trutas que foram introduzidas no lago e acabaram se adaptando muito bem, sendo hoje o prato principal dos restaurantes da região. Muitas aves também habitam o lago, entre estas patos e gansos selvagens.

Segundo a lenda, o lago foi o berço da civilização Inca e um passeio pelas suas águas nos remete ao tempo em que toda a América Andina era dominada por esta magnífica civilização.

A cidade de Puno no Peru fica localizada as margens do lago e é a porta de acesso para quem pretende visitá-lo. É conhecida por Capital Folclórica das Américas, com festivais anuais acontecendo em todas as suas pequenas aldeias.

A cidade foi sede de uma das culturas mais importantes da época pré-inca, a cultura Tiahuanaco, cujos restos arqueológicos, encontrados em seus museus e sítios arqueológicos, causam grande admiração nos visitantes.

Segundo a lenda, o primeiro Inca, Manco Cápac e sua esposa Mama Ocllo emergiram do Lago Titicaca por ordem de seu pai o Deus do Sol para fundar o Império de Tawantisuyo, que se estendia por todos os Andes.

Lago Titicaca
Lago Titicaca

Além da sua representação econômica e de suas funções simbólicas, visitá-lo será sempre uma experiência única entre o céu e água, azul e verde, sol e terra, numa altitude de 3800 metros.

Foram os sacerdotes espanhóis que no afã de catequizar a população indígena, construíram as belas igrejas, que através da imaginação e destreza dos artesões de Puno, acabaram ficando com características únicas, representando o estilo mestiço, que é uma mistura da arte Inca com a dos espanhóis.

Reserva Nacional do TIticaca

Lago Titicaca
Reserva Nacional do TIticaca

A reserva Nacional do Titicaca: foi criada em 1978 protegendo ao redor de 37 mil hectares.

A reserva é compartilhada em dois setores: Ramis, nos municípios de Huancané e Ramis; e Puno, no município do mesmo nome.

A área abriga dúzias de espécies nativas de pássaros (mais que 60 entre residentes e migratórios), peixes (4 famílias diferentes) e anfíbios (18 espécies originarias); também, três ilhas existem: Huaca Huacani, Toranipata e Santa María.

Fonte: www.revistaturismo.com.br

Lago Titicaca

Dividido entre o Peru e a Bolívia em 3636m acima do nível do mar, o Lago Titicaca é o lago navegável mais alto do mundo, com uma profundidade máxima de 280m.

Abrange mais de 8.000 km ² e tem uma ilhas 40. Esta área é, definitivamente, uma cultura indígena, onde permaneceu mais vivo.

Lago Titicaca
Lago Titicaca

Puno, a população de 60.000, é uma cidade grande mercado fundada em 1666. É também o centro de artesanato popular e da região, a sua música é o mais rico dos Andes e há mais de 300 danças locais.

Durante o feriado de Candelária, por uma semana, as ruas ganham vida com música e dança. O ofício mercado Laykakota ter encontrado muitos produtos, principalmente tecidos de alpaca cobertores, ponchos coloridos, saias coloridas com cores naturais, trajes bordados, chapéus atividade reinado peruano cerâmica intensa no lago, Puno é o ponto de partida da maioria das viagens.

As mais famosas ilhas do Lago Titicaca ilhas flutuantes de Uros.

Os visitantes poderão descobrir um modo de vida singular ... sobre estas ilhas, é construído de junco: casas, escolas e para o próprio solo, tudo repousa sobre palafitas feitas de troncos de eucalipto. Além de fazer todos os tipos de objetos cana, seus habitantes vivem da pesca, caça de aves, e colheita de plantas lago.

Lago Titikaka - Ilha TAQUILE

Alongada Ilha Taquile tem sua altitude máxima no Norte, onde atinge Molusina 264 m do lago, tem terraços ou cultura bancos em toda a sua extensão, o que confirma a grande diligência destes pessoas desde os tempos antigos. Taquile com um comprimento de 5,4 km, uma largura máxima de 1,3 km, afinando para a sul ponto.

Chegamos lá cerca de 03:20, a partir do porto de Puno, navegando 36 km em toda a baía.

O acesso à ilha é possível por três balsa, sendo o principal deles chilcano oeste, então é preciso subir 533 degraus para chegar ao arco de entrada e até a praça principal. O Tialamari doca perto da praia Kollata Aco está localizado ao sul da ilha, onde é possível iniciar um curso de 3 km do centro de cerimonial Koani Pata e chegar à praça principal da ilha.

Um cais terceiro localizado a leste de Taquile é o local mais próximo na Estancia.

Taquile é um lugar muito importante no Lago Titicaca por seus sítios arqueológicos, lugares sagrados e cerimoniais, e atividades rituais festivais de acordo com a sua visão do cosmos, a vida diária de seus habitantes, dedicada à agricultura, têxteis e pesca, além de paisagens e natureza, que oferece essas plantas medicinais.

Você pode passar vários dias Homestay habitação Taquile.

Fonte: www.abc-latina.com

Lago Titicaca

Lago Titicaca
Lago Titicaca

Segundo a lenda, o Lago Titicaca foi o berço da civilização Inca, e um passeio pelas suas águas remete o visitante ao tempo em que toda a América Andina era dominada por este magnífico povo.

Localizado a 3.811 metros acima do nível do mar, na fronteira entre o Peru e a Bolívia, é o lago navegável mais alto do mundo, segundo maior lago da América do Sul (o primeiro é o Maracaibo) e abriga 41 ilhas.

O lago tem 175 km de comprimento e 50 km de largura, com uma profundidade máxima de 300 metros, com águas que variam entre os tons de azul e verde.

A fauna encontrada no lago é muito rica, apresentando grande variedade de peixes e aves. Das 41 ilhas do Titicaca, somente algumas são densamente povoadas.

Do lado peruano, as principais são a Ilha de Taquile e Ilha de Amantani. Na Bolívia, merecem destaque a Ilha do Sol e a Ilha da Lua.

A principal atração da região é a ilha flutuante de Uros, ocupada por descendentes dos Uros, uma das mais antigas civilizações da América.

A principal porta de entrada para o Lago Titicaca é a cidade peruana de Puno, conhecida como a Capital Folclórica das Américas.

A cidade de Puno e toda a região foi sede de uma das culturas mais importantes da época pré-inca, a cultura Tiahuanaco, cujos restos arqueológicos são encontrados nos museus e sítios arqueológicos. Também possível conhecê-lo via a cidade boliviana de Copacabana.

Fonte: www.ciaecoturismo.com.br

Lago Titicaca

O lago está a uma altitude de 3636m. a profundidade máxima alcançada de 280 m. É o maior lago navegável do mundo.

A superfície de 8.340 km2, é o triplo do Lago de Genebra.

Em seu maior comprimento, Lago Titicaca é de 220 quilômetros.

Lago Titicaca, o lago mais alto do mundo

Escrever sobre o Lago Titicaca é algo maravilhoso, com cerca de 8.300 km², é considerado o lago mais alto do mundo e o segundo maior em extensão da América Latina.

Está situado a 3.820 metros acima do nível do mar. Localizado no altiplano dos Andes, o lago possui suas fronteiras entre a Bolívia e o Peru e a origem do seu nome ainda é desconhecida, mas acabou sendo traduzida como "Pedra do Puma", com combinação da língua local da região: Quéchua e a Aymará.

É importante destacar que no lago há mais de quarenta ilhas, duas delas merecem destaque: Isla do Sol localizada na Bolívia e a Isla dos Uros (ilhas flutuantes) localizadas no Perú.

Visualizar as fotos em que aparece o Lago Titicaca é sensacional, no entanto, o fato de se estar lá, olhando aquelas águas azuis e as comunidades que vivem nas proximidades, observando a realidade, conversando com as pessoas nativas, acaba sendo algo extremamente impressionante e interessante.

Abaixo estão alguns dos vários registros fotográficos em que aparece o lago:

Lago Titicaca
Lago Titicaca, um cartão postal.

Lago Titicaca
Lago Titicaca, uma paisagem inesquecível.

A cidade Copacabana, localizada em país Boliviano é considerada a principal cidade, pelo fato de estar próxima ao Lago Titicaca. Além disso, é de lá que saem os barcos para realizarem o passeio na Isla do Sol.

Lago Titicaca
Vista típica da vegetação, rumo em direção a Isla do Sol.

Na Isla do Sol, há alguns atrativos, desde o museu, a rocha sagrada, o labirinto e também a caminhada que pode ser realizada até o outro lado da ilha. Isla do Sol era considerada pelos Incas como sendo uma ilha sagrada.

Durante a visita à ilha, conheci várias pessoas, desde as que estavam viajando no mesmo barco até alguns nativos. No decorrer da trilha pude conversar com um garoto que vive na ilha, uma criança atenciosa e muito prestativa.

Durante os passos da caminhada, várias informações foram socializadas, uma criança que já está procurando desenvolver suas habilidades na atividade turística. Na primeira parada para registrar algumas fotos, ele mesmo sendo morador daquele imenso paraíso também parou para observar a ilha e as águas azuis.

Lago Titicaca
O niño avistado a paisagem próxima de sua casa

Depois de realizar o passeio na ilha, não optamos por fazer a trilha, pois nosso grupo estava um pouco cansado da noite anterior (devido à festa) e preferimos curtir a paisagem.

Por lá encontrei uma senhora que disponibilizava o banheiro de sua casa para atender aos turistas, essa parte era do lado de fora. Na saída, paguei e iniciei uma conversa sobre a Ilha com ela. Nesse momento, se aproximou um jovem e perguntou se eu era do Brasil, fiquei um pouco assustado devido à forma como ele abordou.

Mas acabei afirmando e perguntei se ele conhecia ou gostaria de conhecer o Brasil... Pronto! Falar com Bolivianos ou até Peruanos e dizer que se mora no Brasil, são motivos suficientes para fazê-los sorrirem ou ficarem felizes.

Algumas coisas são evidentes na imaginação daquele povo: a primeira é o Ronaldinho e a segunda o Rio de Janeiro.

Isso é bom, mas o jovem começou a falar do Ronaldinho, Kaká, futebol, samba, mulheres e daí por diante. As pessoas de lá respeitam muito os Brasileiros.

O jovem também perguntou se eu gostava de futebol, e respondi de forma positiva, disso não posso negar. No mesmo instante ele trouxe uma bola e jogou próximo a mim.

E agora?

Numa altitude de quase quatro mil metros acima no nível do mar, com o ar rarefeito, comecei a fazer umas embaixadas com a bola.

Várias crianças já se uniram naquele local e queriam compartilhar daquele momento. Em seguida já passei a bola, devido ao cansaço. Uma experiência que não estava no roteiro, além disso, foi muito importante ter essa relação com a comunidade local.

O tempo que ficamos em Copacabana, foi o necessário para ficarmos impressionados com muitas coisas, seja com a ilha ali próxima, com os restaurantes, com a vida jovem e de aventureiros que permeia sobre aquele lugar e também sobre os poucos barzinho lá existentes. Pois bem, em um dos botecos acabamos comemorando a nossa viagem, foi a primeira parada da equipe para Confraternizar.

Pelo fato de Copacabana ser um local extremamente alto, é preciso lembrar que se deve ter um certo cuidado com o mal da altitude e tentar evitar consumir em exagero bebidas alcoólicas. Eu e os amigos até sabíamos que não poderíamos beber de forma demasiada, mas como era uma comemoração, acabamos ficando na festa até tarde, em seguida, fomos para o hostel, acabamos indo dormir muito mal, todos nós.

Mas também foi de Copacabana que partimos em direção à cidade de Puno no Perú, para visitar a Isla dos Uros, que é composta por várias ilhas artificiais, ilha que serve como grande atração turística para o país.

É incrível ver aquelas ilhas, imagina-se que são de "totóras" feitas e que flutuam sobre as águas do Lago Titicaca. Além disso, vivem muitas famílias por lá, o frio é intenso e a umidade no ar e muito grande. Até gostaríamos de realizar uma grande experiência, pernoitar na Ilha. Mas devido a nossa programação de datas isso não foi possível.

Na ilha a modernidade está a todo vapor, ele possui energia, restaurantes, telefone público e até correios. Claro, você compra um postal, escreve uma mensagem e dentro de quatro dias estará na mão do destinatário, ou seja, antes de voltar de viagem, a pessoa que você tanto admira já estará com o postal em mãos. Agora o mais importante é saber que nos próximos três anos os Uros também terão acesso à internet.

Os niños estudam numa ilha próxima de suas casas, lá a professora ensina o básico e também já possuem aulas sobre o turismo. Nessa última viagem, um garoto cantou músicas diferentes em mais de oitos idiomas, um garoto muito esforçado e persistente, com seus pés descalços e em uma temperatura próxima de 8 graus cantava de forma radiante.

Para representar o nosso idioma, ele cantou: "aaaaatirei o pau no gato to to, mas o gato to to... " e assim por diante.

Na foto a seguir, constam várias casas que servem como moradas e também podem ser usadas pelos visitantes para o pernoite. Vale lembrar que não há banheiro na Isla, caso o visitante necessite fazer suas necessidades fisiológicas, deve fazer num recipiente ou então na beira do lago.

Sendo assim, o visitante nem pensa em fazer "outras coisas"... Se fazer "xixi" já é difícil, imagine tomar banho, numa região onde se faz muito frio. O banho deve ser tomado na beira do lago mesmo.

Lago Titicaca
Casas para moradas ou pernoites.

Os Uros também vivem da pesca. Na foto acima, é possível perceber uma área cercada por uma tela. Lá os moradores deixam os peixes até que sejam consumidos. A pesca feita pelos moradores, geralmente é vendida na cidade de Puno de onde partem os barcos em direção à isla, para que os turistas conheçam as ilhas.

Os moradores confeccionam suas próprias embarcações, na maior parte das vezes são pequenas e também há as grandes, como mostra a foto abaixo:

Lago Titicaca
Uma grande embarcação.

As pessoas que vivem na Isla muitas vezes estão vestidas com roupas que representam a sua cultura, as cores vibrantes da cultura inca. Além disso, as roupas confeccionadas através de lã de alpaca são constantes entre os moradores e também entre os visitantes, que aderem à moda andina.

As cholas são fantásticas, com certeza são atrações turísticas tanto em território Boliviano como no Peruano. Pelas suas vestimentas, seus cabelos amarrados e também pela disposição que possuem quando desejam carregar algum objeto em suas costas.

Por incrível que pareça quem nasce em terras andinas possui uma caixa torácica muito mais resistente, isso permite que elas levem de forma tranqüila: crianças, caixas de mercadorias e objetos pesados em suas costas, mesmo que estejam em locais que possuam um elevado nível do mar.

Lago Titicaca
Uma riqueza de cultura.

As cholas também cantam muito bem por sinal. São mulheres fortes, pois quando nossa embarcação chegou na isla, foram elas que procuraram ancorar o barco.

Apesar de haverem homens por ali, são as mulheres responsáveis por esse serviço.

Os Uros não vivem todos os dias com suas mulheres, sua cultura permite que eles tenham contato e também relações de forma esporádica.

Os passeios nas suas ilhas devem ser realizados, pois há uma imensa carga de informações sobre o nível cultural dos locais, mas é preciso entender que cada ilha vive de forma diferente, por isso é preciso os dois lugares para entender os estilos de vidas diferentes em que as pessoas vivem, embora ambos estejam vivendo nas proximidades do LAGO TITICACA.

Fonte: www.trilhaseaventuras.com.br

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal