Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Próteses Glúteas - Página 3  Voltar

Próteses Glúteas

A cirurgia é realizada através de uma colocação de uma prótese na região glútea, esta colocada sob a região do músculo glúteo maior. O cuidado principal é no pós-operatório é evitarmos o decúbito dorsal para não prejudicar a integração da prótese.

Após três semanas da cirurgia a paciente retorna seus hábitos normais e também ginástica corporal. Quando a projeção a desejar não é muito grande podemos aumentar o contorno glúteo com enxerto de gordura, quando o paciente apresentar gordura localizada, por exemplo no abdômen ou flanco. Para auxiliar na integração da gordura este procedimento poderá ser repetido em mais de uma vez. A cicatriz para a colocação da prótese glútea localiza-se no sulco interglúteo e é fase imperceptível após alguns meses. A cirurgia é muito realizada na clínica e utilizamos próteses ovalares e redondas que variam de tamanho desde 200cc até 450cc, de acordo com a necessidade, desejo e possibilidade de cada caso.

Próteses Glúteas

Os avanços na cirurgia plástica estão ampliando cada vez mais os recursos a disposição da especialidade, possibilitando corrigir regiões do corpo até então não tratadas, dando-lhes beleza e harmonia. Com o advento da lipoaspiração na década de oitenta, o enxerto de gordura, realizado nas camadas profundas das nádegas possibilitou o tratamento destas áreas apagadas, caídas ou com pouca projeção. Este método ainda é o de eleição quando existe gordura e as necessidades de projeção não são tão importantes.

Pode-se aqui também realizar mais de uma sessão para atingirmos nossos objetivos.

A gluteoplastia consiste na colocação de uma prótese de gel coesivo na forma oval ou redonda através de uma incisão de 5 a 7 cm no sulco interglúteo. Prepara-se uma loja que fica em baixo do músculo glúteo maior.

Marcação

Marca-se a paciente na posição sentada e a prótese é colocada de modo em que não há incômodo de sentar; e em algumas semanas ela integra-se de tal maneira ao corpo que não há possibilidades de visualizar a prótese no local, dando harmonia e beleza à região. Nos primeiros 14 dias a paciente deve evitar sentar-se sobre as próteses.

A incisão para a colocação localiza-se no sulco interglúteo, local em que normalmente forma boa cicatriz. Pela técnica da colocação, há poucas possibilidades de deslocamento e também é rara a ruptura. O invólucro da prótese é consistente e o gel no seu interior é coesivo dificultando a migração numa eventual ruptura.

Anestesia

Normalmente utiliza-se a anestesia peridural para o procedimento.A cirurgia é realizada em clínicas e hospitais e normalmente a paciente permanece internada por um dia e deverá dormir de bruços por 10 dias. A modelagem glútea permanece por 5 dias e é importante uma cinta modeladora de boa qualidade que dá conforto no pós-operatório. Em geral, não há necessidade de colocação de drenos, pois na loja intramuscular ou submuscular que criamos, o sangramento é mínimo.

Tamanhos de próteses e formatos

Existem próteses nos tamanhos 160cc a 450cc. O volume utilizado depende do biotipo da paciente e normalmente situa-se na média de 300cc.Tanto o formato redondo como o oval existe em todos tamanhos.

Intercorrências

Como em toda a cirurgia pode ocorrer assimetrias, sangramentos, infecções, seromas e, em alguns casos, dor no local por um período mais prolongado.

Quando o procedimento é feito com agilidade e presteza é raro não conseguirmos o objetivo final, que é a harmonia, a naturalidade e a beleza da região glútea tratada. Por vezes, a paciente poderá prolongar o seu repouso pós-operatório para lograrmos um bom resultado. Todas estas colocações devem ser informadas na consulta inicial caso seja necessário afastamento de suas atividades por um período maior.

O que devemos enfatizar na entrevista? A paciente deve ser esclarecida de todos os detalhes da cirurgia plástica. A prótese glútea somente projeta a nádega propriamente dita, assim que depressões na face lateral das pernas, entidade freqüente, não poderá ser corrigida com a prótese. Entretanto, se existe gordura localizada em área do corpo a tratar, podemos usar o enxerto de gordura para esculpir esta área com bons resultados. Realizamos com certa freqüência a cirurgia da inclusão de prótese combinada a lipo e, ou, também enxerto de gordura. Nádegas com pele muito flácidas por vezes apresentam um resultado limitado, pois, a prótese não pode corrigir a nádega acometida de flacidez severa.

Em certos casos há também a necessidade de remover excesso de pele no sulco glúteo para corrigir áreas em que não podemos corrigir com a prótese

Nos Glúteos

Objetivo

• A gluteoplastia ou plástica de aumento e remodelagem das nádegas remodela ou aumenta a região das nádegas

Aspectos Principais

• É muito procurada, principalmente por pessoas de origem japonesa, alemã, etc., que por seu próprio biotipo racial, geralmente têm nádegas pouco volumosas.

Para se dar um novo contorno à região é colocada uma prótese de silicone, especialmente fabricada para essa finalidade.

Não exitem casos conhecidos de rejeição e a prótese é praticamente imperceptível ao toque.

A cicatriz fica escondida no sulco entre as nádegas e desaparecem com o tempo, permitindo o uso de biquínis, até mesmo tipo “fio dental”.

Cuidados pré e pós operatórios

O paciente tem alta no mesmo dia, apesar do repouso de 2 à 3 dias ser necessário.

No 3º dia é retirado o dreno usado para diminuir os edemas e não haver riscos de hematomas.

Os pontos são retirados por volta do 7º ao 14º dia.

Durante 15 dias o paciente deve deitar-se de bruços, ou no máximo de lado.

Após 30 dias gradualmente retorna-se às atividades normais.

Fonte: www.chirurgiaevacanze.com

Próteses Glúteas

Prótese Glútea de Silicone

A cirurgia de colocação de próteses glúteas - como qualquer outra cirurgia da especialidade - visa trazer o bem estar e a auto-estima de quem as procura.

A ginástica, especialmente a localizada para a região glútea, ainda é o meio comum que oferece bons resultados para a região glútea.

Entretanto, existem alguns tipos raciais que têm nádegas habitualmente pouco projetadas, como os japoneses, alemães e italianos.

Há também mulheres que mesmo com a ginástica não conseguem o volume desejado para o seu bumbum, devido aos citados fatores constitucionais.

Outras gostariam de tê-lo ainda maior, mesmo já tendo conseguido um aumento considerável.

Há alguns procedimentos plásticos para o aumento dos glúteos. Os mais comuns são a lipoenxertia ou lipoescultura (injeção de gordura na região) e o implante de prótese glútea de silicone.

Há que se avaliar qual é a melhor maneira de aumentar a região glútea em consulta individual, pois o seu tipo físico, aspecto anatômico apresentado pela região glútea, grau de flacidez da região e o volume necessitado influirão na escolha do procedimento mais adequado ao caso.

A vantagem da prótese sobre a lipoenxertia está no fato de proporcionar maior volume à região e ter resultado duradouro. O aumento produzido limita-se aos dois terços superiores do bumbum, logo acima da linha de pressão que se forma ao sentar-se em uma cadeira.

As próteses glúteas apresentam volumes e formas variadas.

As próteses são praticamente imperceptíveis, pois localizam-se sob ou entre um músculo muito avantajado (glúteo maior), e isto proporciona um resultado bastante natural e satisfatório.

Caso haja flacidez associada ao reduzido volume das nádegas, com dobras de pele nos sulcos juntos à raiz das coxas, é possível que se necessite retirar um pouco de pele no sulco para melhorar o resultado da prótese.

Também há casos em que a lipoescultura em culotes, quadris e face interna de coxas pode ser associada à colocação da prótese glútea com bom resultado estético para o conjunto.

Isso será bem avaliado e discutido durante a consulta com a paciente.

A vontade de ter um corpo harmonioso é perfeitamente saudável, mas esta vontade deve ser equilibrada com responsabilidades e possibilidades.

Como é feita a cirurgia?

A implantação da prótese é feita através de uma incisão no sulco entre os glúteos, acima do cóccix e colocada por baixo ou dentro do músculo glúteo máximo que protegerá a mesma.

Como é a anestesia?

A anestesia geralmente é peridural e dura o tempo do procedimento.

Quanto tempo dura a cirurgia?

Cerca de 2 horas.

Quanto tempo dura a internação?

Costuma ser de 1 a 2 dias.

Como é o pós-operatório?

Ocorre dor de moderada a intensa nos primeiros dias, que é devidamente controlada por analgésicos e antinflamatórios prescritos.

Há necessidade de utilização de cintas modeladoras por 30 dias.

Os pontos são retirados com 7 e 15 dias.

Durante os 15 primeiros dias a paciente deverá deitar-se de lado ou de barriga para baixo.

Após este período aconselha-se o retorno gradativo às atividades normais, deixando os exercícios físicos somente para depois de dois meses de pós-operatório.

Passado esse período, a ginástica localizada e exercícios para os glúteos poderão ser feitos com benefícios adicionais.

É importante saber que ficam proibidas as injeções nos glúteos da pessoa que possua prótese glútea, em decorrência do risco de perfuração da mesma. Assim, caso o medicamento seja injetado, ficará contido no interior da prótese e não surtirá o efeito desejado.

A prótese glútea é feita com gel de silicone de alta coesividade, mais espesso e resistente que as mamárias. Por isso a sua troca é recomendada após 20 anos de uso.

Por ocupar uma área de grande movimento muscular e de pressão, a prótese glútea apresenta pouco risco de contratura (cápsula).

Fonte: www.lenalapertosa.com.br/

voltar123456avançar
Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal