Facebook do Portal São Francisco
Google+
+ circle
Home  Pimenta - Página 10  Voltar

Pimenta

Tipos de Pimenta

Pimenta Calabresa: É obtida a partir da desidratação e flocagem da pimenta vermelha. Muito usada na culinária brasileira, principalmente na elaboração de linguiças e outros embutidos, que ficam com um sabor mais picante.

Pimenta Chile: Cultivada pela primeira vez no México, é uma das 150 variedades da malagueta. Usa-se seca, substituindo a pimenta vermelha fresca, mas com moderação, pois seu ardume é intenso, porém saboroso.

Pimenta Habanero: Em forma de lanterna, é a mais forte das pimentas e seu sabor persiste bastante na boca. As cores variam entre amarelo, laranja e vermelho. Originária do Caribe e da costa norte do México, foi a primeira pimenta a ser cultivada pelos Maias. É usada fresca, seca ou em molhos bem diluída.

Pimenta da Jamaica: Encontra-se em forma de baga, usada preferencialmente moída na hora. Aplica-se bem em conservas, marinadas, carnes de caça, charcutaria, doces, tortas e pudins, devido ao seu sabor pouco picante e ligeiramente adocicado.

Pimenta de Cheiro: Esta é uma das duas principais pimentas usadas na culinária brasileira. Conhecida também como pimenta bode, típica da culinária baiana e nordestina.

Pimenta do Reino: É a baga de uma trepadeira, cultivada nas regiões norte e nordeste do Brasil. É considerada a rainha das especiarias. Pode ser usada inteira ou moída na hora. É encontrada nas variedades branca, preta ou verde.

Pimenta Caiena: É uma variedade da malagueta. Além de saborosa, é uma pimenta que concentra a maior quantidade de vitaminas. Em pó, é usada em pratos que pedem um sabor mais picante.

Pimenta Cumari: Pimenta verde pequena, muito picante e ligeiramente amarga, vendida fresca e em conserva. É brasileira nativa, mas pode ser encontrada também na Itália.

Pimenta Jalapeno: Pequena pimenta de sabor picante e coloração verde ou vermelha quando madura, sendo amplamente utilizada na culinária mexicana. Esta pimenta é muito popular não só pelo seu sabor mas também pela facilidade com que suas sementes são removidas.

Pimenta Malagueta: Ideal para feijoada. Altamente picante, é uma das mais populares no país, medindo de 2 a 3 cm de comprimento.

Pimenta Dedo-de-moça: Mais suave que a malagueta e ligeiramente mais picante que a jalapeno, é também bastante difundida no Brasil. Presta-se a uma grande variedade de pratos. Saborosa, integra molhos e acompanha peixes.

Pimenta Síria: Usada para condimentar pratos da culinária árabe, como carne de esfiha, quibe, recheio de charuto, legumes, entre outros.

Fonte: jornal.valeparaibano.com.br

Pimenta

A pimenta é um condimento de sabor picante. Apesar de popularmente ser dito que a pimenta pode provocar muitos males à saúde, tais como pressão alta, gastrite, úlceras e hemorróidas, estudos realizados recentemente mostram que ela também pode trazer muitos benefícios. A mesma substância que provoca o ardido da pimenta, chamada capsaicina possui propriedades que são muito bem vindas:

É rica em vitamina A, B1, B2, C, E e niacina
Possui propriedades analgésicas e energéticas
Favorece a redução de coágulos no sangue, pois é vasodilatadora
Estimula a produção de endorfina no cérebro, hormônio que produz a sensação de bem estar
Tem ação antioxidante, antiinflamatório e anticâncer
Pode reduzir o desejo de comer, sendo benéfico ao tratamento da obesidade

Diversidade

Existem múltiplas e diferentes plantas referenciadas como pimenta que são utilizadas nos alimentos para sensações "quentes" que componentes químicos particulares induzem na língua:

Pimentas no mercado de Brixton

As sementes de plantas da família Piperaceae, das quais se destacam as do género Piper, no qual se inclui a planta que dá origem à Pimenta do reino como é conhecida no Brasil, "pimenta" em Portugal, e "pimenta redonda" em Moçambique. Diferentes maturações e colheita dos grãos oriundos desta planta, Piper nigrum, dão origem à pimenta-verde, pimenta-branca e pimenta-preta.

Pimenta
Os frutos de plantas do género

Capsicum da família Solanaceae, no qual se inclui o pimentão, nome pelo qual é conhecido no Brasil, sendo identificado como pimento, em Portugal. A malagueta é a espécie Capsicum frutescens, que em Portugal e em Moçambique é conhecida ainda como piri-piri se estivermos na presença de frutos de menores dimensões e por vezes secos. Pimenta de caiena é o nome dado à espécie Capsicum baccatum em Portugal, mas que é conhecida como "dedo de moça" ou "chifre de veado", este último associada a frutos de maiores dimensões e coloração mais intensa, no Brasil. O género Capsicum compreende por volta 27 espécies conhecidas. A estas plantas está associada a escala de Scoville, que mede o grau de "picante" de pimentas. Na mesma família, ainda existe a espécie Solanum pseudocapsicum, que produz pimentas arredondadas e vermelhas, ou brancas. A maioria destas espécies é ligeiramente tóxica, causando sudorese e hipertensão em altas doses.

A Aroeira também conhecida como "aroeira mansa" ou "aroeira vermelha", é de uma planta relacionada com o Caju ou "acaju", das espécies Schinus molle e S. terebinthifolius, da família Anacardiaceae.

A Pimenta Szechuan é produzida por uma planta da família Rutaceae, espécie Zanthoxylum piperitum.

A família Myrtaceae contém várias espécies de pimentas de usos variados. A pimenta da Jamaica, por exemplo, é o fruto da Pimenta dioica que, devido ao sabor da pimenta que pode lembrar o cravo, a canela e a noz-moscada é conhecida também como pimenta "all spice"

Pimenta no Brasil

Uma das principais características culturais das tribos indígenas que habitavam as terras brasileiras na época do descobrimento era o cultivo de pimentas. Após o descobrimento, as sementes e frutos de pimentas passaram a ser cada vez mais cultivados, disseminado entre vários povos, utilizadas de diversas formas.

A "Capital Nacional da Pimenta", como é conhecido o município de Turuçu, RS [1], começou a cultivá-la no final do século XIX. Tal informação pode ser comprovada pelos depoimentos dos produtores da região, muitos deles já de idade elevada, tendo passado dos sessenta anos de idade, que relembram a cultura do cultivo, passada a eles por seus pais.

Fonte: pt.wikipedia.org

voltar 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 avançar
Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal