Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Avenida Paulista - Página 2  Voltar

Avenida Paulista

Esse perfil estritamente residencial da avenida permaneceu até meados da década de 1950, quando o desenvolvimento econômico da cidade levava os novos empreendimentos comerciais e de serviços para regiões afastadas do seu centro histórico. Em pouco tempo, praticamente, todos os palacetes da avenida tinham sido vendidos e substituídos por pequenos prédios de escritórios e comércio.

Durante as décadas de 60 e 70, porém, e seguindo as diretrizes das novas legislações de uso e ocupação do solo, e a valorização dos imóveis incentivada pela especulação imobiliária, começaram a surgir naquele local os seus agora característicos "espigões" - edifícios de escritórios com 30 andares em média.

Durante esse período, a avenida passou por uma profunda reforma paisagística. Os leitos destinados aos veículos foram alargados e criaram-se os atuais calçadões, caracterizados por um desenho branco e preto formado por mosaico português. O projeto de redesenho da avenida ficou a cargo do escritório da arquiteta-paisagista Rosa Grena Kliass, enquanto o projeto do novo mobiliário urbano da avenida foi assinado pelo escritório Ludovico & Martino.

Características

A avenida possui muitos restaurantes que recebem diariamente milhares de pessoas que moram e trabalham na região. Nela se localiza o famoso MASP e também o parque Trianon. Possui faixas largas para pedestres e a linha 2 do metrô serve a avenida inteira. Tem o edifício da FIESP, que também abriga o Sesi, que, por sua vez, possui um teatro para apresentações gratuitas e uma biblioteca com um acervo vasto e muitos livros novos, permitindo o empréstimo gratuito à qualquer pessoa que leve um comprovante de endereço.

É famosa também a antena do prédio da Fundação Cásper Líbero. É a maior e mais alta da Paulista e chama a atenção devido à sua iluminação amarelada. O mesmo prédio também é famoso por suas escadarias, pelo Teatro Gazeta, pela sede da TV Gazeta, da Rádio Gazeta FM, da Faculdade Cásper Líbero e pelo cinema Reserva Cultural.

No seu conjunto arquitetônico, possuia vários casarões dos Barões do café. Poucos casarões ficaram, como é o caso da Casa das Rosas, que hoje é público, tem uma biblioteca e oferece exposições e lançamentos de livros.

Prédios, edificações e eventos na avenida

Consulado Geral da Itália.
Consulado Geral da Itália
clique para ampliar

Edifício Nações Unidas
Edifício Nações Unidas
clique para ampliar

Itaú Cultural
Itaú Cultural
clique para ampliar

Consulado Geral da França
Consulado Geral da Itália
Consulado Geral da Argentina
Hospital Santa Catarina
Itaú Cultural
Escola Estadual Rodrigues Alves
Casa das Rosas
Instituto Pasteur
Edifício Nações Unidas
Painel do Edifício Nações Unidas
Tribunal Regional Federal da 3ª Região
Fnac
Edifício Top Center
Prédio da Fundação Cásper Líbero, onde fica a faculdade homônima, a TV Gazeta e o Objetivo
Corrida de São Silvestre
Banco Safra
Citigroup/Citibank

Fiesp/Ciesp/Senai/Sesi - Edifício Luís Eulálio Bueno Vidigal Filho
Fiesp/Ciesp/Senai/Sesi - Edifício Luís Eulálio Bueno Vidigal Filho
clique para ampliar

Fiesp/Ciesp/Senai/Sesi - Edifício Luís Eulálio Bueno Vidigal Filho
Advocacia-Geral da União - Procuradoria Regional da 3ª Região
Parque Tenente Siqueira Campos
Belvedere Trianon
Túnel 9 de Julho

MASP - Museu de Arte de São Paulo
MASP - Museu de Arte de São Paulo
clique para ampliar

Museu de Arte de São Paulo (MASP)
Justiça Federal - Fórum Cível Min. Pedro Lessa
Edifício Grande Avenida - incêndio de 1981
Residência Joaquim Franco de Melo
Edifício Sul-Americano
Conjunto Nacional
Restaurante Fasano
Relógio Itaú
Livraria Cultura
Shopping Center 3
Incêndio no Edifício da CESP
Maison Madame Rosita
Torres de rádio e TV - (Record, Globo, TV Gazeta, Kiss FM, Jovem Pan, Rede Gospel, Metropolitana FM e Mundial)
Colégio São Luís
Praça Mal. Cordeiro de Farias
Complexo Viário Avenida Paulista/Rebouças/Dr. Arnaldo
Mural Volpi
Metrô - Linha 02 - Verde
Réveillon, o principal da cidade.
Parada do Orgulho LGBT

Curiosidades

O Museu de Arte de São Paulo foi para a nova sede em 7 de novembro de 1968, sendo inaugurada pela rainha do Reino Unido, Elisabete II, na presença do então governador Roberto Costa de Abreu Sodré e dona Maria do Carmo de Abreu Sodré.

O desfile comemorativo do Sesquicentenário da Independência do Brasil, em 7 de setembro de 1972, foi realizado com muita pompa na avenida Paulista.

Incêndio no Edifício Grande Avenida em 1981.

Com 200.000 moradores, se a avenida fosse uma cidade, estaria entre as 150 maiores do Brasil, próxima de cidades como Praia Grande (244.533) e Boa Vista (249.853).

Todos anos são realizadas as festas de réveillon na avenida. Na virada para 2008, foram cerca de 2,3 milhões de pessoas. O evento durou cerca de seis horas e meia, tendo início às 20 horas do dia 31 de dezembro de 2007, e término às 2 horas e trinta minutos do dia 1 de janeiro de 2008. De acordo com balanço divulgado pela assessoria de imprensa da Secretaria Estadual de Segurança Pública, não houve nenhum registro de ocorrência grave na região.

Fonte: pt.wikipedia.org

voltar 12avançar