Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Catedral Da Sé  Voltar

CAtedral da Sé

 

Em 1913, deu-se início à construção da Catedral como é hoje, elaborada pelo alemão Maximilian Emil Hehl, professor de Arquitetura da Escola Politécnica. O templo foi inaugurado em 25 de janeiro de1954, na comemoração do 4º Centenário da cidade de São Paulo, ainda sem as duas torres principais.

Catedral da Sé
Catedral da Sé

A primeira versão da Igreja foi instalada ali em 1591, quando o cacique Tibiriçá escolheu o terreno onde seria o primeiro templo da cidade construído em taipa de pilão (parede feita de barro e palha socados estruturados em toras).

Em 1745, a "velha Sé", como era chamada, foi elevada à categoria de Catedral. Por isso, neste mesmo ano, inicia-se a edificação da segunda matriz da Sé no mesmo local da anterior. Ao lado dela, em meados do século XIII levanta-se a Igreja de São Pedro da Pedra. Em 1911, os dois templos foram demolidos para dar espaço ao alargamento da Praça da Sé e, finalmente, à versão atual da Catedral.

O monumento também teve a sua importância na vida política recente do país. Em tempos de despotismo militar, assumiu o arcebispado D. Agnelo Rossi (1964-1970), inaugurando a fase da teologia da libertação e da opção preferencial pelos pobres. Desde 1970, sobressaiu-se a figura do cardeal arcebispo D. Paulo Evaristo Arns, que dedicou todo o seu tempo e o seu esforço ao combate à ditadura militar, denunciando os crimes, as torturas e cedendo a Sé catedral para as manifestações políticas e ecumênicas pelos desaparecidos políticos e pela anistia. Mobilizou-se por ocasião dos assassinatos do jornalista Vladimir Herzog e do operário Manuel Fiel Filho.

Um dos cinco maiores templos góticos do mundo, a catedral foi reaberta em 2002, depois de três anos de reformas e voltou a ter missas diárias. Além disso, agora há visitas monitoradas aos domingos, das 12h às 13h.

E é em frente a Catedral da Sé que está localizado o Marco Zero da cidade de São Paulo. O pequeno monumento de mármore em forma hexagonal, contruído em 1934, traz um mapa das estradas que partem de São Paulo com destino a outros estados. Cada um dos seus lados representa simbolicamente outro estado brasileiro: o Paraná por uma araucária; o Mato Grosso pela vestimenta dos Bandeirantes; um navio representa Santos; o Rio de Janeiro é lembrado pelo Pão de Açúcar e suas bananeiras; Minas Gerais por materiais de mineração profunda e Goiás por uma bateia, material de mineração de superfície.

Serviço

CATEDRAL DA SÉ
End.: Praça da Sé, s/n - Centro - São Paulo - (Metrô Sé).
Tel.: (11) 3107-6832
Horários: Durante a semana aberto das 8h às 19h
Missa: às 12h e às 18h
Sábado: Aberto das 8h às 17h
Missa: às 12h.
Domingo: Aberto das 8h às 13h e das 15 às 18h.
Missas: às 9h, 11h e 17h.

Fonte: www.cidadedesaopaulo.com

Catedral da Sé

Catedral da Sé
Catedral da Sé

A Igreja, em seu estilo gótico modificado, teve sua construção iniciada em 1913 e só terminou quatro décadas depois. Esta demora foi conseqüência, sobretudo, da utilização de granito na maior parte das paredes. Em 1954, para os festejos do IV Centenário da cidade de São Paulo, a Catedral foi concluída e inaugurada faltando somente as torres, que seriam posteriormente finalizadas. É a maior igreja de São Paulo, com 111 metros de comprimento, 46 metros de largura, torres com 92 metros de altura cada, cúpula com altura de 65 metros e capacidade para oito mil pessoas. No acabamento foram utilizadas cerca de 800 toneladas de mármores raros, e, portanto, não é de se estranhar que possua um dos maiores órgãos em funcionamento da América Latina. O órgão da Catedral Metropolitana da Sé, construído em 1954 pela indústria italiana Balbiani & Bossi, tem cinco teclados manuais, 329 comandos, 120 registros e 12 mil tubos, cujas bocas, de forma gótica, apresentam relevos entalhados à mão.

Em sua cripta, que pode ser considerada uma verdadeira igreja subterrânea, encontram-se trabalhos artísticos do escultor Francisco Leopoldo. Nela ainda se destaca o mausoléu em bronze do cacique Tibiriçá, chefe dos índios Guaianazes, que tão bem acolheu os primeiros jesuitas no planalto de Piratininga e, com seu auxílio, possibilitou a fundação da cidade de São Paulo. Passou por uma intensa reforma no período de 2000 à 2002, e agora a Catedral da Sé está em processo de tombamento pelo Departamento do Patrimônio Histórico de São Paulo.

Fonte: www.sampa.art.br

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal