Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Siriguela  Voltar

Siriguela

 

Nome científico: Spondias purpurea L.

Família: Anacardiáceas

Nome comum: Cirigüela, ciruela-mexicana; “cirouela”, “ciruelo” (espanhol); “red monbim”, “spanish plum” (inglês)

Origem: América do Sul e Central. No Brasil, ocorre com mais freqüência nas Regiões Norte e Nordeste.

Descrição e característica da planta

Siriguela
Siriguela

Planta perene, originária de clima tropical, com até 7 metros de altura e cultivada principalmente em pomares não comerciais das regiões Sudeste, Norte e Nordeste do Brasil.

As folhas são compostas por 9 a 11 pares de folíolos oblongos, com 2 a 2,5 centímetros de comprimento, bordas lisas e de cor verde-escura. As flores de cores roxas às róseas são produzidas em inflorescências (cachos, panículas) nas extremidades dos ramos. Na mesma inflorescência, são produzidas flores masculinas, femininas e hermafroditas (têm os dois sexos na mesma flor).

Os frutos se assemelham à azeitona grande e são verdes, quando jovens, e, dependendo da variedade, amarelos, alaranjados ou vermelhos, quando maduros.

Os frutos maduros têm uma polpa com cerca de 3 a 5 milímetros de espessura, firme, carnosa, doce, ácida e de sabor agradável (sabor exótico). Uma semente grande ocupa a maior parte do fruto.

As condições favoráveis ao desenvolvimento da planta são: temperatura amena a quente, solos com boa capacidade de drenagem de água e tolera bem a seca. A propagação da planta é feita principalmente através do enraizamento de estacas de 30 a 50 centímetros de comprimento. As sementes também podem ser utilizadas, mas são pouco usadas pela dificuldade na obtenção de mudas e por retardar o início de frutificação.

Existam variedades de plantas que diferem no tamanho dos frutos, na época de produção e na cor quando maduros.

Produção e produtividade

As plantas obtidas por estacas iniciam a frutificação no terceiro ano após o plantio no campo. Uma planta adulta pode produzir até 80 quilos por ano. Cada fruto pesa 15 a 20 gramas e o rendimento em polpa chega a 50% do seu peso.

Utilidade

Os frutos não chamam muita atenção e não têm boa aceitação pelos consumidores, porque não apresenta sabor e perfume acentuado. Podem ser consumidos ao natural ou usados no preparo de sucos, sorvetes, licores, vinho, geléia e compotas.

Usos

Consumida como fruta fresca.

Frutificação

O ano inteiro.

Fonte: globoruraltv.globo.com

Siriguela

A Siriguela ou ciriguela também conhecida como siriguela e cirigüela, arvore que pode atingir até 8 metros de altura, copa baixa, rastejante. Troncos retorcidos.Folhas compostas, lisas de coloração verde intenso.Flores pequenas, brancas.

O fruto “ciruguela” tipo drupa (tipo de fruto carnoso, com apenas uma semente), ovoïde alongado, cor vermelho-esverdeada ou amarelada, do tamanho de um limão. Esses frutos possuem uma película fina, verde, amarela ou vermelha. Polpa espessa, amarela, aromática, envolvendo uma semente. Gosto mais ou menos do cajá, pouco ácida e muito doce. Frutificação durante todo o ano, principalmente no Nordeste brasileiro.

Origem

A Siriguela ou cirigueleira é originária da América Central encontrando-se dispersa no México, Caribe e vários países da América do Sul.

É eficaz contra anemia, inapetência e a diminuição dos glóbulos brancos.De sabor original e muito cremosa, a polpa de siriguela mantém as propriedades nutricionais da fruta que é rica em Carboidratos, cálcio, fósforo, ferro e vitaminas A, B, C.

Características

A planta adulta raramente excede a 7,0 metros. O fruto é uma drupa elipsodial de 3 a 5 cm de comprimento, 15 a 20 g, lisa e brilhante, roxo ou vinho, com o epicarpo firme.

Clima e Solo

A Siriguela ou ceriguela é encontrada produzindo em locais de clima tropical e subtropical, em solos bem drenados.

Cultivo

A planta forma um árvore encorpada, atingindo até 8 metros, com safras anuais, sendo adaptada a solos fracos e com baixa pluviosidade. A seca, entretanto, limita a produção.

Sendo lavoura permanente, e de uso pouco difundido, não há apreciação econômica senão para produção sazonal em pequenas plantações.

Sua propagação pode dar-se por estaquia (clonagem) ou sexuada (semente).

Propagação

A Siriguela ou cirigueleira dificilmente se propaga por sementes. É multiplicada por estacas de 30 a 50 cm de comprimento e de 7 a 12 cm de diâmetro.

Utilização

O fruto de 15 a 20 g apresenta um rendimento de 50% de polpa e é utilizado na fabricação de sucos, sorvetes, licores, vinho, geléia, compotas e refrigerantes.

A Siriguela ou ceriguela, pertencente a família Anacardiaceae, gênero Spondias, é também chamada purple mombin, spanish plum, jocote, ciruela mexicana, ciruela huesillo e ciruel. É uma das espécies mais cultivadas do gênero Spondias. Sua região de origem é provavelmente o México e a América Central (Leon & Shaw, 1990).

Planta que raramente ultrapassa 7 m de altura, a cerigueleira possui ramos que se desenvolvem rente ao solo (Martin et al., 1987; Morton, 1987; Campbell, 1988). Suas folhas são compostas, e as inflorescências possuem flores perfeitas que formam frutos isolados ou em cachos. Esses frutos possuem uma película fina, verde, amarela ou vermelha, dependendo do estádio de maturação; polpa de pequena espessura ao redor de um grande caroço (Leon & Shaw, 1990).

Apesar de não ter fixado como uma cultura explorada na forma de pomares comercias no Brasil a Siriguela possui um grande potencial econômico (Pinto, 1997; Sousa, 1998). A fruta possui atrativa coloração e excelente sabor é comercializado na forma in natura, em diversas regiões do Brasil, notadamente no Norte e Nordeste.

CARACTERIZAÇÃO

O conteúdo de sólidos solúveis totais (SST) é alto no fruto maduro e a acidez, relativamente baixa.

A Siriguela ou ceriguela não é considerada um fruto ácido, porém é bastante doce. No final da maturação os açúcares redutores constituem aproximadamente 36% dos açúcares solúveis totais. A ceriguela possui baixo teor de ácido ascórbico que é Maximo no fruto verde.

Apesar de ser muito apreciada para o consumo fresco, a Siriguela ou ceriguela também é utilizada para o processamento, mas, nesse caso deve-se utilizá-la quando completamente madura, já que apresenta um alto conteúdo de amido nos estádios iniciais da maturação. Mesmo no fruto maduro o conteúdo de amido é elevado, e em alguns casos pode-se mesmo perceber o sabor amiláceo no ceriguela fresca. O teor de pectina total também é elevado, em comparação com a maioria dos frutos, o que, associado ao elevado teor de amido, pode dificultar a estabilização de suco ou néctar.

Siriguela
Siriguela

Tabela de valor nutricional da Siriguela ou Ciriguela

Quantidade 100 gramas
Calorias (Kcal) 76
Proteína (g) 1,4
Carboidratos(g) 18,9
Fibra Alimentar (g) 3,9
Colesterol (mg) n/a
Lipídios (g) 0,4
Ácido Graxo Saturado (g) 0,2
Ácido Graxo Mono insaturado (g) traços
Ácido Graxo Poli insaturado (g) 0,1
Cálcio (mg) 27
Fósforo (mg) 49
Ferro (mg) 0,4
Potássio (mg) 248
Sódio (mg) 2
Vitamina B1 (mg) 0,14
Vitamina b2 (mg) traços
Vitamina B6 (mg) traços
Vitamina B3 (mg) traços
Vitamina C (mg) 27,0

Fonte: www.frucafe.com.br

Siriguela

Siriguela
Siriguela

Siriguela
Siriguela

Siriguela
Siriguela

Siriguela
Siriguela

A Siriguela, pertencente a família Anacardiaceae, gênero Spondias, é também chamada purple mombin, spanish plum, jocote, ciruela mexicana, ciruela huesillo e ciruel. É uma das espécies mais cultivadas do gênero Spondias. Sua região de origem é provavelmente o México e a América Central (Leon & Shaw, 1990).

Planta que raramente ultrapassa 7 m de altura, a cerigueleira possui ramos que se desenvolvem rente ao solo (Martin et al., 1987; Morton, 1987; Campbell, 1988). Suas folhas são compostas, e as inflorescências possuem flores perfeitas que formam frutos isolados ou em cachos. Esses frutos possuem uma película fina, verde, amarela ou vermelha, dependendo do estádio de maturação; polpa de pequena espessura ao redor de um grande caroço (Leon & Shaw, 1990).

Apesar de não ter fixado como uma cultura explorada na forma de pomares comercias no Brasil a Siriguela possui um grande potencial econômico (Pinto, 1997; Sousa, 1998). A fruta possui atrativa coloração e excelente sabor é comercializado na forma in natura, em diversas regiões do Brasil, notadamente no Norte e Nordeste.

CARACTERIZAÇÃO

Na Tabela abaixo encontram-se os valores observados na caracterização da Siriguela ou ceriguela em 3 estádios de maturação realizados na Embrapa Agroindústria Tropical.

Apesar de o caroço ser grande, este é leve, e a Siriguela ou ceriguela mostrou um rendimento de polpa elevado. O conteúdo de sólidos solúveis totais (SST) é alto no fruto maduro e a acidez, relativamente baixa.

A Siriguela ou ceriguela não é considerada um fruto ácido, porém é bastante doce. No final da maturação os açúcares redutores constituem aproximadamente 36% dos açúcares solúveis totais.

A Siriguela ou ceriguela possui baixo teor de ácido ascórbico que é Maximo no fruto verde.

Apesar de ser muito apreciada para o consumo fresco, a Siriguela ou ceriguela também é utilizada para o processamento, mas, nesse caso deve-se utilizá-la quando completamente madura, já que apresenta um alto conteúdo de amido nos estádios iniciais da maturação. Mesmo no fruto maduro o conteúdo de amido é elevado, e em alguns casos pode-se mesmo perceber o sabor amiláceo no Siriguela ou ceriguela fresca.

O teor de pectina total também é elevado, em comparação com a maioria dos frutos, o que, associado ao elevado teor de amido, pode dificultar a estabilização de suco ou néctar.

Caracterização da porção comestível da Siriguela ou ceriguela em três estádios de maturação. Fortaleza, CE, Brasil, 2000:

Características* Predominantemente Amarelo Amarelo
Peso total (g) 15,91 19,92
Polpa + Casca (%) 81,58 81,65
Semente (%) 18,42 18,34
Comprimento (mm) 39,70 43,10
Diâmetro (mm) 28,10 32,20
Sólidos Solúveis Totais(oBrix) 10,30 11,56
Acidez Total Titulável (%) 1,07 1,03
Sólidos Solúveis/Acidez 9,56 11,23
pH 3,10 3,17
Açúcares Solúveis Totais (%) 7,22 8,41
Açúcares Redutores (%) 6,28 7,65
Amido (%) 1,92 0,52
Pectina Total (%) 0,13 0,28
Pectina Solúvel (%) 0,09 0,07
Pectina Fracionada (% - em relação aos SIA) A.M.

9,75

B.M.

0,87

PROT.

1,09

A.M.

10,30

B.M.

2,11

PROT.

2,21

Pectinametilesterase (UAE) 305,22 362,31
Poligalacturonase

(UAE)

19,78 18,32
Vitamina C Total (mm/100g) 36,87 36,86
Fenólicos Solúveis em H2O (%) 0,10 0,12
Fenólicos Solúveis em Metanol(%) 0,10 0,11
Fenólicos Solúveis em Metanol 50% (%) 0,13 0,14

UTILIZAÇAO

A Siriguela ou ceriguela é a espécie do gênero Spondias que produz frutos de melhor qualidade. Dessa forma, a principal forma de consumo é in natura tanto fruto verde quanto o maduro. A classificação desses frutos é feita mediante o peso e o estádio de maturação.

Essa fruta também é usada no preparo de bebidas fermentadas (chicha), vinhos e bebidas geladas (Leon & Shaw, 1990). No Nordeste brasileiro a Siriguela é muito apreciada como “tira-gosto” após a ingestão de certas bebidas alcoólicas (Pinto, 1997), além de fazer parte da composição de sorvetes (Sousa, 1998).

Fonte: www.fruticultura.iciag.ufu.br

Siriguela

 

Siriguela
Siriguela

Nome científico: Spondias Purpúrea L.

Árvore que pode atingir até 8 metros de altura, copa baixa, rastejante. Troncos retorcidos.

Folhas compostas, lisas de coloração verde intenso.

Flores pequenas, brancas.

Por uma pequena fruta tal, a seriguela ( purpurea Spondias ) tem um número surpreendente de nomes - além da seriguela mais comumente usado, há siriguela, ciriguela, ciruela em Português e em outras línguas, temos jocote (espanhol) e mombim vermelho, mombim roxo, cajá e sineguela (Inglês).

O fruto tipo drupa (tipo de fruto carnoso, com apenas uma semente), ovoïde alongado, cor vermelho-esverdeada ou amarelada, do tamanho de um limão. Esses frutos possuem uma película fina, verde, amarela ou vermelha. Polpa espessa, amarela, aromática, envolvendo uma semente. Gosto mais ou menos do cajá, pouco ácida e muito doce.

Frutificação durante todo o ano, principalmente no Nordeste brasileiro.

Consome-se sobretudo como fruta fresca.

Da polpa podem fazer-se sucos, licores, sorvetes e doces.

Esta fruta também é usada no preparo de bebidas fermentadas (chicha), vinhos e bebidas geladas.

No Nordeste brasileiro a cerigüela é muito apreciada como “tira-gosto” após a ingestão de certas bebidas alcoólicas. Nos últimos anos tem-se difundido com grande sucesso a "caipirinha de cirigüela".

É o fruto mais saborosa da família das Anacardiácias (umbu, cajá, cajá-manga), a mais doce e a menos ácida.

Origem

América do Sul e Central.

Propriedades e benefícios à saúde

A siriguela possui propriedades diurética e energizante, sendo indicada para aliviar espasmos, diarreia, disenteria, febre, gases, inflamação, limpeza de feridas e queimaduras. Fonte de vitaminas A, B e C, e com alto teor de cálcio, fósforo e ferro, essa frutinha é muito recomendada no tratamento de anemias e no fortalecimento da imunidade. A fruta é rica em antioxidantes, os compostos que atuam contra os radicais livres, moléculas capazes de causar doenças e tumores.

Com relação aos tumores, ainda não se sabe se há, na siriguela, quantidades suficientes de antioxidantes para preveni-los, mas de qualquer forma, a planta é uma ótima aliada para o bom funcionamento do organismo.

A siriguela possui grande quantidade de fibras, que contribuem com o funcionamento do intestino e auxilia na redução das taxas de colesterol. Por ser rica em carboidratos, ela é bastante doce e uma ótima fonte de energia aos praticantes de exercícios físicos.

Modos de consumir

O consumo da siriguela pode ser feito de diversas formas, desde fresca em sua versão natural, até na fabricação de sucos, sorvetes e doces.

Siriguela - Spondias purpurea

A sirigueleira é uma planta originária da América Latina, muito apreciada e encontrada nos quintais do norte.

Ela tem médio porte, mas pode chegar a 7 metros de altura, sendo que seus ramos se desenvolvem perto do solo.

Suas folhas são compostas medindo cerca de 2,5 cm de comprimento, com bordas lisas e de cor verde intenso.

Suas flores são pequenas róseas ou brancas produzidas em panículas nas extremidades dos ramos, podendo ser masculinas, femininas e hermafroditas.

Seus frutos podem apresentar-se isolados ou formando cachos. São drupas verdes quando jovens. Amadurecem com 2,5 cm e mudam sua coloração para amarelo, alaranjados ou avermelhados. Apresentam a polpa fina e doce e um único caroço grande e esponjoso.

A siriguela pode ser consumida “in natura”, em suco, sorvete e doce.

No norte, a propagação da sirigueleira é feita por estacas de 50 cm de comprimento por 10 cm de diâmetro, durante o período chuvoso.

Fonte: www.arara.fr

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal