Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Pimentão  Voltar

Pimentão

 

Nome científico: Capsicum annuum L.

Família: Solanaceae

Origem: Latino-Americana

Pimentão
Pimentão

Características da planta

Planta arbustiva, semiperene, mas cultivada como planta anual.

Apresenta folhas de coloração verde-escura e com formato oval-lanceolado.

Os frutos são do tipo baga, com formato que varia de cúbico a piramidal e se encontram, geralmente, em posição, geralmente, em posição pendente.

Características da flor

As flores são hermafroditas e localizam-se isoladamente nas axilas das folhas, sobre pedúnculos curtos.

São pequenas, ao redor de 1 cm de diâmetro, e possuem pétalas brancas.

Pimentão
Pimentão

Melhores variedades

Agronômico 10 G, casca - dura - ikeda, avelar, sul - brasil n.º 1, agronômico, margareth, yolo-wonder e pimenta-verde-agronômico 11.

Época de plantio

No planalto: setembro a dezembro.
No litoral: março a julho.

Espaçamento: 80 x 40cm.

Sementes necessárias: 300-500g/ha.

Combate à erosão: Linhas de nível.

Adubação: Por planta: 2kg de composto; 250g de superfosfato simples e 20g de cloreto de potássio; em cobertura 75g de sulfato de amônio (aos 10, 25 e 40 dias após o transplante, 1/3 de cada vez).

Tratos culturais: Capinas, escarificações e amontoa.

Irrigação: Por infiltração, quando necessária.

Melhor rotação: Repolho cenoura quiabo e adubos verdes.

Combate à moléstias e pragas:

Afídios: Malatol 50-E a 0,20% ou Phosdrin a 0,15%
Acaros: Kelthane W a 15%
Fungos: Dithane M-45 a 0,20%; Manzate a 0,20%

Época de colheita: Cem dias após o plantio e durante 50 dias.

Produção normal: 200.000 frutos/hectare.

Observação: Evitar terrenos mal drenados.

Pimentão vermelho

Nome científico: Capsicum annuum
Época de plantio:
De março a maio, para colheita no inverno, quando sua produção a campo definha.
Colheita:
80 dias após transplante.
Tempo de colheita:
8/10 meses.
Produtividade:
1.200 caixas tipo "K" (com 12 kg) por 1.000 m² de estufa.
Cuidados especiais:
Muito sensível ao ataque de fungos do solo, que deve ser fumigado previamente O momento da colheita é estratégico: o fruto deve estar maduro, sem manchas verdes.

Pimentão amarelo

Nome científico: Capsicum annuum
Época de plantio:
De março a maio com o pimentão vermelho.
Colheita:
90 dias após o transplantes.
Tempo de colheita:
Pode produzir por até 12 meses. Em campo aberto praticamente é inviável seu cultivo.
Produtividade:
Até 1.500 caixas tipo "K" (12 kg, neste caso) por 1.000 m² de estufa.

Cuidados especiais

Manejo equivalente ao do pimentão vermelho.

Mas o cuidado com o ponto de colheita deve ser maior. O fruto deve estar maduro por igual (a coloração amarela indica isso). Aí reside a principal vantagem sobre seu congênere.

O pimentão amarelo praticamente não deixa nenhum resquício de gosto e não provoca azia. Daí seu ganho de preço no mercado.

Fonte: www.agrov.com

Pimentão

Há diversos tipos de pimentão, pois eles podem ser divididos segundo a cor, o tamanho e o sabor.

Podem ser verdes, vermelhos ou amarelos; os grandes, em geral, têm sabor adocicado, enquanto os pequenos são picantes, como o chile e o dedo-de-moça.

O pimentão pode ser servido como prato principal ou usado como complemento em saladas, maioneses, molhos ou ensopados.

O pimentão é uma boa fonte de vitamina C (o verde) e de vitamina A (o vermelho).

A vitamina C dá resistência aos vasos sanguíneos, evita fragilidade dos ossos e má formação dos dentes e age contra infecções.

A vitamina A é importante para a vista, auxilia o crescimento e conserva a saúde da pele e das mucosas, evitando infecções. Os sais minerais contribuem para a formação de ossos e dentes, mantém o equilíbrio interno do organismo e o vigor do sistema nervoso.

Além disso, tem cálcio, fósforo, ferro e sõdio em pequena quantidade.

Como todo legume, não tem muitas calorias, pois é pobre em hidratos de carbono e proteínas.

Esse legume é excitante da digestão e constitui-se num bom remédio contra hemorróidas. Por todas as suas características é bom para a pele, unhas e cabelos.

O pimentão, para ser de boa qualidade, deve estar maduro, firme e apresentar forma regular. Nessas condições, dentro da geladeira, pode se conservar por 2 a 3 semanas.

Servido como prato principal ou como complemento em saladas, molhos ou ensopados, é muito gostoso e sempre bem recebido.

Também se caracteriza por ter substâncias aromáticas que nem sempre são bem aceitas por pessoas que têm problemas digestivos.

O pimentão de boa qualidade deve ser firme, lustroso, carnudo e ter sempre o cabo verde. Quando não está fresco, sua pele tem aspecto murcho, fica flácida, não tem brilho e a cor é mais pálida.

Nunca compre pimentões com manchas ou marcas de insetos, pois são sinais de que o pimentão não está em boas condições para o consumo.

O pimentão tem um período de conservação relativamente grande. Deve ficar na gaveta da geladeira, de preferência embrulhado em plástico ou papel de alumínio. Para que se conserve por mais tempo, pode ser congelado, cru ou cozido.

No primeiro caso, lave, limpe e corte o pimentão em rodelas. Depois, coloque numa assadeira envolta em plástico e leve ao congelador. Quando as rodelas estiverem congeladas, coloque-as em recipientes plásticos e guarde no freezer. Cozido, ele deve ser preparado em conserva ou usando-se um método especial para congelar legumes.

O pimentão congelado se conserva em bom estado até por 9 meses.

Seu período de safra vai de janeiro a maio.

Cem gramas de pimentão fornecem 48 calorias.

Pimentão
Pimentão

Fonte: www.horti.com.br/www.vitaminasecia.hpg.ig.com.br

Pimentão

O pimentão é uma das hortaliças mais ricas em vitamina C e quando maduro é excelente fonte de vitamina A.

Também é fonte de cálcio, fósforo e ferro. Possui poucas calorias.

É um fruto originário do sul do México e América Central, pertencente à família das Solanáceas como a batata, o tomate, o jiló, a berinjela e as pimentas.

Pimentão
Pimentão

Como comprar

O pimentão é uma planta de verão, atualmente produzido também no inverno com o uso de cultivo em estufa. A maior oferta, e portanto, os melhores preços, ocorrem durante os meses de setembro a janeiro.

Há três tipos básicos de pimentão quanto ao formato:

1. Quadrado
2. Retangular
3. Cônico

Com relação a coloração, os frutos são verdes quando imaturos, tornando-se vermelhos, amarelos ou alaranjados quando maduros, dependendo da variedade.

Os pimentões roxo e creme formam a exceção deste padrão, pois apresentam esta cor desde o início de sua formação.

Os frutos devem apresentar-se limpos, firmes e com casca brilhante, o que indica que estão frescos. Os frutos colhidos muito novos são pequenos, têm cor verde-pálida e murcham mais rapidamente. Deve-se dar preferência aos frutos cujos talos foram cortados rentes. Ao escolher os frutos deve-se manipulá-los com cuidado, sem apertá-los ou quebrá-los, para não danificar os que serão adquiridos por outros consumidores.

Como conservar

Os frutos podem ser conservados em condição natural, em local fresco, por 2 a 4 dias. Em geladeira doméstica podem ser mantidos por mais de uma semana, quando embalados em sacos plásticos perfurados e colocados na parte inferior. O amadurecimento é acelerado quando os frutos são mantidos em condições naturais.

Como consumir

Os frutos podem ser consumidos verdes ou maduros, crus em saladas, como condimento no preparo de molhos, assados ou cozidos na elaboração de diversos tipos de pratos. Quando consumido cozido é de digestão mais fácil do que quando cru.

Os frutos maduros de algumas cultivares são utilizados para a produção de páprika (pimentão em pó).

Quando o pimentão é consumido cru, é fundamental higienizá-lo bem antes do consumo para eliminar microorganismos que possam estar na casca e causar doenças.

Após lavagem em água corrente, os frutos devem ser deixados de molho por 30 minutos em solução de água sanitária

(1 colher de sopa de água sanitária para 1 litro de água fervida). Em seguida, devem ser enxagüados com água filtrada. Vale lembrar que a solução de água sanitária ou de vinagre não elimina resíduos de pesticidas ou agrotóxicos.

Dicas

Para retirar a pele do pimentão coloque-o em água fervente por cerca de 1 minuto ou até romper a pele.
Para preparar pimentões recheados, cozinhe-os previamente em água fervente por 3-5 minutos.

Fonte: www.cnph.embrapa.br

Pimentão

Pimentão
Pimentão

Os pimentões são parentes da pimenta-malagueta.

Ambos são nativos do ocidente e foram batizados pelos exploradores espanhóis que os confundiram com a pimenta em grão, que não tem parentesco algum com eles.

Os pimentões durante o processo de amadurecimento variam de cor, indo do verde ao amarelo e vermelho.

Os que são colhidos ainda verdes não ficam vermelhos, pois amadurecem somente no pé.

Como os pimentões ficam mais doces com a maturação, os vermelhos são mais doces que os amarelos e os verdes.

Uma porção de 1/2 xícara de pimentão contém apenas 12 calorias, mas o conteúdo de vitaminas varia de acordo com a cor. Comparando em pesos iguais, os pimentões fornecem mais vitamina C que as frutas cítricas. Eles podem ser servidos, fatiados como aperitivos, na salada ou em pastas, cozido no vapor, tostados, recheados ou cozidos.

Importante

Cozinhar os pimentões no vapor, fritar ou outros métodos de preparo rápido não reduzem de forma significativa seu valor nutricional.

Fonte: culinaria.terra.com.br

Pimentão

Pimentão
Pimentão

Pimentão
Pimentão

O pimentão é da mesma família do jiló, berinjela, batata e é muito conhecido por suas diversas cores, sendo o vermelho, o verde e o amarelo os mais conhecidos.

Mas ainda pode ser encontrado nas cores creme, alaranjado e roxo, melhorados geneticamente. Em qualquer uma delas, o pimentão encanta por seu sabor distinto e pela beleza que suas cores e aromas proporcionam às refeições.

A hortaliça ganha destaque nos pavilhões da Centrais de Abastecimento do Espírito Santo (Ceasa-ES), empresa vinculada à Secretaria da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (Seag). Em 2009, foram comercializados 3.842.197 kg de pimentão, gerando um montante superior a R$ 11 milhões.

Em 2010, até o mês de junho, foram comercializados no Entreposto 3.842.197 Kg de pimentão. Nesta quarta-feira (07) a Ceasa/ES comercializou 33.190 kg do produto, quantidade superior em 33,1% à da última quarta-feira, 30 de junho, quando foram negociados 24.940 kg.

O Espírito Santo é o principal Estado ofertante, sendo que em 2009, 97,5% de todo o pimentão comercializado no Entreposto foi proveniente do Estado, principalmente dos municípios de Santa Maria de Jetibá (38,1%), Alfredo Chaves (15,6%) e Domingos Martins (11,9%). Do Estado de São Paulo vieram apenas 2,5% do volume total comercializado.

Amarelo

A produtora rural Delfina Garbrecht, de Rio Possmoser, em Santa Maria de Jetibá, é uma das que apostam na cultura do pimentão amarelo. "É um plantio não muito simples, mas que dá bons resultados de venda. O valor para uma caixa de 12 quilos fica entre R$ 30,00 e R$ 35,00, destaca. Delfina cultiva ainda outras hortaliças e variedades de pimentão.

Além de visualmente agradável, o pimentão amarelo apresenta benefícios pouco difundidos entre a população. A ingestão desse alimento resulta em inúmeros benefícios ao organismo, visto que ele é rico em vitamina C, o que o caracteriza como um vegetal com elevadas propriedades antioxidantes. Ou seja, uma de suas funções no organismo é neutralizar o excesso de radicais livres, moléculas potencialmente nocivas, produzidas por processos como digestão ou respiração. Por isso, o pimentão pode ser um poderoso aliado contra a fadiga, o envelhecimento precoce e as doenças degenerativas.

Estudos apontam que o pimentão amarelo possui maior quantidade de vitamina C em sua composição, sendo que 100 gramas desse alimento apresentam mais de 200% da quantidade mínima de ingestão diária recomendada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), que é de 60mg de vitamina C por dia.

Fonte: www.agrocim.com.br

Pimentão

Pimentão
Pimentão

Nomes:

Pimenta-hispanicum
Pimenta-dos-jardins
Pimentão
Pimenta-da-guiné
Pimenta-da-índia
Peperone (nome na Itália)

Parte usada: Fruto.

Composição: Capsaicina, capsicina, capsicol (essência). Um óleo fixo. Uma matéria corante. Matérias resinosas, protéicas, etc.

Indicações: Antiflogístico, rubefaciente, resolutivo; usado como estimulante estomacal, como específico contra o enjôo do mar; empregado na incontinência urinária; como anti-hemorroidal. Externamente, a tintura é aplicada em fricções contra o reumatismo; esta planta constitui a base medicamentosa dos algodões ditos "termogêneos".

Capsicum annuum

As espécies se diferenciam em tamanho, cor e pelo teor e classe do seu princípio ativo, a picante capsaicina. A variedade de frutos pequenos, vermelhos, malaguentas, possui um sabor muito picante como o da pimenta.

Composição

Das bagas vermelhas e pequenas, isolou-se: capsaicina, grande quantidade de vitamina C e P e, além disso, alfa e beta - caroteno (provitaminas A). As sementes não contém capsaicina. As cinzas atingem 8%.

O que da o sabor picante ao pimentão são as partes brancas internas, onde se localizam as sementes.

A capsaicina, a substância picante, irrita as terminações nervosas das mucosas, e pode provocar, pela sua aplicação repetida, intensa e duradoura anestesia perante numerosas substâncias químicas irritantes.

Indicações

A capsaicina é usada em ardores das úlceras gástricas e duodenais como remédio.

O pimentão é empregado na cura de emagrecimento e dores causadas por úlceras. Atua desinfetando as mucosas bucal e do estômago; no intestino destrói os germes patógenos sem prejudicar as colibactérias normais, que muito se podem favorecer na sua função e desenvolvimento.

Usam-se os frutos maduros e secos, pulverizados em quantidades de 0,05 - 0,05 g, como estomacais e carminativos. O pó emprega-se como emplastro como resolutivo (que atua sem hiperemia), no reumatismo e nas pleurisias.

Como gargarejo usar 1/2 colher de café de tintura de pimentão a 10% num copo de água, para as anginas. Usar a tintura feita de frutos maduros e secos para diátese úrica, reumatismo, nevralgias e hemorróidas, e às vezes usam-se esta tintura como remédio nas inflamações dos ouvidos (otite média) e nas faringites.

O suco espremido do pimentão fresco pode usar-se na dose de 10-15 ml para excitar e esvaziar a vesícula biliar.

Os pimentões doces são um alimento dietético para os doentes do estômago e do intestino, com alterações na formação de sucos e ácidos.

O pimentão picante (foto da malagueta) pode ser usado nos alimentos como substituto da pimenta.

Indicações: Excitante e digestivo, sobretudo os picantes. Ótimos no combate às dispepsias, gastrites e prisão-de-ventre. Destroem germes intestinais sem prejudicar a flora bacteriana normal e desinfetam a mucosa bucal e gástrica. Também são utilizados como descongestionantes nas hemorróidas e revulsivos no reumatismo e pleurisias.

Contra-indicações: Em doses elevadas pode causar taquicardia e aumento de pressão arterial.

Indicações

Ajuda e acelera a cicatrização de feridas (cirúrgicas e não cirúrgicas). Controla os níveis de colesterol sanguíneo dentro de um ótimo padrão de normalidade.

Rico em fitobioquímicos, como os ácidos clorogênicos e Coumaric, preventivos contra o câncer. E uma excelente fonte de betacaroteno, vitamina C e silício, vitamina A.

Indicações

Artrite, circulação, distúrbios cardíacos e visuais, doenças de pele, queda de cabelo, câncer de mama, leucemia, sangramento nas gengivas, dores nas juntas, ferimentos, fraturas, equimoses, corrimento nasal e má digestão.

Fonte: www.plantaservas.hpg.ig.com.br

Pimentão

Pimentão
Pimentão

Verde, vermelho ou amarelo, que tipo de pimentão escolher?

Conhecer algumas características do alimento pode ajudar na hora da compra. O verde seria vermelho ou amarelo se não fosse colhido com 120 dias - seus companheiros esperam 150 dias.

Grande ou pequeno é sempre um pimentão imaturo.

Em relação ao beta-caroteno, precursor da vitamina A no organismo e antioxidante, o vermelho ganha com larga vantagem, pois tem, em cada 100 gramas, 2.379 microgramas dessa substância que combate os radicais livres, contra 198 no verde e 120 no amarelo.

O amarelo é campeão em vitamina C. Em 100 gramas, encontram-se cerca de 330 miligramas desse nutriente.

A mesma porção do vermelho oferece somente 180 miligramas e do verde, mal chega a 150 miligramas. O vermelho e o amarelo acumularam carboidratos com a idade, por isso são levemente adocicados.

O verde tem um gosto mais ácido.

Todos são alimentos muito leves, mas o verde é ainda mais. Esse tipo tem apenas 16 calorias em cada 100 gramas, contra 26 do vermelho e 27 do amarelo.

Fonte: www.jardimdeflores.com.br

Pimentão

Partes usadas: Frutos

Família: Solanáceas

Pimentão
Pimentão

Características

Hortaliça de folhas pontudas, ovais e retorcidas.

Seu fruto pode ser comprido ou fusiforme, podendo também variar sua coloração.

As variedades mais conhecidas são: o verde, o amarelo e o vermelho.

Porém existem outras variedades bastante exóticas, como o branco, roxo, azulado, preto e laranja.

Pimentão
Pimentão

O pimentão, planta tropical é da mesma família do jiló, do tomate, da berinjela e da batata.

Na região do mediterrrâneo, é usado em pratos como o ratatouille (cozido francês, com pimentão, berinjela e abobrinha).

É comum ainda em receitas chinesas e mexicanas.

Há muitas variedades de pimentão, que podem ser verdes (vermelhos quando maduros), amarelos, laranjas, brancos e até roxos, mas os mais conhecidos no Brasil são o verde, rico em mais vitamina C e o vermelho, rico em vitamina A. Tem ainda a função antioxidante.

Propriedades: Vitaminizante, digestiva, antiespasmódica.

Indicações: Muito usado nos casos de flatulência, dispepsia, nos quadros de astenia e indisposição. É bom para a pele, unhas e cabelos.

Toxicologia: Em altas doses provoca elevação da pressão arterial e taquicardia.

O PIMENTÃO

É uma excelente fonte de vitamina A e C, contendo poucas calorias. Essa quantidade de vitaminas, variam muito de acordo com a cor do pimentão.

Uma porção de pimentões verdes fornecem mais de 100% da necessidade diária de vitamina C, por outro lado 1/2 xícara desse pimentão fornece 5% da necessidade diária de vitamina A na forma de beta-caroteno contra 55% dos pimentões vermelhos.

Os pimentões podem ser servidos crus, cozidos no vapor ou outro método de preparo rápido que não reduzem de forma significativa seu valor nutricional.

Pimentão verde cru

TACO - Tabela Brasileira de Composição de Alimentos

Tabela de valor Nutricional

Porção de 100 ggramas

  % VD*
Valor energético 21.3kcal = 89kj 1%
Carboidratos 4,9g 2%
Proteínas 1,1g 1%
Fibra alimentar 2,6g 10%
Cálcio 8,8mg 1%
Vitamina C 100,2mg 223%
Fósforo 16,5mg 2%
Manganês 0,1mg 4%
Magnésio 7,8mg 3%
Lipídios 0,2g -
Ferro 0,4mg 3%
Potássio 174,3mg -
Cobre 0,1ug 0%
Zinco 0,1mg 1%

* % Valores diários com base em uma dieta de 2.000 Kcal ou 8.400kj. Seus valores diários podem ser maiores ou menores dependendo de suas necessidades.

Fonte: conhecimentosgerais.com.br

Pimentão

Pimentão verde

Pimentão
Pimentão verde

Propriedades

Os pimentões verdes são boas fontes das vitaminas A e C, além de possuírem pequenas quantidades de cálcio, ferro, fósforo e sódio. Comparativamente, os pimentões vermelhos fornecem mais antioxidantes e mais vitamina A do que os verdes.

Recomendação

A vitamina C melhora a resistência dos vasos sangüíneos, ossos e dentes. Já a vitamina A conserva a saúde dos olhos, pele e mucosas, evitando possíveis infecções. Os sais minerais auxiliam o equilíbrio do organismo e o vigor do sistema nervoso.

Restrições

Pessoas que possuem problemas digestivos devem evitar o consumo de pimentão, pois ele possui substâncias aromáticas que podem dificultar a digestão.

O pimentão cozido é digerido mais facilmente pelo organismo do que o cru.

Compra

Os pimentões devem estar limpos, firmes e com a casca brilhante, o que indica que estão frescos. Evite comprar frutos muito pequenos, de coloração verde-pálida, pois eles murcham muito rapidamente. Dê preferência aos frutos cujos talos foram cortados rentes. Os melhores preços ocorrem durante os meses de setembro a janeiro.

Pimentão
Pimentão

Transporte

O transporte dos pimentões deve ser feito com cuidado. Evite colocar alimentos pesados sobre os frutos, de forma a não amassa-los.

Higienização:

Lave numa bacia com 2 litros de água e 3 gotas de detergente.
Deixe mergulhada durante 3 minutos.
Enxágüe bastante.
Coloque os numa mistura de um litro de água e uma colher de água sanitária.
Espere 5 minutos.
Enxágüe para consumo imediato ou seque bem antes de armazená-los na geladeira. Assim, o consumidor reduz as chances de contaminação por bactérias.

Armazenamento

Os pimentões verdes devem ser consumidos pouco tempo após a compra. O amadurecimento dos frutos em condições naturais, desidrata os pimentões, fazendo-os murchar mais rapidamente.

Dicas de consumo

O pimentões podem ser consumidos verdes ou maduros, crus em saladas, assados ou cozidos na elaboração de diversos tipos de pratos. Cozinha-los no vapor, fritar ou outros métodos de preparo rápido não reduzem de forma significativa seu valor nutricional.

Pimentão amarelo

Pimentão
Pimentão amarelo

Propriedades

Rico em vitamina A e C, fonte de cálcio, sódio, fósforo. Alimento de baixo valor calórico.

Recomendação

O pimentão auxilia a digestão e ajuda a fortalecer unhas e cabelos.

Restrição

O pimentão possui ácido sulfuroso. Pessoas com transtornos digestivos, principalmente dispepsia, devem evitar o consumo.

Compra

No momento da compra, escolha frutos limpos, firmes e com casca brilhante, o que indica que estão frescos.

A coloração amarela do pimentão sinaliza sua maturação.

A maior oferta, e portanto, os melhores preços do fruto, ocorrem durante os meses de setembro a janeiro.

Transporte

Transporte os frutos com cuidado e evite colocar alimentos pesados sobre os pimentões.

Higienização

Lave numa bacia com 2 litros de água e 3 gotas de detergente.
Deixe mergulhada durante 3 minutos.
Enxágüe bastante.
Coloque os numa mistura de um litro de água e uma colher de água sanitária.
Espere 5 minutos.
Enxágüe para consumo imediato ou seque bem antes de armazená-los na geladeira. Assim, o consumidor reduz as chances de contaminação por bactérias.

Armazenamento

Os pimentões amarelos devem ser embalados em sacos plásticos perfurados e mantidos na parte inferior da geladeira. Nessas condições, os frutos possuem durabilidade de aproximadamente uma semana.

Fonte: www.prepgc20.cnptia.embrapa.br

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal