Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Roberto Cavalli - Página 4  Voltar

Roberto Cavalli

Rei da estampa

Roberto Cavalli

Em Florença, cidade em que nasceu e onde vive e trabalha até hoje, Cavalli começou a construir seu reinado. Dois anos após o primeiro desfile, na França, abriu uma loja em Saint-Tropez, na época o mais importante balneário de férias do high-society. Sua moda extravagante logo fez sucesso entre as chics, e nos anos seguintes novas butiques pipocaram pela Europa e pelos Estados Unidos. O “sonho americano” – com suas clientes endinheiradas – foi conquistado de vez em 1985, após um antológico desfile no clube Studio 54.

Eva Duringer

Roberto Cavalli
Roberto e sua esposa, Eva Cavalli.

Na vida pessoal, tudo também ia às mil maravilhas: em 1980, aos 37 anos, Roberto Cavalli se casou com a modelo Eva Duringer (17 anos mais nova). Os dois se conheceram no concurso de Miss Universo, dois anos antes. Eva concorria como miss Áustria, e o estilista era um dos jurados.

Na década seguinte, nos anos 1990, Cavalli já fazia parte, com seus conterrâneos Gianni Versace, Giorgio Armani, Domenico Dolce e Stefano Gabbana, do crème de la crème da moda mundial. Era natural, portanto, que celebridades de primeiro time o adotassem. A lista é imensa: Victoria Beckham, Madonna, Lindsay Lohan, Britney Spears e Lenny Kravitz, entre muitos outros.

Coleção masculina

Roberto Cavalli

Em 1999, Cavalli lançou sua primeira coleção masculina. Foi ele, aliás, quem vestiu Michael Jackson nos últimos anos de sua vida. Outra fã célebre, Patricia Field, figurinista de Sex and the City, transformou a ninfomaníaca e poderosa Samantha (Kim Cattrall) em garota-propaganda da Cavalli: quase todos os looks da personagem têm a assinatura do italiano. No auge da exposição do seriado, em 2004, o estilista patrocinou a exposição Wild, Fashion Untamed, no museu Metropolitan, em Nova York. O tema? Só poderia ser um de seus preferidos: como a moda se inspira na natureza e nos animais.

Do red carpet ao mundo

Roberto Cavalli

Em 2007, veio o trabalho que levou Cavalli a uma multidão de consumidoras afoitas. Convidado pelo magazine de fast fashion H&M a desenhar uma coleção com edição limitada, ele conquistou um sucesso retumbante. Em pouco mais de uma hora, todos os minivestidos dourados, com estampas de animais e afins, se esgotaram. “Foi uma experiência fantástica. Um ótimo exercício fashion”, conta. Antes dele, já haviam colaborado com a H&M Karl Lagerfeld, Viktor & Rolf, Madonna e Stella McCartney – nenhum, entretanto, com tamanha repercussão. Cavalli acredita que o segredo está na maneira como ele lida com seus negócios. “Sempre persigo o sonho da beleza. Crio vestidos para as mulheres que são a expressão máxima da beleza – e para os homens que precisam delas para se sentir completos.”

Gosto pela brasileira

Roberto Cavalli

Para comemorar o aniversário da grife em dose dupla, já que em novembro ele celebra 70 anos de vida, Cavalli preparou uma série de eventos que prometem fazer tanto barulho quanto sua moda. Um livro com direção criativa de Fabien Baron (que, entre outros trabalhos, fez Sex, de Madonna) e fotos de Mert Allas & Marcus Piggot acaba de ser lançado, e o perfume Anniversary chega às lojas em outubro. Além disso, a top Gisele Bündchen foi convocada para estrelar a campanha dos 40 anos – a preferência pela brasileira surpreendeu o mercado, já que o estilista é amigo pessoal de Kate Moss.

“Gisele é muito especial”, explica Eva, que, além de mulher, é sócia de Cavalli há 30 anos e ajudou a divulgar o estilo sexy and wild. “Celebridades são ótimas para se associar às marcas em alguns momentos, mas elas tendem a aparecer mais do que a roupa. Gisele, não.” Com a campanha, Cavalli, que trouxe a sua marca para o Brasil em 2004, pretende reforçar a imagem de mulher forte e sensual da maison e assim expandir ainda mais o seu negócio.

Alguém duvida de que vai dar certo?

Fonte: elle.abril.com.br

voltar 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 avançar
Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal