Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Bósforo  Voltar

Bósforo

 

O Bósforo é o estreito que separa a parte Asiática de Istambul da parte Européia.

Este estreito é curvilíneo, podendo atingir 650 metros e até 4,5 km de largura. Sua extensão é de 35 km. Ele une o Mar de Marmara ao sul ao Mar Negro ao norte.

Em toda sua extensão você poderá apreciar cafés e restaurantes, casas antigas de madeira Turca, a torre da moça, mesquitas, palácios, a fortaleza de hisar (construída pelos Turcos entre os séculos 14 e 15) e também a Universidade do Bósforo (universidade mais importante da Turquia, onde as aulas são dadas em Inglês).

Este estreito também é muito importante politicamente pois faz o tráfego naval entre países da antiga União soviética e o resto do mundo. O tráfego de navios e barcos é grande. Ha navios que trabalham como ônibus fazendo o transporte de milhões de pessoas todos os dias de ambos os lados da cidade.

Você podera fazer um passeio de barco pelo Bósforos até o mar Negro ou somente por uma parte do Bósforos para apreciar a belíssima paisagem desta cidade cheia de histórias para contar.

O Bósforo é um estreito que separa a cidade de Istambul em duas partes, é a separação física entre o Continente Europeu e o Continente Asiático. Uma separação que une o Mar de Mármara ao Mar Negro.

Um túnel e duas pontes com pouco mais de 1 km de comprimento unem atualmente asa duas zonas da cidade.

Não se esqueça de visitar a impressionante Mesquita de Sultanahmed !!! Istambul é uma cidade que o vai fascinar. O seu carácter cosmopolita, os seus monumentos, o Estreito do Bósforo e as suas igrejas o seu principal legado.

Fonte: www.business-with-turkey.com

Bósforo

O Bósforo é 32 km (20 milhas) de comprimento estreito que liga o Mar de Mármara com o Mar Negro , em Istambul , e separa os continentes da Europa e Ásia.

É ótimo para um cruzeiro de Bósforo em direção ao norte do Mar Negro, o que você pode fazer em menos tna 90 minutos, ou algumas horas, ou o dia todo, como você quiser.

A largura do Bosphorus varia de 500 metros (1640 pés) a 3 km (2 milhas), a sua profundidade 50-120 metros (164-394 pés), com uma média de cerca de 60 metros (197 pés) de profundidade.

Ele atravessa o coração de Istambul , passado o Museu de Arte Moderna de Istambul , vários otomanos palácios , pelo menos duas fortalezas, colinas arborizadas, e vilas da costa com arquitetura otomana.

Tradicionalmente chamado Bogaziçi (boh-AHZ-ee-chee, "Dentro do Estreito"), mais recentemente, tem sido chamado de Bogazi Istambul, Istambul Estreito, talvez para diferenciá-lo dos Dardanelos (Helesponto), chamado de Çanakkale Bogazi.

Seu nome em Inglês vem de uma lenda grega: Zeus teve um caso com uma mulher bonita nomeados Io. Quando Hera, sua esposa, descobriu sua infidelidade, ela virou Io em uma vaca e criou uma mutuca picar ela na garupa. Io saltou clara através do estreito.

Assim bous = vaca, e poros = cruzamento lugar de: Bosphorus = ". Cruzamento lugar da vaca"

Investigação marinha recente arqueológico no frio, as águas profundas do Mar Negro revelou cidades submersas nas encostas submarinas ao longo da costa turca.

Evidências geológicas apoia a teoria de que, em tempos antigos, o fim do norte do Bósforo foi bloqueada por terra e rocha. O Mar Negro não tinha saída (como Lago Van hoje), e seu nível de água foi inferior ao do Mar Egeu , o Mar de Mármara e do Bósforo.

No entanto, um terremoto destruiu o bloqueio Bósforo, libertando um dilúvio de água do Bósforo para o Mar Negro, elevando o nível de água e inundando suas comunidades costeiras. Por isso, pode ser que o Bósforo é a fonte do dilúvio de Noé ea lenda da Arca de Noé! ( Monte Ararat é também na Turquia.)

O Bósforo tem sido um canal da maior importância desde os tempos antigos. Ulysses passou. Byzas, que fundou Bizâncio (Constantinopla mais tarde, depois de Istambul ) navegaram cima e para baixo procurando o lugar perfeito para fundar a sua aldeia.

Em 1452, Mehmet, o Conquistador ordenou a construção das fortalezas poderosos de Rumeli Hisari (Fortaleza da Europa) e Hisari Anadolu (Fortaleza da Anatólia) para que ele pudesse controlar o estreito e impedir reforços de alcançar os sitiados bizantina de capital de Constantinopla.

Para os otomanos , foi principalmente um obstáculo: a cada primavera eles tinham que enviar seus exércitos gigantescos através do estreito de Istambul para campanhas em Anatólia , Síria e Pérsia.

Durante a I Guerra Mundial, o Bósforo era a chave para o Mar Negro e na Rússia. O sultão tinha a chave. As potências da Entente queria. O que eles não conseguiram entrar em batalha, eles tem por tratado, e canhoneiras britânicos ancorados fora Palácio Dolmabahçe.

Hoje, a maneira de desfrutar o Bósforo é fazer um cruzeiro pela balsa tradicional, barco TurYol ou barco Dentur Avrasya , uma visita auto-guiada à margem européia , ou para relaxar em uma casa de chá ou restaurante ao longo de suas margens.

Fonte: www.turkeytravelplanner.com

Bósforo

Bósforo é um estreito que liga o Mar Negro ao Mar de Mármara e marca o limite dos continentes asiático e europeu na Turquia. Tem um comprimento de aproximadamente trinta quilômetros e uma largura de 550 a 3 mil metros. Sua profundidade varia de 36 a 124 metros no meio do estreito.

Seu nome significa "passagem do boi" e se refere à história de Io, jovem amada por Zeus, transformada por ele em boi, e perseguida por uma mosca sugadora de sangue enviada por Hera, ciumenta.

As margens do estreito são densamente povoadas, como exemplifica a cidade de Istambul.

Duas pontes atravessam o estreito de Bósforo. A primeira, Ponte do Bósforo, tem 1074 metros e foi terminada em 1973.

A segunda, Ponte Fatih Sultão Mehmet, tem 1090 metros e foi terminada em 1988, mais ou menos a cinco quilômetros ao norte da primeira ponte.

Marmaray, um túnel ferroviário de 13,7 km está em construção e seu término é previsto em 2008. Aproximadamente 1400 metros de túnel passarão sob o estreito, a uma profundidade de 55 metros.

História

Os gregos chamavam o estreito de Bósforo da Trácia, assim como chamavam o estreito de Kerch de Bósforo Cimeriano.

Para aumentar a confusão, também chamavam uma área perto do estreito pelo mesmo nome: o Chersonesus Trácio, conhecido nos dia de hoje como Gallipoli, e o Chersonesus Cimeriano, que corresponde à Criméia.

Dada a importância do estreito na defesa de Istambul, os sultões otomanos construíram uma fortificação em cada lado dele, Anadoluhisari (1393) e Rumelihisari (1451).

Sua importância estratégica continua alta: diversos tratados internacionais mantêm navios na área, incluindo a Convenção de Montreux para o Regime dos estreitos Turcos, assinada em 1936.

Alguns historiadores lançaram a hipótese de que uma imensa enchente ocorrida na região por volta de 5600 a.C. teria sido a base histórica para a história do dilúvio bíblico e da Epopéia de Gilgamesh.

Fonte: pt.wikipedia.org

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal