Facebook do Portal São Francisco
Google+
+ circle
Home  Sofá  Voltar

Sofá

O sofá é um item essencial na decoração

Item essencial na decoração, o sofá é sempre o destaque de uma sala. Afinal, é nele que assistimos aos melhores filmes e conversamos com os amigos e familiares.

A escolha deste importante item da decoração pode parecer fácil, mas não é. Tudo vai depender do local onde será utilizado, dos hábitos dos familiares, da freqüência de sua utilização e de quanto se quer investir nesta aquisição. Existem sofás adequados para os ambientes de estar (livings) e para os modernos home theaters.

Cada situação exige um modelo apropriado, ou seja, para o living eu indico os sofás de proporções mais enxutas, com traços retos, quantidade moderada de almofadas e tecidos mais nobres, para que as pessoas não fiquem jogadas nos estofados e mantenham uma postura mais formal. Afinal, este é um local para receber. Já para o home theater, a indicação é totalmente contrária. Neste ambiente você pode optar por modelos com assentos mais profundos, almofadas fofas e tecidos resistentes, já que neste espaço a regra é ficar a vontade.

Antes de escolher o seu estofado, vale a consulta de um especialista, pois esse é um item muito importante na decoração e errar pode custar caro. O erro mais comum na compra de um sofá é com relação as suas proporções. Aquilo que na loja parece pequeno no seu ambiente pode virar um elefante branco.

Tenha sempre em mãos as medidas do seu ambiente e não se iluda com o que as lojas oferecem. Antes de finalizar a sua escolha, lembre-se: o seu sofá deve ser funcional, prático e adequado para o seu espaço e necessidade. Prestar atenção nos detalhes diminui as chances de errar.

Fonte: www.mundolusiada.com.br

Sofá

Pano seco (estofados de couro cru) Escova Pano umedecido e sabão neutro (estofados de couro) Aspirador (estofados de tecidos)

1) Estofados em couro cru só devem ser limpos com pano seco.

2) Nos demais estofados de couro, pode ser usada uma escovação a seco ou, no máximo, um pano levemente umedecido em água e sabão neutro.

3) em estofados revestidos com tecidos, remova o pó com aspirador.

Dicas

Em estofados revestidos em couro, aplique, eventualmente, cera à base de carnaúba para melhorar a sua conservação. Depois, limpe-o com flanela e/ou sabão neutro.

Para conservar o couro macio e impedir que se parta, limpe-o periodicamente com um pano macio embebido em uma solução de 1 parte de vinagre para 2 de óleo de linhaça. Depois, polir com pano seco.

Fonte: www.limpnet.com.br

Sofá

Limpeza de Estofados – Saiba Cuidar e Manter Limpos Estofados

Sofá

Sofás, cadeiras, banquetas, colchões e almofadas, são alguns dos objetos que podem ser classificados como ”estofados”. Para muitas pessoas fazer a limpeza do estofado pode ser uma tarefa difícil, pois, muitas vezes uma série de duvidas com relação aos produtos de limpeza, modo de limpar e etc, podem dificultar o processo.

O acúmulo de poeira, resíduos, entre outros, deixam o estofado com uma aparência feia, sem vida e principalmente suja. Uma das maneiras mais fáceis de limpar é com a ajuda do aspirados de pó, pois ele consegue remover com facilidade o pó acumulado, principalmente nas regiões de difícil acesso.

Em alguns casos a limpeza a seco é uma das formas mais fáceis de limpar. Hoje em dia não é difícil encontrar empresas especializadas nesse tipo de serviço. Com preços acessíveis e com muita comodidade, elas proporcionam rapidez na limpeza.

Muitos pesquisadores falam sobre a importância de se manter os estofados limpos, assim sendo, pode-se evitar a ocorrência de ácaros e fungos que causam uma série de problemas como alergias e problemas respiratórios.

Com relação à periodicidade da limpeza não há um período “chave”. A limpeza deve ser feita pelo menos uma vez por semana ou sempre que houver a necessidade. Quanto mais rápido for feita à limpeza, mas fácil será e com isso você manterá seu estofado sempre limpo e novo.

Muitas pessoas recorrem às dicas caseiras para manter seus estofados limpos e com aparência de novo. Alguns cuidados são cruciais no cuidado como, por exemplo, evitar que seu estofado tome sol direto, deixe-o em um lugar arejado e com uma boa ventilação, outro cuidado importante é evitar derrubar alimentos sólidos ou líquidos, pois eles favorecem a proliferação de fungos e bactérias o que é extremamente prejudicial à saúde.

Cuidados simples e diários podem fazer de seu estofado um lindo acessório para a sua casa, empresa ou qualquer outro lugar.

Fonte: www.ancorador.com.br

Sofá

Trono! Essa é a forma original da poltrona. Quem possui uma poltrona particular se sente como um rei ao se sentar. Originalmente elitista, hoje tanto as poltronas como os sofás são além de móveis componentes das salas brasileiras, artigos de arte que compõe salões de designer pelo mundo.

Sofá

Como escolher um sofá?

A funcionalidade do sofá é servir de assento, mas também é relacionado como peça decorativa. Mas pensando em sua funcionalidade é necessário dar prioridade ao conforto que ele proporciona. Primeiramente você deve decidir o tipo de peça que deseja adquirir. Um sofá de uma peça (poltrona), ou um sofá de módulos que inclua duas ou mais peças. Além disso você deve pensar em outros itens importantes, como Encosto para o sofá, que pode ser reto, camelo, com almofadas presas ou soltas. Com almofadas soltas oferecem maior versatilidade. Os Braços da poltrona, que também pode ser sem braços, podem servir de apoio se deseja deitar, e nesse caso prefira as com os braços mais baixos, forradas e curvadas. Por último o tecido do sofá. Você pode optar por pernas forradas, com saia ou nuas, ou se prefere forrar com uma capa.

E os sofás de couro?

Comercialmente existem dois tipos de couro para sofás. O couro natural e o ecológico.

Couro ecológico, couríssimo é um nome dado, comercialmente, ao revestimento sintético, assim como o courano e o cipacouro. Normalmente mais barato que o couro natural, pois tem durabilidade inferior e quando exposto ao ácido úrico, que é encontrado no suor, pode sofrer sérios danos. Já o couro natural ou o couro animal, tem um toque mais macio que o revestimento sintético. Geralmente é mais caro, porém oferece mais durabilidade e é muito fácil de limpar. Outro ponto crucial é a sua média temperatura. Não esquenta muito no verão e nem esfria no inverno. Para melhor manutenção de ambos tecidos é necessário mantê-los em locais arejados, longe da exposição de raios solares.

Do que são feitos os sofás e poltronas?

Pode-se encontrar diversos tipos de materiais para a fabricação desses móveis, até por ser um item de designer. Os artistas plásticos e arquitetos abusam na criação dessas peças. Porém se for escolher por um sofá ou uma poltrona e deseje que ela dure por longos anos, um dos produtos mais indicados é a madeira aglomerada.

Os móveis feitos com madeira aglomerada possuem as seguintes vantagens:

Durabilidade

Resistência a umidade, mofo e insetos

Acabamento uniforme, sem nós ou rachadura.

Fonte: www.wiki2buy.com.br

Sofá

Acerte na escolha de seu sofá

Na hora de escolher o sofá da sala, leve em conta alguns fatores, como qualidade, estilo, proporção, funcionalidade, conforto e preço

Sofá

São tantos fatores a serem levados em conta na hora de adquirir um sofá que é comum ficar ansioso e passar horas e horas visitando lojas e profissionais. O móvel, pode-se assim dizer, é o ponto de partida quando se deseja decorar uma casa, por ser o item fundamental da sala, além de ocupar um espaço estratégico e muito visível. É também, a partir dele, que se vai definir os outros móveis da casa. Por tantas razões, o sofá deve mesmo ser escolhido com calma, pois não há nada pior do que perceber que a compra foi inadequada.

Segundo o decorador, Walmer Antônio Riani, os sofás também seguem as tendências da moda (principalmente de Milão) e as tendências, no momento, são: linhas mais retas, couro natural e cores claras, embora o preto e o marrom nunca saiam de moda. Algumas dicas também são importantes, fique atenta:

Ao visitar uma loja ou fornecedor, anote todas as medidas do sofá pretendido. Segundo Walmer, antes da compra, a pessoa deve certificar-se de que o sofá ou poltrona cabe no espaço disponível e se combina com o mobiliário restante (caso este já tenha sido comprado).

"Tente construir um ambiente único, com móveis grandes", aconselha o decorador. De acordo com Walmer, dividir o espaço em várias salinhas pequenas, com diferentes sofás, polui o ambiente e não deixa espaço para circulação. Ou seja, está por fora.

As disposições podem ser bem variadas: tudo vai depender do seu espaço e criatividade. Uma combinação clássica é dispor em L dois sofás de dois lugares, com uma mesa lateral no canto. Na sala de TV, o estofado pode ter apoio de um pufe, que faz as vezes da mesa de centro e ainda acomoda os pés.

Para não errar, prefira usar sofás de um mesmo modelo, preferencialmente revestido com tecido de tom neutro, em vez dos estampados.

Casas de campo e praia merecem estofados práticos e fáceis de manter, como os revestidos com 100% algodão, que podem ser lavados na máquina, ou o nautolex, tecido impermeável importado, com aparência de couro.

Todo cuidado é pouco ao misturar sofás e poltronas de diferentes estilos. Leve em conta que deve haver harmonia entre as formas e os materiais. Cuidado também ao misturar estampas.

Sofás-cama são boa opção para quem não tem onde acomodar hóspedes. Verifique a densidade do colchão, que deve ser firme. Não esqueça de checar também se o espaço é suficiente para acomodar o sofá aberto.

Além de ser uma tendência, modelos com capas removíveis são perfeitos para quem tem criança em casa. A manutenção é fácil: sujou, é só lavar na máquina.

A limpeza cotidiana deve ocorrer preferencialmente com aspirador de pó, que evita acúmulo de poeira. Use pano limpo umedecido com água morna e sabão neutro, para retirar pequenas manchas.

Antes de mandar reestofar o móvel, faça uma pesquisa para ver se realmente vale a pena trocar o revestimento. Algumas vezes fica mais barato comprar um sofá novo, principalmente em épocas de promoção.

Agora, só resta procurar um modelo que lhe agrade, combine com sua casa e seu orçamento. Quando estiver confortavelmente sentada em seu novo sofá, à noite, vendo TV, vai ver que valeu a pena ter pensado em cada detalhe.

Fonte: www.acessa.com

Sofá

Os fãs dos móveis dos anos 60 e 70 já têm parada certa para as compras. A Riviera, especializada em poltronas, cadeiras, mesinhas e objetos de decoração dessas duas décadas acaba de abrir as portas no bairro de Pinheiros. A inauguração “em caráter experimental”, segundo um dos sócios, o empresário Luiz Martins, foi em janeiro. Mas quem passa pela rua Fradique Coutinho não consegue desviar o olhar do interior da loja, com paredes forradas de moldes de gesso em formato de bolos e pudins. “Levamos dois meses para fazer essa parede”, conta Luiz.

Além das paredes, chamam atenção os sofás e poltronas – reedições de peças antigas de sucesso. Há ainda mesinhas laterais e luminárias de mesa que lembram às da Família Jetsons, bibelôs cafoninhas de louça e mesas de jantar. Fuçando um pouco mais o acervo da loja, é possível ainda garimpar penteadeiras restauradas que podem ir, sem medo de ser feliz, direto para a sala de estar e também almofadas muito bacanas. Por enquanto, metade do estoque é de peças reeditadas. A outra metade, criações exclusivas assinadas por Vinícius Campion, dono da marca A Mulher do Padre.

Luiz explica que, num futuro próximo, as peças exclusivas devem ser maioria no novo espaço de decoração. “Queremos criar uma linha de móveis para quem já curte as roupas da Mulher do Padre”, diz. “Percebemos que muita gente que visita as lojas da grife fica louca com as peças que compõe a decoração das lojas”. A fusão entre roupas e móveis ficará mais evidente até a metade do ano, quando corners de decoração serão mesclados às araras nas lojas A Mulher do Padre. Para quem já se animou com a novidade, um aviso: a loja ainda não tem pronta-entrega. As peças são feitas sob encomenda e levam de 30 a 40 dias para ficar prontas.

Fonte: casadachris.uol.com.br

Sofá

Limpeza de estofados

A grande maioria dos móveis é revestida com tecido, couro ou vinil. Então, é bem provável que você tenha um desses tipos de móveis em casa.

Tecido

A maioria dos estofados em tecido podem ser lavados em casa; a exceção é o tecido fabricado apenas para "lavagem a seco". Remova manchas desse tipo de tecido com um solvente ou experimente a seguinte receita: misture 1/4 de copo de sabão líquido para lava-louças com 1 copo de água morna e bata a solução com um batedor de ovos. Aplique a espuma sobre o estofado, uma pequena parte de cada vez, com uma escova limpa, de cerdas macias. Remova o excesso de água. Enxágüe o estofado esfregando o tecido com um pano úmido limpo; enxágüe o pano se necessário.

Couro

Deve-se limpar o couro com sabão puro (sem detergente). Às vezes é bom aplicar um condicionador para restaurar a umidade e reavivar o brilho. Uma solução de água morna e sabão líquido para lava-louças é uma das melhores maneiras de limpar estofados de couro. Aplique só a espuma, esfregando de leve com uma escova de cerdas macias; limpe com uma esponja úmida.

Vinil

Pode-se limpar estofados de vinil do mesmo modo que os de couro, ou com um produto comercial criado especialmente para limpar vinil. A melhor maneira de limpar estofados de vinil é com bicarbonato de sódio em um pedaço de pano, acompanhado por uma limpeza leve com sabão líquido para lava-louças. Nunca use óleo; ele endurece o estofado.

Se você seguir as instruções apresentadas neste artigo, os objetos em sua casa parecerão tão novos quanto no dia em que você os comprou. Mantenha em dia a limpeza dos móveis e objetos, e você terá uma casa pronta para mostrar todos os dias.

Fonte: casa.hsw.uol.com.br

Sofá

Sofá é uma mobília da sala, onde as pessoas se assentam e/ou deitam. O divã é uma espécie de sofá muito usado na sessões de psicanálise freudianas.

Sofá
Sofá revestido com tecido aveludado na cor marrom.

História

O sofá foi originalmente um trono dos governantes árabes e tem existido desde a antiguidade, entre os nobres do Oriente Médio. Na sociedade romana o sofá se encontrava com o comedor, conhecido como triclinum. Três sofás eram colocados ao redor de uma mesa baixa, e os homens descansavam enquanto comiam (enquanto as mulheres se sentavam em cadeiras convencionais).

O sofá era originalmente um móvel elitista e só na época da industrialização que o sofá se converteu em um artigo imprescindível dos cidadãos nas casas de classe média e baixa.

Tempos atuais

O sofá liga-se hoje invariavelmente a vida familiar doméstica e à cultura da televisão. Existem diversos designers de móveis, tais como Francesco Binfarè, que se especializam em sofás.

Porém, mesmo sendo produzido em larga escala industrial, as classes baixas, em sua maioria, somente conseguem adquirí-las apenas através de doações, em geral, ou quando estão avariados.

Fonte: pt.wikipedia.org

Sofá

IMPORTANTE

Cada variedade de revestimento apresenta particularidades na limpeza, em virtude da diversidade de fibras em sua composição. Por isso, a melhor solução sempre é a prevenção, evitando situações que possam danificar o revestimento do estofado.

COURINO É MELHOR QUE O TECIDO?

Não necessariamente. Os testes para limpeza de manchas realizados na Delare resultaram em maior sucesso nos courinos (revestimentos plásticos) testados que nos tecidos.

Porém, é necessário destacar que a variedade de composições e fabricantes de tecidos com que a empresa trabalha é maior que no caso de courinos.

Podem ser facilmente encontradas no mercado variedades de tecidos inferiores a courino e vice-versa.

Como remover manchas de batom

1. Com uma toalha de papel, retire o excesso de batom. Cuidado apenas, para não espalhar ainda mais.

2. Umedeça a mancha com uma quantidade mínima de álcool ou solvente para limpeza a seco. Seque imediatamente com uma nova folha de toalha de papel. Repita a operação até que a mancha desapareça.

3. Caso a mancha persista, molhe a região manchada com água. Embeba uma esponja em uma solução de água e detergente neutro e passe sobre a mancha. Se necessário, repita a operação.

4. Enxágue com água para remover qualquer resquício de detergente neutro.

5. Para ter certeza que não ficou nada, enxágue com uma solução de partes iguais de água e vinagre. Seque bem com um pano limpo.

Como remover manchas de café

1. Com um papel toalha, retire o excesso de café. Molhe cuidadosamente a região afetada com água tônica usando um papel toalha.

2. Repita o passo 1 até que a mancha desapareça.

3. Enxágue com água e seque.

4. Caso a mancha não desapareça, molhe a área com água, embeba uma esponja em uma solução de água com detergente e passe no local. Se necessário, repita a operação.

5. Enxágue com água para remover possíveis resquícios de detergente e seque.

Como remover manchas de caneta

1. Umedeça a mancha com uma quantidade mínima de álcool ou solvente para limpeza a seco. Seque imediatamente com toalha de papel. Repita a operação até que a mancha desapareça.

2. Caso a mancha persista, molhe a região manchada com água. Embeba uma esponja em uma solução de água e detergente neutro e passe no local. Se necessário, repita a operação.

3. Enxágue com água para remover qualquer resquício de detergente neutro.

4. Para ter certeza que não ficou nada, enxágue com uma solução de partes iguais de água e vinagre. Seque bem com um pano limpo.

Como remover manchas de catchup

1. Remova o excesso do líquido ou mancha com uma toalha de papel.

2. Molhe a mancha com uma quantidade mínima de água. Deixe de molho por 1 minuto e seque o local manchado com toalha de papel. Repita a operação até que a mancha desapareça e o tecido esteja bem seco.

3. Se a mancha não desaparecer, molhe a área afetada com uma quantidade bem pequena de água, embeba uma esponja em uma solução de água e detergente neutro e passe no local. Se necessário, repita a operação.

4. Enxágue com água para remover possíveis resquícios de detergente neutro e seque.

5. Uma outra opção para tentar remover a mancha, é enxaguá-la com uma solução de água e vinagre em iguais quantidades (50/50). Seque bem.

Como remover manchas de cerveja

1. Remova o excesso de líquido o mais rapidamente possível.

2. Umedeça a área atingida com um pouco de água. Deixe por 1 minuto com uma toalha de papel em cima. Repita esse procedimento até não haver mais mancha no toalha de papel.

3. Caso a mancha persista, mantenha molhada a área manchada e aplique uma pequena quantidade de detergente neutro diluída em água, usando uma esponja macia. Se necessário, repita a operação.

4. Em seguida, molhe a superfície com um pouco de água limpa, removendo o excesso com uma toalha de papel. É importante remover os resíduos de detergente neutro para evitar descoloração do revestimento.

5. Para ter certeza que não ficou nada, enxágue a parte manchada com uma solução de partes iguais de água e vinagre. Seque bem com um pano limpo ou toalha de papel.

Como remover mancha de chá

1. Com uma toalha de papel ou pano limpo, retire o excesso de líquido o mais rapidamente possível, tomando cuidado para não espalhar mais.

2. Umedeça cuidadosamente a área atingida com um pouco de água tônica e seque com toalha de papel ou pano limpo. Repita esse procedimento até não haver mais mancha visível.

3. Em seguida, molhe a superfície com um pouco de água limpa, secando com uma toalha de papel ou pano limpo.

4. Caso a mancha persista, mantenha molhada a área manchada e aplique uma pequena quantidade de detergente neutro diluída em água, usando uma esponja macia. Se necessário, repita a operação.

5. Em seguida, molhe a superfície com um pouco de água limpa, removendo o excesso com uma toalha de papel ou pano limpo. É importante remover os resíduos de detergente neutro para evitar descoloração do revestimento.

6. Se a mancha não sair com os passos acima, molhe com água oxigenada e deixe secar ao ar por 4 horas. Aplique água oxigenada novamente e deixe repousar por 24 horas. Aplique novamente e deixe por mais 48 horas. Se a mancha continuar, repita o processo.

7. Quando a mancha não for mais visível, molhe com água limpa e seque o excesso com um pano ou toalha de papel.

Como remover manchas de chiclete

1. Remova o excesso e aplique um pouco de álcool sobre a mancha, secando imediatamente com uma toalha de papel ou pano limpo. Repita o procedimento até a mancha não ser mais visível.

2. Caso a mancha persista, mantenha molhada a área manchada e aplique uma pequena quantidade de detergente neutro diluída em água, usando uma esponja macia. Se necessário, repita a operação.

3. Em seguida, molhe a superfície com um pouco de água limpa, removendo o excesso com uma toalha de papel ou pano limpo. É importante remover os resíduos de detergente neutro para evitar descoloração do revestimento.

4. Enxágue a área manchada com uma solução de partes iguais de água e vinagre. Seque bem com um pano limpo ou toalha de papel.

Como remover manchas de chocolate

1. Remova o excesso e aplique um pouco de álcool sobre a mancha, secando imediatamente com uma toalha de papel ou pano limpo. Repita o procedimento até a mancha não ser mais visível.

2. Caso a mancha persista, mantenha molhada a área manchada e aplique uma pequena quantidade de detergente neutro diluída em água, usando uma esponja macia. Se necessário, repita a operação.

3. Em seguida, molhe a superfície com um pouco de água limpa, removendo o excesso com uma toalha de papel ou pano limpo. É importante remover os resíduos de detergente neutro para evitar descoloração do revestimento.

4. Enxágue a área manchada com uma solução de partes iguais de água e vinagre. Seque bem com um pano limpo ou toalha de papel.

Como remover mancha de gelatina

1. Com uma toalha de papel ou pano limpo, retire o excesso de líquido o mais rapidamente possível, tomando cuidado para não espalhar mais.

2. Umedeça a área atingida com um pouco de água. Deixe por 1 minuto com uma toalha de papel em cima. Repita esse procedimento até não haver mais mancha no toalha de papel.

3. Caso a mancha persista, mantenha molhada a área manchada e aplique uma pequena quantidade de detergente neutro diluída em água, usando uma esponja macia. Se necessário, repita a operação.

4. Em seguida, molhe a superfície com um pouco de água limpa, removendo o excesso com uma toalha de papel ou pano limpo. É importante remover os resíduos de detergente neutro para evitar descoloração do revestimento.

5. Para ter certeza que não ficou nada, enxágue a parte manchada com uma solução de partes iguais de água e vinagre. Seque bem com um pano limpo ou toalha de papel.

Como remover manchas de graxa

1. Com uma toalha de papel, retire o excesso de graxa. Cuidado apenas, para não espalhar ainda mais. É importante agir rapidamente.

2. Umedeça a mancha com uma quantidade mínima de álcool ou solvente para limpeza a seco. Seque imediatamente com uma nova folha de toalha de papel. Repita a operação até que a mancha desapareça.

3. Caso a mancha persista, molhe a região manchada com água. Embeba uma esponja em uma solução de água e detergente neutro e passe sobre a mancha. Se necessário, repita a operação.

4. Enxágue com água para remover qualquer resquício de detergente neutro.

5. Para ter certeza que não ficou nada, enxágue com uma solução de partes iguais de água e vinagre. Seque bem com um pano limpo.

Como remover manchas de leite

1. Com uma toalha de papel, retire o excesso de leite. Cuidado apenas, para não espalhar ainda mais.

2. Umedeça a mancha com uma quantidade mínima de álcool ou solvente para limpeza a seco. Seque imediatamente com uma nova folha de toalha de papel. Repita a operação até que a mancha desapareça.

3. Caso a mancha persista, molhe a região manchada com água. Embeba uma esponja em uma solução de água e detergente neutro e passe no local. Se necessário, repita a operação.

4. Enxágue com água para remover qualquer resquício de detergente neutro.

5. Para ter certeza que não ficou nada, enxágue com uma solução de partes iguais de água e vinagre. Seque bem com um pano limpo.

Como remover manchas de maionese

1. Com uma toalha de papel ou com uma faca, retire o excesso de maionese. Cuidado apenas, para não espalhar ainda mais.

2. Umedeça a mancha com uma quantidade mínima de álcool ou solvente para limpeza a seco. Seque imediatamente com uma nova folha de toalha de papel. Repita a operação até que a mancha desapareça.

3. Caso a mancha persista, molhe a região manchada com água. Embeba uma esponja em uma solução de água e detergente neutro e passe sobre a mancha. Se necessário, repita a operação.

4. Enxágue com água para remover qualquer resquício de detergente neutro.

5. Para ter certeza que não ficou nada, enxágue a parte manchada com uma solução de partes iguais de água e vinagre. Seque bem com um pano limpo.

Como remover manchas de mostarda

1. Remova o excesso do líquido ou mancha com uma toalha de papel. Aja rapidamente para que a mancha não se solidifique e entranhe cada vez mais no tecido.

2. Molhe a mancha com uma quantidade mínima de água. Deixe de molho por 1 minuto e seque o local manchado com toalha de papel. Repita a operação até que a mancha desapareça e o tecido esteja bem seco.

3. Se a mancha não desaparecer, molhe a área afetada com uma quantidade bem pequena de água, embeba uma esponja em uma solução de água e detergente neutro e passe no local. Se necessário, repita a operação.

4. Enxágue com água para remover possíveis resquícios de detergente neutro e seque.

5. Uma outra opção para tentar remover a mancha, é enxaguá-la com uma solução de água e vinagre em iguais quantidades (50/50). Seque bem.

Como remover mancha de ovo

1. Com uma toalha de papel ou pano limpo, retire o excesso o mais rapidamente possível, tomando cuidado para não espalhar mais.

2. Umedeça a área atingida com um pouco de água. Deixe por 1 minuto com uma toalha de papel em cima. Repita esse procedimento até não haver mais mancha no toalha de papel.

3. Caso a mancha persista, mantenha molhada a área manchada e aplique uma pequena quantidade de detergente neutro diluída em água, usando uma esponja macia. Se necessário, repita a operação.

4. Em seguida, molhe a superfície com um pouco de água limpa, removendo o excesso com uma toalha de papel ou pano limpo. É importante remover os resíduos de detergente neutro para evitar descoloração do revestimento.

5. Para ter certeza que não ficou nada, enxágue a parte manchada com uma solução de partes iguais de água e vinagre. Seque bem com um pano limpo ou toalha de papel.

Como remover mancha de refrigerante

1. Com uma toalha de papel ou pano limpo, retire o excesso de líquido o mais rapidamente possível, tomando cuidado para não espalhar mais.

2. Umedeça a área atingida com um pouco de água. Deixe por 1 minuto com uma toalha de papel em cima. Repita esse procedimento até não haver mais mancha no toalha de papel.

3. Caso a mancha persista, mantenha molhada a área manchada e aplique uma pequena quantidade de detergente neutro diluída em água, usando uma esponja macia. Se necessário, repita a operação.

4. Em seguida, molhe a superfície com um pouco de água limpa, removendo o excesso com uma toalha de papel ou pano limpo. É importante remover os resíduos de detergente neutro para evitar descoloração do revestimento.

5. Para ter certeza que não ficou nada, enxágue a parte manchada com uma solução de partes iguais de água e vinagre. Seque bem com um pano limpo ou toalha de papel.

Como remover manchas de sangue

1. Cuidadosamente, usando uma toalha de papel, remova o excesso de sangue.

2. Umedeça a região manchada com uma quantidade mínima de água. Deixe de molho por 1 minuto e esfregue a mancha com o papel-toalha. Repita o procedimento até que o papel-toalha não evidencie qualquer mancha de sangue. Seque bem.

3. Caso a mancha não desapareça, molhe a área afetada com água, embeba uma esponja em uma solução de água e detergente neutro e passe no local. Se necessário, repita a operação.

4. Enxágue com água para que sejam removidos quaisquer resquícios de detergente neutro. Seque bem.

5. Uma outra opção, caso a mancha insista em não desaparecer, é enxaguar o local com uma solução de água e vinagre em iguais quantidades (50/50). Seque bem.

Como remover manchas de sorvete

1. Com uma toalha de papel, retire o excesso de sorvete. Cuidado apenas, para não espalhar ainda mais.

2. Umedeça a mancha com uma quantidade mínima de álcool ou solvente para limpeza a seco. Seque imediatamente com uma nova folha de toalha de papel. Repita a operação até que a mancha desapareça.

3. Caso a mancha persista, molhe a região manchada com água. Embeba uma esponja em uma solução de água e detergente neutro e passe no local. Se necessário, repita a operação.

4. Enxágue com água para remover qualquer resquício de detergente neutro.

5. Para ter certeza que não ficou nada, enxágue com uma solução de partes iguais de água e vinagre. Seque bem com um pano limpo.

Como remover manchas de suco de laranja

1. Remova o excesso do líquido ou mancha com uma toalha de papel. Aja rápido para o suco não entranhar no sofá e dificultar ou impedir a remoção da mancha.

2. Molhe a mancha com uma quantidade mínima de água. Deixe de molho por 1 minuto e seque o local manchado com toalha de papel. Repita a operação até que a mancha desapareça e o tecido esteja bem seco.

3. Se a mancha não desaparecer, molhe a área afetada com uma quantidade bem pequena de água, embeba uma esponja em uma solução de água e detergente neutro e passe no local. Se necessário, repita a operação.

4. Enxágue com água para remover possíveis resquícios de detergente neutro e seque.

5. Uma última opção para tentar remover a mancha, é enxaguar a parte manchada com uma solução de água e vinagre em iguais quantidades (50/50). Seque bem.

Remoção de manchas de tinta látex

1. Remova o excesso do líquido ou mancha com uma toalha de papel.

2. Molhe a mancha com uma quantidade mínima de água. Deixe de molho por 1 minuto e seque o local manchado com toalha de papel. Repita a operação até que a mancha desapareça e o tecido esteja bem seco.

3. Se a mancha não desaparecer, molhe a área afetada com uma quantidade bem pequena de água, embeba uma esponja em uma solução de água e detergente neutro e passe no local. Se necessário, repita a operação.

4. Enxágue com água para remover possíveis resquícios de detergente neutro e seque.

5. Uma última opção para tentar remover a mancha, é enxaguar a parte manchada com uma solução de água e vinagre em iguais quantidades (50/50). Seque bem.

Como remover mancha de vinho tinto

1. Com uma toalha de papel ou pano limpo, retire o excesso de líquido o mais rapidamente possível, tomando cuidado para não espalhar mais.

2. Umedeça cuidadosamente a área atingida com um pouco de água tônica e seque com toalha de papel ou pano limpo. Repita esse procedimento até não haver mais mancha visível.

3. Em seguida, molhe a superfície com um pouco de água limpa, secando com uma toalha de papel ou pano limpo.

4. Caso a mancha persista, mantenha molhada a área manchada e aplique uma pequena quantidade de detergente neutro diluída em água, usando uma esponja macia. Se necessário, repita a operação.

5. Se a mancha não sair com os passos acima, molhe com água oxigenada e deixe secar ao ar por 4 horas. Aplique água oxigenada novamente e deixe repousar por 24 horas. Aplique novamente e deixe por mais 48 horas. Se a mancha continuar, repita o processo.

6. Quando a mancha não for mais visível, molhe com água limpa e seque o excesso com um pano ou toalha de papel.

Fonte: www.delare.com.br

Sofá

LIMPEZA DE ESTOFADOS

LIMPEZA RÁPIDA DO SOFÁ

Em estofados com tecidos de mistos ou de algodão puro é possível efetuar a limpeza rápida para evitar o aparecimento de manchas. Já sofás que sejam feitos em tecidos muito delicados, sintéticos de última geração ou couro, o ideal é procurar a ajuda de profissionais.

Algumas dicas são úteis para a limpeza:

Utilize sempre tecidos ou esponjas novas para limpar seus estofados.

Intervenha imediatamente após o problema pois isso ajuda na solução.

Para evitar sombras de manchas, limpe sempre a partir das bordas em direção ao centro da mancha.

Quando for utilizar solventes, jamais coloque-o diretamente no estofado, mas sim no tecido a ser utilizado para a limpeza.

Não apoiar ou sentar antes que o tecido esteja completamente sêco.

Para reviver o pêlo utilize uma escova macia.

MANCHAS EM ESTOFADOS

A melhor forma de limpar manchas em estofados é usando creme de barbear.

Fonte: www.bateprego.com

Sofá

História

Sofás foram chamados por muitos nomes, nós estamos familiarizados com eles sendo chamado sofás, mas eles também foram chamados canapés, salas de estar, escrivaninhas ou sobretudos folgados. Mas não pára lá eles também passam por outros nomes por causa dos vários estilos deles/delas como uma viatura de dois lugares, um três-assento, um sofá de canto, ou talvez uma sala de estar de carruagem. Uma versão pequena de um sofá às vezes é chamada um assento do amor , e, como você provavelmente já saiba, há sofás que dobram fora em camas, como também o futon – que são inacreditavelmente semelhantes.

Não muitas pessoas coleccionam sofás antigos – ou tem sofás de costume de estilos mais velho projetados. Eu não penso que é uma má ideia , de fato. Se um fosse decorar a casa da pessoa com um tema antigo – com mobília bonita, acessórios e outra decoração, uma sala de estar semelhante aos desígnios usado em Roma antiga pode estar extremamente bonito. O olhar distinto de tal um motivo seria inacreditavelmente impressionante a seus convidados, como também um ambiente elegante para você e sua família.

Sofás normalmente estão na sala de estar e ou outras áreas vadiando de um determinado domicílio. Se você estiver re-decorando sua casa, você pode considerar compra um sofá novo. Sofás entrados em muitos estilos e foi muito popular ao longo de história. Agora virtualmente todo o mundo que reside em uma casa, apartamento, etc. possui um sofá. Semelhantemente para possuir uma televisão ou rádio, um sofá é um dos pedaços mais essenciais de mobília de prioridade em uma casa – não importa isso que sua renda. Se você olhar no lugar certo, você pode achar um grande sofá a um preço barato, também!

Até o 20º século o sofá ou sofá era o nome que recorreu a um assento longo, atapetado – um fim seria inclinado bastante para a pessoa que se espreguiça nisto para descansar o dele ou a cabeça dela. No recente, meia-idades o sofá quase significou um sofá cama e novamente, nós temos nossas versões modernas do sofá cama, faça nós não? Assentos de janela também estão muito bonitos, confortáveis, luxuosos e simples instalar.

O sofá cama era o tipo mais popular e comum de sofá no 17º século. Especialmente no 19º século o sofá, sofá ou cama de sala de estar foram pensados frequentemente de como umas senhoras que se espreguiçam assento. Porém, revertendo atrás mais adiante em história, os homens vadiariam frequentemente como eles comeram ou relaxaram e as mulheres estariam de pé ou sentariam em cadeiras. De fato, não era até a era industrial que sofás começaram a se aparecer eventualmente nas casas de pessoas mais comuns. Logo se tornou de forma que virtualmente todo o mundo, jogos, pares, e / ou as famílias inteiras, adquiriria um sofá pelo menos para a casa.

Sofás e psicólogos foram entre si associados durante algum tempo. Embora não todos os psicólogos instruirão o dele ou o cliente dela para se deitar para sessões, a ideia depende de muitas teorias de psicanálise Freudianas – então, é frequentemente usado por doutores que aderem a tais miudezas. Se deitar como terapeuta ou psicanalista de algum tipo pode ser um aspecto importante do dele ou o método dela por interpretar sonhos. Foi teorizado que fluxo de consciência é muito mais fácil o cliente expressar quando um acalmando, posição física. É o conceito que o relaxamento proveu reclinando de tal um modo, como também não olhando o doutor ou curandeiro na face – ajuda o indivíduo a “abrir ou fala mais livremente: uma ideia lógica.

Agora, até mesmo em comédias de costumes em televisão americana, o sofá é às vezes serve virtualmente como uma dianteira adicional – carácter no espetáculo. Por exemplo: Os Simpson, num espetáculo de televisão com que quase todo americano está familiarizado – até mesmo se

só através de reputação. Eu não posso imaginar um tempo no futuro onde o sofá ou alguma versão disto serão eliminadas. Como toda a mobília que foi projetada por pessoas ao longo das idades, o sofá é um que é reavivado, aprimorado, projetado por variações em um tema básico – e ainda é infinito.

Benefícios de um sofá cama de canto

Sofá cama

Os sofás camas de canto estão de novo na moda com estilo e confortáveis para seu quarto. Eles podem transformar um quarto completamente e como resultado, sua popularidade cresceu maciçamente nos últimos anos. Outro fator principal para sua popularidade é acessibilidade e flexibilidade. É uma adição fantástica para o quarto. Devido a sua forma única e tamanho, pode ser acomodado virtualmente em qualquer espaço. Eles são bastante grandes para se esticar e podem sentar varias pessoas durante eventos sociais. Junto com bastante espaço de assento, provê também armazenamento para revistas, uma inclinação e também com opção de balanço e vários acessórios e plug-in para jogar seus dispositivos eletrónicos. Não admira que as pessoas se afeiçoem tanto aos sofás cama. Eles são usados para múltiplos propósitos, estar sentado com amigo(a)s íntimo(a)s, assistindo um filme ou um jogo de futebol. É o melhor lugar para relaxar com um livro e um lugar bom para também recuperar de uma doença.

Sofá cama

Um sofá de canto utiliza o espaço desocupado no canto do quarto e faz o olhar de área quadrado. Colocando-o em um canto a utilidade daquela área aumenta, ao mesmo tempo aumenta a área e assenta muito bem esteticamente.

Para uma família que é grande e gosta de se entreter, sofá de canto é a melhor opção. Considerando que eles estão disponíveis em tamanho grande isto permite sentar um grande número das pessoas. Dá amplo espaço a um quarto que é desajeitadamente organizado, podendo se adaptar e ajustar naquele espaço. Enche um espaço vazio e pode ser se associado possivelmente com outros únicos sofás existentes ou cadeiras para dar seu quarto que olhar contemporâneo. Deste modo você pode fazer mais pessoas sentar junto naquele espaço, sendo mais fácil sentar-se e conversar confortavelmente.

Sofá cama

Os sofás cama podem ser perfeitos para um condomínio ou um apartamento pequeno; porque seus componentes podem ser configurados – sua estrutura pode ser alterada consoante a necessidade, a janela para relaxar e o sofá fechado pode ser utilizado para assistir televisão. Tudo o que tem que fazer está fora, olhar para o sofá mais funcional e confortável que valoriza o quarto. Sofás de canto são feitos de várias partes, compre só os que são útil a si. Porém, você também pode comprar o jogo inteiro podendo eles ser usados em outras áreas da casa. Os sofás cama versáteis podem dar a sua casa estilos diferentes e aspectos.

Devido a sua popularidade, fabricantes começaram a produzir virtualmente em todas cores que você pode imaginar.

Os sofás cama com seus componentesse escolhido sensivelmente pode resolver o problema espacial na casa. Eles são investimento bom para fazer desde que eles sempre permanecem na moda e nunca são antiquados. Seu conforto e versatilidade fazem isto recomendável e previnem acumulação de mobílias de desordem.

Comprando um sofá cama de canto novo pode ser excitante, leve em conta certos fatores antes de comprar de forma que você acabe comprando um que melhores e se ajustes ás suas necessidades.

Diferentes tipos de sofás cama

Há muitos sofás diferentes disponível e é umas grandes variações de sofás cama que oferecem a flexibilidade, por meio de espaço para dormir extra e conforto extra.
Podem ser arrumadas sofá cama de uma variedade de materiais inclusive umas com algodão ou coberturas de poliéster, efeito de camurça ou couro e também ser disponível em muitos estilos diferentes para vestir o plano de seu quarto. Como também os dois ou três sofás de assento tradicionais, camas de cadeira pequenas e canto grupo sofá camas também estão extensamente disponíveis. Encurrale sofás podem ser um grande modo de utilizar o espaço que tem. A parte principal da base simplesmente dobra até criar uma área dormente retangular grande.

A sofá cama mais simples tem colchões de espuma e normalmente é o menos caro. Estas normalmente são sofá cama pequenos e removendo as almofadas soltas, a área de assento dobra até crie um colchão que se deita no chão. Estes normalmente são projetados para uso ocasional como eles não são feito para desgaste constante neles. Estes são satisfatórios para um quarto de convidado ou no quarto de uma criança para quando os amigos ficam nocturnos por cima.

Clic-clac sofá camas cresceram parte de trás que simplesmente clicam para trás abaixo formar a outra metade da Sofa cama de feixocama de sofá junto com a área de assento. Estes são mais duráveis que sofá cama de espuma e são diariamente mais satisfatório para use como um sofá ou uma cama.

Um futon é outra opção para considerar. Estes são semelhantes a sofá cama de clic-clac mas têm armações de aço de madeira ou tubulares que são visíveis. Futon são satisfatórios para quartos, mas não realmente vestido a salas de estar se você quisesse ir por um jogo harmonioso como você não poderia conseguir outros sofás ou cadeiras para emparelhar. Se você morar entretanto em um apartamento moderno pequeno, um futon poderia ser a solução perfeita como eles têm um olhar contemporâneo e oferecem soluções a seu assento e arranjos para dormir e alguns também têm gavetas de armazenamento debaixo deles.

Se você precisa de um sofá cama que será usado em uma base regular, ambos como um sofá e uma cama, que então uma metal acção sofá cama deveria ser sua primeira escolha. Este estilo de sofá cama está frequentemente disponível como uma alternativa para sofás regulares e cadeiras em muitas lojas de sofá, assim é uma escolha boa se você gostasse de uma cama de sofá em sua sala de estar. Eles trabalham no mesmo princípio de tirar de a área de assento, mas o colchão é acção de metal e não está mentindo diretamente no chão. É sustentado pelas pernas de metal à mesma altura como os assentos de sofá, assim sentiria mais como uma cama que as espuma colchão sofá camas.

Lembre-se de considerar como um sofá será usado, que usará isto o mais e qual quarto provável isto será situado dentro antes de tomar uma decisão em qual sofá comprar.

Sofás cama são divertidos, funcionais e vieram para ficar

Sofás cama

Sofá cama existe em muitas formas diferentes e tamanhos. Eles brincam muitos desígnios interessantes, características e tecidos até mesmo. Se você tem olhado por algum tempo então para eles para que você provavelmente foi impressionado com os vários estilos, tapeçaria, couros e configurações nos que são oferecidos estes pedaços surpreendentes de mobília. É fácil ficar na moda com qualquer um de vários modelos.Os sofás cama são confortáveis, dão boas-vindas aos seus convidados, estão na moda e durarão na sua família durante anos e anos de uso.

O primeiro que me falou sobre sofás cama,e quando eu me dei conta deles, era a variedade de forros. Provavelmente um do mais popular, e certamente um do mais durável, é o de couro. Estes têm aquele olhar clássico que parece ficar na moda não importa quanto tempo passa. E, eles parecem grandes em quase qualquer quarto. Os sofás cama são fáceis para decorar ao redor e são fácil manter limpos e agradáveis. No aspecto de confortável-para-o-toque de coisas, poderia ser discutido que as cobertas de fibra microscópicas são uma boa opção. Fibra microscópica é certamente macia ao toque fica bonito. Ou, se você gostar de padrões, há muitas opções de tapeçaria com flores, faixas, desígnios geométricos, ou qualquer outra coisa para o que você poderia desejar.

Sofás cama vão além das camas velhas de antigamente. Tecidos mancos ásperos terríveis, e são ridiculamente sofás pesados que o fizeram maldizem como o filho de um pastor. Agora seus convidados podem esperar ansiosamente por um resto de noites confortável quando eles vierem visitar. Você e sua família podem desfrutar usando o sofá para uso quotidiano e quando o tempo vem mover isto que você não têm que contratar um guindaste.

Sofá cama de futon é bem fixe e a sua popularidade é agora tão alta como alguma vez foi. Os sofás cama parecem grandes e são simples para montar porque tudo você tem que fazer é secular o desista, lance em uma folha e algumas mantas e você é fixo. Os sofás cama são construídos de muitos materiais diferentes, mas madeira e metal são as escolhas mais populares. A madeira tem um aparecimento morno agradável e entra em muitos óculos escuros de cor. Muitos fabricantes igualam uso plantação sustentável tacos crescidos para as armações. Se você estiver como eu, você aprecia este tipo de prática responsável. Metal é, claro que, durável, pode ser pintado qualquer cor e quase durará sempre.

Também há alguns sofás cama no mercado que realmente surpreendem. Você alguma vez ouviu falar de uma cama de cadeira? Estes são grandes. Durante o dia eles parecem ser há pouco cadeiras confortáveis regulares, mas à noite eles transformam em mini os heróis super do mundo de mobília. Eles são compactos e simples, como também luz e funcional. Interiores por atacado fazem um sofá conversível vermelho pequeno que é da mesma maneira que atraente como um botão.

Clique Sofá cama de Estrépito são o último que eu quero mencionar. Você pode estar familiarizado com estes como foi ao redor por muitos anos este desígnio. Há um mecanismo neles isso o permite colocou a parte de trás puxando adiante simplesmente isto, enquanto libertando a captura assim e permitindo isto para se deitaram atrás. Você ouve o click estrépito soar do mecanismo e, viola, cama imediata.

Sofás cama são funcionais, divertidos, confortáveis e estão aqui para ficar. Ao redor, com uma pequena compra você achará a pessoa para vestir suas necessidades.

Fonte: www.sofacamaonline.com

Sofá

Sofás: Modelos e design

Sofá

Sofá

Sofá

Sofá

Sofá

Sofá

Sofá

Sofá

Sofá

Fonte: marcoscesarinteriores.com.br

Sofá

Sofá: regras básicas para a escolha do modelo certo

Sofá

Quando pensamos em comprar um novo sofá pra casa, a principal característica que buscamos é que ele seja simplesmente lindo, certo?

Mas, não é MESMO só a estética o principal requisito para a escolha do seu modelo! Existem vários fatores que precisamos ficar atentos antes de comprar uma peça tão importante.

Vamos a eles:

Tamanho

Regra básica que quase todo mundo esquece: fazer um levantamento do seu elevador e das dimensões das janelas e das portas para ter certeza de que o sofá entrará na sua casa! Se você mora em prédio e notar que ele não vai caber no elevador.

Medir o tamanho do sofá é muito importante também para garantir que a peça não irá atrapalhar a circulação no ambiente. Deixe livre ao menos 60cm nas passagens ao redor do sofá.

Espuma

Um sofá firme é sempre mais resistente e confortável. A densidade deve estar entre 23 a 28 g/cm3. Se houver Idosos em casa, melhor aumentar a densidade para 33 g/cm3. Isso se aplica também para casas onde moram pessoas mais pesadas.

Altura do assento

Sofá

Procure uma altura média em que seus pés fiquem encostados no chão (por volta dos 45cm). Essas medidas trazem muito mais conforto.

Encosto

Se você é do tipo que passa hooooras no sofá, opte sempre por um encosto mais alto, que permita descansar o pescoço.

Sofá

Quem tem criança em casa deve evitar aqueles sofás com vários botões (capitonê- tipo “Chesterfield “), pois os pequenos adoram arrancá-los e colocá-los na boca;

Os modelos retráteis, em que o assento pode correr para frente e para trás, são uma opção bem versáteis e confortáveis;

Sofá

A flexibilidade no desenho deve ser valorizada principalmente em residências em que a sala de TV e de Estar são a mesma. Assim o sofá pode ficar mais confortável e despojado na hora de assistir TV, ou menor e mais formal privilegiando a circulação e a conversa na hora das visitas.picture-59Muita coisa para um sofá só? Mas é isso aí… O resto fica por conta do seu bom gosto!

Fonte: www.casosdecasa.com.br

Sofá

COURO URANO

O couro Urano foi desenvolvido para agregar um maior valor no estofado de couro. Ele contem uma Cera Especial que escurece a floar, logo o couro é batido, mostrando assim o fundo e dando efeito bicolor e Trincado.

FICHA TÉCNICA

Classificação

A+, Peles sem defeito, sem cupim e estrias.

Espessura

10-12mm.

Acabamento

Cera

Toque

Macio.

PRÓS E CONTRAS

Este cuoro fica macio e sedoso, com um visual inovador. Conforme o uso, o estofado adequa se com o couro, partes esticadas ficam mais claras e partes não utilizadas fica mais escuro, dando assim, um efeito bicolor.

Porem é um produto mais frágil, arranha fácil. Neste caso para remover estas marcas, utiliza-se de um simples secador de cabelo para derreter a cera e voltando a cor natural.

COURO LÓTUS

Apresenta um alto-relevo natural do couro, sem acrescentar cera. Por que o couro é o mesmo que o couro tipo urano, se difere no acabamento.

Alguns pequenos cuidados na conservação de estofados revestidos em couro poderão realçar sua beleza e conserva-lo como novos por muitos anos. Entre suas qualidades, o couro tem a propriedade de ser um material resistente e durável, mas é necessário muita atenção para os produtos utilizados na limpeza.

Alguns podem ressecar as fibras ou mesmo causar danos irrecuperáveis.

Veja algumas dicas simples e eficientes:

Para hidratar o couro e evitar ressecamento e rachaduras, é recomendável o uso de vaselina líquida, que pode ser aplicada com um pedaço de flanela, em movimentos circulares. Esta aplicação poderá ser repetida de seis em seis meses.

Não se recomenda o uso de água e sabão para estofados de couro tingido a base de tanino (couros crus - atanados - vegetal ). Neste caso, deve-se usar apenas um pano seco para limpeza.

Evite também o uso de polidores de móveis, óleos, vernizes, detergentes e água com amônia.

Solventes de qualquer tipo devem ser evitados. Dentro do processo de curtição, o couro é tratado com um impermeabilizante que cria uma camada protetora e resistente á sujeira. Àlcool e benzina podem atacar destruindo esta superfície.

Para limpeza, utilize apenas água e sabão neutro, aplicado com um pano levemente umedecido. É importante lembrar que o couro nunca deve ser molhado excessivamente.

Os líquidos derrubados sobre a superfície dos estofados devem ser removidos imediatamente, antes que sejam absorvidos pelo couro, originando a formação de manchas.

Evite a exposição prolongada á luz do sol, que pode provocar o surgimento de rachaduras, diminuindo a beleza e resistência do couro, originando a formação de manchas.

COURO MATERIAIS SINTÉTICOS

Possui felpas no lado avesso da peça

 

Ausência de felpas pelo avesso, tem aspecto de tecido liso.

A superfície não é uniforme e há presença constante de marcas, cicatrizes ou rugas.

 

A superfície é lisa, uniforme, aparentemente sem defeitos.

Ao toque, o couro transmite a sensação de matéria quente.

 

Ao toque, o material sintético passa a sensação de frio.

O couro tem um aroma próprio, característico e natural.

 

O sintético não tem cheiro de couro, embora haja tentativas de imitar aqui o cheiro original do couro.

Uma peça de couro normalmente apresenta recortes, ou porque as peles são pequenas ou porque foi necessário desviar de marcas existentes na pelaria.

 

Ausência de recortes na peças, pois o sintético é vendido em metragem linear, não havendo restrições para a moldagem das peças.

Couro é Imputrescivel ( Não apodrece )

Materiais sintéticos são putresciveis

Couro faz bem para saude por se tratar de uma pele curtida e ter afinidade de respiração com o corpo humano.

Outros materiais quando muito tempo em contato com o corpo humano pode provocar manchas na pele e outros desconfortos.

Sofá

Sofá

Sofá

Fonte: www.sofadecouro.com.br

Sofá

Como escolher o sofá perfeito

Sofá

O sofá é uma das peças de mobiliário que mais uso tem numa casa e, apesar do seu trânsito intenso, é o refúgio de todos num final de dia e o ponto de convívio quando recebe visitas. Para além disso, é o maior elemento da sala, ou seja, aquele que muitas vezes define toda a decoração desse espaço. A escolha do sofá perfeito não é tarefa fácil, mas se investir algum tempo para o fazer, ganhará um sofá irresistível, de elevada qualidade e para muitos anos!

Orçamento & Pré-requisitos

A busca do sofá perfeito tem muito que se lhe diga, não fosse este o rei da sala e sinónimo de elevado investimento! Faça uma lista dos seus pré-requisitos: quer um sofá pequeno, médio ou grande? Com ou sem sofá-cama? Com ou sem estrutura à vista? De que cor? De tecido ou de pele? Com ou sem padrão? Tem crianças em casa? Vai ser um sofá formal ou informal?

Dentro da gama que pretende, estabeleça um orçamento realista e que lhe garanta a melhor relação preço-qualidade. A verdade é que existem preços para todas as carteiras, mas nem sempre todos os sofás lhe vão “encher as medidas” – o ideal é escolher um sofá com o qual possa envelhecer, ou seja, que daqui a alguns anos vai querer estofar e não deitar fora!

A medida certa

Tirar medidas ao espaço disponível para acolher um sofá é fundamental e pode ajudá-lo a decidir muita coisa! Aproveite um dos truques dos decoradores: utilize lençóis estendidos no chão para ter uma noção mais real do espaço que o sofá vai poder ou não ocupar! Procure um equilíbrio: não vai querer um sofá gigante que ocupe toda a sala e dificulte a própria passagem das pessoas, nem um tão pequeno que fique “perdido” na divisão. Agora todo este trabalho terá sido em vão se, no dia da entrega, verificar que o sofá nem sequer passa na porta de casa! Não se esqueça de certificar as alturas, larguras e comprimentos máximos de portas, elevadores e escadas!

Por norma, os sofás simples e retos ficam bem em qualquer área; no entanto, um sofá com pernas e braços mais finos dá a ilusão de uma sala menos “cheia” (o que é bom para espaços pequenos), enquanto um sofá que vá até ao chão terá um visual mais “pesado”, sendo o ideal para preencher uma divisão mais ampla. Os gostos são pessoais, mas para que não comece a ver o seu sofá como um intruso em muito pouco tempo, pondere todas as possiblidades!

Raio-X ao sofá

Para assegurar que a sua compra seja confortável e duradoura, terá de ver o sofá à lupa e ao raio-x. Não deixe nada ao acaso:

Estrutura

Esta deve ser preferencialmente de madeira (fuja dos contraplacados, plásticos e metais!), tem de ser sólida e incluir pés; pode testar a sua robustez fazendo o seguinte: ao levantar uma das esquinas da parte da frente do sofá cerca de 15 cm, a outra perna da frente também tem de se levantar, se não aconteceu, a estrutura é demasiada frágil.

Juntas

Apenas são permitidas as de madeira ou metal, ou seja, nada de pregos, agrafos e colas.

Molas

São imprescindíveis e devem estar juntas e bem apertadas. Prefira os modelos que tenham 5 ou 6 filas de molas por almofada, em vez daqueles mais baratos (e fracos!) que dispõem de apenas 2 ou 3 filas por almofada. Se quando se sentar ouvir um pequeno estalo que seja, esqueça!

Enchimento

As melhores opções são a espuma de alta resistência que incorpora penas ou a espuma de poliuretano, para um maior conforto e para um sofá que não fique desfigurado em pouco tempo! Aperte os braços e as costas do sofá, quanto menos estrutura sentir, melhor. Certifique que as almofadas encaixam perfeitamente na estrutura, ou seja, não saem fora, nem permitem folgas entre as restantes almofadas. As costuras, feitios e saias também devem estar alinhadas e lisas.

Cores & Texturas

A parte mais divertida de escolher um sofá, mas também a mais difícil, prende-se com as cores e as texturas. O ideal será sempre optar por um sofá conservador, intemporal e que sobreviverá à passagem de todas as tendências. Os tons neutros são, assim, os mais práticos e permitem uma conjugação mais fácil com a restante decoração, podendo adicionar apontamentos de cor através de almofadas e mantas, por exemplo. Se a divisão que vai receber o sofá é pequena e não tem muita luz natural, serão mais duas razões para escolher um sofá mais claro.
No entanto, há quem não resista a uma vida colorida e um sofá vermelho, verde ou azul, por exemplo, resultará melhor numa divisão ampla, com peças complementares e não igualmente fortes. Tenha especial cuidado na escolha de sofás com padrões – para além de ser muito fácil ver quando já estiver fora de moda, há que prestar ainda particular atenção à simetria dos padrões, no sentido horizontal e vertical. Mas têm uma vantagem: são excelentes para disfarçar nódoas, o que é perfeito para quem tem crianças!

A escolha do tecido é crucial – o algodão e o linho são óptimos, mas são tecidos que ficam facilmente presos a tudo e mais alguma coisa; os sintéticos e micro fibras são uma boa opção e mais resistentes às nódoas que os anteriores; as fibras naturais e sintéticas poderão parecer velhas em pouco tempo; a lã e a pele são extremamente fortes, mas também são as mais caras; a seda é lindíssima mas muito frágil. Cada opção tem as suas vantagens e desvantagens, procure o meio-termo ideal para a sua casa e para o seu estilo de vida.

Sente-se à vontade…

Em último, o mais importante: experimentar o sofá! Pode ser o sofá mais lindo ou mais económico do mundo, mas o que interessa isso se não for confortável? Perca a vergonha e sente-se ou deite-se no sofá da mesma forma que faria em casa (mas tenha o cuidado de retirar os sapatos)… se não, como é que vai saber que é este?

Recomenda-se pelo menos 15 minutos de test drive, para verificar bem se gosta das almofadas duras ou fofas, se quer que os pés toquem no chão quando estiver sentado, se gosta de braços altos para se poder encostar ou braços baixos para servirem de almofada durante as sestas, para sentir o apoio de costas e certificar-se que não tem dificulades em levantar-se, ou seja, para se sentir bem! Pode estar toda a gente a olhar, mas é melhor ter a certeza na loja, do que a incerteza em casa!

Fonte: eudecoro.com

Sofá

LIMPEZA DE ESTOFADOS

Brigada antimachas

Quanto mais clarinho, mais o estofado atrai nódoas de vinho, batom, caneta. Soluções caseiras podem não deixá-lo imaculado, mas vão melhorar a sua aparência. Saiba alguns truques antes de decidir mandar seu sofá ou poltrona para os cuidados profissionais

Sofá

Imagine

Você compra um sofá novinho e aquele amigo desastrado derrama refrigerante sobre ele. Ou seu cachorro decide marcar território no móvel novo. Ou então algum distraído passa o sapato cheio de impurezas no tecido que estava limpo. E agora? Para Jorge Luiz Novelli, da Novelli Limpeza, dificilmente as receitas caseiras para eliminar manchas nos estofados são 100% eficazes: "Mancha é uma coisa cruel", diz. Em todo caso, há tentativas que podem deixar o sofá com cara de novo.

A seguir, estão indicados os procedimentos ideais para cada tipo de mancha. José Carlos Larocca, da Elite Lavanderia, dá duas recomendações: que o sofá seja impermeabilizado para facilitar a remoção de manchas e que, antes de partir para o uso dos produtos indicados, seja sempre feito um teste em um local escondido da peça, "para ter certeza de que o tecido não irá manchar ainda mais", diz. E não se esqueça: jamais faça limpeza com vinagre, detergente ou sabão de coco. São substâncias ácidas que causam danos irreversíveis ao tecido.

Gordura

Parece estranho pensar que cairá gordura no sofá, mas, como diz Jorge Luiz Novelli, da Novelli Limpeza, "tem gente que faz do sofá uma mesa". Então, quando a criançada resolver comer pizza sobre o móvel e o azeite escorregar para o estofado, corra para a cozinha, corte um limão ao meio e passe-o sobre a nódoa. Em seguida, limpe com um pano umedecido e seque a peça o quanto antes, de preferência com um secador de cabelo.

Caneta

Segundo Jorge Luiz, o sabonete da marca Dove, hidratante, pode eliminar diversas manchas de um sofá de couro. Mas uma específica, nem ele nem nenhuma outra substância será capaz de extirpar: a da caneta esferográfica (se a mancha for em tecido de algodão, entretanto, um cotonete com álcool talvez resolva o problema). É bom lembrar: o cotonete deve apenas passar pelo risco – jamais esfregue-o no estofado.

Sangue

A mancha é complicada, mas podem ser feitas duas tentativas para eliminá-la: xampu infantil com pH neutro ou água oxigenada. No primeiro caso, vale o mesmo procedimento utilizado para eliminar a sujeira de barro (veja abaixo). No segundo, coloca-se a água oxigenada sobre um papel ou pano, em seguida o pano sobre a mancha e, depois, seca-se a região.

Graxa e batom

Para sujeira de graxa no estofado, Jorge Luiz indica o uso de benzina. Primeiramente, tira-se o excesso com um papel, sem esfregar, e, em seguida, usa-se o produto. José Carlos aponta para outra opção válida tanto para a graxa quanto para o batom: molhase um pedaço de algodão com solvente e passa-se sobre a mancha. Como no caso da gordura, usa-se um secador para enxugar o tecido o mais rápido possível.

Poeira

Diariamente, sofás de todos os tecidos recebem pó de dentro e de fora da casa. Para que continuem sempre bonitos e sem a necessidade de capas protetoras, José Carlos Larocca, da Elite Lavanderia, recomenda que se aspire o sofá duas vezes por semana, inclusive no fundo, entre o encosto as almofadas, que devem ser batidas afofadas. Além disso, é recomendável que se faça a cada um ou dois anos uma limpeza completa em lavanderias especializadas, que usam técnicas especiais para que o móvel não desbote ou fique ainda mais manchado.

Urina

O maior problema da urina não é o cheiro nem a cor amarelada. É, na realidade, a ação que ela tem sobre tecidos. Seja de criança ou de animal, a urina é extremamente ácida, e, portanto, queima o estofado. José Carlos recomenda, para o caso, o "mata-borrão" (pano branco para absorção) seguido por um pano umedecido com álcool, mas Jorge Luiz acredita que nenhum produto seja capaz de evitar os danos causados pelo líquido. Para ele, talvez os reagentes de uso profissional das lavanderias consigam eliminar 90% da mancha. O melhor a fazer, portanto, é manter o cãozinho bem longe do sofá e os bebês devidamente protegidos com fraldas.

Vinho, refrigerante e café

Se cair uma dessas bebidas no sofá, é hora de usar o "famoso mata-borrão", nas palavras de José Carlos. Isso significa pegar um pano branco e absorver ao máximo o líquido. Mas, atenção: apenas absorva, não esfregue de jeito nenhum, para não aumentar a área manchada. Se mesmo após a absorção a sujeira persistir, passe um pouco de gelo sobre a superfície e, novamente, deixe o pano branco extrair o líquido. Se a mancha permanecer, apenas um profissional poderá dar conta do recado. No caso do vinho, pode sair como não sair. Segundo José Carlos, isso vai depender até mesmo da qualidade da bebida, se tem corante ou não.

Barro

A sujeira com barro exige um componente não muito adequado para o tecido de algodão e, muito menos, para a seda: a água. Jorge Luiz aponta para a existência no mercado de detergentes específicos para tecido, sem enxágüe. Se não encontrar o produto, vale seguir a dica de José Carlos: passe, com um pano, um pouco de xampu infantil, desses com pH neutro, e limpe a área. Em seguida, passe um pano úmido. Mas tenha à mão o secador de cabelo, pois se a área permanecer úmida por muito tempo, o estrago poderá ser maior do que se o sofá permanecesse sujo.

Chiclete

Se na maioria das manchas agir rápido é o mais importante, no caso do chiclete, o essencial é ter paciência. Vá à cozinha, pegue um gelo e deixe-o sobre o chiclete até que endureça. Então, com o auxílio de uma espátula, vá desgrudando-o do sofá com calma: "Se puxar, pode rasgar o tecido", diz José Carlos.

Diana Szylit
Mariana Manini

Fonte: www.modernidademoveis.com

Sofá

Sofás para todos os espaços

Na casa, o sofá funciona mais ou menos como uma roupa: tem de se encaixar na decoração e se moldar ao ambiente como um vestido ao corpo. Por isso, sabere scolher um móvel proporcional ao espaço é fundamental. Aí não sobra nem falta. A peça também deve se harmonizar com tapete, mesas de apoio, poltronas e pufes. E, já que medidas são superimportantes, apresentamos uma seleção de 18 modelos ¿ pequenos, médios e grandes ¿, além de dicas para você escolher o sofá com as dimensões indicadas ao tamanho de sua sala.

Vantagem do móvel compacto

Sofá
Módulos da Kartell funcionam como um móvel de apoio ao sofá Togo (1,27 m x 1 m x 74 cm*), da Ligne Rosset. O pufe mede 75 x 75 cm. Almofadas de linho e seda da Firma Casa, cortina de linho da La Belle Bergère e fotos de Márcio Scavone. Tapete da Avanti

Sofá
Camurça berinjela reveste o sofá Petit, da loja Casablu. O modelo de linhas retas (1,88 m x 70 cm x 77 cm*) tem pés de tubode alumínio. Detalhe: as almofadas do encosto ficam soltas.

Sofá
Lançamento da linha Vintage, da By Kamy, o sofá de dois lugares Viscount William (1,82 m x 1 m x 89 cm) é estofado com couro legítimo de aspecto rústico e envelhecido.

Sofá
O designer Marcelo Rosenbaum desenvolveu para a Tok & Stok o sofá Bull. Com estrutura de pínus, a peça (1,50 m x 82 cm x 68 cm) é estofada de couro vaqueta e tem pés revestidos de aço cromado.

Sofá
O sofá Denver (1,80 m x 82 cm x 84 cm) é revestido de sarja 100% algodão, com assento fixo e duas almofadas soltas no encosto e pés redondos de madeira maciça tingida.

Sofá
Chenile fendi foi o tecido escolhido para revestir o modelo Wolf, da L

Graças à sua versatilidade, o sofá Togo, da Ligne Rosset, foi escolhido pela arquiteta Regina Adorno para a saleta de TV. O módulo de dois lugares, de ultrassuede berinjela, faz composição com o pufe, que serve tanto de mesa de apoio como de assento e também de chaise. "Outra vantagem é que uma peça modular pode ser mudada de lugar sem transtorno, facilitando a renovação visual da sala", ensina ela. A profissional destaca ainda que a altura do sofá (apenas 74 cm) conta pontos em ambientes pequenos, fazendo-os parecerem maiores. Na escolha do móvel, Regina levou em conta também um desenho que permitisse uma ambientação moderna. O Togo, apesar de ser um clássico dos anos 1970, continua bem atual e combina com o tapete gráfico e o móvel de apoio redondo.

IDÉIA DE LAYOUT PARA ESPAÇOS PEQUENOS

Layout para Espaços Pequenos de Sofá

Nesta proposta de Regina Adorno, a maior parede da sala tem pouco mais de 3 m, portanto o sofá não pode ter mais de 2 m, para garantir a proporção. Aqui o modelo escolhido é acompanhado por tamboretes redondos, em vez da tradicional mesa, para conferir leveza ao centro da sala. Outro recurso para não dar a sensação de aperto é o uso de poltrona e cadeira de apoio. Note que as mesas laterais são pequenas para não ficarem coladas nem no sofá nem nas paredes.

Espaço de sobra para a circulação

Apesar de a parede da sala ser grande (5 m), a arquiteta Carla Dichy usou um sofá de tamanho médio (2,30 m). Para arrematar a composição, escolheu um par de poltronas Mole, do designer Sergio Rodrigues. Carla ensina que é preciso levar em consideração não só o espaço mas também o uso na hora de decorar. "Não se deve esquecer que, além de preencher espaços com móveis, devemos pensar nos espaços vazios. É essencial que a sala tenha uma boa circulação, evitando amontoar móveis e criar um ambiente claustrofóbico e atravancado", explica. Ainda pensando em dar a sensação de amplidão e fluidez, a arquiteta escolheu cores claras para os estofados. "Estes tons cansam menos", justifica. Os pontos coloridos ficaram para os objetos e as almofadas.

Médio

DISTRIBUIÇÃO BÁSICA DE UMA SALA MÉDIA

Carla Dichy sugere, no ambiente com uma parede de 5 m, uma decoração com dois sofás e um par de poltronas de apoio. É importante que a largura das poltronas não ultrapasse a do sofá posicionado à frente delas para manter a uniformidade. Por isso, antes de comprar o sofá, deve-se ter a medida das poltronas e somá-la para ter certeza de que cabem ali. A arquiteta destaca que é fundamental saber o que se pretende colocar no ambiente para definir o tamanho e a proporção dos móveis.

Sofá
O sofá (2,30 m x 1 m x 80 cm*) foi confeccionado por Paschoal Ambrósio com tecido buclê de Fernando Jaeger. Poltronas e mesa de centro da Dpot. Objetos e almofadas da Benedixt, mesa de canto da Brentwood e luminária da Bertolucci. O tapete é da By Kamy.

Sofá
Da marca Artefacto, o modelo de almofadas soltas Hatria (2,20 m x 95 cm x 62 cm), forrado de couro sintético bege. Também pode ser revestido de chenile, jacquard e seda dublada.

Sofá
Da Contemporânea, o sofá Barolo (2,10 m x 90 cm x 72 cm) tem revestimento de chenile. Sem o tecido, o modelo de dois lugares é endido por 2,7 mil reais e tem almofadas de espuma no assento e de pluma no encosto.

Sofá
Algodão com textura de camurça reveste o modelo Avant Gard, do Empório Beraldin. Produzido com quatro almofadas soltas (no assento e no encosto), o sofá mede 2,20 m x 95 cm x 80 cm e sai por 8 188 reais.

Sofá
De inspiração minimalista, o sofá Impact, da loja Dpot (2,40 m x 90 cm x 79 cm), vem com duas almofadas laterais soltas. Com toda a estrutura revestida de linho (inclusive os pés)

Sofá
A versão de couro sintético do sofá Toby, da marca Lafer, custa 2,8 mil reais. Mas o modelo, que tem almofadas fixas, também pode ser vendido em sarja, camurça, chenile e veludo. Mede 2,24 m x 90 cm x 76 cm.

Grande, proporcional à sala

Para acomodar toda a família no home theater, a arquiteta Clélia Regina Angelo escolheu o sofá em L da Brentwood. Com 1,10 m de profundidade, mede 3,33 m no lado maior e 3,23 m no menor. "Um modelo em L vai bem em salas grandes, principalmente quando a proposta é acomodar um bom número de pessoas com conforto", diz ela.

Layout de Sofá

Como a peça tem dimensões generosas e o ambiente também, o tapete não precisa ser colocado totalmente embaixo do sofá. "Procurei delimitar o ambiente, que fica inserido no living, com o sofá e o tapete", ensina. Na hora da composição, vale atentar para a harmonia entre os móveis. Note que a base da estante (de madeira noce e com painel de laca brilhante para apoiar a TV) tem altura compatível com o sofá (50 cm).

QUANDO TEMOS ESPAÇO DE SOBRA

Sofá
Almofadas estampadas da L

Sofá
O designer Fernando Jaeger projetou o sofá Mobi. Cada módulo mede 1 m x 1 m x 90 cm. O da esquerda tem 25 cm a mais de largura, para o braço. A peça da foto tem 4,25 m e sai por 12 130 reais em veludo canelado.

Sofá
O sofá Tango t em um m ó dulo d e t rês lugares (2,05 m x 1 m x 90 cm*) e outro com chaise (1,15 m x 1,62 m x 90 cm). O modelo revestido de cheni lecrucust a 4,7 mil reais** na loja A Especialista.

Sofá
Dois módulos de 1,46 m de largura, com encaixe, formam o modelo Hunt, da Clami. Esta versão, revestida de camurça, mede 2,92 m x 1,05 m x 95 cm

Sofá

Em uma sala generosa, a arquiteta Clélia Regina Angelo montou um home theater com um sofá de 3,50 m. Saindo do lugar-comum, duas mesas retangulares foram colocadas no centro do ambiente.

O amplo espaço permite brincar com composições variadas, como uma mesa lateral redonda e outra retangular, pufe grande de apoio e um par de poltronas. Todas as peças foram colocadas sobre o tapete, ampliando ainda mais a sala. Um ponto importante é atentar para a área de circulação: é preciso pelo menos 50 cm de distância entre os estofados e as mesas de centro.

1. Quais as medidas (altura e profundidade) que um sofá deve ter para ser confortável?

Verifique a profundidade real do assento (espaço ocupado para sentar), que deve ser no mínimo de 58 cm. A altura (que dá apoio às costas) precisa ser em torno de 45 cm. A chegada dos importados trouxe sofás com profundidade de 1 m, bem maiores que os modelos produzidos no Brasil. "Isso não quer dizer que esse tipo de estofado seja mais confortável, pois a profundidade real nem sempre atinge os 58 cm", diz Alfredo Turcatto, sócio da Artelassê. Braços finos economizam espaço - rolinhos podem ser usados para disfarçar a falta de volume.

2. Quais os cuidados que devem ser tomados na escolha do sofá-cama?

Tire as medidas do espaço do cômodo onde o sofá vai ficar e, antes da compra, considere a profundidade do sofá-cama quando aberto para saber se ele cabe no ambiente. Depois, avalie a espuma do estofado. "A densidade mínima indicada é 28", diz o designer Fernando Jaeger. Em alguns modelos, são usadas ainda percintas (mais resistentes do que as molas) na estrutura, que são tiras largas e elásticas, fixadas com presilhas de aço para sustentar a espuma. "No entanto, para conseguir uma base mais ergonômica, o ideal é usar uma chapa rígida de apoio para a espuma", completa Fernando. Quanto aos mecanismos metálicos de abertura, vale observar se são leves e se as articulações estão bem presas. A maioria das fábricas usa tinta epóxi, que retarda a oxidação das armações. Assim, tecidos em contato com a ferragem não mancham.

3. Como deve ser a estrutura e a espuma do sofá?

A estrutura deve ser de metal ou de madeira resistente, como pinho, cedro ou eucalipto. Molas de aço ou percintas (tiras elásticas que lhe conferem maleabilidade) devem entrar na composição da estrutura. A espuma do assento sempre deve ser mais dura que a do encosto: sente e experimente. Por último, não deixe de verificar se a garantia cobre todos os componentes do sofá.

4. Como dispor uma manta no sofá?

Estofados de cor neutra podem receber mantas com estampa e cores fortes. "Um sofá bege, por exemplo, aceita mantas de tons escuros e quentes, como as variações de vermelho", segundo a decoradora Luciana Penna. Já sofás com cor mais forte ou estampas pedem mantas lisas, na opinião do tapeceiro Marcelo Spina. "Um sofá verde escuro fica muito bonito com uma manta na mesma cor em tom mais claro, por exemplo", diz. Considere também o tipo de tecido. "Ele deve ser agradável ao toque e não pode escorregar", explica Luciana. Prefira as fibras naturais e faça uma arrumação simples: dobre a manta em formato retangular e coloque-a num canto ou no braço do sofá.

5. Posso espalhar almofadas de tecido sobre um sofá de couro sintético branco?

A arquiteta Regina Adorno não vê problemas em usar almofadas de tecido em cima do sofá de couro branco, seja ele sintético ou natural. "Se a idéia é deixar o visual do móvel mais neutro, prefira almofadas de algodão cru", sugere. O decorador Alberto Lahós descarta os tecidos muito lisos, que podem escorregar sobre o couro. "Indico o veludo, o algodão e o chenile coloridos. O resultado ficará ousado."

6. Quando as salas de estar e a de jantar são integradas, deve-se combinar o tecido do sofá e das cadeiras de jantar?

Não. "A mistura dá um resultado mais interessante", acredita a arquiteta Beatrice Goldfeld. Ela só sugere fugir das combinações óbvias, como adotar um motivo bicolor num ambiente e o negativo dele no outro. A arquiteta Fernanda Casagrande ensina um jeito fácil de casar os estofamentos: "Selecione uma estampa para as cadeiras, escolha um dos tons dessa estampa e use-o num tecido liso no sofá", diz. Se você preferir ter o mesmo revestimento nos dois ambientes, varie jogando almofadas de outro pano sobre o sofá.

7. Como limpar o couro sintético?

A melhor forma de limpar o couro sintético é usar um pano úmido com espuma de sabão de coco. Retire o produto com outro pano úmido e seque em seguida. "Deixar o material molhado causa manchas", explica Patrícia Braulio, vendedora da loja de tecidos Bauhaus. Se ainda assim a sujeira persistir, Cristina Melo, da Tecdec, recomenda esfregar a superfície suavemente com uma escova de lavar roupas e sabão de coco em barra. "Qualquer outro produto pode danificar o couro", explica, acrescentando: "Certas manchas, como a de caneta, não saem de maneira alguma".

8. Sofá de couro é adequado para regiões muito quentes?

Não. Em regiões onde o calor é intenso, use tecidos naturais, recomenda o designer de móveis Fernando Jaeger. "O algodão protegido com teflon é uma ótima escolha. Ele tem um toque macio e fresco, e o tratamento impede a penetração da sujeira", diz. "Couro e camurça, tanto naturais como artificiais, são sempre mais quentes", diz. Mas, se você faz questão destes materiais, prefira o couro natural, pois ele respira e isso ameniza a temperatura. Jaeger lembra que há tecidos naturais, como os veludos e cheniles de algodão, que reúnem a aparência acamurçada e a boa sensação térmica. Além disso, levam vantagem no preço.

9. Quais os tecidos mais indicados para sofás que ficam em varandas ou áreas externas?

A equipe da Regatta Tecidos recomenda o couro náutico, um material sintético impermeável, antimofo e tratado com protetor solar. Outra opção são os tecidos impermeáveis, desde que você selecione um branco liso. "Os estampados e os coloridos são os que mais sofrem com o sol", afirma o arquiteto Roberto Riscala. Não use couro sintético (corvim) pois, exposto ao sol, o material pode trincar. E, segundo Riscala, uma regra mais eficiente para conservar estofados de áreas externas, seja qual for o material, é: "Retire as almofadas e guarde-as dentro de casa quando não estiver usando."

10. Quais os tecidos mais resistentes para quem tem animais de estimação?

Selecione tecidos de tramas bem fechadas, que agüentam melhor as unhadas e exigem apenas um pano umedecido na limpeza, como brins, sarjas e couros sintéticos. Materiais mais lisos como couro, couro vegetal e os tecidos impermeáveis (como a linha Acquablock, da Karsten) também são bons porque são práticos e resistentes à escovação, feita para retirar os pêlos. Sedas devem ser evitadas por serem muito delicadas. Na hora de lavar, se o tecido não tiver acabamento nas extremidades, Marcelo Spina dá a dica: "É possível impedir que os tecidos desfiem ou esgarcem com as unhadas e a lavagem freqüente costurando as pontas em uma máquina de overloque", diz. Compensa também investir na aplicação de impermeabilizantes nos tecidos para garantir a longevidade dos materiais. Veja a lista de quem presta esse serviço.

Para tirar os pêlos do estofado

Feito de borracha natural, o Pet Rubber, da Pet Society, descomplica essa rotina. Usado em movimentos circulares, ele coleta pêlos, fios e até poeira graças a sua eletricidade estática. Pode ser lavado com água e detergente neutro e reutilizado várias vezes. Nos tamanhos P e M. Sofá da Brentwood.

11. O que fazer para que meu gato pare de arranhar tecidos e móveis?

"Eles arranham para brincar, afiar as garras e se comunicar. Em vez de eliminar esse hábito, disponibilize locais, como arranhadores, em que ele possa exibir seu comportamento sem fazer estragos. Vale tornar a área que ele unha desagradável com fitas adesivas duplaface. Outro truque é espirrar água na cara do bichano na hora da ação. Se nada disso adiantar, coloque ao redor do sofá um fio de náilon amarrado a um objeto barulhento, como uma tampa de panela. Ele levará um pequeno susto sempre que atacar a peça e desistirá com o tempo. Para garantir a eficácia do processo, ofereça um arranhador e agrade-o quando estiver agindo certo. Há quem diga que o dono pode até arranhar um pouco para que o gato aprenda por observação". Alexandre Rossi é zootecnista e etólogo (especialista em comportamento animal).

O modelo Sufi, de Alain Blatché, tem estrutura de madeira compensada e pés de alumínio. No assento, leva espuma com densidade 26. Revestido de algodão misto com linho. Na Saccaro.

Fonte: studioasierramoveis.net63.net