Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Classificação dos Verbos  Voltar

Classificação dos Verbos

 Os verbos classificam-se em:

Verbos Regulares:

Verbos regulares são aqueles que não sofrem alterações no radical: cantar, vender, partir.

Verbos Irregulares:

Verbos irregulares são aqueles que sofrem pequenas alterações no radical:

fazer = faço, fazes; fiz, fizeste.

Verbos Anômalos:

Verbos anômalos são aqueles que sofrem grandes alterações no radical:

ser = sou, é, fui, era, serei.

Verbos Defectivos:

Verbos defectivos são aqueles que não possuem conjugação completa:

falir, reaver, precaver= não possuem as 1ª, 2ª e 3ª pes. do presente do indicativo e o presente do subjuntivo inteiro.

Verbos Abundantes:

Verbos abundantes são aqueles que apresentam duas formas de mesmo valor.

Geralmente ocorrem no particípio: particípio regular, terminado em -ado ou -ido, usado na voz ativa, com o auxiliar ter ou haver; particípio irregular, com outra terminação diferente, usado na voz passiva, com o auxiliar ser ou estar.

Exemplos de verbos abundantes:

aceitar: aceitado e aceito
acender: acendido e aceso
contundir: contundido e contuso
eleger: elegido e eleito
entregar: entregado e entregue
enxugar: enxugado e enxuto
expulsar: expulsado e expulso
imprimir: imprimido e impresso
limpar: limpado e limpo
murchar: murchado e murcho
suspender: suspendido e suspenso
tingir: tingido e tinto

Obs.: Os verbos abrir, cobrir, dizer, escrever, fazer, pôr, ver e vir só possuem o particípio irregular: aberto, coberto, dito, escrito, feito, posto, visto e vindo.

Classificação dos Verbos - Exemplo

Os verbos classificam-se em:

a) Regular: quando segue o modelo da conjugação. Para se saber se um verbo é regular ou não, basta conjugá-lo no presente do indicativo e no pretérito perfeito do indicativo. Se ele for regular nesses dois tempos, será regular nas demais formas.

CANT-ar

Presente do indicativo

cant-o
cant-as
cant-a
cant-amos
cant-ais
cant-am

Pretérito perfeito do indicativo

cant-ei
cant-aste
cant-ou
cant-amos
cant-astes
cant-aram

Observe que na conjugação do verbo CANTAR o radical permaneceu o mesmo em todas as formas.

b) Irregular: quando se afasta do modelo da conjugação. Para se saber se um verbo é irregular, deve-se conjugá-lo no presente do indicativo e no pretérito perfeito do indicativo. Se houver qualquer irregularidade, ela se manifestará em um desses dois tempos.

PED-ir

Presente do indicativo

peç-o
ped-es
ped-e
ped-imos
ped-is
ped-em

Pretérito perfeito do indicativo

ped-i
ped-iste
ped-iu
ped-imos
ped-istes
ped-iram

Observe que, na primeira pessoa do singular do presente do indicativo, o radical do verbo PEDIR altera-se para PEÇ; daí a irregularidade do verbo.

OBS.:

Há casos em que a irregularidade do verbo se apresenta não no radical, mas nas desinências.

Verifique a conjugação do verbo ESTAR: est-ou, est-ás, est-ão.

c) Anômalo: quando na sua conjugação verificam-se vários radicais.

Exemplos: verbo SER e verbo IR.

Presente do indicativo Futuro do presente Pret. Perf. Ind.
sou vou serei irei fui fui
és vais serás irás foste foste
é vai será irá foi foi
somos vamos seremos iremos fomos fomos
sois ides sereis ireis fostes fostes
são vão serão irão foram foram

 

d) Defectivo: quando não apresenta certas formas.

Exemplos: verbo FALIR e verbo ABOLIR.

Presente do indicativo Presente do subjuntivo
Falir Abolir    
  aboles    
  abole (não há) (não há)
falimos abolimos    
falis abolis    
  abolem    

Consideram-se defectivos os verbos impessoais, tais como CHOVER, VENTAR, ANOITECER, etc.

Outros verbos defectivos: BANIR, COLORIR, DEMOLIR, EXTORQUIR, etc.

e) Abundantes: quando possuem duas ou mais formas de idêntico valor. A abundância do verbo ocorre com maior freqüência no particípio de alguns verbos, que, além da forma regular, apresentam outra forma, denominada irregular ou abundante.

Quando o verbo apresenta duplo particípio, deve-se usar a forma regular com os auxiliares TER e HAVER e a forma irregular com os auxiliares SER e ESTAR.

Ex.: A polícia havia DISPERSADO o grupo.
As folhas estavam DISPERSAS no chão.
A chuva tinha EXTINGUIDO o fogo.
A raça humana seria EXTINTA pelas explosões atômicas.

f) Auxiliar: quando se junta a um outro verbo, denominado principal, ampliando-lhe a significação. O conjunto verbo auxiliar + verbo principal recebe o nome de locução verbal.

Ex.: Amanhã poderá chover. Tínhamos viajado.

Observe no exemplo que o verbo auxiliar, ao juntar-se ao verbo principal, alarga-lhe a significação, conferindo-lhe idéia de possibilidade.

FORMAS RIZOTÔNICAS E ARRIZOTÔNICAS

Formas rizotônicas são aquelas em que o acento tônico recai no radical.

trabalh-o, trabalh-as

Formas arrizotônicas são aquelas em que o acento tônico recai na terminação.

trabalh-amos, trabalh-ei

TEMPOS VERBAIS

Indica a ação no momento da fala.

Presente – CANTO, CANTAS, etc.

Pretérito
Indica ação
passada.
Perfeito
CANTEI, CANTASTE, etc.
Imperfeito
CANTAVA, CANTAVAS, etc
Mais-que-perfeito
CANTARA, CANTARAS, etc.
Futuro
Indica ação
futura.
do presente
CANTAREI, CANTARÁS, etc.
do pretérito
CANTARIA, CANTARIAS, etc.

MODOS DO VERBO

Indicativo - Indica um fato real.
CANTO, CANTAVA, CANTAREI
(presente) (imperf.) (futuro)
Subjuntivo - Indica um fato hipotético.
Que eu CANTE Se eu CANTASSE Quando eu CANTAR
(presente) (imperf.) (futuro)
Imperativo - Indica um pedido, uma ordem.
CANTA (tu) CANTEM (vocês)

FORMAS NOMINAIS DO VERBO

Infinitivo Impessoal
É bom CANTAR
Pessoal
É para eu CANTAR

 

Gerúndio – CANTANDO
Particípio – CANTADO

VOZES DO VERBO

ATIVA – quando o sujeito pratica a ação.

Ex.: Ela observa a paisagem.
        suj.

PASSIVA – Quando o sujeito sofre a ação.

 

SINTÉTICA (pronominal)
Ex.: Observa-se a paisagem.
P.A. suj.
ANALÍTICA (com o verbo SER)
Ex.: A paisagem é observada por ela.
suj.

REFLEXIVA – Quando o sujeito pratica e sofre a ação.

Ex.: Ela se observa no espelho.
        suj.

FORMAÇÃO DO MODO IMPERATIVO

O MODO IMPERATIVO indica um pedido ou uma ordem. Por isso não tem a 1ª pessoa do singular (EU).

Pode ser AFIRMATIVO ou NEGATIVO e é formado do presente do indicativo e do presente do subjuntivo.

Observe:

Pres. Ind. IMPERAT. AFIRM.   Pres. Subj.   IMPERAT. NEG.
ESCREVO _______________   ESCREVA   ______________
ESCREVES - S ESCREVE (tu)   ESCREVAS -> Não ESCREVAS (tu)
ESCREVE ESCREVA (você) <- ESCREVA -> Não ESCREVA (você)
ESCREVEMOS ESCREVAMOS (nós) <- ESCREVAMOS -> Não ESCREVAMOS (nós)
ESCREVEIS - S ESCREVEI (vós)   ESCREVAIS -> Não ESCREVAIS (vós)
ESCREVEM ESCREVAM (vocês) <- ESCREVAM -> Não ESCREVAM (vocês)

 

Pres. Ind. IMPERAT. AFIRM.   Pres. Subj.   IMPERAT. NEG.
Parto -   Parta   -
Partes - S PARTE (tu)   Partas -> Não PARTAS (tu)
Parte PARTA (você) <- Parta -> Não PARTA (você)
Partimos PARTAMOS (nós) <- Partamos -> Não PARTAMOS (nós)
Partis - S PARTI (vós)   Partais -> Não PARTAIS (vós)
Partem PARTAM (vocês) <- Partam -> Não PARTAM (vocês)

Exceção: verbo SER

SÊ (tu)
SEDE (vós)

TEMPOS PRIMITIVOS e TEMPOS DERIVADOS

Da 1ª pessoa do presente do indicativo deriva o presente do subjuntivo. Dos dois presentes deriva o modo imperativo.

FUGIR
Pres. Ind. Pres. Subj. Imperat. Af. Imperat. Neg.
fujo fuja __________ __________
foges fujas foge (tu) não fujas (tu)
foge fuja fuja (você) não fuja (vocês)
fugimos fujamos fujamos (nós) não fujamos (nós)
fugis fujais fugi (vós) não fujais (vós)
fogem fujam fujam (vocês) não fujam (vocês)

Da 3ª pessoa do plural do pret. perf. do indicat. formam-se três outros tempos: pretérito mais-que-perfeito, fut. do subj., imperf. dos subj.

BEBER
Pret. perf. ind. Pret. M. Q. P. Fut. subj. Imperf. subj.
bebi bebera beber bebesse
bebeste beberas beberes bebesses
bebeu bebera beber bebesse
bebemos bebêramos bebermos bebêssemos
bebestes bebêreis beberdes bebêsseis
beberam beberam beberem bebessem

CONJUGAÇÃO DE ALGUNS VERBOS

1. Verbos terminados em EAR: PASSEAR, NOMEAR, FREAR, PENTEAR, etc.

Presente Indicativo Pres. Subjuntivo Pret. Perf. Ind.
nomei-o nomei-e nomeei
nomei-as nomei-es nomeaste
nomei-a nomei-e nomeou
nome-amos nome-emos nomeamos
nome-ais nome-eis nomeastes
nomei-am nomei-em nomearam

Obs.: São IRREGULARES porque recebem um i nas formas rizotônicas.

2. Verbos terminados em IAR:

PREMIAR, SILENCIAR, ARRIAR, NEGOCIAR, etc.

Presente Indicativo Pres. Subjuntivo Pret. Perf. Ind.
nomei-o nomei-e nomeei
nomei-as nomei-es nomeaste
nomei-a nomei-e nomeou
nome-amos nome-emos nomeamos
nome-ais nome-eis nomeastes
nomei-am nomei-em nomearam

Obs.: São todos REGULARES

Exceções:

Mediar
Ansiar
Remediar
Incendiar
Odiar

Estes são irregulares porque recebem um “E” nas formas rizotônicas.

3. PÔR e seus derivados: COMPOR, DISPOR, SUPOR, REPOR, etc.

Pret. Perf. Ind. M. Q. Perfeito Fut. Subj. Pret. Imp. Subj.
supus supusera supuser supusesse
supuseste supuseras supuseres supusesses
supôs supusera supuser supusesse
supusemos supuséramos supusermos supuséssemos
supusestes supuséreis supuserdes supusésseis
supuseram supuseram supuserem supusessem

4. TER e seus derivados: DETER, MANTER, CONTER, OBTER, ENTRETER, etc.

Pres. Ind. Pret. Imp. Ind. Pret. Perf. Ind.
entretenho entretinha entretive
entreténs entretinhas entretiveste
entretém entretinha entreteve
entretemos entretínhamos entretivemos
entretendes entretínheis entretivestes
entretêm entretinham entretiveram
Pret. M. Q. Perfeito Fut. Subjuntivo Pret. Imp. Subj.
entretivera entretiver entretivesse
entretiveras entretiveres entretivesses
entretivera entretiver entretivesse
entretivéramos entretivermos entretivéssemos
entretivéreis entretiverdes entretivésseis
entretiveram entretiverem entretivessem

5. VER e derivados: PREVER, REVER, ANTEVER, ENTREVER.

Pres. Indicativo Pret. Perf. Ind. M. Q. Perfeito
prevejo previ previra
prevês previste previras
prevê previu previra
prevemos previmos prevíramos
prevedes previstes prevíreis
prevêem previram previram
Fut. Subj. Pret. Imp. Subj.  
previr previsse
previres previsses
previr previsse
previrmos prevíssemos
previrdes prevísseis
previrem previssem

6. VIR e seus derivados:

INTERVIR, CONVIR, PROVIR, SOBREVIR, DESAVIR-SE, etc.

Pres. Ind. Pret. Imp. Ind. Pret. Perf. Ind. Fut. Subj.
intervenho intervinha intervim intervier
intervéns intervinhas intervieste intervieres
intervém intervinha interveio intervier
intervimos intervínhamos interviemos interviermos
intervindes intervínheis interviestes intervierdes
intervêm intervinham intervieram intervierem
Pret. Imp. Subj. Gerúndio e Particípio  
interviesse intervindo
interviesses  
interviesse  
interviéssemos  
interviésseis  
interviessem  

7. PRECAVER-SE (defectivo)

Pres. Ind. Pres. Subj.
Eu - -
Tu - -
Ele - -
Nós nos precavemos -
Vós vos precaveis -
Eles - -

OBS.: Nos demais tempos, ele é conjugado normalmente.

Pret. Perf. Ind. Fut. Pres.
precavi precaverei
precaveste precaverás
precaveu precaverá
precavemos precaveremos
precavestes precavereis
precaveram precaverão

8. REAVER (defectivo) – conjuga-se como HAVER, mas só existe onde o verbo HAVER tem a letra “V”.

Pres. Ind. Pres. Subj
- -
- -
- -
reavemos -
reaveis -
- -

 

Pret. Perf. Ind. Pret. M. Q. Perf.
reouve reouvera
reouveste reouveras
reouve reouvera
reouvemos reouvéramos
reouvestes reouvéreis
reouveram reouveram

9. PROVER

Pres. Ind. Pret. Perf. Ind. Pret. M. Q. Perf.
provejo provi provera
provês proveste proveras
provê proveu provera
provemos provemos provêramos
provedes provestes provêreis
provêem proveram proveram

10. VALER

Pres. Ind. Pres. Subj.
valho valha
vales valhas
vale valha
valemos valhamos
valeis valhais
valem valham

11. CABER

Pres. Ind. Pres. Subj. Pret. Perf. Ind.
caibo caiba coube
cabes caibas coubeste
cabe caiba coube
cabemos caibamos coubemos
cabeis caibais coubestes
cabem caibam couberam

12. CRER (conjuga-se como LER)

Pres. Ind. Pres. Subj. Pret. Imp. Ind. Pret. Perf. Ind.
creio creia cria cri
crês creias crias creste
crê creia cria creu
cremos creiamos críamos cremos
credes creiais críeis crestes
crêem creiam criam creram

13. AGUAR, ENXAGUAR, DESAGUAR

Pres. Ind. Pres. Subj. Pret. Perf. Ind.
águo ágüe agüei
águas ágües aguaste
água ágüe aguou
aguamos agüemos aguamos
aguais agüeis aguastes
águam ágüem aguaram

14. AVERIGUAR, APAZIGUAR

Pres. Ind. Pres. Subj. Pret. Perf. Ind.
averiguo averigúe averigüei
averiguas averigúes averiguaste
averigua averigúe averiguou
averiguamos averigüemos averiguamos
averiguais averigüeis averiguastes
averiguam averigúem averiguaram

15. RIR, SORRIR

Pres. Ind. Pres. Subj.
rio ria
ris rias
ri ria
rimos riamos
rides riais
riem riam

16. SUAR

Pres. Ind. Pres. Subj.
suo sue
suas sues
sua sue
suamos suemos
suais sueis
suam suem

17. FAZER e derivados:

PERFAZER, DESFAZER, SATISFAZER, REFAZER, etc.

Fut. do Pres. Fut. do Pret. Fut. Subj. Imperf. Subj.
satisfarei satisfaria satisfizer satisfizesse
satisfarás satisfarias satisfizeres satisfizesses
satisfará satisfaria satisfizer satisfizesse
satisfaremos satisfaríamos satisfizermos satisfizéssemos
satisfareis satisfaríeis satisfizerdes satisfizésseis
satisfarão satisfariam satisfizerem satisfizessem

Classificação dos verbos quanto à flexão

Quanto à flexão, os verbos podem ser classificados nas seguintes categorias:

Regulares,
Irregulares,
Anômalos,
Defectivos e
Abundantes.

Regulares:

São verbos que se , ao se flexionar, obedecem a um mesmo paradigma e não alteram radical; apresentam, ainda, desinências comuns da conjugação:

1a. conjugação: amo, amei, amarei, amasse, amaria
2ª conjugação: como, comi, comerei, comesse, comeria
3a. conjugação: saio, sais, saí, sairei, saísse, sairia

Irregulares:

São verbos que, ao serem flexionados, afastam-se do paradigma dos verbos pertencentes à sua conjugação e apresentam flexões alteradas ou desviadas no radical e desinências:

dar: dou, dei, desse, daria
trazer: trago, trazes, trouxesse, traria
peço, pedes, pedi, pedísseis, pediremos

Anômalos:

São verbos ditos "anormais", irregulares de fato, têm mais de um radical quando conjugado:

ir: vou, iremos, ria, ia, fui
ser: és, sou, fui, fomos

Defectivos:

São verbos "com defeitos" , não podendo ser conjugados em todas as pessoas, tempos e modos, têm o que podemos chamar de "conjugação incompleta"

colorir, falir, abolir, precaver, demolir, chover, trovejar, amanhecer.

Observação:

O verbo computar, em muitas gramáticas, ainda é tido e visto como defectivo. Não acredite nisso. É que, por motivos eufônicos, isso há muito tempo, considerava-se impertinente o uso de tal verbo. Hoje, em plena era dos computadores, impossível não reconhecê-lo como regular: eu computo, tu computas, ele computa, nós computamos. E por aí vai...

Observação:

Existem alguns verbos defectivos que, no presente do indicativo, deixam de ser conjugados apenas na primeira pessoa do singular: abolir e colorir, por exemplo:

eu – eu--
tu colores tu aboles
ele colore ele abole
nós colorimos nós abolimos
vós coloris vós aboliseles colorem eles abolem

Conseqüentemente, se não apresentam primeira pessoa do Presente do Indicativo, também não apresentam os tempos verbais que daí se derivam: Presente do Subjuntivo e Imperativo Negativo.

Com relação ao Imperativo Negativo, só terão as pessoas originárias do Presente do Indicativo, tu e vós:

colore tu abole tu

colori vós aboli vós

Observação:

Existem alguns verbos defectivos que, no Presente do Indicativo, só podem ser conjugados na 1a e 2a pessoas do plural, nas formas nós e vós. Dessa forma, tais verbos não possuem também o Presente do Subjuntivo ou Imperativo Negativo. Entre eles estão os verbos adequar, combalir, comedir-se, falir, foragir-se, precaver, reaver e remir.

Para o Presente do Indicativo, temos:

nós precavemos

vós precaveis

Portanto, o Imperativo Afirmativo só terá uma única pessoa:

precavei vós

Cuidado com o verbo precaver que não é derivado nem de ver, nem de vir.

Dessa maneira, não existem expressões que voc6e ouve comumente: precavejo, precavo, precavenho.

Outra armadilha para quem quer conjugar bem os verbos é o reaver: conjugado como o verbo haver, só pode ser conjugado nas formas onde, originalmente, o verbo haver tenha a letra v: reouve, reouvemos, reouver. A forma reavi, abominável em todos os sentidos, não existe.

Observação:

Os chamados verbos impessoais, são apenas conjugados na terceira pessoa do singular: Há muitos exemplos disso; além do verbo haver, são impessoais os que indiquem não metaforicamente fenômenos da natureza: trovejar, amanhecer, anoitecer, chover, relampejar, alvorecer.

Os verbos unipessoais são os que exprimem:

vozes de animais: latir, miar, relinchar e são usados na terceira pessoa ( singular e plural: Os cães latiam/ O gato miou.

acontecimentos, necessidades: acontecer, convir, ocorrer, suceder.

abundantes: São os verbos que têm formas variantes no particípio ( e em algumas pessoas especais). Além das formas regulares, em –ado e –ido, existem também as chamadas curtas, encurtadas, breves ou irregulares:

Os chamados particípios irregulares deram adjetivos cotidianamente usados:

aceitar aceitado aceito
entregar entregado entregue
enxugar enxugado enxuto
expressar expressado expresso
isentar isentado isento, etc

Classificação Quanto à Flexão

a) Regulares: Quando o radical não sofre variações e as desinências seguem o paradigma.

b) Irregulares: Quando sofrem variações no radical ou quando não seguem as desinências do paradigma (perder, ferir, dar etc.).

Observação:

Não são irregulares verbos que trocam letras por exigências ortográficas, como "agir" e "ficar".

c) Anômalos: São os verbos "ser" e "ir", porque, na conjugação, trocam de radical.

d) Defectivos: Quando não têm certas formas (abolir, falir, latir).

e) Abundantes: Quando possuem duas ou mais formas equivalentes (suspender, entregar, matar).

Observação:

Com os auxiliares TER e HAVER, usa-se o particípio regular. (O diretor tem suspendido muitos alunos.)

Com os auxiliares SER e ESTAR, usa-se o particípio irregular. (Os alunos foram suspensos.)

Classificação dos Verbos

Os verbos são classificados em: regulares, irregulares, defectivos, abundantes e anômalos.

Regulares: são aqueles em que o radical permanece o mesmo em toda conjugação.

Exemplo: verbo cantar.

Presente Pretérito
radical terminação radical terminação
Cant o Cant ei
Cant as Cant aste
Cant a Cant ou
Cant amos Cant amos
Cant ais Cant astes
Cant am Cant aram

Irregulares: são os verbos cujos radicais se alteram ou cujas terminações não seguem o modelo da conjugação a que pertence.

Exemplo: verbo ouvir.

Presente Pretérito
radical terminação radical terminação
Ouç o Ouv i
Ouv es Ouv iste
Ouv e Ouv iu
Ouv imos Ouv imos
Ouv is Ouv istes
Ouv em Ouv iram

Defectivos: são aqueles que não têm todas as conjugações.

Exemplo: verbo abolir e verbo reaver.

Presente do Indicativo

Eu -
Tu aboles
Ele abole
Nós abolimos
Vós abolis
Eles abolem

Presente do Indicativo

Eu -
Tu -
Ele -
Nós reavemos
Vós reaveis
Eles -

Abundantes: apresentam duas ou mais formas equivalentes.

Exemplo: verbo aceitar: aceitado – aceito
Fritar: fritado – frito
Limpar: limpado – limpo

Anômalos: suas conjugações incluem mais de um radical.

Exemplo: verbo ser: sede – era
Ir: vou, fui, irei.

Fonte: www.graudez.com.br/www.especiais.com.br/www.alcioneideoliveira.pro.br

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal