Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Predicado  Voltar

Predicado

 

Predicado - Língua Portuguesa

Predicado é um dos termos essenciais da oração.

Predicado é aquilo que se declara a respeito do sujeito. Nele é obrigatória a presença de um verbo ou locução verbal. Quando se identifica o sujeito de uma oração, identifica-se também o predicado. Em termos, tudo o que difere do sujeito (e do vocativo, quando ocorrer) numa oração é o seu predicado.

Tem por características básicas:

Apresentar-se como elemento determinado em relação ao sujeito

Apontar um atributo ou acrescentar nova informação ao sujeito

Assim como o sujeito, o predicado é um segmento extraído da estrutura interna das orações ou das frases, sendo, por isso, fruto de uma análise sintática.

Isso implica dizer que a noção de predicado só é importante para a caracterização das palavras em termos sintáticos.

Nesse sentido, o predicado é sintaticamente o segmento lingüístico que estabelece concordância com outro termo essencial da oração – o sujeito -, sendo este o termo determinante (ou subordinado) e o predicado o termo determinado (ou principal). Não se trata, portanto, de definir o predicado como "aquilo que se diz do sujeito" como fazem certas gramáticas da língua portuguesa, mas sim estabelecer a importância do fenômeno da concordância entre esses dois termos essenciais da oração.

Exemplos:

Carolina conhece os índios da Amazônia.
...[sujeito: Carolina = termo determinante]

...[predicado: conhece os índios da Amazônia = termo determinado]

...[Carolina: 3ª pessoa do singular = conhece: 3ª pessoa do singular]

Todos nós fazemos parte da quadrilha de São João.
...[sujeito: todos nós = termo determinante]

...[predicado: fazemos parte da quadrilha de São João = termo determinado]

...[Todos nós: 1ª pessoa do plural = fazemos parte: 1ª pessoa do plural]

Nesses exemplos podemos observar que a concordância é estabelecida entre algumas poucas palavras dos dois termos essenciais. Na frase (1), entre "Carolina" e "conhece"; na frase (2), entre "nós" e "fazemos". Isso se dá porque a concordância é centrada nas palavras que são núcleos, isto é, que são responsáveis pela principal informação naquele segmento.

No predicado o núcleo pode ser de dois tipos: um nome, quase sempre um atributo que se refere ao sujeito da oração, ou um verbo (ou locução verbal). No primeiro caso, temos um predicado nominal e no segundo um predicado verbal. Quando, num mesmo segmento o nome e o verbo são de igual importância, ambos constituem o núcleo do predicado e resultam no tipo de predicado verbo-nominal.

Exemplos:

Minha empregada é desastrada.
...[predicado: é desastrada]

...[núcleo do predicado: desastrada = atributo do sujeito]

...[tipo de predicado: nominal]

A empreiteira demoliu nosso antigo prédio.
...[predicado: demoliu nosso antigo prédio]

...[núcleo do predicado: demoliu = nova informação sobre o sujeito]

...[tipo de predicado: verbal]

Os manifestantes desciam a rua desesperados.
...[predicado: desciam a rua desesperados]

...[núcleos do predicado: 1. desciam = nova informação sobre o sujeito; 2. desesperados = atributo do sujeito]

...[tipo de predicado: verbo-nominal]

Nos predicados verbais e verbo-nominais o verbo é responsável também por definir os tipos de elementos que aparecerão no segmento. Em alguns casos o verbo sozinho basta para compor o predicado (verbo intransitivo). Em outros casos é necessário um complemento que, juntamente com o verbo, constituem a nova informação sobre o sujeito. De qualquer forma, esses complementos do verbo não interferem na tipologia do predicado. São elementos que constituem os chamados termos integrantes da oração.

Predicado - O que é

É tudo aquilo que se informa sobre o sujeito e é estruturado em torno de um verbo. Ele sempre concorda em número e pessoa com o sujeito. Quando é um caso de oração sem sujeito, o verbo do predicado fica na forma impessoal, 3ª pessoa do singular. O núcleo do predicado pode ser um verbo significativo, um nome ou ambos.

Por exemplo:

Seu trabalho tem uma ligação muito forte com a psicanálise.

Há verbos que expressam ação (chamados de significativos).

São eles:

Verbo transitivo direto

Verbo transitivo indireto

Verbo transitivo direto e indireto

Verbo intransitivo

Há verbos que expressam estado e que são chamados de verbos de ligação, que possuem as mesmas características para um predicado nominal.

Predicado - Tipos

O predicado pode ser subdividido em Predicado nominalverbal ou verbo-nominal (também escrito verbonominal).

Predicativo é o termo da oração que atribui uma característica, uma propriedade, um estado ao sujeito

Predicativo, na análise sintática, é o termo ou expressão que complementa o objeto direto ou o objeto indireto, conferindo-lhes um atributo.

O predicativo somente aparece em predicado nominal ou verbo-nominal pois é complemento do verbo de ligação.

A formação do predicativo do objeto é feita através de um substantivo ou um adjetivo. Há duas classificações para o predicativo, predicativo do sujeito e predicativo do objeto.

Predicado verbal

Possui um verbo significativo, também denominado de verbo de ação; ou seja: verbo que exprime ação. O predicado verbal não pode ser retirado,porque faz falta na frase.

O ministro do Sítio anunciará um pacote de reajuste de impostos.

O professor de informática bloqueou o acesso dos alunos ao msn.

Bush invadiu o Iraque, baseando-se em justificativas infundadas.

Lucas foi à Escola de carro.

Note que na última frase o verbo "foi" está relacionado ao verbo "ir" e não ao verbo "ser". Portanto, o sujeito efetuou uma ação. Caso fosse "foi" do verbo "ser", ele assumiria o papel de verbo de ligação.

Por exemplo:

Lucas foi um aluno esperto.

Predicado nominal

Possui por núcleo um substantivo ou, normalmente adjetivo, denominado de predicativo do sujeito. Integra esse termo da oração um verbo de ligação

O acesso à internet está cada vez mais ao alcance da classe média urbana.

Finaflofim é o mais fofo.

'Estou com uma Vontade louca de comer bombom!

Chico está doente.

Carlos Drummond de Andrade é um poeta notável.

Predicado verbo-nominal

Os alunos saíram da aula alegres.

O predicado é verbo-nominal porque seus núcleos são um verbo (saíram - verbo intransitivo), que indica uma ação praticada pelo sujeito, e um predicativo do sujeito (alegres), que indica o estado do sujeito no momento em que se desenvolve o processo verbal. É importante observar que o predicado dessa oração poderia ser desdobrado em dois outros, um verbal e um nominal.

Veja:

Os alunos saíram da aula. Estavam alegres como sempre.

Estrutura do Predicado Verbo-Nominal

O predicado verbo-nominal pode ser formado de:

1 - Verbo Intransitivo(não transita entre substantivos) + Predicativo do Sujeito Por Exemplo: Joana partiu contente. Sujeito Verbo Intransitivo Predicativo do Sujeito

2 - Verbo Transitivo + Objeto + Predicativo do Objeto Por Exemplo: A despedida deixou a mãe aflita. Sujeito Verbo Transitivo Objeto Direto Predicativo do Objeto

3 - Verbo Transitivo + Predicativo do Sujeito + Objeto

Por Exemplo: Os alunos cantaram emocionados aquela canção. Sujeito Verbo Transitivo Predicativo do Sujeito Objeto Direto

Saiba que: Para perceber como os verbos participam da relação entre o objeto direto e seu predicativo, basta passar a oração para voz passiva.

Veja:

Voz Ativa: As mulheres julgam os homens insensíveis. Sujeito Verbo Significativo Objeto Direto Predicativo do Objeto

Voz Passiva: Os homens são julgados insensíveis pelas mulheres. Sujeito Verbo Significativo Predicativo do Objeto

O verbo julgar relaciona o complemento (os homens) com o predicativo (insensíveis). Essa relação se evidencia quando passamos a oração para a voz passiva.

Observação: o predicativo do objeto normalmente se refere ao objeto direto. Ocorre predicativo do objeto indireto com o verbo chamar. Assim, vem precedido de preposição.

Por exemplo: Todos o chamam de irresponsável. Chamou-lhe ingrato. (Chamou a ele ingrato.)

Papel do Predicado

Assim como o sujeito, o predicado é um segmento extraído da estrutura interna das orações sendo, por isso, fruto de uma análise sintática. Isso implica dizer que a noção de predicado só se mostra importante para a caracterização das palavras em termos sintáticos.

Nesse sentido, o predicado revela-se, sintaticamente, o segmento linguístico onde se estabelece a concordância verbal com outro termo essencial da oração – o sujeito. Não se trata, portanto, de definir o predicado como "aquilo que se diz do sujeito" como o faz gramática tradicional, mas, sim, estabelecer a importância do fenômeno da concordância entre esses dois termos oracionais.

Imperioso frisar: ainda que, na realidade, somente o predicado seja, verdadeiramente, um termo essencial da oração, uma vez que não há oração que não o possua, o mesmo não se pode afirmar quanto ao sujeito que, embora seja classificado pela NGB (Nomenclatura Gramatical Brasileira) como termo essencial, de fato não o é; prova disso é a existência da Oração sem Sujeito (OSS) constituída apenas de predicado.

Predicado Verbal - O que é

No predicado verbal, o núcleo é sempre um verbo, que pode ser transitivo ou intransitivo. Para ser núcleo do predicado, é necessário que o verbo seja nocional (que demonstre uma ação).

São verbais os predicados das seguintes orações:

Os agricultores participam do protesto contra a política agrária do governo.

"Perdi o bonde e a esperança."

Os alunos foram informados da alteração.

Verbos intransitivos: são capazes de dar uma informação completa a respeito do sujeito, não necessitando, dessa forma, de nenhum termo para completar-lhes o sentido.

Ex: Ele saiu.

Verbos transitivos: não são capazes de, sozinhos, formar o predicado, exigindo um termo para completar-lhes o sentido.

Ex: Ela contou um segredo

Predicado Verbal

O predicado verbal possui obrigatoriamente um verbo, o qual é o núcleo do predicado. O verbo é núcleo do predicado quando é nocional, ou seja, que demonstra uma ação.

Os alunos estudam todos os dias para o concurso.

Observe na frase que o verbo “estudam” evidencia uma ação: o ato de estudar, e diz respeito ao sujeito “os alunos” ao mesmo tempo que é complementado pelo restante do predicado “todos os dias para o concurso”. Porém, como

Predicado Nominal e Predicado Verbal

Predicado Nominal

Predicado Nominal é aquele que tem como o núcleo o nome que exprime qualidade, características ou estado do sujeito ou do objeto, é sempre formado por um verbo de ligação.

O núcleo do predicado nominal recebe o nome de predicativo.

No predicado nominal temos:

Verbo de ligação >> ser, estar, ficar, parecer, permanecer, andar, continuar, cair, tornar-se...
Predicativo do sujeito >> qualidade, característica ou estado que se refere ao sujeito

Resumindo:

Predicado nominal = verbo de ligação + predicativo do sujeito

Predicado Verbal

No predicado verbal, o núcleo é sempre um verbo, que pode ser transitivo ou intransitivo. Para ser núcleo do predicado, é necessário que o verbo seja nocional (que demonstre uma ação).

São verbais os predicados das seguintes orações:

Os agricultores participam do protesto contra a política agrária do governo.
"Perdi o bonde e a esperança."
Os alunos foram informados da alteração.

Resumindo:

Predicado verbal > núcleo = verbo significativo (VI,VTD,VTI,VTDI)

Verbos intransitivos: são capazes de dar uma informação completa a respeito do sujeito, não necessitando, dessa forma, de nenhum termo para completar-lhes o sentido.

Ex: Ele saiu.

Verbos transitivos: não são capazes de, sozinhos, formar o predicado, exigindo um termo para completar-lhes o sentido.

Ex: Ela contou um segredo.

Fonte: www.nilc.icmc.usp.br/angelinatebet.wikispaces.com/redesagrado.com

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal