Facebook do Portal São Francisco
Google+
+ circle
Home  Regras Oficiais de Voleibol de Praia  Voltar

Regras Oficiais de Voleibol de Praia

Capítulo I - INSTALAÇÕES E EQUIPAMENTOS

1. ÁREA DE JOGO

A área de jogo inclui a quadra e a zona livre.

1.1 DIMENSÕES

1.1.1 A quadra de jogo é retangular, medindo 16m x 8m e é circundada por uma zona livre de no mínimo 3 metros de largura, com um espaço livre de qualquer tipo de obstáculo até uma altura mínima de 7 metros do solo. 1.1.2 Para competições mundiais da FIVB, a quadra de jogo é retangular medindo 16m x 8m e é circundada por uma zona livre distando no mínimo 5m das linhas de fundo e das linhas laterais com um espaço livre de qualquer obstáculo até uma altura mínima de 12,5 metros do solo.

1.2 SUPERFÍCIE DE JOGO

1.2.1 O terreno deve ser de areia, nivelado, o mais plano e uniforme possível, livre de pedras, conchas e qualquer outro objeto que possa representar risco de cortes ou ferimentos aos jogadores.

1.2.2 Para competições mundiais da FIVB a areia deve ser constituída de grãos finos, tendo uma profundidade de no mínimo 40cm.

1.2.3 A superfície de jogo não pode apresentar qualquer perigo de contusão aos jogadores.

1.2.4 Para competições mundiais da FIVB a areia deve também ser peneirada até tornar-se aceitável e não áspera, livre de pedras e partículas perigosas. Ela não deve ser excessivamente fina a ponto de causar poeira ou aderir à pele.

1.2.5 Para competições mundiais da FIVB é recomendada uma lona impermeável para cobrir o piso da quadra central no caso de chuva.

1.3 LINHAS DA QUADRA

1.3.1 Duas linhas laterais e duas linhas de fundo delimitam a quadra de jogo. Ambas estão situadas dentro das dimensões da quadra.

1.3.2 Não existe linha central

1.3.3 Todas as linhas têm de 5cm a 8cm de largura.

1.3.4 As linhas devem ser de cores bem contrastantes com a cor da areia.

1.3.5 As linhas da quadra devem ser marcadas com fitas, feitas de material resistente e qualquer objeto para fixá-las que fique exposto, deve ser de material suave e flexível.

1.4 ZONA DE SAQUE

A zona de saque é a área situada atrás da linha de fundo, entre o prolongamento das linhas laterais. Em profundidade, a zona de saque se estende até o final da zona livre.

1.5 TEMPERATURA A temperatura não deve representar nenhum perigo de lesão aos jogadores.

1.6 ILUMINAÇÃO

Para competições internacionais oficiais realizadas à noite, a iluminação deve ser de 1.000 a 1.500 lux, medida a uma distância de um metro de altura do piso. Para competições mundiais da FIVB, o supervisor técnico, o supervisor de arbitragem e o diretor do torneio decidem se as condições acima mencionadas representam algum perigo de lesão para os jogadores.

2. REDE E POSTES

2.1 REDE

A rede mede 8,5m de comprimento por 1,0m de largura, com uma variação de (+/- 3cm) quando tensionada, estendida verticalmente sobre o eixo central da quadra. É feita de malhas quadradas de 10cm. Sua margem superior e inferior são delimitadas por faixas horizontais de 5cm a 8cm de largura, feitas de lona dupla, de preferência em azul-escuro ou cores brilhantes, costuradas ao longo de todo o comprimento da rede. Em cada ponta das faixas existe uma abertura, que permite a fixação da rede aos postes, por meio de cordas, mantendo esticada a margem superior. Correndo por entre as faixas encontramos um cabo flexível na parte superior e uma corda na faixa inferior, que são amarrados nos postes de modo a manter toda a rede bem esticada. É permitida a propaganda nas faixas horizontais da rede.

2.2 FAIXAS LATERAIS

Duas faixas laterais de 5cm a 8cm de largura e 1,0m de comprimento, são fixadas na rede, em sentido vertical, sobre cada linha lateral. São consideradas partes integrantes da rede. É permitida a propaganda nas faixas laterais da rede.

2.3 ANTENAS

As antenas são varas flexíveis com 1,80m de altura e 10mm de diâmetro. São feitas de fibra de vidro ou material similar. Duas antenas são colocadas tangenciando a parte externa de cada faixa lateral, em lados opostos da rede. Os 80cm da parte superior das antenas estendem-se além do bordo superior da rede. São pintados com faixas coloridas de 10cm de largura, em cores contrastantes, de preferência vermelho e branco. As antenas são consideradas parte da rede e delimitam lateralmente o espaço de jogo sobre a mesma.

2.4 ALTURA DA REDE

A altura da rede para competições masculinas é de 2,43m, e de 2,24m para competições femininas. Observações: A altura da rede pode variar por grupos de idades, de acordo com o seguinte: Feminino Masculino Até 16 anos 2,24m 2,24m Até 14 anos 2,12m 2,12m Até 12 anos 2,00m 2,00m Sua altura é medida no centro da quadra, por meio de uma régua. Os dois extremos da rede (acima das faixas laterais) devem distar de uma mesma altura da superfície da quadra, não excedendo em mais de 2cm a altura oficial da rede.

2.5 POSTES

Os postes de fixação da rede devem ser lisos, com uma altura de 2,55m, de preferência ajustáveis. Devem ser fixados ao solo à uma distância de 0,70m a 1,0m de cada linha lateral da quadra. Sua fixação por meio de cabos está proibida e todo e qualquer equipamento que possa obstruir ou ferir os jogadores deve ser eliminado. Os postes devem ser acolchoados.

2.6 EQUIPAMENTOS ADICIONAIS

Todo e qualquer equipamento adicional será determinado pelo Regulamento da FIVB.

Fonte: Associação Paulista de Arbitros de voleibol (www.apav.esp.br)
Colaborador Alfio Sacchi Filho.

Regras oficiais de Voleibol - Areia
Download .doc . imprimir


Características do jogo

Capítulo 1 - Instalações e equipamentos
1. Área de jogo
2. Rede e postes
3. Bolas

Capítulo 2 - Participantes
4. Equipes
5. Uniformes dos jogadores
6. Direitos e responsabilidades dos jogadores

Capítulo 3 - Ponto, set e vencedor do jogo
7. Sistema de marcação de pontos

Capítulo 4 - Preparação da partida - Estrutura do jogo
8. Preparação da partida
9. Formação das equipes
10. Posicionamento dos jogadores

Capítulo 5 - Ações de jogo
11. Situações de jogo
12. Faltas de jogo
13. Toques de bola
14. Bola na rede
15. Jogador na rede
16. Saque
17. Golpe de ataque
18. Bloqueio

Capítulo 6 - Tempos para descanso
19. Tempo para descanso
20. Retardamentos de jogo
21. Interrupções excepcionais do jogo
22. Intervalos e troca de quadra

Capítulo 7 - Conduta dos participantes
23. Conduta indevida
24. Equipe de arbitragem e procedimentos
25. Primeiro árbitro
26. Segundo árbitro
27. Apontador
28. Juízes de linha
29. Sinais oficiais

CARACTERÍSTICAS DO JOGO

O voleibol de praia é um esporte praticado por duas equipes de dois jogadores cada, disputado em uma quadra de areia dividida em dois campos por uma rede. A bola pode ser golpeada com qualquer parte do corpo. O jogo tem por objetivo enviar a bola por cima da rede para o solo do campo adversário, evitando que a mesma toque o solo do próprio campo. A bola é colocada em jogo pelo sacador. Este executa o saque golpeando a bola com uma das mãos ou braço, por sobre a rede em direção ao campo oponente. Uma equipe tem o direito de golpear a bola três vezes para enviá-la de volta ao campo adversário. Não é permitido ao jogador golpear a bola duas vezes consecutivamente (exceto quando do bloqueio e no primeiro toque da equipe). Um rally - tempo em que a bola permanece em jogo - continua até que a bola toque o solo, caia "fora", ou não seja devidamente devolvida ao campo adversário por uma das equipes. Os sets são disputados no sistema de contagem continua (Tie-Brake), onde um ponto é marcado cada vez que uma equipe vence um "rally". Existem duas formas de disputa de uma partida de voleibol de praia: Forma de disputa A - disputa de um set A equipe vence o set e a partida ao marcar 18 pontos com um mínimo de dois pontos de diferença sobre o placar do adversário. Na ocorrência de um empate em 17 pontos, o jogo continua até uma equipe conseguir uma diferença de 02 pontos. Forma de disputa B - melhor de dois sets vencedores. Dois primeiros sets: O set é vencido pela equipe que marca primeiro 18 pontos. No caso de empate, 17 x 17, o jogo continua até que uma equipe alcance uma diferença de 2 pontos. (Sempre haverá troca de lado quando a contagem atingir múltiplos de 8, sem direito a descanso). Set decisivo: No caso de empate de sets vencidos 1 x 1, para vencer o terceiro e decisivo ser a equipe tem que marcar 15 pontos com uma vantagem mínima de 2 pontos. Não há ponto limite. No 3º set as trocas de lado são feitas quando a contagem atingir múltiplos de 5 pontos. (O tempo de descanso entre os sets é de um minuto).

3. BOLA

3.1 CARACTERÍSTICAS

A bola deve ser esférica, constituída de uma capa de couro flexível ou similar e que não absorva água, apropriada para uso ao ar livre uma vez que os jogos podem ser realizados mesmo com chuva. Esta capa reveste uma câmara de borracha ou material similar. Cor - cores brilhantes (laranja, amarelo, rosa, branco, etc.) Peso - 260g a 280g Circunferência - 65cm a 67cm Pressão interna - 171mbar a 221mbar ou hPa (0.175 a 0.225kg/cm2)

3.2 UNIFORMIDADE DAS BOLAS

As bolas de um mesmo jogo têm que ter necessariamente as mesmas características de cor, circunferência, peso, pressão interna, tipo, etc. Competições internacionais oficiais devem ser disputadas com bolas aprovadas pela FIVB.

3.3 SISTEMA DE TRÊS BOLAS

Para competições mundiais da FIVB devem ser utilizadas três bolas. Neste caso, seis boleiros ficam assim posicionados: um em cada canto da zona livre e um atrás de cada árbitro.

Capítulo II - PARTICIPANTES

4. EQUIPES

4.1 COMPOSIÇÃO E REGISTRO

4.1.1 Uma equipe é formada por dois jogadores.

4.1.2 Somente os dois jogadores inscritos na súmula podem participar do jogo.

4.1.3 Nas competições mundiais da FIVB não é permitida a participação de treinadores durante o jogo.

4.2 CAPITÃO
O capitão da equipe deve estar indicado na súmula.

5. UNIFORME DOS JOGADORES

5.1 UNIFORME

5.1.1 O uniforme dos jogadores consiste em short ou calção de banho. Uma camisa de malha ou camiseta é opcional exceto quando especificado no Regulamento do Torneio. Os jogadores podem usar bonés.

5.1.2 Para competições mundiais da FIVB, jogadores de um mesmo time devem usar uniformes do mesmo feitio e cor.

5.1.3 As camisas e shorts devem estar limpos.

5.1.4 Os jogadores devem jogar descalços, exceto quando autorizados pelo árbitro.

5.1.5 As camisas dos jogadores (ou shorts quando autorizados a jogar sem camisa) devem ser numeradas (1 e 2). O número deve ser afixado na altura do peito (ou na frente do short).

5.1.6 A numeração deve ser de cor contrastante com a da camisa e de no mínimo 10 cm de altura. A faixa que forma os números deve ter no mínimo 1,5cm de largura.

5.2 TROCAS AUTORIZADAS

5.2.1 Se ambas as equipes se apresentam com a mesma cor de camisa, a equipe local deve trocar de camisa. Em uma quadra neutra, a equipe relacionada em primeiro lugar na súmula deve mudar de camisa.

5.2.2 O primeiro árbitro pode autorizar um ou mais jogadores a:
a) Jogar de meias e/ou tênis
b) Trocar as camisas molhadas no intervalo dos sets, desde que sejam substituídas por outras que obedeçam ao Regulamento do torneio e da FIVB (Regras 5.1.5 e 5.1.6).

5.2.3 A uma solicitação do jogador, o primeiro árbitro pode autorizar o uso de camisas de baixo e agasalhos de treinamento.

5.3 OBJETOS E UNIFORMES PROIBIDOS

5.3.1 É proibido o uso de qualquer objeto que possa machucar o jogador, tais como: alfinetes, braceletes, moldes de gesso, etc.

5.3.2 Os jogadores podem jogar de óculos, sob sua própria responsabilidade.

5.3.3 É proibido usar uniformes que não apresentem o número oficial (Regras 5.1.5 e 5.1.6).

6. DIREITOS E RESPONSABILIDADES DOS PARTICIPANTES

6.1 DOS JOGADORES

6.1.1 Todos os jogadores devem conhecer e obedecer as Regras Oficiais de Voleibol de Praia.

6.1.2 Os participantes devem acatar as decisões da equipe de arbitragem com espírito esportivo, sem discuti-las. No caso de alguma dúvida, pode ser solicitada uma explicação.

6.1.3 Os participantes devem se comportar com cortesia e fair-play, não apenas em relação aos árbitros, mas também aos demais dirigentes, a equipe adversária, companheiro de equipe e espectadores.

6.1.4 Os participantes devem evitar ações ou atitudes que possam influenciar a decisão dos árbitros ou encobrir faltas cometidas por sua equipe.

6.1.5 Os participantes devem evitar ações que provoquem retardamento da partida.

6.1.6 É permitida a comunicação entre os jogadores de uma equipe durante a partida.

6.1.7 Durante o jogo, ambos os jogadores estão AUTORIZADOS a falar com os árbitros, desde que a bola não esteja em jogo (Regra 6.1.2), nos 3 casos abaixo:

a) Pedir uma explicação sobre a aplicação ou interpretação das regras. Caso a explicação não satisfaça aos jogadores, um deles deve comunicar imediatamente ao árbitro que se reserva o direito de registrar oficialmente seu protesto na súmula do jogo, ao término da partida (Regra 25.2.4).

b) Solicitar autorização: - Para trocar de uniformes ou equipamentos; - Verificar o número do sacador; - Checar a rede, bola, piso etc.; - Endireitar as linhas da quadra.

c) Solicitar "tempo para descanso" (Regra 19.3). Obs: Os jogadores devem ser autorizados pelos árbitros para deixarem a área de jogo.

6.1.8 No final do jogo:

a) Ambos os jogadores agradecem aos árbitros e aos adversários.
b) Caso algum jogador da equipe tenha expressado seu protesto junto ao primeiro árbitro, pode então registrá-lo na súmula (Regra 6.1.7 a).

6.2 CAPITÃO

6.2.1 Antes do jogo, o capitão da equipe:
a) Assina a súmula do jogo;
b) Representa a sua equipe no sorteio.

6.2.2 No final do jogo, o capitão da equipe verifica o resultado, assinando a súmula.

6.3 LOCALIZAÇÃO DOS PARTICIPANTES

As cadeiras dos jogadores devem estar a 5m de distância da linha lateral e separadas por um mínimo de 3m de distância da mesa do apontador.

Capitulo III - PONTO, SET E VENCEDOR DO JOGO

7. SISTEMA DE MARCAÇÃO DE PONTO

7.1 PARA VENCER UMA PARTIDA

7.1.1 FORMA A - partida de um set. A partida é vencida pela equipe que vence o set único.

7.1.2 FORMA B - dois ou três sets. A partida é vencida pela equipe que vence dois sets.

7.2 PARA VENCER UM SET

7.2.1 Forma A (Regra 7.1.1); O set é vencido pela equipe que marca primeiro 18 pontos, com uma vantagem mínima de dois pontos sobre os pontos da equipe adversária. (No caso de um empate aos 17 pontos, a partida continua até que seja atingida uma diferença de dois pontos).

7.2.2 Forma B (Regra 7.1.2); O set é vencido pela equipe que marca primeiro 18 pontos. No caso de empate, 17 x 17, o jogo continua até que uma equipe alcance uma diferença de 2 pontos. Sempre haverá troca de lado quando a contagem atingir múltiplos de 8, sem direito a descanso.

7.2.3 O set decisivo; No caso de empate de sets vencidos 1 x 1, para vencer o terceiro e decisivo set a equipe tem que marcar 15 pontos com uma vantagem mínima de 2 pontos. Não há ponto limite. No 3º set as trocas de lado são feitas quando a contagem atingir múltiplos de 5 pontos.

7.3 PARA VENCER UM RALLY Sempre que uma equipe vencer um rally, marca um ponto provocando as seguintes conseqüências:

7.3.1 Se estiver de posse do saque, marca um ponto e continua a sacar.

7.3.2 Se estiver recepcionando o saque, ganha, além do ponto, o direito de sacar.

7.4 DESISTÊNCIA E EQUIPE INCOMPLETA

7.4.1 Se uma equipe se recusar a jogar depois de solicitada a fazê-lo, é declarada desistente, e perde a partida com o resultado de 0 - 1 e (0 - 2 na Forma B) e um placar de 0 - 18 e (0 - 18, 0 - 18 na Forma B), para os sets.

7.4.2 Uma equipe que não se apresentar na hora marcada para a partida sem justa causa é considerada ausente, com os mesmos resultados da Regra 7.4.1.

7.4.3 Uma equipe declarada INCOMPLETA em um set, ou partida, perde o set ou a partida (Regra 9.1). A equipe adversária recebe os pontos necessários para vencer o set ou a partida. A equipe incompleta mantém os pontos e sets.

Capítulo IV - PREPARAÇÃO DA PARTIDA - ESTRUTURA DO JOGO
8. PREPARAÇÃO DA PARTIDA

8.1 SORTEIO

Antes do aquecimento, o primeiro árbitro realiza um sorteio na presença dos dois capitães das equipes. O vencedor do sorteio ganha o direito de escolher entre:
a) Sacar ou recepcionar o primeiro saque, ou
b) Escolher o lado da quadra. O perdedor fica com a alternativa restante. No 2º set (Forma B) o perdedor do sorteio no 1º set tem o direito de escolher entre "a" ou "b" Um novo sorteio será efetuado para o set decisivo.

8.2 AQUECIMENTO

Antes da partida, caso as equipes tenham à sua disposição outra quadra para aquecimento, têm direito a um período de 3 minutos na rede; caso contrário, dispõem de 5 minutos.

9. FORMAÇÃO DAS EQUIPES

9.1 Dois jogadores de cada equipe (Regras 4.1.1.) devem estar sempre em jogo.

9.2 Não existem substituições de jogadores.

10. POSICIONAMENTO DOS JOGADORES

10.1 POSIÇÕES

10.1.1 No momento em que a bola for golpeada pelo sacador, cada equipe deve estar posicionada em sua própria quadra (exceto o sacador).

10.1.2 Os jogadores estão livres para se posicionarem na quadra não havendo posições determinadas.

10.1.3 NÃO existem faltas de posição.

10.2 ORDEM DE SAQUE
A ordem de saque deve ser mantida por todo o set (de acordo com o determinado pelo capitão da equipe imediatamente após o sorteio).

10.3 FALTA NA ORDEM DE SAQUE

10.3.1 Comete-se falta na ordem de saque quando este não é efetuado de acordo com a ordem de saque.

10.3.2 O apontador deve determinar o momento preciso em que se cometeu a falta. Permanecendo os pontos obtidos até aquele momento.

10.3.3 Se os pontos obtidos pela equipe, quando um jogador estava fora da ordem de saque, não podem ser determinados, a única sanção a ser aplicada é a perda do rally. (Regra 12.2.1).

voltar 12avançar
Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal