Facebook do Portal São Francisco
Google+
+ circle
Home  Rabanete - Página 2  Voltar

Rabanete

O rabanete é fonte de vitamina C e Niacina, além de conter os minerais Cálcio, Fósforo e Ferro.

Rabanete

A vitamina C dá resistência aos tecidos e age contra infecções; a Niacina evita problemas de pele, estimula o apetite e o crescimento. Os minerais são importantes pois contribuem para a formação dos ossos, dentes e sangue.

Cru e bem lavado, o rabanete limpa os dentes e desenvolve os músculos mastigadores. Ele também é expectorante, estimulante da digestão, purificador do sangue, dos rins e da bexiga.

Esta hortaliça é considerada ainda um bom medicamento para os que sofrem de reumatismo, gota, artritismo, bronquite, catarros, resfriados, inflamações internas, erupções cutâneas e febres.

Ao comprar escolha rabanetes lisos, firmes, sem rachaduras e irregularidades.

O rabanete sem folhas, quando conservado em geladeira, pode permanecer em boas condições até 3 semanas e, o rabanete com folhas, 5 a 7 dias.

Seu período de safra é de julho a novembro e janeiro.

Cem gramas de rabanete fornecem 23 calorias.

Fonte: www.vitaminasecia.hpg.ig.com.br

Rabanete

Rabanete

Classificação Botânica

O Rabanete, Raphanus sativus, faz parte da Família das Brassicaceae e da Tribo das Brassiceae. O gênero Raphanus compreende 8 espécies conhecidas.

História

Os rabanetes foram cultivados durante milhares de anos. Eles são apresentados nos hieróglifos do antigo Egito: 2700 anos antes de nossa era, eles faziam parte do menu dos construtores da pirâmide de Keóps. Encontram-se também representados na necrópole de Kaoum e no templo de Karnak.

Nutrição

No mundo das raízes, os rabanetes parecem não poder rivalizar com as cenouras ou as beterrabas, no plano nutricional. Entretanto, no plano da terapêutica, eles ocupam um lugar preponderante, e isso mais particularmente nos povos orientais.

O Livro das Simples Medicinas de Platéarius menciona alguns usos do rabanete preto: “comido cozido, ele é eficaz contra as tosses provocadas por muito catarro”.

Em fitoterapia, seu suco é prescrito nos problemas de secreção biliar e contra a coqueluche e certas tosses. Na China, os rabanetes são preparados com outras plantas e deixados fermentar em recipientes herméticos de terra ou porcelana.

Essa fermentação pode durar alguns anos e até 40 anos! Essas preparações medicinais são em seguida prescritas para o tratamento da diarréia, de febres, de problemas estomacais, de infecções intestinais, de úlceras, de gazes.

É interessante mencionar sobre isso, as pesquisas remarcáveis dos Professores Esch e Gurusiddiah, no Laboratório de Bioanalítica da Universidade do Estado de Washington, sobre as propriedades antibióticas dos rabanetes e de outros membros da família das Brassicáceas.

Esses estudos foram realizados dez anos antes que o Instituto Nacional do Câncer de Maryland, nos EUA, aconselhe ao grande público o consumo freqüente de crucíferas (brócolis, couve, couve-flor) como medida profilática na luta contra o câncer.

Conselhos de jardinagem

As condições ideais para a cultura do rabanete “de todos os meses” são as seguintes: um solo bem móvel; uma rega abundante e freqüente; temperaturas constantes situadas entre 15°C e 21°C. O segredo de um rabanete delicioso e crocante, é um crescimento constante e rápido e uma colheita também rápida.

Quando a estação é propícia, é aconselhável praticar uma semeadura a cada cinco dias. Alguns jardineiros preferem semear os rabanetes em companhia das cenouras, seja numa mesma fileira seja dando um espaço entre as fileiras de alguns centímetros: quando é a hora de se colher os rabanetes, também é hora de cortar as cenouras.

Para os rabanetes de inverno, um solo móvel é tão indispensável, já que certas variedades de “daikon”, por exemplo, podem passar dos 30 cm. Na maior parte das regiões, esses rabanetes só podem ser semeados no início do outono (ou no meio do verão, para algumas variedades muito resistentes à seca)

O crescimento pede por volta de 55 a 60 dias. Os rabanetes podem ser degustados crus ou ligeiramente “cozidos na frigideira”; pode-se também conservá-los no vinagre.

Polinização

A maioria das variedades de rabanete é auto-incompatível: o pólen de cada planta é viável, mas ele só pode fecundar flores de uma outra planta. Os insetos são os vetores das polinizações. As flores de rabanete são de cor branca ou violeta.

Os jardineiros experientes, e que conhecem bem o ciclo de crescimento das diversas variedades, podem também tentar um isolamento no tempo com uma variedade de rabanete de todos os meses e uma variedade de rabanete de inverno. O rabanete anual deve ser semeado de forma a que sua floração não coincida com a floração do rabanete de inverno, planta bianual que se replanta no final do inverno.

É possível também praticar uma cultura em gaiola, por alternância. Quando duas variedades de rabanete de inverno são cultivadas em gaiolas cobertas por véu, cada variedade é colocada em polinização aberta (sem as gaiolas), um dia em cada dois, para que os insetos polinizadores possam fecundar as flores livremente. Pode-se utilizar essa técnica junto com o isolamento no tempo. Ela permite então de cultivar em porta-sementes duas variedades de rabanete de inverno e duas variedades de rabanete de todos os meses.

Além disso, sendo o rabanete uma planta muito prolífica em sementes, pode-se trabalhar com 3 gaiolas cobertas com véu e um ritmo de 3 dias em alternância sem problema.

É aconselhável plantar um mínimo de 6 plantas porta-sementes por variedade, uma vintena sendo o ideal, a fim de garantir uma boa diversidade genética.

Produção de sementes

Os rabanetes anuais chamados “de todos os meses” vão brotar no mesmo ano da semeadura. Em compensação, os rabanetes de inverno são plantas bianuais que podem se conservar o inverno inteiro, em areia um pouco úmida ou em caixinhas estocadas em um local fora do gelo.

As síliquas de rabanete sendo deiscentes, a planta inteira pode ser colhida antes da maturidade completa das sementes a fim de continuar a secar em um lugar seco e ventilado. Deve-se também estar atento para os pássaros que adoram as sementes de Brassicaceae.

As sementes de rabanete têm uma duração germinativa média de 5 anos. Entretanto elas podem conservar uma faculdade germinativa até 10 anos ou mais.

Fonte: www.kokopelli-seed-foundation.com

voltar 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 avançar
Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal