Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Savana  Voltar

Savana

 

Savanas e Pradarias

O termo pradaria ou campo engloba ambientes abertos que diferem muito um com o outro: as estepes da Sibéria ocidental, as grandes planícies da América do Norte, as savanas da Índia e da África, os pampas da América do Sul, os cerrados do Brasil, e mesmo áreas florestadas que foram derrubadas para agricultura ou pastoreio.

Savana

Todos esses campos são cobertos por gramíneas e outras plantas adaptadas as chuvas irregulares, como na Europa e na América do Norte, ou a chuvas estacionais, como as chuvas das monções na Ásia e as chuvas de inverno na África. O verão nos campos da Índia e da África é tão seco que o nível de água chega a reduzir-se a zero durante os meses de junho e julho, secando completamente pequenos reservatórios de água naturais. (No sul da Europa os meses de julho e agosto formam um período de seca durante o qual ocorrem muito incêndios florestais). Os tornados na África e os ventos das moções iniciam violentamente a estação chuvosa nessas regiões, fazendo com que a vegetação brote rapidamente; a savana africana, por exemplo, fica verde em poucas horas. O engrossamento rápido dos rios significa vida nova para a flora e a fauna dessas regiões.

Savana

Embora poucas espécies animais possam viver apenas de gramíneas, o número de animais dessas espécies pode ser bastante grande. Assim, por exemplo, as pradarias da América do Norte abrigavam milhões de búfalos, antilocapras e cães das pradarias (toupeiras). a savana africana, por outro lado, com suas moitas de arbustos pode alimentar espécies cujas dietas variam muito. A girafa se alimenta das folhas que ficam bem afastadas do chão; o antílope come a casca e os brotos das árvores; o javali escava o chão para conseguir seu alimento. a população de herbívoros é mantida em nível constante pelos predadores: grandes felinos, membros da família dos canídeos, cobras e aves de rapina. O equilíbrio ecológico, porém, tem sido rompido de várias maneiras: o pastoreio excessivo de gado doméstico, na África oriental e ocidental; a introdução do cultivo de amendoim intensificou a seca na região de Sahel, no Senegal; e, em menos de cem anos, três quartas partes das pradarias da América do Norte desapareceram, dando lugar a campos de trigo e de milho ou à construção de cidades. Na África, a savana primitiva hoje existe apenas nas grandes reservas animais do Quênia e da África do Sul.

Fonte: www.achetudoeregiao.com.br

Savana

1 - Savanas tropicais

Necessitam de muita luz, onde há alternância de períodos de chuva e de seca, como as savanas tropicais da região oeste do Sudão (África) localizadas em terrenos planos. Savanas temperadas - A intensidade das chuvas é bem menor que na região tropical, como nas savanas temperadas do sudeste da Austrália.

2 - Florestas Temperadas Decíduas

As florestas temperadas são encontradas nos Estados Unidos, na Europa Ocidental, na China, na Coréia e no Japão. Essas florestas apresentam estratificação pronunciada e grande diversidade de espécies. O clima caracteriza-se por apresentar as quatro estações do ano bem definidas: primavera, verão, outono e inverno. As folhas de suas árvores caem durante o inverno, razão pela qual são chamadas de caducifoliadas (de folhas caducas, que caem) ou decíduas. A queda das folhas está associada a uma adaptação das plantas para se defenderem da seca fisiológica, uma vez que o inverno é bastante rigoroso e a água se congela no solo. Essa florestas apresentam vegetação predominantemente arbórea (carvalhos, bordos, faias, nogueiras) e uma fauna muito rica representada por urso, veados, esquilos, lobos, raposas, lebres, répteis, anfíbios insetos e aves.

3 - A Floresta Amazônica divide-se em três tipos:

florestas densas que se subdividem em florestas de várzeas (periodicamente alagadas), florestas de terra firme e florestas de igapó (permanentemente inundadas); e florestas abertas caracterizadas por uma área de transição climática, menos úmida.

4 - Savanas - Formações

A cobertura vegetal mais característica das savanas é constituída de gramíneas. Sendo o elemento principal dessas vastas regiões, são elas que lhes traçam a fisionomia. As gramíneas têm a propriedade de crescer a partir da base de suas folhas - se as extremidades forem comidas, podem continuar crescendo a partir da base.

A savana é também, pontilhada de arbustos, cactáceas e árvores de estranhas formas, todas elas adaptadas à sobrevivência na longa estação da seca. Os traços característicos desta vegetação são a capacidade de armazenar materiais nutritivos e água, quer nos troncos quer no galhos, e a propriedade de praticamente não apresentar transpiração. Espécies típicas de savana são pequenas árvores ou arbustos que perdem as folhas na estação seca ou, tratando-se das perenes, possuem folhagens muito resistente.

As savanas tropicais (campos com árvores ou grupos de árvores espalhadas) encontram-se em regiões quentes com precipitação de 1.000 a 1.500 mm, porém, com uma ou duas épocas de secas prolongadas em que os incêndios constituem uma parte importante do ambiente. Instalam-se nos climas tropicais na África, Ásia e Austrália. As estações são reguladas pela precipitação mais do que pela temperatura, como ocorre nos campos temperados. As gramíneas são intercaladas por árvores e arbustos. Fauna abundante em variedade de espécies. Savanas Tropicais necessitam de muita luz , onde há alternância de períodos de chuva e de seca, como as savanas tropicais da região oeste do Sudão localizadas em terrenos planos

FLORESTAS DECÍDUAS TEMPERADAS

Floresta praticamente homogênea, decídua, formada por indivíduos de porte médio (25m), encontrada em latitudes médias (35o - 45o) onde dominam climas temperados. Sua estrutura e diversidade vegetal são mais pobres que das florestas tropicais, apresentando, em geral, apenas um estrato bem definido onde predominam bétulas, carvalhos, faias, bordos e nogueiras. São bem desenvolvidas na Europa e na América do Norte.Na floresta temperada existe um ciclo estacional. No inverno, os invertebrados refugiam-se no solo ou na mama que recobre a terra e muitas vezes emigram no verão para os estratos herbáceo e arbustivo. Nas savanas temperadas a intensidade das chuvas é bem menor que na região tropical, como nas savanas temperadas do sudeste da Austrália

FLORESTA DECÍDUA TROPICAL

Ocorrem em climas tropicais úmidos com uma época de seca pronunciada, durante a qual algumas ou todas as árvores perdem as folhas. O principal fator é o forte pulso sazonal de uma precipitação anual bastante grande. Onde as épocas úmidas e seca têm duração aproximadamente igual, a aparência sazonal é a mesma que a de uma floresta decídua temperada, o "inverno" correspondendo a época de seca.

FLORESTAS TROPICAIS ÚMIDAS

Floresta pluvial densa muito rica em espécies, situada entre os trópicos. Considera-se floresta tropical as associações arbóreas de grande porte relacionadas a climas quentes e úmidos (equatoriais, tropicais, constantemente úmidos e climas de vertentes fortemente chuvosos). Ë a formação vegetal de máximo desenvolvimento na terra, em geral, fetos arborescentes, lianas e muitas epífitas. A temperatura nela é constante e a umidade é elevada.

Fonte: www.vestibular1.com.br

Savana

Savana

Localizada na África, Austrália, Américas e Ásia;, possui um clima com estações secas e úmidas e com temperaturas variando entre altas a moderadas. O solo embora seja pobre apresenta uma relativa fertilidade. Vegetação caracterizada por gramíneas, árvores baixas e arbustos.

Fonte: www.unb.br

Savana

Uma savana é uma vasta área plana com alguma vegetação, poucas árvores e pequenos grupos de arbustos, uma espécie de deserto!

A savana é típica das regiões de clima tropical com estação seca e existem vários tipos:

Savanas tropicais e subtropicais: água escassa, solo fértil, poucas árvores, diferentes espécies de mamíferos, pássaros e insetos.

Savanas temperadas: verão mais húmido e Invernos frios, solo fértil.

Savanas mediterrâneas: clima semi- áridas, solo pobre. Este tipo de savana é um dos mais ameaçados do planeta, pois tem sofrido grande degradação e perda de habitats.

Savanas pantanosas: frequentes inundações, muita humidade, temperatura amena, solo rico.

Savanas montanhosas: encontram- se em altitudes elevadas.

Fonte: www.dnoticias.pt

Savana

Savana

As savanas são formações herbáceas fechadas das regiões tropicais com clima com estação seca longa. As savanas são constituídas por ervas altas e duras dentre as quais dominam as gramíneas com rizoma.O clima é caracterizado por uma estação húmida durante a qual as plantas crescem vigorosamente e um período seco durante o qual há muitos incêndios.As gramíneas estão bem adaptadas ao clima tropical com estação seca prolongada:-têm folhas compridas que aproveitam ao máximo o período daschuvas-têm rizomas capazes de resistirem à secura durante o período seco e aos incêndios

Algumas savanas são exclusivamente herbáceas. Mas a maior partepossui árvores ou arbustos no meio das gramíneas. No entanto, as gramíneas constituem sempre o elemento dominante da paisagem.

As árvores das savanas estão adaptadas para suportarem uma estaçãoseca longa pois têm um sistema radicular bem desenvolvido.A casca grossa e dura protege as árvores dos fogos que todos os anos percorrem as savanas. Às vezes os troncos são inchados para conservarreservas de água, como é o caso dos baobabs e das árvores-garrafa, oque protege as árvores dos fogos.Muitas árvores têm a copa achatada.A biomassa vegetal das savanas é bastante inferior à das florestas. No entanto, a biomassa animal das savanas é elevada pois as plantasherbáceas favorecem a proliferação de grandes manadas de herbívoros. Nas savanas também há uma grande abundância de insetos, sendo astérmitas particularmente numerosas.Associados aos herbívoros surgem carnívoros e necrófagos emabundância.

Por vezes existem savanas em vez de florestas tropicais caucifóliasdevido a causas edáficas: -solos inundados periodicamente (a maior parte das árvores nãosuporta solos encharcados) - A-solos esqueléticos (as árvores necessitam de um solo com espessura mínima) - B-solos pobres em nutrientes (as árvores são mais exigentes em nutrientes) - C-solos couraçados (as raízes das árvores não conseguem penetrar na camada dura do solo) - DABCD Ação do homem: os ungulados nativos foram substituídos por gadobovino, caprino e ovino. As explorações mal conduzidas (sobre-pastoreio) conduzem à degradação do coberto vegetal.

A vegetação perde progressivamente o vigor, aparecem espécies menos palatáveis sobretudo arbustos espinhosos. Sem o coberto vegetal protetor, há uma erosão acentuada e muitas vezes irreversível.

Localização das savanas

As savanas localizam-se numa faixa à volta das florestas tropicais caducifólias. A estação seca é mais extensa do que a estação úmida.

Fonte: www.ensino.uevora.pt

Savana

Savana

Nas regiões de clima tropical, existem estes três gêneros de formações vegetais, porque este tipo de clima é uma transição entre outros tipos de climas, ao contrário do clima equatorial, que não faz transição com mais nenhum outro tipo de clima. O clima tropical, consoante a latitude (e a continentalidade), apresenta valores diferentes de precipitações e de temperaturas, pelo que pode fazer transição entre o equatorial, o desértico e até entre o mediterrâneo. Por estas razões (e não só), as formações vegetais variam de acordo com a maior ou menor abundância de precipitações. Contudo, poder-se-á dizer que a formação vegetal que predomina neste clima é a savana.

Pode-se dizer que a savana é uma formação vegetal herbácea (ervas) alta, atingindo nalgumas regiões os 2 metros de altura, e "salpicada" de algumas árvores e arbustos. Os arbustos são quase sempre espinhosos e as árvores, são, na sua grande maioria, de folha caduca, com troncos muito duros e revestidos de casca espessa. As raízes das plantas da savana são muito profundas e ramificadas, para poderem captar o máximo de água (que lhe permite sobreviver na estação seca). As árvores mais típicas da savana são a acácia (que na imagem abaixo, onde se vê uma paisagem de savana, a árvore ao centro e a mais alta, é uma acácia) e o embondeiro (árvore de grande porte, também conhecido por baoba).

No que respeita à fauna (animais) do bioma savana, ela é constituída principalmente por grandes herbívoros, tais como búfalos, elefantes, zebras, impalas, antílopes, girafas, cangurus (nas savanas australianas). Como os herbívoros são o alimento preferido dos carnívoros, a existência de muitos herbívoros, faz com que existam nas savanas também muitos carnívoros, tais como leões, leopardos, panteras, tigres, chitas, etc... Nas savanas também existem répteis (lagartos, cobras, serpentes), aves (águias, abutres, falcões...) e muitos insetos, principalmente gafanhotos e mosquitos.

Fonte: www.slideshare.net

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal