Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Serviço Social  Voltar

Serviço Social

O que é

Serviço Social
Serviço Social

O termo Serviço Social (ou bem-estar social) refere-se à variedade de programas disponibilizados pelos órgãos públicos ou privados a indivíduos e famílias que necessitam de assistência especial. É uma atividade destinada a promover o bem-estar social.

Serviço Social tem muitas funções. É um conjunto de benefícios e facilidades, tais como educação, subsídios de alimentação, cuidados de saúde e habitação subsidiado fornecido por um governo para melhorar as condições de vida e de vida das crianças, deficientes, idosos, e os pobres na comunidade nacional.

O assistente social elabora e executa ações para garantir o bem estar do cidadão e sua inserção social. Atua nas áreas de alimentação, educação, gerenciamento, habitação, jurídica, recreação, recursos humanos e saúde.

No setor público, oferece serviços de atendimento à população carente e minorias e de reintegração social de detentos. Na iniciativa privada, orienta funcionários em questões familiares, financeiras, de saúde e de segurança no trabalho.

O Serviço Social é uma profissão de nível superior e pode ser exercida somente por profissionais diplomados em instituições de ensino reconhecidas pelo Ministério da Educação (MEC) e devidamente registrados no Conselho Regional de Serviço Social (CRESS). A pessoa que se forma no curso de Serviço Social é denominada de assistente social.

Quando surgiu o Serviço Social no Brasil?

O Serviço Social surgiu a partir dos anos 1930, quando se iniciou o processo de industrialização e urbanização no país. A emergência da profissão encontra-se relacionada à articulação dos poderes dominantes (burguesia industrial, oligarquias cafeeiras, Igreja Católica e Estado varguista) à época, com o objetivo de controlar as insatisfações populares e frear qualquer possibilidade de avanço do comunismo no país. O ensino de Serviço Social foi reconhecido em 1953 e a profissão foi regulamentada em 1957 com a lei 3252.

A profissão manteve um viés conservador, de controle da classe trabalhadora, desde seu surgimento até a década de 1970.

Com as lutas contra a ditadura e pelo acesso a melhores condições de vida da classe trabalhadora, no final dos anos 1970 e ao longo dos anos de 1980, o Serviço Social também experimentou novas influências: a partir de então, a profissão vem negando seu histórico de conservadorismo e afirma um projeto profissional comprometido com a democracia e com o acesso universal aos direitos sociais, civis e políticos.

Legislação Básica

O assistente social deve orientar-se pela lei que regulamenta a profissão de Serviço Social (Lei 8662, de 7 de Junho de 1993, que dispõe sobre a profissão e dá outras providências) e pelo Código de Ética Profissional.

É imprescindível ainda o conhecimento da legislação social em vigor, de acordo com o campo de atuação do profissional (Saúde, Assistência Social, Previdência, Habitação, Educação, etc). Contudo, o estudo dos direitos sociais afirmados pela Constituição Federal de 1988 é um requisito básico, bem como as leis orgânicas que regulamentam a Carta Constitucional.

O Profissional

O assistente social desenvolve seu trabalho diretamente com a população, exercendo a função de planejador e executor de projetos e programas que concretizem as políticas sociais.

Ele desenvolve atividades de promoção, integração do indivíduo à sociedade.

Perfil do profissional

O curso oferece formação que facilita ao profissional atuar nas expressões da questão social, formulando e implementando propostas para seu enfrentamento por meio de políticas sociais públicas, empresariais, de organizações da sociedade civil e de movimentos sociais, além de oferecer uma formação intelectual e cultural generalista crítica, competente em sua área de desempenho, com capacidade de inserção criativa e propositiva no conjunto das relações sociais e no mercado de trabalho.

O Assistente Social

Realiza o levantamento da situação de indivíduos ou grupos, através de técnicas e procedimentos como questionários, entrevistas, contatos diretos, visitas, etc., a fim de formular um diagnóstico e detectar os pontos que influenciam no processo.

Nas empresas e indústrias auxilia e orienta funcionários, elaborando e acompanhando programas educativos, de saúde e de segurança do trabalho.

Em grupos comunitários desenvolve atividades recreativas sociais e educativas para promover a integração entre seus membros.

Atua em centros de saúde e hospitais, interagindo com médicos, psicológicos e outros profissionais, elaborando planos de ação aos diversos setores como orientação e reabilitação profissional, desemprego, amparo a inválidos, acidentados etc.

No setor público, identifica os problemas sociais e planeja programas preventivos, como, por exemplo, assistência a menores abandonados, carentes e infratores.

Promove levantamentos estatísticos sobre a realidade social, avaliando as condições sociais da população.

Serviço Social
Serviço Social

Áreas de atuação

Esse profissional se emprega sobretudo no setor público. Na área da educação, o assistente social desenvolve programas de bolsas de estudo e financiamento, além de incentivar a permanência do aluno na escola.

Também cabe a ele elaborar programas de saúde para prevenir doenças e o uso de drogas e assistir pacientes e seus familiares. Ele ainda acompanha processos jurídicos de abusos contra menores e de adoção e guarda. No setor privado, elabora programas de lazer, saúde e segurança no trabalho.

Campos de Atuação

O maior campo de atuação do Serviço Social é a Saúde. Outros campos também são bastante expressivos, como o campo Sócio-Jurídico e a Assistência Social. Temos ainda o campo da Educação, Habitação e Empresarial. O Meio Ambiente ainda é um campo pouco explorado em nossa área.

Mercado de Trabalho

Os órgãos públicos são os maiores contratantes, em função das políticas sociais aplicadas pelo governo. Para ingressar nesses postos é preciso prestar concurso público. A maior parte das vagas se encontra no eixo Rio-São Paulo, tanto em órgãos do governo como em centros comunitários, empresas, escolas, ONGs, penitenciárias.

O profissional é mais requisitado nas áreas de educação, saúde, de proteção às minorias e de combate às desigualdades sociais, atuando em apoio aos indígenas, às mulheres, aos negros e aos sem-terra.

Outra opção é a docência, já que o número de cursos universitários de serviço social aumenta no país.

O que você pode fazer

Assistência à criança e ao adolescente: Desenvolver e implantar projetos de apoio à educação e acompanhamento de crianças e jovens carentes. Na Justiça, nas varas de família, deve acompanhar os processos que envolvem crianças e adolescentes em situação de risco social, de adoção e de disputa de guarda.
Empresas:
Organizar e executar programas educativos de saúde, lazer e segurança no trabalho.
Saúde:
Participar de campanhas públicas de prevenção de doenças endêmicas e epidêmicas e do combate ao alcoolismo e às drogas. Prestar assistência a pacientes e seus familiares.
Educação:
Criar e implementar programas de bolsa de estudo e auxílio financeiro, assim como selecionar os estudantes beneficiários.

O Símbolo da Profissão do Serviço Social

Serviço Social
Símbolo - Serviço Social

Turmalina Verde: Pedra Brasileira singela por excelência, ninguém procura falsificá-la. Simboliza a esperança e a sinceridade.
Estrela dos Reis Magos:
Lembra num mesmo facho, a suprema caridade do redentar e o elevado ideal dos Reis Magos que, segundo e na renúncia dos próprios bens e comodidade encontrou a LUZ. Simboliza o espírito de fraternidade universal e de sacrifício pelo bem dos homens.
Balança com a Tocha:
Exprime o caráter da justiça social; mais moral que jurídica, à punição do que erro, preferindo a redenção. Simboliza que pelo amor e pela verdade tudo pode ser removido.

O Curso

Todo o conteúdo é voltado a dar base para o aluno compreender e analisar a realidade social numa perspectiva histórica, crítica e propositiva.

O principal objetivo do curso é formar um profissional capaz de criar e implementar programas cuja finalidade seja a transformação social.

O Curso de Graduação em Serviço Social visa formar o profissional crítico e criativo, com conhecimentos científicos, técnicos e éticos para atuar nas expressões da questão social, formulando e implementando propostas de intervenção para o seu enfrentamento, mediante políticas de inclusão social.

O curso de Bacharelado em Serviço Social forma o profissional apto a atuar na área das relações sociais através de uma sólida formação intelectual.

Além disso, e por suas próprias características, a atividade do Bacharel em Serviço Social exige uma formação generalista crítica, no campo profissional propriamente dito e em conhecimentos de áreas afins, além de uma visão do mundo moderno e globalizado, principalmente na conquista de seu maior investimento – o Homem.

Todo o conteúdo é voltado a dar base para o aluno compreender e analisar a realidade social numa perspectiva histórica, crítica e propositiva.

O principal objetivo do curso é formar um profissional capaz de criar e implementar programas cuja finalidade seja a transformação social.

Para isso, a grade curricular inclui muita sociologia, teoria política, filosofi a e economia, além de conteúdos vinculados à formação da sociedade brasileira, como políticas e movimentos sociais, trabalho e sociabilidade, relações de gênero, étnicas e raciais.

O bacharel em Serviço Social é dotado de conhecimentos adquiridos através de teorias e práticas do cotidiano da profissão e constantes da grade curricular do curso, o qual possibilita o desenvolvimento de Planejamento, por meio de políticas sociais públicas, empresariais, da sociedade civil e movimentos sociais no enfrentamento das questões sociais.

O Bacharel em Serviço Social deve ser capaz de:

Aplicar a metodologia do planejamento;
Elaborar Planos nas esferas públicas e privada;
Elaborar o planejamento do Serviço Social;
Planejar e operacionalizar estudos de viabilidade econômico financeira de empreendimentos sociais;
Planejar e acompanhar as atividades Públicas dos Programas Sociais do Governo, do Municipal ao Federal;
Conhecer, analisar e interpretar a legislação social do país;
Planejar e executar os projetos e programas estratégicos;
Identificar, analisar e avaliar os possíveis efeitos positivos e negativos provocados pelas atividades do Serviço Social em determinados espaços e comunidades;
Elaborar estudos de mercado de Serviço Social;
Detectar, aplicar e gerenciar a qualidade de serviços sociais;
Estabelecer as normas e critérios de categorização e hierarquização dos prestadores de Serviços Sociais;
Apoiar ações voltadas à formação, treinamento e capacitação dos recursos humanos de Serviço Social e nível técnico ou superior;
Planejar e ministrar cursos e treinamentos nos vários segmentos de mercado do serviço social;
Pesquisar para a formação do Serviço Social, com relação ao dimensionamento da oferta, criar Banco de Dados e detectar o perfil do assistido, entre outros;
Interpretar, avaliar e selecionar informações geográficas, históricas, políticas, esportivas, recreativas, religiosas, econômicas e outras, voltadas ao Serviço Social;
Gerir empreendimentos sociais;
Utilizar a metodologia científica no desenvolvimento de estudos e pesquisas básicas e aplicadas inerentes ao Serviço Social.

Objetivo do Curso

Formar assistente social através de fundamentação teórico-metodológico e ético-político, visando desenvolver posturas e habilidades que contribuam no enfrentamento da questão social, através da elaboração, gestão e avaliação de políticas sociais em órgãos públicos, privados e da sociedade civil.

Desde o início, o estudante realiza trabalhos de campo em comunidades e em diversos espaços institucionais e sociais, como sindicatos, escolas, creches, ONGs e cooperativas. O estágio supervisionado é obrigatório.

Duração média: Quatro anos.

Fonte: www.cfh.ufsc.br/www.uerj.br/www.cress-sc.org.br/estacio.br

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal