Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Pierre Cardin - Página 3  Voltar

Pierre Cardin

Nascido na Itália, Cardin, cujo verdadeiro nome é Pierre Cardini, cresceu em Saint-Étienne (França) e estudou arquitetura em Paris. Colaborador de Christian Dior desde 1947, no início dos anos 50 fundou seu próprio ateliê de costura e em 1953 apresentou sua primeira coleção de alta-costura feminina.

Sua projeção internacional iniciou-se em 1954 com a criação dos robes bulles, vestidos inspirados nas formas esféricas, a que se seguiu em 1958 a moda unissex, que rompeu com o estilo tradicional da alta-costura.

Em 1959, Cardin tornou-se o primeiro estilista a permitir que seus modelos fossem vendidos com seu próprio nome nas cadeias de grandes armazéns (Printemps em França, Hertie na Alemanha) e foi, também, pioneiro no negócio dos acessórios (incluindo perfumes), que representam grande parte do montante de vendas das grandes casas de moda. Atualmente dirige uma grande companhia de alcance mundial.

Desde 1981, é proprietário do conhecido restaurante de estética belle époque Maxim's e, em 1983, inaugurou sucursais em Pequim e em Moscou.

Fonte: www.klickeducacao.com.br

Pierre Cardin

Pierre Cardin (nascido em 7 de julho de 1922, em Veneza, Itália) é um designer de moda francês.

História

Ele mudou-se para Paris em 1945, onde estudou arquitetura, trabalhando com Paquin após a Segunda Guerra Mundial. Peirre trabalhou com Elsa Schiaparelli até se tornar chefe da sala de trabalho dos alfaiates de Christian Dior, em 1947, mas não queriam que ele trabalhasse na casa de moda Balenciaga. Cardin fundou sua própria casa em 1950 e começou com alta costura três anos depois. Cardin ficou conhecido por seu estilo de vanguarda e por seus trabalhos da Era espacial. Ele prefere formatos e motivos geométricos, freqüentemente ignorando a forma feminina. Cardin investiu por isso em roupas unisex, algumas vezes experimentais e, não sempre, em práticas. Em 1954, introduziu o vestido de bolhas.

Pierre CardinCardin foi o primeiro costureiro a recorrer para o Japão como um mercado de alta moda quando ele viajou para lá em 1959. No mesmo ano, foi expulso de Chambre Syndicale por lançar uma coleção prêt-à-porter para a loja de departamento Printemps como o primeiro costureiro em Paris, mas logo foi reintegrado. Contudo, em 1966, renunciou seu lugar em Chambre Syndicale e agora mostra suas coleções em sua própria avenida, a Espace Cardin (aberta em 1971) na capital francesa, outrora o Théâtre des Ambassadeurs, perto da Embaixada dos Estados Unidos em Paris. A Espace Cardin também é usada para promover novos talentos artísticos, como conjuntos de teatro, de música, etc.

Seu designer aprendiz, Andrè Oliver, que se juntou a ele em 1971, assumindo a responsabilidade pelas coleções de alta costura em 1987, morreu em 1993.

Pierre Cardin foi um membro da Chambre Syndicale de la Haute Couture et du Prêt-à-Porter e da Maison du Haute Couture entre 1953 e 1993. Como muitos designers de moda da atualidade, Cardin dediciu em 1994 mostrar sua coleção apenas para um pequeno círculo de clientes e jornalistas selecionados.

Trivialidades

Em 2003, ele convidou o conjunto de dança Lovzar, das crianças Chechen, para dançar em seu show musical Tristão e Isolda, recentemente apresentado em Moscou.

Ele adquiriu os restaurantes Maxim's em 1981 e logo abriu unidades em Nova York, Londres e Beijing (1983). Cardin também tem produtos de comida sob o nome Maxim's.

Pierre possui as ruínas do castelo em Lacoste, Vaucluse, antigamente habitado pelo Marquês de Sade. Ele parcialmente renovou o lugar e regularmente organiza festivais de teatro por lá.

Pierre Cardin é mencionado na canção "Everyday Clothes" de Jonathan Richman

No começo dos anos 30, visitou com seus pais Nyasaland, mas eles não ficaram muito tempo por causa das condições do lugar (malária).

Fonte: pt.wikipedia.org

voltar 123avançar
Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal